Quarta-feira, 17 de Outubro de 2007

A final não é só uma questão de pronúncia ...

Entre os números portugueses e os brasileiros ... existem mesmo grandes diferenças ...
 
A ordem de grandeza de certos números leva a que estes sejam lidos e escritos na variante cientifica científica e não com todos os seus algarismos nem com o seu nome.
Essa fórmula veio diminuir as confusões que poderiam facilmente surgir, tendo em conta não só o número de algarismos a escrever como ainda os nomes a memorizar e as diferenças dos padrões adoptados internacionalmente.
 
No site de origem brasileira “Matemática Divertida” em http://www.reniza.com/matematica/, site esse que apresenta um conjunto razoável de curiosidades relacionadas com a Matemática, essas diferenças estão explicadas de um modo sucinto mas bem compreensível no item “Ordens e Classes” que tem o link http://www.reniza.com/matematica/classes.htm
 
Ordens e classes
 

Uma visitante perguntou-me certa vez:

Olá, sou aluna da 4ª série do 1º grau menor. tenho uma dúvida e escolhi este site para entrar e registrar minha pergunta: Como se lê este número? 1.863.005.000.000.000.000.000
 
de trás para frente...
000- dezena simples
000- dezena dos milhares
000- dezena dos milhões
000- dezena dos bilhões
000- dezena dos trilhões
005- dezena dos quinquilhões
e 863, seria que classe?
e o 1 seria que classe?
 
Respondi assim:
Quanto à sua dúvida, não sei se sabe que há diferenças entre os nomes das ordens no Brasil e em Portugal:
 
Observe a tabela

Nome

 no Brasil

Nome
na Europa

Número

Escrito

Notação

Científica

Um

Um

1

100

Mil

Mil

1000

103

Milhão

Milhão

1 000 000

106

Bilião

Mil Milhões

1 000 000 000

109

Trilião

Bilião

1 000 000 000 000 

1012

Quatrilhão

Mil Biliões

1 000 000 000 000 000

1015

Quintilhão

Trilião

1 000 000 000 000 000 000 

1018

Sextilhão

Mil Triliões

1 000 000 000 000 000 000 000

1021

Setilhão

Quatrilião

1 000 000 000 000 000 000 000 000 

1024

Octilhão

Mil Quatriliões

1 000 000 000 000 000 000 000 000 000

1027

Nonilhão

Quintilião

1 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000

1030

Decilhão

Mil Quintiliões

1 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000

1033

Undecilhão

Sextilião

1 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000

1036

Dodecilhão

Mil sextiliões

1 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000

1039

Tredecilhão

Setilião

1 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000

1042

Quatordecilhão

Mil setiliões

1 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000

1045

Quindecilhão

Octilião

1 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000

1048

Sedecilhão

Mil octiliões

1 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000

1051

Septendecilhão

Nonilião

1 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000 000

1054

 
Números absurdos? Nem por isso! Veja:
- Um estudo realizado pela School of Information Management Systems (SIMS) da Universidade da Califórnia, Berkeley, concluiu que o mundo produziu cerca de três quintilhões de bytes de novas informações só no ano de 2000.
 
- O matemático grego Arquimedes estimava que seriam necessários 1063 grãos de areia para encher todo o Universo.
 
- O físico inglês Arthur Stanley Eddington calculou, com base na Teoria da Relatividade de Albert Einstein, que o número de elétrons no Universo seria da ordem de 1079.
 
 
Assim, se um bilhão de dólares é muito dinheiro no Brasil, um bilião é muito, muito mais em Portugal. O dinheiro vale a mesma coisa em toda a parte, mas o número é muito diferente. No Brasil, o bilhão é um número formado pelo 1 seguido de nove zeros (1 000 000 000 = 109); em Portugal, o bilião é o 1 seguido de doze zeros (1 000 000 000 000 = 1012 ) , ou seja, mil vezes mais dólares que no Brasil!
Desta forma, esta seria minha resposta à sua pergunta "Como se lê este número 1.863.005.000.000.000.000.000?":
em Portugal: mil, oitocentos e sessenta e três triliões e cinco mil biliões, no Brasil: um sextilhão, oitocentos e sessenta e três quintilhões e cinco quatrilhões.
 
 
Este site é mantido por Renato P. dos Santos
Esta página foi atualizada sábado, 26 de abril de 2003
 

 

Matemática.jpg 
Matemática Divertida
 

 

 
publicado por raio às 08:36

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 16 de Outubro de 2007

Coisas ...

de Seguros
 
Frente ao televisor Maria Relâmpago e João Trovão vêem o anúncio publicitário da APS - Associação Portuguesa de Seguros.
- Que raio de entidade é esta e o que é que faz? - Pergunta João.
- Olha, eu já visitei o seu site em www.apseguradores.pt e não consegui tirar grandes conclusões, até porque se há alguma entidade que tem a função de supervisionar a acção dos seguros e a sua relação com a sociedade, essa entidade é o ISP - Instituto de Seguros de Portugal.
- Então ... o que é que estes querem? Estão a fazer o mesmo que os cães? Ladrar e Mijar em tudo quanto é canto para demarcar o seu território? ...
- Não sei! Não percebi se é para publicitarem a APS - Academia de Seguros de Portugal ... Sabes o que te digo? ... Vamos esperar para ver! ...
- E na página web deles há alguma coisa de jeito?
- Ah! ... Nada de especial ... mas achei curiosa a existência de um item dedicado à “terminologia de seguros” ... por enquanto ainda não consta lá qualquer termo ... mas eu espero que lá venha a constar o significado das seguradoras aumentarem sistematicamente os prémios argumentando que tais aumentos servem para fazerem face ao crescente valor das indemnizações e de outras despesas ... mas posteriormente, no momento de apresentação do balanço anual ou semestral, apresentarem lucros exorbitantes e que são sempre superiores aos do ano anterior ... que nome será dado a isto nessa tal terminologia? ... Seriedade? Honestidade? Respeito pelos clientes?...
 
 
***
 
No citado site da APS existe um área dedicada aos consumidores em http://www.apseguradores.pt/Site/Consumers.jsf por aí pode-se chegar por exemplo a um relatório sobre a Sinistralidade Automóvel disponível em http://www.apseguradores.pt/Site/Content.jsf?ContentId=394 e que passo a transcrever.
 
 
A Sinistralidade Rodoviária e o Seguro Automóvel
 
I - A SINISTRALIDADE NA EUROPA
 
A Comissão Europeia propôs, em 2001, no Livro Branco sobre os Transportes, o objectivo ambicioso de reduzir para metade o número de vítimas mortais nas estradas europeias até 2010.
 
Este objectivo foi posteriormente aprovado pelo Parlamento Europeu e por todos os Estados-Membros.
 
Em 2003 foi adoptado o Programa de Acção Europeu para a Segurança Rodoviária que prevê uma série de medidas concretas para atingir esse objectivo, tendo-se vindo a verificar, a nível europeu, que a segurança rodoviária ocupa lugar de destaque na agenda política dos Estados-Membros.
O princípio da "responsabilidade partilhada" consagrado na Carta Europeia da Segurança Rodoviária incentiva todos os membros da sociedade a assumirem as suas responsabilidades, envolvendo-se e contribuindo de forma significativa para a melhoria da segurança rodoviária. A responsabilidade partilhada consiste em responsabilizar todos os cidadãos e empresas, na exacta medida das suas possibilidades, a adoptarem medidas que contribuam para reduzir a sinistralidade rodoviária. Não cabe somente ao Estado civilizar as estradas, mas a toda a sociedade civil, com a intervenção activa de cidadãos e empresas.
Trata-se de um assunto que a todos diz respeito, cabendo a cada um de nós desempenhar um papel para tornar as estradas da Europa mais seguras.
 
O número de acidentes com vítimas é alarmante. Com efeito, na União Europeia, ocorrem, anualmente, cerca de 1,3 milhões de acidentes rodoviários dos quais resultam mais de 40 mil mortos e aproximadamente 1,7 milhões de feridos.
O compromisso assumido pelos Estados-Membros de conferir prioridade à segurança rodoviária para alcançar os objectivos traçados pela Comissão Europeia(*) tem vindo a dar os seus frutos. No entanto, e enquanto existir uma só vítima, é essencial continuar a implementar medidas que visem: (i) incentivar uma condução melhor e mais segura, (ii) aumentar a segurança dos veículos, promovendo a investigação no domínio da segurança e (iii) melhorar as infra-estruturas rodoviárias, nomeadamente reduzindo os chamados "pontos negros".
Os números constantes do Balanço Intercalar ao Programa de Acção Europeu para a Segurança Rodoviária efectuado em 2006 revelam que:
 
 
- entre 1994 e 2000, a mortalidade rodoviária baixou, em média, 2% por ano, enquanto a sinistralidade aumentou ligeiramente;
 
- entre 2001 e 2005, a mortalidade rodoviária baixou, em média, 5% por ano, enquanto que a sinistralidade registou uma diminuição média de 4% por ano, atingindo mesmo os 5% por ano no período de 2003 e 2004;
 
- e proporção de motociclistas mortos em relação ao total de vítimas mortais nas estradas que, até 1996, se mantinha relativamente estável e rondava os 9,5%, não parou de aumentar, atingindo 14% em 2003;
 
- em números absolutos, o número de motociclistas mortos aumentou 5,6% entre 2000 e 2003, verificando-se aumentos significativos em diversos países europeus, enquanto que a mortalidade rodoviária diminuiu 12% no mesmo período;
 
- os jovens entre os 18 e os 25 anos são um grupo de risco: estes 10% da população representam 21%(!!)do total de vítimas mortais em 2003, sendo que quatro em cada cinco vítimas são homens. O fenómeno conhecido por ¿febre do sábado à noite¿ (acidentes verificados à sexta-feira e ao sábado à noite) continua a ser uma tragédia;
 
- os peões (5.400 mortos) e os ciclistas (2.000 mortos) continuam a ser particularmente vulneráveis;
 
- os peões com mais de 65 anos representam cerca de 27% dos peões mortos e estão sobrerepresentados em relação ao seu número no conjunto da população (18%);
 
- os veículos pesados estão implicados em 6% dos acidentes, 16% dos quais mortais, o que confirma a maior gravidade destes acidentes. Em contrapartida, a taxa de sinistralidade dos veículos pesados diminui mais rapidamente que a dos acidentes em geral;
 
- os acidentes mais graves registam-se fora dos aglomerados populacionais (excluindo as auto-estradas): embora representem apenas 28% do total dos acidentes, concentram 60% do total das vítimas da estrada;
 
- os acidentes ocorridos dentro das localidades representam 67% do total dos acidentes e 31% do total das vítimas da estrada;
 
- no caso das auto-estradas, a proporção é de, respectivamente, 5% dos acidentes e 9% das vítimas mortais.
 
 

Sinistros_na_Europa.jpg

Gráfico Evolução da Sinistralidade Automóvel na UE
 
 
Em matéria de sinistralidade rodoviária, constata-se, portanto, uma evolução favorável, que decorre, por um lado, (i) da implementação de um amplo leque de medidas de natureza legislativa e de fiscalização para combate às principais causas de acidentes, que são o excesso de velocidade, a condução sobre o efeito do álcool ou de drogas e a não utilização do cinto de segurança e de capacete de protecção e, por outro lado, (ii) da melhoria da rede rodoviária e da segurança activa e passiva dos veículos.
A nível europeu, os custos, directos ou indirectos, destes acidentes foram avaliados em cerca de 200 mil milhões de euros, o que equivale a 2% do Produto Nacional Bruto (PNB) da União Europeia.
 
 
II - SITUAÇÃO EM PORTUGAL
 
Em 2006, verificaram-se em Portugal 859 mortos nas estradas portuguesas, o que representa uma diminuição de 22,3% no número de mortes, em comparação com 2005 (1.094). Idêntica tendência de redução tem revelado o número de feridos decorrentes de acidentes de viação.
 
Esta melhoria decorrerá da conjugação de factores conjunturais e estruturais.
 
Com efeito, por força de dificuldades conjunturais da economia portuguesa, o crescimento do parque automóvel tem-se revelado mais ténue do que em períodos anteriores e a circulação rodoviária revela-se também mais moderada.
As condições climatéricas relativamente favoráveis nalguns dos últimos anos, com fracos índices de pluviosidade, contribuíram também para uma redução do número de acidentes.
 
Por último, têm vindo a verificar-se progressos ao nível da segurança rodoviária, estes de natureza mais estrutural, que decorrem de (i) uma melhoria das vias de comunicação e de (ii) uma mais intensa e eficaz fiscalização pelas forças de segurança das disposições do Código da Estrada que, ao estabelecer penalizações significativas e o pagamento imediato das coimas nas situações de excesso de velocidade, condução com álcool, ausência do cinto de segurança ou uso do telemóvel em simultâneo com a condução, tem vindo a alterar progressivamente o comportamento dos condutores.
 
 
Custos com a sinistralidade
 
Estima-se que, por ano, em Portugal, os custos socio-económicos da sinistralidade rodoviária sejam equivalentes a 3% do PIB, ou seja, aproximadamente 4,5 mil milhões de euros.
 
Ao assumir, por via das indemnizações pagas ao abrigo do Seguro Automóvel, uma quota-parte de quase metade destes custos, o sector segurador tem um papel de inquestionável relevo na resposta da sociedade a este problema da sinistralidade rodoviária.
 
 
MONTANTES DEVOLVIDOS PELO SECTOR À SOCIEDADE
 
AUTOMÓVEL 2003 2004 2005
Custos com sinistros 1.422 1.410 1.395
Custos de aquisição (comissões, etc) 297 359 351
Custos administrativos 158 152 162
Custos líquidos de resseguro 33 31 70
Total 1.910 1.952 1978
Prémios recebidos dos tomadores (sem taxas) 1.888 1.948 1.998
 
De acordo com a informação relativa ao Seguro Automóvel, a diminuição do número de acidentes, em especial os que têm vítimas com danos corporais (e mortes), tem resultado numa contenção dos custos com sinistros assumidos pelas Seguradoras.
No entanto, esta contenção dos custos tem sido bem mais modesta do que a redução dos acidentes e a explicação reside no acréscimo dos custos médios.
Na realidade, constata-se que os respectivos custos médios têm registado um acréscimo anual relativamente elevado, que nos últimos anos terá excedido, em média, os 4% e que tem sido bastante mais vincado (próximo dos 10%) na componente dos danos corporais.
Em consequência, os custos exclusivamente de danos corporais (indemnizações por danos patrimoniais e morais, despesas médicas e outras despesas) representam já mais de 40% do custo total da Responsabilidade Civil, quando apenas 7% do número de acidentes totais envolve danos corporais (incluindo atropelamentos).
De um modo geral, tem-se verificado, nos últimos anos, um agravamento dos custos dos sinistros mais graves, sobretudo por efeito de aumentos significativos nas indemnizações por morte e nas indemnizações por danos morais, bem como um crescimento das reclamações de pequenos danos, que naturalmente acabarão por ter impacto nos custos globais.
Mas os custos da sinistralidade automóvel não decorrem apenas das indemnizações pagas a título de danos corporais e morte. Também as indemnizações pagas a título de danos materiais contribuem para o elevado custo associado à sinistralidade automóvel e, tal como a nível europeu, tem-se verificado também um acréscimo do seu montante médio, por força de um aumento genérico do nível de equipamentos dos veículos e seu grau de complexidade tecnológica, bem como do aumento do preço das peças de substituição e da mão-de-obra.
 
 
Perspectivas futuras
 
As Seguradoras têm, do ponto de vista social, um papel importante a desempenhar em matéria de sinistralidade rodoviária, uma vez que lhes cabe indemnizar a larga maioria das vítimas que dela decorrem. E pretendem fazê-lo de forma justa e o mais rápido possível.
A 5ª Directiva Automóvel, que está agora a ser transposta para o ordenamento jurídico nacional, tem como principal objectivo reforçar a protecção das vítimas de acidentes de viação.
O aumento dos capitais mínimos do seguro obrigatório de responsabilidade civil - 5 milhões de euros para os acidentes com danos corporais e 1 milhão de euros para os acidentes com danos materiais - e o alargamento do "procedimento de proposta razoável" (consagrado na 4ª Directiva Automóvel e transposto para o ordenamento português através do Decreto-Lei 72-A/2003, de 14 de Abril) aos acidentes de viação ocorridos em Portugal são algumas das alterações a salientar.
Em caso de acidente com danos corporais, o projecto de transposição da Directiva prevê que a seguradora do responsável deva apresentar uma proposta razoável de indemnização no prazo de 75 dias a contar da data do pedido de indemnização feito pelo lesado, desde que tenha entretanto sido emitido o relatório de alta clínica e o dano seja quantificável.
Para efeito da proposta razoável de indemnização, a avaliação e valoração do dano corporal deve ser efectuada por recurso à Tabela Indicativa para Avaliação de Incapacidades Permanentes em Direito Civil, sendo que, na ausência desta tabela, a valoração (em termos monetários) dos danos sofridos deve ser apurada por aplicação dos critérios e valores orientadores constantes de Portaria a aprovar.
A conjugação destes dois mecanismos criará um sistema indemnizatório mais transparente, objectivo, equitativo e justo, permitindo apurar valores de indemnização mais razoavelmente associados à efectiva gravidade da lesão.
Não pretendendo, através deste sistema, apurar-se uma indemnização final e definitiva, já que o lesado continua a dispor do direito de recorrer aos tribunais se considerar que a proposta que lhe foi apresentada não se traduz numa proposta justa, espera-se que os sinistros possam ser regularizados mais rapidamente e, na medida em que os montantes indemnizatórios se aproximem dos que têm vindo a ser atribuídos judicialmente, que diminua a litigância e o consequente recurso aos tribunais.
O sistema indemnizatório deve considerar:
 
- a separação do dano corporal (direito à vida, dano biológico e dano moral) dos danos patrimoniais futuros decorrentes de lesões corporais, incrementando-se, assim, a indemnização do dano biológico e do dano moral e indemnizando o dano patrimonial futuro apenas quando existe perda efectiva de rendimentos;
 
- que havendo incapacidade com perda efectiva de rendimentos, deverá ter-se em consideração o grau de incapacidade e a idade do lesado;
 
- o estabelecimento de valores objectivos para efeitos de cálculo indemnizatório no caso de lesados que não aufiram qualquer rendimento ou dos menores;
 
- que a indemnização a atribuir pelo dano biológico e pelo dano moral não deve estar associada/dependente do rendimento do lesado e da sua situação económica, mas sim da gravidade da lesão (grau de incapacidade) e da idade do lesado, garantindo-se, assim, indemnizações idênticas em situações idênticas.
 
Através da criação de um sistema assente nestes pressupostos será possível indemnizar de forma mais justa e generosa os lesados afectados por maiores graus de incapacidade, privilegiando-se, assim, a protecção das situações mais graves e socialmente mais necessitadas.
 
Março de 2007
-----------
 
(*)Programa de Acção Europeu para a Segurança Rodoviária (2003), Comunicação da Comissão "Reduzir para metade o número de vítimas da estrada na União Europeia até 2010: uma responsabilidade de todos" (2003), publicação da Comissão "Salvar 20.000 vidas nas nossas estradas" (2004) e "Carta Europeia da Segurança Rodoviária" (2004).
 
 
Associação Portuguesa de Seguradores
 
 
 
APS - Academia Portuguesa de Seguros
 

 

 Logo_APS.gif
APS - Associação Portuguesa de Seguros
Tel: 213848124 / 25
 
publicado por raio às 08:20

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007

Realidade Sexo-Política

... em Portugal
 
Vendo João trovão a ler o Jornal, Maria Relâmpago faz uma constatação:
- Estás sempre a ler as últimas notícias ... mas o PSD teve eleições, mudou de liderança e tu nem disseste uma palavra sobre o assunto.
- Não, mas já fiz os meus contactos.
- Quê? Não me digas que já telefonaste ao Luís Filipe Menezes ...
- Eu? Ligar para esse vendedor de “banha da cobra” ...esse arruaceiro ... ele se quiser que me ligue ...
- Então com quem contactas-te tu? ...
- Contactei ... e estou a contactar ... estou a ver se consigo formar um grupo de investigação cientifica ...
Maria começa a ficar intrigada e lança um simples:
- Para?
- Para conseguir provar em laboratório aquilo de que eu já tenho a certeza há muitos anos e que a vitória de Menezes perante Luís Marques Mendes nas eleições internas do Partido Social Democrata vieram provar no plano teórico ... agora preciso de o provar no plano científico ...
Maria senta-se e pede João:
- Até me sentei ... para não cair. Explica lá essa tua teoria.
- Estou convicto que existe uma parte da ciência por explorar ... existe uma vertente Sexo-Política de que ninguém fala mas que tem que ser investigada.
- Porque dizes isso?
- Porque tenho a certeza de que quem entra na política, o faz porque é alvo de uma doença, uma estranha patologia em que um enzima se aloja no seu cérebro e lhe transforma alguns neurónios em espermatozoides, a partir desse momento a vontade de fo ... fornicar o parceiro do lado leva a que essa pessoa ... comece a agir politicamente e assim entra facilmente na vida política. O pior é que as pessoas que têm esse enzima mais activo são aqueles que conseguem obter melhores resultados na política e isso viu-se nestas eleições internas do PSD, aquele que apareceu com a maior vontade de fo ... fornicar tudo à sua volta, até mesmo o próprio partido ... foi aquele que acabou por ganhar ...
 
publicado por raio às 08:33

link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
Domingo, 14 de Outubro de 2007

Acerca do Novo Código Processo Penal

... As explicações que faltavam dar
 
Num passeio domingueiro, João Trovão e Maria Relâmpago, passam em frente a um Palácio da Justiça.
Inspirada pelo momento, Maria questiona João:
- Tens estado a par das polémicas causadas pela entrada em vigor do Novo Código do Processo Penal?
- ... Só de alguns pormenores ...
A resposta vazia de João, leva a que Maria insista:
- E acerca do teor dessa Lei ... que permitiu a libertação de tanta gente, tens alguma opinião?
Da insistência, resultou que João começasse a “desbobinar”:
- Querida, o Código que agora entrou em vigor foi elaborado no auge de processos mediáticos ,como seja o da Casa Pia e outros que envolviam gente famosa, considerada acima de todas as suspeitas ... e a não entrada em vigor durante esse período foi o resultado de haver vozes moderadoras que se levantaram e que exigiram que a sua redacção fosse o resultado de reflexão ponderada e não a apresentação de medidas avulsas apresentadas à pressa, feitas de encomenda para libertar esta ou aquela personalidade do Jetset Nacional.
- Se houve uma reflexão, não parece! Agora toda a gente censura o seu texto!
O reparo de Maria é corroborado pelo marido, que explica:
- Na realidade, tempo para reflexão houve ... mas ninguém reflectiu coisa nenhuma e o que estava pensado nessa altura, foi o que acabou por ser aprovado.
Maria sente enormes dificuldades em entender quais foram as reais intenções do legislador e vota à carga:Justiça_Portugal.jpg
- Então porque é que aqueles que poderiam ter ajudado à elaboração da Lei, agora estão incomodados com aos efeitos da aplicação da nova legislação?
- Isto foi assim, de início todos concordavam com a nova redacção; os políticos porque viram reduzida a possibilidade de eles, bem como dos seus “amigos” e conhecidos, serem presos e pensaram também que aquilo que se pretendia era simplesmente aplicação do Simplex à justiça criando mecanismos por forma a libertar hoje quem só poderia ser libertado amanhã; os advogados existentes, os estudantes de Direito e os demais agentes da justiça porque pensavam que o que o governo queria colocar os prevaricadores na rua afim de que viessem a causar distúrbios de modo darem trabalho a todos esses profissionais da justiça, sim porque se os criminosos estiverem todos nas cadeias, eles ficam sem trabalho; o “lobby” das Seguradoras porque viram na alteração à Lei, a possibilidade de aumento do seu volume de negócios; os membros do clero porque viram na alteração da lei uma forma de reforçar a ideia cristã do perdão, adicionando uma simples adenda ao espirito cristão da Lei .... dessa foram ao conceito de que «devemos perdoar a quem nos tem ofendido», imaginaram que agora só tinham que acrescentar simplesmente: «(...) roubado, violado, assassinado... » ... enfim todos os agentes económicos viram nessa medida a possibilidade do volume de negócios vir a aumentar fomentando dessa forma o crescimento da economia nacional ...
- E o que é que mudou entretanto?
- O problema de Código Penal se ter transformado numa caixinha de Surpresas, está mo facto do governo ter feito um género de jogada de xadrez, fez uma jogada com uns objectivos quando toda a gente pensava que os objectivos eram outros.
- Então quais são os objectivos do Governo ... ou do Estado? Não foi só uma formula habilidosa de esvaziar as prisões?
- Não! ... Ao reduzir o tempo de prisão preventiva o objectivo é tomar medidas no sentido de que os lesados não façam queixa por receio de represálias, as próprias polícias fugirão de prender quem quer que seja, pelos mesmos motivos ... desta forma estão criadas as condições para que sejam despedidos agentes policiais ... entretanto, havendo uma redução no número de queixas , haverá uma redução do número de processos nos tribunais, dessa forma o governo resolve o problema da existência de muitos processos pendentes e da celeridade da justiça e ainda conseguirá uma redução do número de horas extraordinárias, bem assim como na quantidade de juizes e funcionários judiciais e com um pouco de sorte ainda consegue encerrar um ou outro tribunal... e logicamente que havendo menos processos, e menos presos, fica resolvida a situação de superlotação das prisões portuguesas, assunto que tem merecido repetidos reparos da Amnistia Internacional ... e ainda podem garantir a pés juntos que o índice estatístico de criminalidade vai baixar ... só vantagens! ... económicas para a contenção de despesas e não só por parte do governo ... só que logicamente todas estes metas esbarram nos interesses de muito boa gente, que de um momento para o outro vêem o seu emprego colocado em risco e para além dos já citados policias, guardas, guardas prisionais, funcionários dos tribunais e das cadeias ... ainda há o grupo dos intocáveis - os advogados, pois sem queixas, não há processos a decorrer e sem processos, e nessas circunstâncias os advogados não são precisos para coisa nenhuma ... não admira portanto que estes estejam a reagir corporativa à introdução da nova legislação ... ou seja a media só salvaguarda os interesses dos bandidos, das seguradoras que terão mais pessoas a fazer seguros de vida e contra roubo e todos os demais agentes económicos que verão os lesados a adquirir novos bens afim de substituir os roubados ou danificados por quem o Estado quer ver longe das grades ...
 
publicado por raio às 08:39

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

Sara V. e o seu “Tintas e Pincéis”
 
Blogger
 
- Nick Name: Sara V.
- Nome: Sara
- E-mail: tintasepinceis@sapo.pt
- Idade: 32
- Localização: Lisboa
- Ocupação: Entre a escrita e a pintura...
 
As Principais razões que levam Sara V. a editar este blogue ditas na primeira pessoa:
 
Com a criação deste blog pretendi, em primeiro lugar, mostrar a minha pintura e o meu desenho; conhecer e trocar ideias com pessoas que pintem e tenham os mesmos interesses; e, também, ajudar a divulgar a Arte - que acredito ser uma forma nobre de expressão e cultura - neste País que bem precisa e na blogosfera, onde considero existir falta de blogs deste género ou falta de destaque dos mesmos. Onde andam?!
 
Sara V.
 
 
Blogue
 
- Título: Tintas e Pincéis
- URL: http://tintasepinceis.blogs.sapo.pt
- Data de inicio: 25 de Junho de 2007
- Descrição: Eis o que acontece quando me envolvo com telas, papéis, lápis, pincéis, tintas e sei lá mais o quê...
- Categoria: Pintura, Desenho e História de Arte
 
 
Como exemplo do que se pode ver neste blogue em que a pintura é rainha reproduzo seguidamente um dos belos artigos que aí podemos encontrar.
 
 
Segunda-feira, 23 de Julho de 2007
Debaixo do guarda-sol
 
"Gorda com guarda-sol"
(insere-se na colecção "Gordas na Praia") 50 x 60 cm
 
 
  
Acrílico sobre tela c/ suporte de madeira
Sara - 2007
 
 
Uma das imagens tradicionais dos tempos de praia é o descanso à sombra de um guarda-sol colorido. É essa imagem que a Gorda está a viver no exacto momento em que olhamos para ela. Mar azul, céu azulinho, areia clara, um belo chapéu às riscas, uma toalha de cores quentes, a pomba da liberdade e da frescura lá ao fundo... E um fato de banho porque esconde melhor as banhinhas!
 
Este quadro insere-se na colecção que iniciei em 2004 mas parece-me que observando-o com atenção veremos diferenças, conseguiremos perceber a evolução da minha pintura, ou seja, o caminho que vai traçando. Mantenho as cores fortes mas sinto-me mais segura no traço e ganhei gosto pelo grande plano.
 
Está no meu corredor. Aliás, tenho o corredor forrado, já que a falta de espaço para guardar os quadros em boas condições é um problema, como podem imaginar...
 
Sara V.
 
 
Sobre esta iniciativa, aqui no Blogue Trovoada Seca, Sara deixou a seguinte opinião:
 
 
Esta uma iniciativa louvável que ajuda a dar "voz" aos bloguistas, um instrumento que auxilia a comunidade da blogosfera (e não só) a tomar conhecimento da existência de espaços que possa desconhecer. Um acto, sem dúvida, altruísta e simpático. Desde já o meu obrigado por considerar que o meu blog merecia divulgação.
 
Sara V.
 
 
publicado por raio às 08:52

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 11 de Outubro de 2007

Mapa de ...

 
Portugal
 
Entre os sites que se podem considerar como interessantes, o site “Mapa de Portugal” em www.mapadeportugal.net, tem certamente lugar.
 
Esta página apresenta-se como sendo a “Enciclopédia das Localidades Portuguesas” e dá as boas-vindas aos seu visitantes com a informação de que nele existem 1540 localidades portuguesas com informações.
 
Quem desejar introduzir informações, seja qual for o seu teor sobre um qualquer lugar do nosso país, como sejam por exemplo: fotografias, eventos festivos, imagem ou descrição da bandeira e brasão da autarquia, mapa do concelho, feriado municipal, etc., etc., pode aí aceder e proceder ao seu envio ou à adição dos dados que entender e quem tiver um site ou um blog que foque uma localidade pode aí promovê-lo.
 
Nesta página, em http://www.mapadeportugal.net/faq.asp#s1 são divulgadas as respostas às perguntas mais frequentes e que passo a transcrever, para que mais e mais pessoas actualizem e melhorem o teor deste site, introduzindo os seus conhecimentos, promovendo as terras que melhor conhecem.
 
 
PERGUNTAS FREQUENTES
 
- Como faço para acrescentar informações da minha terra?
Deverá em primeiro lugar inscrever-se como colaborador do "Mapa de Portugal". Esta inscrição é livre e gratuita. Depois, pode entrar em qualquer página do Mapa de Portugal indicando o seu nome de utilizador com que se inscreveu (Sigla de colaborador), e o seu código de acesso (password). Entrando em qualquer localidade, e premindo o botão "Inserir Informações" abre-se um espaço onde pode inserir as informações que entender.
 
- Porque tenho que me inscrever?
Cada colaborador que acrescentar informações no "Mapa de Portugal" ficará com possibilidade de alterar ou até mesmo apagar as informações que inseriu. A inscrição é uma forma de cada colaborador identificar e poder aceder ao seu próprio trabalho. Pode também inserir informações sem se inscrever. Mas nesse caso não terá acesso às mesmas informações para fazer alterações, nem pode inserir fotografias ou filmes.
 
- O meu endereço e-mail vai ser transmitido a alguém?
Não. Os endereços e-mail de quem se inscreveu não serão transmitidos nem vendidos. Serão utilizados exclusivamente pelo site "Mapa de Portugal".
 
- Ao dar o meu endereço ao "Mapa de Portugal" vou ser vítima de "spam"?
No Mapa de Portugal evitamos qualquer acção de "spam". O endereço e-mail de quem se inscreveu é utilizado unicamente para enviar informações ou novidades. Além disso, cada utilizador pode optar por não receber qualquer informação, e pode também anular a sua inscrição se assim o entender.
 
- Posso acrescentar informações de qualquer localidade portuguesa?
Sim. Pode acrescentar informações de todas as localidades portuguesas, se assim o desejar. Não está limitado apenas à sua localidade, seja onde mora ou onde nasceu. Pode acrescentar de qualquer uma.
 
- Posso copiar informações de outro site?
Em princípio, não. Tudo o que alguém escreve está protegido pelos direitos de autor. Só poderá copiar se a origem dessas informações contiver a indicação que pode fazer essa cópia, ou se o respectivo autor assim o autorizar. Caso contrário pode escrever o que quiser, baseado nas informações que consiga descobrir, mas não copiar.
 
- Posso copiar informações deste para outro site?
Em princípio, não. Tal como descrito no ponto anterior, tudo o que alguém escreve está protegido pelos direitos de autor. Só pode copiar com autorização expressa do autor. Além disso, se fizer alguma cópia, depois de devidamente autorizada, terá que acrescentar sempre uma referência ao site "Mapa de Portugal".
 
- Posso acrescentar informações de localidades estrangeiras?
Não. Para acrescentar informações relativas a uma localidade tem que primeiro abrir a página correspondente. Como só estão aqui representadas as localidades portuguesas, é claro que não poderá acrescentar informações de localidades estrangeiras.
 
- Posso acrescentar informações de uma localidade que não está ainda no site "Mapa de Portugal"?
Pode. Mas primeiro é necessário acrescentar essa localidade. Para isso, deverá indicar a falta dessa localidade no espaço disponível para o efeito no concelho correspondente. Após a inclusão dessa localidade, pode inserir as informações que entender.
 
- Posso acrescentar informações noutro idioma além do português?
Sim. Pode acrescentar um texto em qualquer idioma. Mas deverá acrescentar também uma tradução para português desse mesmo texto.
 
- Posso traduzir para outro idioma informações já incluídas no "Mapa de Portugal"?
Sim. Pode traduzir para outro idioma as informações que já estão incluídas sobre uma localidade, e acrescentá-las nessa mesma localidade.
 
 - Como posso incluir fotografias?
Após entrar numa localidade, com a sua sigla de colaborador e a sua password, encontra a indicação de como inserir fotografias.
 
- Posso incluir filmes vídeo?
Sim. Veja na página "Colaboração" as condições de inclusão de fotografias, filmes e sons.
 
- Posso incluir ficheiros de sons?
Sim. Veja na página "Colaboração" as condições de inclusão de fotografias, filmes e sons.
 
- Porque não posso incluir ficheiros Flash ou outros além das fotos e sons?
Pretende-se que o site "Mapa de Portugal" seja acessível por toda a gente. Se incluirmos aplicações Flash ou outras no género, iremos limitar a utilização a quem possua esse utilitário, um computador com condições de o poder utilizar e uma ligação rápida à Internet, o que estará fora do nosso objectivo. É por este mesmo motivo que também não incluímos fotografias muito grandes.
 
- Posso incluir ficheiros executáveis que encontrei sobre Portugal e são interessantes?
Não. Para evitar a presença dos tão indesejáveis vírus, e pela mesma razão apontada na resposta à pergunta anterior, não se permite a inclusão de qualquer tipo de ficheiro além de fotografias, vídeo e sons.
 
- Posso inserir ligações para outros sites?
As ligações para outros sites são incluídas na secção "Ligações" referente a cada localidade. Nas secções "História", "Pontos de interesse", "Gastronomia" ou "Artesanato" podem ser inseridas ligações, desde que correspondam aos artigos apresentados.
 
- O que eu inserir será modificado ou censurado?
Tudo o que é inserido é revisto, de modo a evitar erros ortográficos ou gramaticais, para evitar informações incorrectas e para manter o nível de qualidade pretendido. No entanto os autores são avisados da modificação e poderão fazer novas correcções, se assim o entenderem. Além dessa verificação, os textos inseridos não terão qualquer modificação. No entanto, não é permitida a inclusão de qualquer material ilegal, pornográfico, capaz de ferir susceptibilidades ou que saia fora do âmbito do "Mapa de Portugal". Nesses casos será de imediato retirado, sem qualquer pré-aviso.
 
- Se o que eu inserir vai ser revisto, significa que terei que esperar muito tempo até ver a minha colaboração inserida?
Não. A inserção é feita imediatamente. A revisão só será efectuada posteriormente.
 
Mapa_de_Portugal.gif 
Mapa de Portugal
 
tags: ,
publicado por raio às 08:10

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

A República Está Velha e Gasta ...

Quase tão velha e gasta ... quanto ...
 
Depois de jantarem, enquanto João Trovão arruma a mesa e Maria Relâmpago se prepara para passar a ferro, Maria lança um desafio a João.
- Olha lá! Vê se resolves este enigma ... Nasceu a 5 de Outubro de 1910, enquanto jovem, foi-lhe associada uma imagem de uma jovem com seios firmes ao léu ... mas actualmente, há quem não hesite em atribuir-lhe uma imagem ... de uma velha que se arrasta pelas ruas da amargura, desgastada, sem dignidade ... com mamas flácidas, descaídas, partes baixas e mamilos calejados ... fruto de tanto ser abusada, fo ... fornicada de toda a maneira e feitio e de tanta mama que deu ... a muito “boa gente” ...
- Já sei! Já sei! ... Oh! Oh! ... Mas essa é fácil! ... Estás a falar da Teresa Guilherme! - interrompeu João, enquanto fechava a máquina de lavar loiça e a colocava a funcionar.
- Errado! ... Só te dou mais uma oportunidade ... mas repara ... eu disse que ela estava nessas condições por ter sido abusada ... não disse que está assim por vontade própria ou por ser ela a abusadora! ...
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 9 de Outubro de 2007

Utilidades para Sites

 
... Perdão!... Para visualização de sites e blogues
 
Quantas vezes nos deparamos a visualizar uma página da Internet, seja um blogue ou um site e ficamos com a sensação que estão incompletos, aí falta qualquer coisa ... algo que melhor identifique a página, algo que expresse os nossos sentimentos naquele momento ... enfim aquele “algo” ...
 
Para colmatar essa falta podemos fazer uso das ferramentas disponibilizadas no site www.netdisater.com.
 
Esse site dá-nos a possibilidade de introduzir imagens animadas ou funções nos sites que estamos a ver, bastando para tal que usemos um “prefixo” que aí podemos facilmente ir buscar.
 
Como exemplo do funcionamento deste instrumento posso dizer que se os colaboradores e responsáveis pela coordenação da plataforma dos Blogs do Sapo que teimam em não destaque ao meu blogue, por considerarem que este não vale um caracol, se o vissem através do link http://www.netdisaster.com/go.php?mode=snail&url=http://trovoadaseca.blogs.sapo.pt/, certamente que mudariam de opinião.
Eu, por mim e como resposta à ingratidão de que sou alvo por parte desses s ...”senhores” direi que passei a ver a página dos blogs do sapo através do link http://www.netdisaster.com/go.php?mode=dog&url=https://blogs.sapo.pt/.
 
À semelhança destas, podem ser adicionados outros elementos ou funções, por exemplo:
 
- Os professores podem ver o site do Ministério da Educação através do link http://www.netdisaster.com/go.php?mode=acid&url=http://www.min-edu.pt/;
 
- Quem desejar descarregar a sua revolta face aos responsáveis pela (falta de) Justiça em Portugal, pode ver o site do Ministério da Justiça através do link http://www.netdisaster.com/go.php?mode=tomato&control=on&url=http://www.mj.gov.pt/;
 
- Todos quantos estão insatisfeitos com a acção do governo, em particular, do seu responsável máximo têm a possibilidade de usar o link http://www.netdisaster.com/go.php?mode=burn&url=http://www.portugal.gov.pt/portal/pt/primeiro_ministro/;
 
- Todos concordarão que o site do Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas ficaria mais completo se fosse sempre visto assim http://www.netdisaster.com/go.php?mode=cow&url=http://www.min-agricultura.pt/;
 
- Com uma função extra, daria mais gosto entrar na página do Ministério da Administração Interna, talvez assim em http://www.netdisaster.com/go.php?mode=blood&url=http://www.mai.pt/ 
 
- Espectacular é ... “grafitar” com palavras ou desenhos mais ou menos obscenos o site da Direcção-Geral dos Impostos através do link http://www.netdisaster.com/go.php?mode=graff&url=http://www.dgci.min-financas.pt/ 
 
- Por outro lado, podemos demonstrar a agonia que nos dá a forma como o Estado tem tratado a saúde no nosso país, visualizando o sitio do Ministério da Saúde assim http://www.netdisaster.com/go.php?mode=vomit&url=http://www.min-saude.pt/;
 
- Saindo da esfera governativa, se optar-mos pela acção sindical podemos ver o site da CGTP - Intersindical através do link http://www.netdisaster.com/go.php?mode=manif&url=http://www.cgtp.pt/;
 
- E no caso de se desejar ver o site da ASAE - Autoridade de Segurança Alimentar e Económica é conveniente estar-se precavido ... como por exemplo assim http://www.netdisaster.com/go.php?mode=fly&control=on&url=http://www.asae.pt/;
 
Além destes, no mesmo site existem outros conteúdos que se podem adicionar aos sites a que pretendemos aceder ou dos quais pretendemos enviar o link para os amigos, passem por lá e divirtam-se!...
 
 
NETDISASTER
 
publicado por raio às 08:02

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 8 de Outubro de 2007

Partidos Políticos

... Portugueses
 
Sempre que se fala em eleições ou referendos, vem à baila a acção fiscalizadora e coordenadora da CNE - Comissão Nacional de Eleições, a importância desta entidade levou-me a visitar o seu site em www.cne.pt.
 
Nesse site podemos tomar conhecimento de diversos aspectos relacionados com as eleições e com a acção política em Portugal.
A área destinada aos partidos políticos despertou-me particular interesse, assim reparei que em http://www.cne.pt/index.cfm?sec=0506020000 podemos ficar a saber quais as funções dos partidos políticos, em http://www.cne.pt/index.cfm?sec=0506040000 é-nos dado a conhecer a legislação sobre o financiamento dos partidos e em http://www.cne.pt/index.cfm?sec=0506010000 podemos ficar a saber que:
 
A Revolução do 25 de Abril de 1974 e o consequente estabelecimento de um regime democrático, plural e livre, fizeram emergir na ordem jurídica e constitucional portuguesa o aparecimento de partidos políticos tidos como associações privadas com fins constitucionais que visavam exercer, fundamentalmente, uma "função de mediação política", traduzida na "organização e expressão da vontade popular", na "participação nos órgãos representativos" e na "influência na formação do governo".
Tomando como marco tal efeméride, verifica-se que foi nos anos de 1974 e 1975 que surgiu a maioria dos partidos políticos, muito embora, em todos os actos eleitorais realizados até 2003, tenham sido criados novos partidos, sendo de ressaltar que apenas um número diminuto de partidos alcançou representação parlamentar consecutiva e até muitos deles ou não chegaram a apresentar candidaturas ou fizeram-no, apenas, uma ou duas vezes. [ver quadro I e quadro II]
Estes elementos poderão ser compulsados nas páginas que ora se disponibilizam sobre os partidos políticos actualmente inscritos e os partidos já extintos. [quadro III]
A Comissão tratou igualmente a informação respeitante aos partidos políticos que promoveram a alteração dos seus elementos identificativos - denominação - sigla - símbolo, de que são casos paradigmáticos o MDP/CDE e o PRD. [quadro IV]
A ordem de apresentação seguida tem por base a data de inscrição da força política no Supremo Tribunal de Justiça ou no Tribunal Constitucional, consoante o ano de que se trate.
A par de um pequeno resumo sobre o histórico de cada partido, procurou a CNE, baseada primacialmente nos respectivos Estatutos, dar uma panorâmica sobre a forma de organização interna de cada um deles, à excepção da ADIM e do PST por não ter logrado obter os elementos pretendidos.
 
 
Os link’s dos quadros mencionados são os seguintes:
- Quadro I - http://www.cne.pt/index.cfm?sec=0506010001
- Quadro II - http://www.cne.pt/index.cfm?sec=0506010002
- Quadro III - http://www.cne.pt/index.cfm?sec=0506010003
- Quadro IV - http://www.cne.pt/index.cfm?sec=0506010004
 
O quadro II dá-nos a seguinte informação:
Quadro II - Partidos Políticos Portugueses, por ano de inscrição e Nº de eleições a que concorreu para a Assembleia da República

 Denominação/Sigla dos Partidos Portugueses

 Inscrição

 Nº de eleições

a que concorreu para AR

Partido Comunista Português (PCP)

 1974

 12

Partido do Centro Democrático Social (CDS);

Em 1993: Centro Democrático Social - Partido Popular (CDS-PP);
Em 1995: Partido Popular (CDS-PP)

 1975

 12

Partido Popular Democrático (PPD);

Em 1976: Partido Social Democrata (PPD-PSD)

 1975

 

12

Movimento Democrático Português - Comissões Democráticas Eleitorais (MDP-CDE);

Em 1993: MDP
Em 1994: Política XXI

 1975

 5

 Partido Socialista (PS)

 1975

 12

 União Democrática Popular (UDP)

 1975

 7

 Partido da Democracia Cristã (PDC)

 1975

 6

 Partido Popular Monárquico (PPM)

 1975

 8

 Movimento Reorganizativo do Partido do Proletariado (MRPP);

Em 1977: Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP)

 1975 

 11

 Movimento de Esquerda Socialista (MES)

 1975

 2

 Aliança Operária Camponesa (AOC);

Em 1979: Partido Trabalhista (PT)

 1975

 1

 Partido Trabalhista (PT) 

 1979

 1

 Frente Eleitoral Comunista - Marxistas-Leninistas (FEC-ML);

Em 1976: Organização Comunista Marxista Leninista Portuguesa (OCMLP)

 1975

 1

 Partido de Unidade Popular (PUP)

 1975

 1

 Frente Socialista Popular (FSP)

 1975

 2

 Partido Revolucionário dos Trabalhadores (PRT);

Em 1979: Funde-se com a Liga Comunista Internacionalista LCI), dando origem ao Partido Socialista Revolucionário (PSR)

 1975

 1

 Liga Comunista Internacionalista (LCI);

Em 1979:Funde-se com o Partido Revolucionário dos Trabalhistas (PRT), dando origem ao Partido Socialista Revolucionário (PSR)

 1975

 2

Associação para a Defesa dos Interesses de Macau (ADIM)

 1975

 -

Centro Democrático de Macau (CDM)    

1975

 -

Partido Comunista de Portugal (Marxista-Leninista) (PCP-ML)

 1976

 2

Grupos Dinamizadores de Unidade Popular (GDUP's)

 1976

 0

 Organização Comunista Marxista Leninista Portuguesa (OCMLP)

 1976

 3

Partido Socialista Revolucionário (PSR)

 1979

 6

 Movimento Independente para a Reconstrução Nacional / Partido da Direita Portuguesa (MIRN/PDP)

 1979

 1

 União de Esquerda Socialista Democrática (UEDS)

 1979

 2

Partido Operário de Unidade Socialista (POUS);

Em 1994:Movimento para a Unidade dos Trabalhadores (MUT);
Em 1999: Partido Operário de Unidade Socialista (POUS)

 1979

 7

Partido Democrático do Atlântico (PDA);
Em 1979 tem como sigla UDA-PDA,
e a partir de 1983 PDA

 1979

 5

Acção Social Democrata Independente (ASDI)

 1980

 1

Força de Unidade Popular (FUP)

 1980

 0

 Partido Socialista dos Trabalhadores (PST

 1980

 1

Partido Comunista Reconstruído (PCP-R)

 1981

 2

Movimento Ecologista Português - Partido Os Verdes (MEP-PV);

Em 1997: Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV)

 1982

 6

Liga Socialista dos Trabalhadores (LST);

Em 1989: Frente de Esquerda Revolucionária (FER)

 1983

 1

Partido Renovador Democrático (PRD);
Em 2000: Partido Nacional Renovador (PNR)

 1985

 3

Frente de Esquerda Revolucionária (FER)

 1989

 1

Partido da Solidariedade Nacional (PSN)

 1990

 3

Movimento O Partido da Terra (MPT);

Em 2000: Partido da Terra (MPT)

 1993

 3

Movimento para a Unidade dos Trabalhadores (MUT);

Em 1999: Partido Operário de Unidade Socialista (POUS)

 1994

 1

Política XXI (PXXI)

 1994

 5

Partido Português das Regiões (PPR)

 1995

 0

Partido da Gente (PG)

 1995

 1

Bloco de Esquerda (BE)

 1999

 3

Partido Humanista (PH)

 1999

 3

Partido Nacional Renovador (PNR)

 2000

 2

Movimento pelo Doente (MD)

 2002

 0

Nova Democracia (PND)

 2003

 1

 
Relativamente a esta temática, ainda são importantes os seguintes link’s:
- http://www.cne.pt/index.cfm?sec=0506010100 - Partidos Políticos Inscritos
- http://www.cne.pt/index.cfm?sec=0506010200 - Partidos Políticos Extintos/Sem Actividade
- http://www.cne.pt/index.cfm?sec=0506010300 - Partidos com alteração de elementos de identificação
 
CNE - Comissão Nacional de Eleições
 
 
 
publicado por raio às 08:44

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 7 de Outubro de 2007

Convém saber que ...

Mesmo que não sintonize a RTP ... está a pagá-la ... e bem paga!...
 
 
No frenesim matinal das zonas metropolitanas pontuam os ardinas que procedem à distribuição dos jornais gratuitos. O aparecimento destes jornais, bem assim como a divulgação de notícias online que adveio do desenvolvimento da internet e os mais antigos, mas que não deixam de pertencer à história contemporânea do nosso país, surgimentos das rádios e televisões privados, operaram um conjunto sucessivo de revoluções no universo da Comunicação Social.
 
Essas revoluções vieram influenciar de forma decisiva os antigos órgãos de comunicação no conteúdo e na forma como apresentam a informação, ao ponto da Comunicação Social atingir o estatuto de “poder”.
 
Todavia omite-se que esse poder, à semelhança do poder político e do poder judicial, é facilmente subjugável ao poder económico. Essa subjugação efectiva-se numa pressão sobre os jornalistas, sobre as direcções de informação e sobre as próprias direcções. Só com base neste dado é que se compreende que acontecimentos ou informações importantes sejam omitidos enquanto que outros que nenhuma importância têm sejam repetidos de forma incessante.
 
Nessa grande quantidade de informação que chega ao grande público e no realce exagerado que é dado a um número restrito de notícias e que leva a que outras passem sem que lhes seja o devido valor, passou um apontamento que julgo ser de grande interesse para muitos portugueses e que foi publicado no passado dia 12 de Setembro (de 2007) na página 12, na Rubrica “10 Segundos” do Jornal Diário Gratuito Destak (Edição de Lisboa) e que passo a transcrever.
 
CONTRIBUIÇÕES AUDIOVISUAIS
 
Cada português paga 36 euros mensais à RTP
 
Cada português paga, em média, 36 euros mensais à RTP.
Contribuições do Estado e dos consumidores de electricidade, que pagam uma contribuição audiovisual, estarão na origem de grande parte das receitas da estação pública de TV. Note-se que, entre 2003 e 2006, a contribuição audiovisual aumentou 41%.
 
 
Se outros motivos não houvesse, só este chegaria para justificar um maior grau de exigência dos portugueses face aos programas e seus conteúdos apresentados pela Rádio Televisão Portuguesa.
 
Quem desejar aceder aos conteúdos do jornal Destak via online só tem que entrar no site www.destak.pt aí em http://www.destak.pt/edicoes/lisboa tem-se acesso às últimas edições de Lisboa em formato *.pdf.
Por exemplo a edição mencionada, de 12 de Setembro, está disponível em http://www.destak.pt/docs/158/Lisboa-760.pdf.
 
Destak
 
 
 
 
publicado por raio às 08:10

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 5 de Outubro de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

rosamar e o seus “blog da rosamar”, “rosamar's space” e “as minhas imagens”
 
Blogger
 
- Nick Name: rosamar
- Nome: Rosamaria Athayde
- E-mail: rosamaria2948@hotmail.com
- Idade: 59
- Localização: Espinho - Portugal
- Ocupação: Contabilista (desempregada)
 
Esta Blogger possui diversos blogues, eis as suas fichas técnicas:
 
Blogue 1
 
- Título: rosamar's space
- URL: http://rosamaria2948.spaces.live.com/
- Data de inicio: abril 2006
- Categoria: pessoal
 
Sobre este seu Blogue, Rosamar diz:
 
na realidade este é o meu primeiro blog. mas como estava muito sensaborão, ainda hoje está muito simplesinho, e eu via outros mais folcloricos comecei na uol o "blog da rosamar"
 
de vez em quando encontro coisas e tento mete-las, mas o spaces é muito "exigente" e com os conhecimentos q tenho é dificil mudar a cara q tem.
 
- o q eu mais gosto neste blog: a cançao da edith piaf
 
 
Blogue 2
 
- Título: blog da rosamar
- URL: http://pinkathayde.zip.net/
- Data de inicio: abril 2006
- Categoria: pessoal
 
Rosamar apresenta-nos assim este seu blogue:
 
como o spaces era meio branquela fiz este mais airoso. nele coloco todos os "destaques" , "awards", e outras coisitas q me oferecem nos outros. este é o "arquivo" dessas coisas.
 
o q mais gosto neste blog: a imagem do template - fada da lua - q gostei mal vi e apanhei um desgosto enorme a primeira vez q desapareceu. (ja me ofereceram para mudar o visual mas gosto deste, o site onde o fui buscar até nem existe mais, mas deixei ficar o nome em homenagem a eles)
 
 tenho passado "tempos dificeis" com este blog, desde o desaparecimento de comentários, até ter ficado com tudo em duplicado num blog só por azelhice minha ao mexer no html. é o blog dos ensaios.
 
 
Blogue 3
- Título: as minhas imagens
- Data de inicio: outubro 2006
- Categoria: só imagens (q arranjo por aí e me oferecem)
 
Relativamente a esta sua contribuição para o enriquecimento do universo dos blogues, a sua autora deixa o seguinte depoimento:
 
- este começou por ser um lugar para armazenar as imagens q eu tinha, pq os outros ficavam muito pesados e levavam muito a abrir. com o tempo foi ficando... ficando...e ficou mesmo.
 
a minha ideia era meter posts com uma imagem duma certa categoria, tipo: rosas, laser, animais, anjos, musica, etc e depois criar uma 2ª pagina com um link onde armazenasse as imagens pertencentes a essas categorias, para quem quisesse tirar.
 
está meio paradito por falta de tempo. mas hei-de actualiza-lo.
 
 
Para concluir, sobre a sua participação na Blogosfera, Rosamar deixa o seguinte testemunho:
 
 
NO PRINCIPIO QUERIA PARTICIPAR DISTO E DAQUILO AGORA SÓ ENTRO EM COISAS QUANDO SOU CONVIDADA A ISSO, COMO FOI O CASO DE AGORA EM Q ESTOU A VOTOS NO CMI E EM JUNHO NA SALA DE VISITAS DO CLUBE. SE PUDER VEJA O POST Q FIZ EM 18/06/2007 NO BLOG DA ROSAMAR (ACHO Q ATÉ HOJE FOI A COISINHA MAIS BONITA Q FIZ NA NET)
 
kisses
 
"AMIGO É AQUELE QUE CHEGA QUANDO TODO MUNDO JÁ SE FOI"
 
 
 
 
 
publicado por raio às 08:15

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Outubro de 2007

Ensino

... em Portugal
 
 
Televisões_de_Portugal.jpgSentados no sofá João Trovão e Maria Relâmpago assistem ao início do programa televisivo apresentado por Jorge Gabriel, o "Sabe mais do que um miúdo de 10 anos?" e Maria lembrou-se de contar a João, uma conversa que teve com uma amiga:
- Hoje falei com um amigo meu que é professor e ele mostrou-se muito preocupado com diversos aspectos relacionados com a educação ...
- Educação, não! Ensino! ... o ensino é que é um problema das escolas ... a educação é aos pais que compete, isto é, competiria dar! Coisa que muitos se abstêm de fazer ...
- Que assim seja! ... Ele falou-me de graves problemas que afligem o ensino em Portugal ...
- Calúnias! De certeza que ele não te disse senão calúnias...
- Porque dizes isso? Ele pareceu-me estar certo nos aspectos que mencionou ...
- Querida, tem-se vindo a vulgarizar a ideia de que os políticos ou o poder político têm descurado o ensino em Portugal, não definindo um rumo ou uma linha programática devidamente estruturada ... essa ideia não passa de uma calúnia facilmente “desmontável”.
A resposta convicta de João, levou a que Maria peça:
- Explica lá isso ...
- Amor, o Ensino em Portugal assenta num modelo constituído por dois objectivos base e que o Ministério da Educação, em colaboração com os outros Ministérios, levaram anos a estudar para conseguir pôr a funcionar maravilhosamente, designadamente:
1º- Fazer com que os portugueses entrem o mais tarde possível na vida activa, para que estejam o menos tempo possível integrados nas listas de pessoas desempregadas ou à procura do primeiro emprego;
2º- Sem prejuízo do ponto anterior, facilitar o ensino de modo a que cada aluno esteja só um ano em cada ano de escolaridade de forma a que este atinja um alto grau académico rapidamente e sem se tornar demasiado dispendioso para o Estado.
E agora, que estes dois objectivos estão a ser plenamente conseguidos e com resultados bem visíveis, há quem venha dizer mal, é triste, muito triste ver como o trabalho árduo de uns, pode sem quaisquer escrúpulos, ser posto em causa, incompreendido e menosprezado por outros...
- Está bem que assim seja ... mas olha que os resultados obtidos pelos concorrentes a este concurso demonstram que alguma coisa vai mal no nosso ensino!...
- Querida! Isto é só um concurso...
- Sim! Mas ao ver que pessoas muitas delas formadas, tendo três ajudas em dez perguntas não conseguem ganhar o prémio ... sendo obrigados a confessar a sua "ignorância" dizendo «Eu sei menos que uma criança de 10 anos!», significa uma de duas coisas ... ou no primeiro ciclo do ensino básico se ensinam coisas desnecessárias ou então as pessoas saem das Universidades sem saber as matérias mais elementares ...
publicado por raio às 08:53

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 3 de Outubro de 2007

Pelas Estradas de Portugal - Capitulo IV

... Constatações e Conclusões que se tiram ao observar ...
o panorama Rodoviário Nacional
 
Eis mais um extracto dos diálogos de João Trovão e Maria Relâmpago ao viajarem de carro pelo nosso país, ora observando, ora tirando conclusões acerca do caos em que teima em reinar no panorama rodoviário nacional.
 
Enquanto João trava a fundo, o som dos pneus a escorregar no alcatrão ecoa no ar ... Maria grita:
- Cuidado! Cuidado...
- O que é que queres?... Aqui este “amigo” lembrou-se de travar para estacionar ... mas esqueceu-se de sinalizar a manobra ... f.ss..
Maria concorda João e reforça a ideia:
- Já ali atrás, tivemos quase cinco minutos parados num entroncamento porque nenhum condutor sinalizou que ia mudar de direcção ... a mesma situação é vulgarmente repetida nas rotundas ... e agora vem este energúmeno ... e não sinaliza que vai parar ... mas afinal para que é que servem os “piscas”?
- Oh! ... Servem para ser ligados, os quatro em simultâneo! quando se estaciona mal o carro ... se não fosse esse factor, bem que em Portugal os “piscas” poderiam passar a ser considerados como acessório facultativo ...
- Mas porque é que ninguém sinaliza as manobras? Não há nenhuma lei que obrigue a que isso seja feito?
- Segundo o Código da Estrada, os condutores são obrigados a sinalizar as suas manobras, mas essa lei esbarra na inoperância de quem deveria fiscalizar esse acto e numa outra lei bem mais importante e que é abrangida pelos direitos constitucionais!
A resposta de João, baralha Maria, que equaciona:
- Como assim? Que direito constitucional é esse?
- É o direito à privacidade! Esse preceito constitucional leva a que na estrada se adopte uma postura de «Eu faço o que quero e me apetece! E não tenho que dar satisfações a ninguém!»...
 
***
 
Na Internet, os automobilistas contam com um vasto conjunto de sitios onde lhes é facultada informação que lhes pode ser muito útil. Entre esses sites está o fastaccess - O Portal do Automobilista, em www.fastaccess.pt, na sua página inicial são apresentados diversos itens relacionados com temas que interessam aos condutores, aos quais estão associados os respectivos links.
 
Assim, neste site pode-se chegar a um artigo que compara diversos aspectos do antigo e do novo código da estrada e nos é apresentado do seguinte modo:
 
 
O Código da Estrada, alterado e republicado pelo Decreto-Lei n.º 44/2005, entra em vigor a 26 de Março.
 
Atendendo às alterações previstas, o portal do automobilista e a ANIECA explicam-lhe as principais alterações ao Código da Estrada, de forma clara, simples e concisa. Fique a par do que realmente muda nos temas apresentados. Não se esqueça: cumpra sempre o Código!
 
 
Bem como, através do item “Código da Estrada” (link: http://www.fastaccess.pt/cgi/cgi-bin/fa_codigo_testes.asp) se chega a um local onde pudemos fazer pesquisas nesse Código, aliás, foi assim que pesquisando sobre o tema da conversa de João Trovão e Maria Relâmpago, cheguei à legislação vigente sobre a matéria.
 
SEGURANÇA RODOVIÁRIA
 
TÍTULO II
Do trânsito de veículos e animais
 
CAPÍTULO I
Disposições comuns
 
SECÇÃO II
Sinais dos condutores
 
Artigo 21.º
Sinalização de manobras
 
1- Quando o condutor pretender reduzir a velocidade, parar, estacionar,
mudar de direcção ou de via de trânsito, iniciar uma ultrapassagem ou
inverter o sentido de marcha, deve assinalar com a necessária
antecedência a sua intenção.
 
2- O sinal deve manter-se enquanto se efectua a manobra e cessar logo
que ela esteja concluída.
 
3- Quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com
coima de € 60 a € 300.
 
 
 
Fastaccess - O Portal do Automobilista
 
 
Segurança Rodoviária
 
 
publicado por raio às 08:12

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 2 de Outubro de 2007

Quando a Religião e Política se lembram ...

deixam a Liberdade no esquecimento
 
 
Quando se fala de religião e política facilmente nos lembramos de ligações perigosas entre ambas e de quanto o poder de uma subjuga o da outra e vice-versa, normalmente com claras consequências na liberdade dos cidadãos e no condicionamento do relacionamento entre os povos.
 
Certamente que sobre esse problema mundial a que Portugal nunca esteve, nem está imune, haverá muitos e bons ensaios, teses e estudos elaborados por especialistas na matéria, pelo que me escuso de alongar em dissertações ignóbeis.
 
Aproveito isso sim para aflorar a questão da Liberdade Religiosa na China, ou da falta desta, da qual o Dalai-Lama tem dado conhecimento ao mundo e é uma das suas vitimas, apesar de haver muitas outras que não chegam sequer ao conhecimento da população em geral.
 
Assim, acedendo ao site da UCP - Universidade Católica Portuguesa, em www.ucp.pt podemos através do item “Liberdade Religiosa no Mundo” em http://www.ucp.pt/site/custom/template/ucptplfac.asp?sspageID=3925&lang=1 aceder ao site da Agência Ecclesia em www.agencia.ecclesia.pt onde se podem ler muitas notícias de perseguição e de atropelo à liberdade religiosa, entre elas está a notícia da morte de um Bispo na China em http://www.agencia.ecclesia.pt/noticia_all.asp?noticiaid=50542&seccaoid=4&tipoid=52 e que passo a transcrever.
 
Morte de Bispo da Igreja «clandestina» na China envolta em suspeita
 
O Bispo chinês Han Dingxian, da Igreja "clandestina" ligada ao Vaticano, faleceu no passado Domingo, depois de um período de completo isolamento às mãos da polícia. Segundo informações da agência católica AsiaNews, o Bispo tinha um tumor maligno num pulmão.
 
Os católicos, contudo, suspeitam de violência policial e estão chocados com a decisão das autoridades chinesas de cremar o corpo do prelado, poucas horas após o seu falecimento, e de sepultar as suas cinzas rapidamente, num cemitério público, sem funeral religioso.
 
Segundo a AsiaNews, o caso faz lembrar o de outros Bispos torturados nas prisões, mortos e sepultados à pressa.
 
Um sacerdote da Diocese de Yongnian, refere que o Bispo - que desaparecera às mãos da polícia, há dois anos atrás - foi levado para o hospital de Shijiazhuang, onde entrou em coma e faleceu aos 68 anos de idade.
 
A Diocese oficial de Handan (que compreende também o território da Diocese "clandestina" de Yongnian) ordenou que fossem celebradas missas em sufrágio da alma do Bispo. Na região, há uma boa colaboração entre a Associação Católica Patriótica (a Igreja Católica oficialmente reconhecida por Pequim) e a Igreja Católica "clandestina", cujo clero e fiéis permanecem fiéis ao Papa e à Igreja de Roma.
 
Já em 1960, ainda como leigo, Han Dingxian foi preso sob a acusação de "actividades contra-revolucionárias" e enviado para um campo de trabalhos forçados, no norte da China. Libertado em 1979, foi ordenado sacerdote em 1986 e bispo em 1989.
 
Em Novembro de 1999 foi preso depois de ter pregado um retiro, e condenado a quatro anos de reclusão. A seguir, por "boa conduta", foi conduzido a uma esquadra de polícia, sendo mantido em isolamento por outros dois anos.
 
Em 2005, foi preso novamente, e conduzido a um local desconhecido. Desde então, não tinha havido qualquer notícia do seu paradeiro, até à sua morte, no passado dia 9 de Setembro.
 
 
Internacional | Agência Ecclesia | 12/09/2007 | 15:39 | 1908 Caracteres |173 | Ásia
 
 
UCP - Universidade Católica Portuguesa
 
 
Agência Ecclesia - Agência de Notícias da Igreja Católica em Portugal
 
 
publicado por raio às 08:34

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 1 de Outubro de 2007

Momento ...

Problemático
 
 
Em frente ao computador, João Trovão debate-se com uma contrariedade depois de ter entrado na internet ... e logo lhe surge um pensamento:
- Maria, sabes qual a semelhança entre os internautas e os trapezistas?
Maria Relâmpago, apanhada de surpresa, encolhe os ombros e lá responde:
- Sei lá!...
- A semelhança é que ambos e habilitam a ter problemas ... tenham ou não tenham rede ...
 
publicado por raio às 08:48

link do post | comentar | favorito
Sábado, 29 de Setembro de 2007

... Portugal! Portugal! ...

 Ah! Que Grande Selecção!...


João Trovão ao ler no jornal uma notícia sobre a prestação desportiva de alguns atletas nacionais numa prova internacional, desabafa:

- Há atletas deficientes ... que se comportam como não o sendo ... e atletas que não sendo deficientes que se comportam como sendo!

- Como é isso? - Pergunta Maria Relâmpago.

- Querida, a realidade mostra que existem atletas que não sendo deficientes, são cegos porque não vêem o que fazem, são surdos porque não ouvem os seus treinadores, nem aquilo que lhe é dito e apesar de serem considerados e tratados como artistas ou vedetas, comportam-se como coxos ao ponto de raramente darem alegrias a quem os apoia. ... Por outro lado, existem atletas que representam internacionalmente Portugal, ao mais alto nível e raramente regressam ao seu país sem medalhas. A grande diferença reside na forma como a comunicação social olha para uns e para outros, enquanto aos primeiros é prestada uma autentica vassalagem e onde quer que forem e o que quer que façam é noticiado até ao enjoo, os segundos são invariavelmente esquecidos.

- Lá isso é verdade, há atletas que chegam a Portugal carregados de medalhas ... principalmente, os deficientes ... e as televisões ignoram-nos, enquanto outros são notícia mesmo quando não há nada para dizer sobre eles. Porque será que isso é assim?

- Sabes o que manda nisso? ... assim como em tudo, é o poder económico! ... e por consequência, os dinheiros oriundos dos apoios publicitários ... se há dinheiro para a televisão fazer a cobertura deste ou daquele acontecimento ... a televisão está lá ... se não houver dinheiro ... não há palhaços! Mas o mais escandaloso é que o protagonismo que é dado aos não deficientes, particularmente os futebolistas, aqueles que são considerados como ídolos nacionais, dá aso a que estes não tenham quaisquer escrúpulos em exigir o apoio dos portugueses, nem que tal pedido leve ao exagero de que se estendam bandeiras de Portugal nos arames da roupa, ao lado que qualquer roupa acabada de lavar. ...É por isso que devemos felicitar e congratular-nos com os que sendo deficientes, com escassos recursos e apoios conseguem elevar bem alto a bandeira nacional dignificando desse modo o nosso país além fronteiras.


***


Apesar de ter passado ao lado das grandes parangonas dos jornais e do mediatismo televisivo, com a ajuda do site da CDP - Confederação do Desporto de Portugal em www.cdp.pt na sua pagina http://www.cdp.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=3927&Itemid=231, ficamos a saber que no passado mês de Agosto, entre os dias 1 e 8, a Selecção Nacional de Atletismo representou Portugal nos Jogos Mundiais da IBSA (Federação Internacional de Desporto para Cegos), prova de qualificação para os Jogos Paralímpicos de Pequim 2008 que decorreu em São Paulo - Brasil.


A Delegação Nacional nesses Jogos Mundiais da IBSA teve a seguinte composição:


Atletas:

Carlos Ferreira, Carlos Lopes, Elisabete Nunes (*), Firmino Baptista, Gabriel Macchi, Gabriel Potra, Jorge Pina(*), José Alves, Luís Gonçalves(*), Nelson Gonçalves, Nuno Alves, Odete Fiúza e Ricardo Vale.


Nota(*): Primeira participação em competições internacionais.



Guias:

António Catarino, David Veríssimo, Hélder Silva, João Campos, Henrique Santos, Luís Herédio, Nuno Alpiarça, Paulo Ramos, Ricardo Mestre e Sérgio Silva



Equipa Técnica:

José Adriano Gonçalves


Equipa Médica:

Jaime Antunes, Ana Moreira e Vladimiro Raposo


Direcção da Delegação:

Carlos Ferreira – Chefe de Delegação

Raul Cândido – Assistente do Chefe de Delegação



Entretanto, os melhores resultados obtidos pelos atletas lusos portadores de deficiência podem ser vistos no site da FPDD - Federação Portuguesa de Desporto para Deficientes em www.fpdd.org onde se constata que Portugal conquistou o 11º lugar em atletismo entre 54 países. Vide Notícias - Agosto - 2007.

 

 


JOGOS MUNDIAIS DA IBSA 2007

2007-08-08


Selecção Nacional já em Portugal


A Selecção Nacional de Atletismo que participou nos Jogos Mundiais da IBSA, em São Paulo, no Brasil, chegou hoje a Lisboa por volta das 9h30m da manhã, onde era aguardada pelos familiares, amigos e comunicação social.

De salientar que os atletas portugueses conquistaram 9 medalhas em terras brasileiras e prometem agora continuar a treinar com toda a dedicação com vista à participação nos Jogos Paralímpicos de Pequim 2008.

 


Resultados:


Elisabete Nunes – Medalha de Ouro no Dardo B3: 25, 23m

Nuno Alves – Medalha de Ouro nos 1500m B1: 4.16.14

Elisabete Nunes – Medalha de Prata no Peso B3: 8.47m

Luís Gonçalves – Medalha de Prata nos 400m B2: 51,30

Nuno Alves – Medalha de Prata nos 5.000m B1: 16.25.04

Gabriel Potra – Medalha de Prata no Pentatlo B2: 2972 pontos

Odete Fiúza – Medalha de Prata nos 5.000m B2: 19.20.90

Odete Fiúza – Medalha de Bronze nos 1500 B2: 5.00.42

Gabriel Potra – Medalha de Bronze nos 200m B2: 22.95


© Federação Portuguesa de Desporto para Deficientes - info@fpdd.org


 

 


FPDD - Federação Portuguesa de Desporto para Deficientes

www.fpdd.org

 


Rua Presidente Samora Machel, Lote 7 – Lja. Dtª

2620-061 Olival Basto

Portugal



Contactos:

Telefone: ++351 219379950

Fax: ++351 219379959

Telemóvel: 351 932379958


E-mail – fpddpor@mail.telepac.pt ou info@fpdd.org


 

 


CDP - Confederação do Desporto de Portugal

www.cdp.pt


 

 


Como gostaria que futuramente as participações internacionais dos atletas portugueses portadores de deficiência fossem alvo de uma melhor divulgação, comunico que estou disponível para neste blogue ajudar a que isso aconteça, para tal bastará que as entidades relacionadas com esse tema me façam chegar a desejada informação.



publicado por raio às 08:42

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

João Palmela e o seu “Fotografia de João Palmela”
 
Blogger
 
- Nick Name: João Palmela
- Nome: João António Palmela da Costa
- E-mail: joao.palmela@sapo.pt
- Idade: 56
- Localização: Setúbal
- Ocupação: Pequeno Empresário
 
As Principais razões que levam João Palmela a participar na blogosfera e a editar um blogue é Pura e simplesmente o Gosto pela Fotografia, e poder compartilhar com os outros essa Paixão!
 
Blogue
 
- Título: Fotografia de João Palmela
- URL: http://fotografiadejoaopalmela.blogs.sapo.pt
- Data de inicio: 21 de Maio de 2007
- Descrição: Tributo
 
 
Como exemplo do que se pode ver neste blogue de fotografia apresento a foto a que o seu autor chamou “Pureza!” que é aquilo que aquilo que João Palmela acha que a fotografia enquanto tal nos deve transmitir.
 
 
Pureza!
 

 
 João Palmela
publicado por raio às 08:47

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

Pensamentos ...

Atribuídos a gente famosa ... e a anónimos ...
 
Nas minhas viagens pela Net descobri o site “Adiaspora.com” em www.adiaspora.com, aí temos acesso a um vasto conjunto de artigos que focam muitos temas interessantes e importantes, de onde se podem destacar as rubricas:
- “Sabia que?” (com um conjunto de curiosidades de cultura geral)
- “Riso e Pensamento” (Pensamentos, Advinhas e Anedotas)
- “Etnografia” (Diversos Aspectos Etnográficos)
Etc., Etc. ...
 
A título de exemplo transcrevo o artigo em que são apresentados pensamentos (atribuídos a gente famosa ... ou a anónimos) disponível em http://www.adiaspora.com/_port/riso/pensa/index.htm [Adiaspora.com>Riso e Pensamentos>Pensamentos].
 
 
Pensamentos
 
O que eu espero senhores, é que depois de um razoável período de discussão todos concordem comigo.
Winston Churchill (1874 - 1965)
Primeiro Ministro Britânico
 
Caminho devagar mas nunca recuo.
Abraham Lincoln ( 1809 - 1865 )
(Presidente Norte-americano)
 
A altura própria para parar uma revolução é no seu princípio e não no fim.
Adlai Stevenson ( 1900 - 1965 )
(Estadista e político Norte-americano )
 
Tudo deveria ser tornado tão simples quanto possível, mas não mais simples.
Albert Einstein ( 1879 - 1955 )
(Físico alemão nat. U.S.A.)
 
A imaginação é mais importante do que a sabedoria.
Albert Einstein ( 1879 - 1955 )
(Físico alemão nat. U.S.A.)
 
Se se propuser a descrever a verdade, trate de deixar a elegância por conta do alfaiate.
Albert Einstein ( 1879 - 1955 )
(Físico alemão nat. U.S.A.)
 
Uma discussão em que todos os intervenientes estejam de acordo, é uma discussão perdida.
Albert Einstein ( 1879 - 1955 )
( Físico alemão nat. U.S.A.)
 
Para o seu cão todo o homem é Napoleão... daí a grande popularidade de que gozam os cães.
Aldus Huxley ( 1894 - 1963 )
(Escritor britânico )
 
Como qualquer outro instrumento inventado pelo homem, o desporto pode ser usado para fins bons ou maus. Usado mal, pode encorajar a vaidade pessoal e a vaidade do grupo, o desejo ávido de vitória e até o ódio pelos adversários, um esprit de corps * intolerante e desprezo pelas pessoas que estão para além de uma área seleccionada e arbitrária.
Aldous Huxley ( 1894 - 1963 )
(Escritor britânico)
* Apego exclusivo ao grupo a que se pertence.
 
Os factos não deixam de existir só porque são ignorados
Aldous Huxley ( 1894 - 1963 )
(Escritor britânico )
 
Devemos à idade média as duas piores invenções
da humanidade: o amor romântico e a pólvora.
André Maurois ( 1885 - 1967 )
(Nome literário do escritor francês Emile Herzog )
 
A maior loucura é viver pobre para se poder morrer rico.
Anónimo
 
Não discutas com um louco porque, então, serão dois loucos a discutir.
Anónimo
 
 
Para nós, que nos educamos no culto do respeito pelo homem, têm muito valor os simples encontros que se transformam, por vezes, em festas maravilhosas.
Antoine de Saint-Expery (1900 - 1944 )
(Escritor e aviador francês)
 
Não existe génio sem um pouco de loucura.
Aristóteles ( 384 a.C. - 322 a.C. )
(Filósofo Grego)
 
Entramos, gritamos, na vida estamos. Gritamos, saímos, na morte caímos.
Ausone de Chancel
 
Não existe educação tão boa como a dada pela adversidade.
Benjamim Disraeli ( 1804 - 1881 )
(Estadista britânico)
 
Os costumes podem não ser tão prudentes como as leis, mas são sempre mais populares.
Benjamim Disraeli ( 1804 - 1881 )
(Estadista britânico)
 
Cuidado com as despesas: uma fenda diminuta pode fazer afundar um grande navio.
Benjamim Franklin ( 1706- 1790)
(Estadista e inventor norte-americano)
 
Come para viver e não vivas para comer.
Benjamim Franklin ( 1706- 1790)
(Estadista e inventor norte-americano)
 
A condição necessária e suficiente para que três pessoas possam conversar em segredo é que duas delas estejam mortas.
Benjamim Franklin ( 1706- 1790)
(Estadista e inventor norte-americano)
 
As mulheres são falsas nos países onde os homens são tiranos. A violência gera em toda a parte a manha.
Bernardin de Saint-Pierre
 
Feliz o povo que não tem necessidade de heróis.
Bertholt Brecht ( 1898 - 1956 )
(Dramaturgo alemão )
 
 
Temer o amor é recear a própria vida, e aqueles que têm medo da vida já estão praticamente mortos.
Bertrand Russell (1872-1970)
(Filósofo britânico)
 
Ninguém pode domar a língua. É um demónio indomável.
Bíblia Sagrada
 
As pequenas coisas consolam-nos, porque são as pequenas coisas que nos afligem.
Blaise Pascal ( 1623 - 1662 )
(Físico, matemático e filósofo francês )
 
A maior fraqueza do homem é poder tão pouco por aqueles que ama.
Blaise Pascal ( 1623 - 1662 )
(Físico, matemático e filósofo francês )
 
A vida é curta, é um sonho de momento.
Bernardo Guimarães ( 1825 - 1885 )
(Romancista e poeta brasileiro )
 
Não há amor algum que resista a 24 horas de filosofia.
Camilo Castelo Branco (1825-1890)
(Escritor português)
 
A verdadeira amizade é como a saúde: o seu valor só é reconhecido quando a perdemos.
C.C. Colton ( cerca 1780 - 1851 )
(Clérigo e escritor britânico )
 
Os Homens só serão grandes se estiverem realmente decididos a sê-lo.
Charles de Gaulle, General (1890 - 1971)
 
Não poderemos ser verdadeiros cavalheiros na maneira de ser se não o formos no coração.
Charles Dickens ( 1812 - 1870 )
(Escritor britânico )
 
Faz todo o bem que puderes... e não faças muito barulho à tua volta disso.
Charles Dickens ( 1812 - 1870 )
(Escritor britânico )
 
Só existe uma forma de êxito - ser capaz de viver a vida de acordo com a própria consciência.
Christopher Morley (1890 - 1957)
(Escritor norte-americano )
 
O homem é o seu pior inimigo.
Cícero ( 106 a.C.- 43 a.C. )
(Orador, e filósofo romano)
 
 
Quanto maiores são as dificuldades a vencer, maior será a glória.
Cícero ( 106 a.C.- 43 a.C. )
(Orador, e filósofo romano)
 
Se não temos vergonha de o pensar. não deveremos ter vergonha de o dizer.
Cícero ( 106 a.C.- 43 a.C. )
(Orador, e filósofo romano)
 
Não pode haver honra onde não exista justiça.
Cícero ( 106 a.C.- 43 a.C. )
(Orador, e filósofo romano)
 
Não existe desgosto, por maior que seja, que o tempo não faça esquecer.
Cícero ( 106 a.C.- 43 a.C. )
(Orador, e filósofo romano)
 
Ao pensar num determinado prazer, não penses
como é que começa, mas antes como é que termina.
Cícero ( 106 a.C.- 43 a.C. )
(Orador, e filósofo romano)
 
Andai sempre com a mesma atitude que tomaríeis,
se fosseis observados por dez olhos e apontados por dez mãos.
Confúcio (551 a.C. - 479 a.C.)
(Filósofo chinês)
 
A nossa maior glória não reside no facto de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda.
Confúcio (551 a.C. - 479 a.C.)
(Filósofo chinês)
 
Aquele que não economiza, agonizará
Confúcio (551 a.C. - 479 a.C.)
 
 
Adiaspora.com
 
publicado por raio às 08:34

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 26 de Setembro de 2007

Yes! Yes!...

Descobri!...
 
João Trovão relaxa a mente e o corpo ... tentando decifrar os enigmas de um vulgar livrinho de passatempos ...
Quando repentinamente se levanta e grita:
- Yes! Yes! ... Descobri!
E pulando e socando violentamente a mesa e as paredes, grita ainda mais forte:
- Eu! Eu! Eu descobri! ... Yes!...
Esta reacção de João assustou Maria Relâmpago que aspirava o quarto do fundo, mas nem a distância nem o som do aspirador conseguiu abafar as palavras euforicamente gritadas pelo seu esposo. Maria desliga o aspirador e corre para João e afim de se inteirar do que se passa pergunta-lhe:
- João! Descobriste o quê? A chave do Totoloto, do Totobola ou do Euromilhões?
- Deixa-te de perguntas idiotas!... Eu descobri algo que intriga a generalidade dos portugueses, mas principalmente os adeptos do Porto!
Apesar de não ser entendedora do fenómeno desportivo, Maria fica curiosa e insiste:
- Eh! E que coisa assim tão importante é essa?
- Querida! Eu conclui agora mesmo, como é que chegaram à conclusão que o Futebol Clube do Porto terá sido o clube mais beneficiado com a corrupção no futebol português! ... Lá com aquela coisa do “Apito Dourado” ...
- Bem! Tu estavas a preencher as palavras cruzadas, a descobrir as diferenças, a descodificar o sudoku, a descortinar charadas, a ...
- Já disseste a palavra chave! ... Querida! “Charada” é a palavra chave!
Confusa, Maria Relâmpago pede a João Trovão:
- Sabes que mais! Não estou a perceber nada! ... faz-me o favor de explicar isso de maneira a que eu te entenda?
João senta-se, respira fundo, espreguiça-se e começa a dissertar:
- Então é assim! Deve haver um inspector da Policia Judiciária ou um Membro do Ministério Público ... ou outra coisa desse género ... que é marado por charadas ...
- Assim como tu?
- Maria! Eu estou a explicar! Fazes-me o favor de não me interromper?!Emblema_FCP.jpg
- Sim! Vai! ... Continua ...
- Esse polícia, ou lá o que seja, marado por charadas, para colocar as suspeitas sobre o FCP, deve ter raciocinado mais ou menos assim ... um resultado desportivo resultante de um acto de corrupção, é um resultado corrupto ou seja, cozinhado ... se foi cozinhado, quer dizer que antes estava “cru” ... ora se falarmos em termos de letras ... temos que, se retirarmos as letras de “cru”, “c”, “r”, ”u” a “corrupto”, sobram estas “o”, “r”, “p”, “t”, “o”...
- Ooh! ... Rica coisa! Isso não quer dizer nada!
- Não quer dizer nada ... porque não queres pensar! ... porque se alterares ligeiramente a ordem das letras ... facilmente obténs “porto” ...
 
publicado por raio às 08:45

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 25 de Setembro de 2007

Fonte ... das Notícias?...

ou Árvore das Notícias?
 
O caminho que a notícia percorre desde a sua produção até ao consumidor final é tão ou mais complexo e sinuoso do que o de qualquer outro produto, daí a pergunta «será que na origem das noticias estão as fontes ... ou as árvores?...» até porque muitas são as notícias que chegam ao seu destino bem apodrecidas ...
 
Não é raro, verificar-se que uma notícia disponibilizada por um órgão de comunicação social é em tudo semelhante a outra e outra emitida por outros canais distintos e chegando inclusivamente a ter a assinatura de autores diferentes. Muitas vezes, após uma averiguação mais atenta, tendo essas notícias a indicação da fonte ou não, verifica-se que o texto é em tudo semelhante ao inicialmente publicado pela Agência noticiosa Lusa.
 
Para ler as últimas notícias que têm origem na Agência Lusa pode-se fazê-lo através página inicial do Portal Sapo, através do link http://noticias.sapo.pt/lusa no entanto quem desejar saber mais sobre a Agência Lusa terá que entrar no site oficial dessa agência noticiosa em http://www.lusa.pt.
 
Exemplo de uma notícia que teve como origem a Agência Lusa e que posteriormente foi tratada e reproduzida nos diversos meios de comunicação social, foi a do castigo aplicado pela UEFA a Luiz Felipe Scolari e que esteve disponível em http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/xc42D%2FjKs%2FwcB1gmEiEhVw.html e que passo a transcrever:
 
 
Futebol: Scolari suspenso quatro jogos (ACTUALIZADA)
20 de Setembro de 2007, 12:42
 
Nyon, Suíça, 20 Set (Lusa) - O seleccionador português de futebol, Luiz Felipe Scolari, foi hoje suspenso pela UEFA por quatro jogos, na sequência dos incidentes no final do jogo Portugal-Sérvia, e falha o que resta da qualificação para o Euro2008.
 
Além dos quatro jogos de suspensão, a agressão ao jogador sérvio Dragutinovic no final do jogo do Grupo A de apuramento para o Europeu valeu ao técnico brasileiro uma multa de 20.000 francos suíços (cerca de 12.000 euros).
 
Scolari e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) terá três para recorrer da decisão após notificação da UEFA e, se for o caso, Scolari poderá então ser ouvido pela Comissão de Controlo e Disciplina da UEFA, anunciou um porta-voz do órgão disciplinar, que se reuniu hoje em Nyon, Suíça.
 
A decisão impede que Scolari se sente no banco para orientar a selecção lusa nas deslocações ao Azerbaijão e Cazaquistão (13 e 17 de Outubro) e na recepção à Arménia e Finlândia (17 e 21 de Novembro).
 
Por outro lado, a Comissão de Disciplina puniu o defesa sérvio com dois jogos de suspensão pelo seu envolvimento com Scolari no final do encontro disputado no Estádio José Alvalade, em Lisboa, a 12 de Setembro, e que terminou empatado 1-1.
 
Depois de o alemão Markus Merk apitado para o final do jogo, Dragutinovic e Scolari desentenderam-se junto ao banco de Portugal e o brasileiro agrediu o jogador adversário com um soco na cara, respondendo a uma palmada do sérvio.
 
O acto de Scolari foi de imediato censurado pelos elementos da selecção da Sérvia, nomeadamente o seleccionador, o espanhol Javier Clemente, que pediu o afastamento de Scolari, e suscitou críticas e lamentos de várias instâncias portuguesas no dia seguinte.
 
O presidente da FPF, Gilbetto Madaíl, lamentou o incidente e a abertura de um inquérito, enquanto o presidente da Liga, Hermínio Loureiro (primeiro vice-presidente da FPF), falou em "dia mau" para o futebol e disse que teve de pedir desculpa ao presidente da Federação da Sérvia e ao Presidente da República.
 
Do Governo, o secretário de Estado do desporto, Laurentino Dias, censurou o acto, enquanto o Presidente da República, Cavaco Silva, considerou o incidente lastimável.
 
Scolari desculpou-se afirmando que tentou defender Ricardo Quaresma e pediu desculpas públicas aos portugueses, à FPF e à própria UEFA, que anunciou a abertura de um inquérito.
 
A FPF, que desde o início recusou um corte com o treinador brasileiro, fez a defesa do seleccionador, reunindo todas as provas para ajudar a UEFA a tomar uma "decisão justa" sobre a agressão, enviando o dossier terça-feira para o organismo.
 
Portugal é terceiro classificado do Grupo A, com 17 pontos, a quatro da Polónia, que lidera, com mais um jogo disputado, e com menos dois pontos do que a Finlândia.
 
PA.
 
Lusa/fim
 
 
Agência Lusa
 
e-mail:
Direcção de Informação: dinformacao@lusa.pt
 
 
***
 
Entretanto, a Redacção do Blogue Trovoada Seca obteve uma declaração importante e exclusiva do Seleccionador Nacional, e que segundo se julga, pode ser semelhante ao argumento usado por Scolari junto da UEFA, para que a punição de que foi alvo não fosse ainda superior, ei-la:
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007

Pela Mobilidade? ...

ou pela Habilidade?!
 
Maria Relâmpago e João Trovão conversam sobre a iniciativa da “Semana Europeia da Mobilidade e o Dia Europeu Sem Carros”, discutem e examinam as alterações que este projecto veio tendo desde a sua criação ... e depois de concluírem que subjacente a este evento há mais hipocrisia e demagogia do que vontade efectiva de resolver os problemas relacionados com o tema, algo que é tão caro aos políticos, Maria desabafa:
- O que eu não sei, é qual foi o critério que levou a que esta celebração coincida com o fim do Verão e com o início do Outono ...
- Parece que andas mesmo a dormir! ... então não sabes que os carros emitem gases para a atmosfera?
- Bem, isso sei! Mas ... e daí ... porquê esta data?
- Olha-me esta! ... Como é que não percebeste? ... Então os homens fartam-se de repetir que ... a emissão de gases para a atmosfera está a provocar o desgaste da Cambada do Outono ... e que esse desgaste é um dos principais factores que tem levado ao esquecimento global. ... e mais, repetem incessantemente que é preciso salvar ou salvaguardar a cambada do Outono ... portanto, compreende-se que a melhor época para lançar esse alerta seja no início dessa estação do ano ... ou não? ...
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Setembro de 2007

Buda

... Quem foi?
 
buda.gifPara quem não queira ter uma visão parcial da Teologia e deseje saber mais sobre o Budismo, sugiro que passe no site http://www.budismo.com.br/ aí poderá encontrar respostas para muitas dúvidas relacionadas com essa Religião, bem assim como um conjunto de curiosidades. Por exemplo na página http://www.budismo.com.br/?pg=buda podemos obter a resposta à pergunta «Quem Foi Buda?», onde ficamos a saber mais sobre a vida daquele que será o pioneiro do Budismo.
 
Quem Foi Buda?
 
O Termo "Buda" é um título, não um nome próprio. Significa "aquele que sabe", ou "aquele que despertou", e se aplica a alguém que atingiu um superior nível de entendimento e a plenitude da condição humana. Foi aplicado, e ainda o é, a várias pessoas excepcionais que atingiram um tal grau de elevação moral e espiritual que se transformaram em mestres de sabedoria no oriente, onde se seguem os preceitos budistas.
 
Porém o mais fulgurante dos budas, e também o real fundador do budismo, foi um ser de personalidade excepcional, chamado Sidarta Gautama. Siddharta Gautama, o Buddha, nasceu no século VI a. C. (em torno de 556 a. C.), em Kapilavastu, norte da Índia, no actual Nepal. Ele era de linhagem nobre, filho do rei Suddhodana e da rainha Maya.
 
Logo depois de nascido, Sidarta foi levado a um templo para ser apresentado aos sacerdotes, quando um velho sábio, chamado Ansita, que havia se retirado à uma vida de meditação longe da cidade, aparece, toma o menino nas mãos e profetiza: "este menino será grande entre os grandes. Será um poderoso rei ou um mestre espiritual que ajudará a humanidade a se libertar de seus sofrimentos". Suddhodana, muito impressionado com a profecia, decide que seu filho deve seguir a primeira opção e, para evitar qualquer coisa que lhe pudesse influenciar contrariamente, passa a criar o filho longe de qualquer coisa que lhe pudesse despertar qualquer interesse filosófico e espiritual mais aprofundado, principalmente mantendo-o longe das misérias e sofrimentos da vida que se abatem sobre o comum dos mortais. Para isso, seu pai faz com que viva cercado do mais sofisticado luxo. Aos dezasseis anos, Sidarta casa-se com sua prima, a bela Yasodhara, que lhe deu seu único filho, Rahula, e passa a vida na corte, desenvolvendo-se intelectual e fisicamente, alheio ao convívio e dos problemas da população de seu país. Mas o jovem príncipe era perspicaz, e ouvia os comentários que se faziam sobre a dura vida fora dos portões do palácio.
 
Chegou a um ponto em que ele passou a desconfiar do porquê de seu estilo de vida, e sua curiosidade ansiava por descobrir por que as referências ao mundo de fora pareciam ser, às vezes, carregadas de tristeza.
 
Contrariamente à vontade paterna - que tenta forjar um meio de Sidarta não perceber diferença alguma entre seu mundo protegido e o mundo externo, o jovem príncipe, ao atravessar a cidade, se detém diante ante a realidade da velhice, da doença e da morte.
Sidarta entra em choque e profunda crise existencial. De repente, toda a sua vida parecia ser uma pintura ténue e mentirosa sobre um abismo terrível de dor, sofrimento e perda a que nem mesmo ele estava imune. Sua própria dor o fez voltar-se para o problema do sofrimento humano, cuja solução tornou-se o centro de sua busca espiritual. Ele viu que sua forma de vida actual nunca poderia lhe dar uma resposta ao problema do sofrimento humano, pois era algo artificialmente arranjado. Assim, decidiu, aos vinte e nove anos, deixar sua família e seu palácio para buscar a solução para o que lhe afligia: o sofrimento humano.
 
Sidarta, certa vez, em um dos seus passeios onde acabara de conhecer os sofrimentos inevitáveis do homem, encontrara-se com um monge mendicante. Ele havia observado que o monge, mesmo vivendo miseravelmente, possuía um olhar sereno, como de quem estava tranquilo diante dos revezes da vida. Assim, quando decidiu ir em busca de sua iluminação, Gautama resolveu se juntar a um grupo de brâmanes dedicados a uma severa vida ascética. Logo, porém, estes exercícios mortificadores do corpo demonstraram ser algo inútil.
 
A corda de um instrumento musical não pode ser retesada demais, pois assim ela rompe, e nem pode ser frouxa demais, pois assim ela não toca. Não era mortificando o corpo, retesando ao extremo os limites do organismo, que o homem chega à compreensão da vida.
 
Nem é entregando-se aos prazeres excessivamente que chegará a tal. Foi ai que Sidarta chegou ao seu conceito de O Caminho do Meio : buscar uma forma de vida disciplinada o suficiente para não chegar à completa indulgência dos sentidos, pois assim a pessoa passa a ser dominada excessivamente por preocupações menores, e nem à autotortura, que turva a consciência e afasta a pessoa do convívio dos seus semelhantes. A vida de provações não valia mais que a vida de prazeres que havia levado anteriormente. Ele resolve, então, renunciar ao ascetismo e volta a se alimentar de forma equilibrada. Seus companheiros, então, o abandonam escandalizados.
 
Sozinho novamente, Sidarta procura seguir seu próprio caminho, confiando apenas na própria intuição e procurando se conhecer a si mesmo.
Ele procurava sentir as coisas, evitando tecer qualquer conceitualização intelectual excessiva sobre o mundo que o cercava. Ele passa a atrair, então, pessoas que se lhe acercam devido a pureza de sua alma e tranquilidade de espírito, que rompiam drasticamente com a vaidosa e estúpida divisão da sociedade em castas rígidas que separavam incondicionalmente as pessoas a partir do nascimento, como hoje as classes sociais e dividem estupidamente a partir da desigual divisão de renda e, ainda mais, de berço.
 
Diz a lenda - e lendas, assim como mitos e parábolas, resumem poética e figuradamente verdades espirituais e existenciais - que Sidarta resolve meditar sob a protecção de uma figueira, a Árvore Bodhi. Lá o demónio, que representa simbolicamente o mundo terreno das aparências sempre mutáveis que Gautama se esforçava por superar, tenta enredá-lo em dúvidas sobre o sucesso de sua tentativa de se por numa vida diferente da de seus semelhantes, ou seja, vem a dúvida sobre o sentido disso tudo que ele fazia. Sidarta logo se sai dessa tentativa de confundi-lo com a argumentação interna de que sua vida ganhou um novo sentido e novos referenciais com sua escolha, que o faziam centrar-se no aqui e agora sem se apegar a desejos que lhe causaria ansiedade.
 
Ele tinha tudo de que precisava, como as aves do céu tinham da natureza seu sustento, e toda a beleza do mundo para sua companhia.
 
Mas Mara, o demónio, não se deu por vencido, e, ciente do perigo que aquele sujeito representava para ele, tenta convencer Sidarta a entrar logo no Nirvana - estado de consciência além dos opostos do mundo físico - imediatamente para evitar que seus “insights” sobre a vida sejam passados adiante.
 
Aí é possível que Buda tenha realmente pensado duas vezes, pois ele sabia o quanto era difícil as pessoas abandonarem seus preconceitos e apegos a um mundo resumido, por elas mesmas, a experiências sensoriais. Tratava-se de uma escolha difícil para Sidarta: o usufruto de um domínio pessoal de um conhecimento transcendente, impossível de expor facilmente em palavras, e uma dedicação ao bem-estar geral, entre a salvação pessoal e uma árdua tentativa de partilhar o conhecimento de uma consciência mais elevada com todos os homens e mulheres.
 
Por fim, Sidarta compreendeu que todas as pessoas eram seus irmãos e irmãs, e que estavam enredados demais em ilusórias certezas para que conseguissem, sozinhos, uma orientação para onde deviam ir. Assim, Sidarta, o Buda, resolve passar adiante seus conhecimentos.
 
Quando todo o seu poder argumentativo e lógico de persuasão falham, Mara, o mundo das aparências, resolve mandar a Sidarta suas três sedutoras filhas: Desejo, Prazer e Cobiça, que apresentam-se como mulheres cheias de ardor e ávidas de dar e receber prazer, e se mostram como mulheres em diferentes idades (passado, presente e futuro).
 
Mas Sidarta sente que atingiu um estágio em que estas coisas se apresentam como ilusórias e passageiras demais, não sendo comparáveis ao estado de consciência mais calma e de sublime beleza que havia alcançado. Buda vence todas as tentativas de Mara, e este se recolhe, à espreita de um momento mais oportuno para tentar derrotar o Buda, perseguindo-o durante toda a sua vida como uma sombra, um símbolo do extremo do mundo dos prazeres.
 
Sidarta transformou-se no Buda em virtude de uma profunda transformação interna, psicológica e espiritual, que alterou toda a sua perspectiva de vida. "Seu modo de encarar a questão da doença, velhice e morte mudo porque ele mudou" (Fadiman & Frager, 1986).
 
Tendo atingido sua iluminação, Buda passa a ensinar o Dharma, isto é, o caminho que conduz à maturação cognitiva que conduz à libertação de boa parte do sofrimento terrestre. Eis que o número de discípulos aumenta cada vez mais, entre eles, seu filho e sua esposa. Os quarenta anos que se seguiram são marcadas pelas intermináveis peregrinações, sua e de seus discípulos, através das diversas regiões da Índia.
 
Quando completa oitenta anos, Buda sente seu fim terreno se aproximando. Deixa instruções precisas sobre a atitude de seus discípulos a partir de então:
"Por que deveria deixar instruções concernetes à comunidade? Nada mais resta senão praticar, meditar e propagar a Verdade por piedade do mundo, e para maior bem dos homens e dos deuses. Os mendicantes não devem contar com qualquer apoio exterior, devem tomar o Eu - self - por seguro refúgio, a Lei Eterna como refúgio e é por isso que vos deixo, parto, tendo encontrado refúgio no Eu".
 
Buda morreu em Kusinara, no bosque de Mallas, Índia. Sete dias depois seu corpo foi cremado e suas cinzas dadas as pessoas cujas terras ele vivera e morrera.
 
 
Copyright © Budismo! do Brasil Internet . Todos os direitos reservados
 
 
Budismo! do Brasil Internet
 
 
publicado por raio às 08:56

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 21 de Setembro de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

A Mensageira e o seu "Memórias Secretas"


Blogger
 

- Nick Name: Mensageira

- Nome: Leonor Rocha

- E-mail: leonorocha@sapo.pt

- Idade: 32

- Localização: Santarém

- Ocupação: Comercial

 

As Principais razões que levam Mensageira a participar na blogosfera e a editar um blogue ditas na primeira pessoa:

 

 

Apenas a vontade de escrever e de relatar alguns acontecimentos mais marcantes na minha vida e os pensamentos que dai resultam...

 

Partilhar experiencias pessoais.

 

Mensageira

 

 

 

 

Blogue

 

- Título: Memória Secretas

- URL: http://memoriasecretas.blogs.sapo.pt

- Data de inicio: 09/08/2006

- Descrição: Transmito a minha alma, falo com as palavras que escrevo,comunico com as palavras que murmuro...

  

 A transcrição do Texto publicado que melhor espelha a filosofia do seu blogue:

 

"Procuro-te na crista das ondas das palavras que sobrevoam o meu pensamento, e entre essas mesmas palavras percorro o vazio por elas deixadas, decifro-te nas entrelinhas, na esperança que não deixo morrer, a fé que deposito num sentimento que prevalece, e que vive entre frases mal acabadas, entre pensamentos não expostos, entre destinos que se separaram. Deixei que as palavras, essas mesmas se perdessem no infinito e que o vento as levasse para bem longe, para esquecer, para deixar que as lágrimas pudessem viver apenas nos meus mais recondidos segredos que o meu coração guarda.

Destino. Não valorizo o seu conceito, prefiro acreditar que a minha vida e o meu caminho será sempre por mim traçado, e que estão nas minhas mãos, e que apenas depende de mim o percurso a seguir…

A vida prega-nos algumas partidas mas cabe-nos a nós fazer as nossas próprias escolhas."

 

 

 

 Acerca desta iniciativa, diz:

 

 

Qualquer iniciativa para divulgaçao,desde que valida é de louvar. Pudera promover um chat entre bloguistas onde apenas entrem pessoas que tenham blogues activos, parece-me  um exemplo.

 
Saudações
 
Leonor Rocha

 

 

 

publicado por raio às 08:46

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2007

Parabéns!!...

 Celebremos os Aniversários! ... Sabendo os seus nomes ...


Se a data dos aniversários já passa despercebida a alguns, umas vezes propositadamente, outras, por mera distracção, imagine-se se tivéssemos que saber o nome desses aniversários, sim!... porque não é só a Prata, o Ouro e o Diamante que dão nomes aos aniversários, recorrendo à CLÉRIO'S HOME PAGE - CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA em http://www.geocities.com/clerioborges podemos ver em http://www.geocities.com/clerioborges/bodas.html um artigo que nos fala da celebração das bodas de casamento e que nos diz quais são os nomes tradicionais dados aos seus aniversários.

 

 


Tabela Completa de Bodas


1 ano - Bodas de Papel

2 anos - Bodas de Algodão

3 anos - Bodas de Trigo ou Couro

4 anos - Bodas de Flores e Frutas ou Cera

5 anos - Bodas de Madeira ou Ferro

6 anos - Bodas de Perfume ou Açúcar

7 anos - Bodas de Latão ou Lã

8 anos - Bodas de Papoula ou Barro

9 anos - Bodas de Cerâmica ou Vime

10 anos - Bodas de Estanho ou Zinco

11 anos - Bodas de Aço

12 anos - Bodas de Seda ou Onix

13 anos - Bodas de Linho ou Renda

14 anos - Bodas de Marfim

15 anos - Bodas de Cristal

16 anos - Bodas de Safira ou Turmalina

17 anos - Bodas de Rosa

18 anos - Bodas de Turquesa

19 anos - Bodas de Cretone ou Água Marinha

20 anos - Bodas de Porcelana

21 anos - Bodas de Zircão

22 anos - Bodas de Louça

23 anos - Bodas de Palha

24 anos - Bodas de Opala

25 anos - Bodas de Prata

26 anos - Bodas de Alexandrita

27 anos - Bodas de Crisopázio

28 anos - Bodas de Hematita

29 anos - Bodas de Erva

30 anos - Bodas de Pérola

31 anos - Bodas de Nácar

32 anos - Bodas de Pinho

33 anos - Bodas de Crizo

34 anos - Bodas de Oliveira

35 anos - Bodas de Coral

36 anos - Bodas de Cedro

37 anos - Bodas de Aventurina

38 anos - Bodas de Carvalho

39 anos - Bodas de Mármore

40 anos - Bodas de Rubi ou Esmeralda

41 anos - Bodas de Seda

42 anos - Bodas de Prata Dourada

43 anos - Bodas de Azeriche

44 anos - Bodas de Carbonato

45 anos - Bodas de Platina ou Safira

46 anos - Bodas de Alabastro

47 anos - Bodas de Jaspe

48 anos - Bodas de Granito

49 anos - Bodas de Heliotrópio

50 anos - Bodas de Ouro

51 anos - Bodas de Bronze

52 anos - Bodas de Argila

53 anos - Bodas de Antimônio

54 anos - Bodas de Níquel

55 anos - Bodas de Ametista

56 anos - Bodas de Malaquita

57 anos - Bodas de Lápis Lazuli

58 anos - Bodas de Vidro

59 anos - Bodas de Cereja

60 anos - Bodas de Diamante ou Jade

61 anos - Bodas de Cobre

62 anos - Bodas de Telurita

63 anos - Bodas de Sândalo

64 anos - Bodas de Fabulita

65 anos - Bodas de Ferro ou Safira

66 anos - Bodas de Ébano

67 anos - Bodas de Neve

68 anos - Bodas de Chumbo

69 anos - Bodas de Mercúrio

70 anos - Bodas de Vinho

75 anos - Bodas de Brilhante ou Alabastre

80 anos - Bodas de Nogueira ou Carvalho


 

 


CLÉRIO'S HOME PAGE

CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA

www.geocities.com/clerioborges

 


 

 


publicado por raio às 08:22

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2007

Acelera! Acelera!...

... Vais ver a sorte que te espera ...
 
Depois de constatar qual o resultado de mais um Verão nas estradas portuguesas, João Trovão pôs-se a congeminar num slogan que tenha por objectivo combater alto número de acidentes causado pelo excesso de velocidade:
- Já que o excesso de velocidade é uma das principais causas de morte nas estradas, se não a principal ... porque não criar um slogan à moda antiga, uma coisa do tipo ...
«... Se queres chegar ao teu destino ...
Não aceleres sem maneiras! ...
... não vá o destino ...
pregar-te umas rasteiras!!...»
... ou então ... uma coisa mais moderna ... do tipo ...
«Acelera! Acelera! ... Vais ver a sorte que te espera ...»...
 
publicado por raio às 08:46

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Setembro de 2007

Liga Já!

... 760 tantos tantos ... e verás o milagre ... do dinheiro a voar ...
 
Por trás dos passatempos ditos de interactivos e de outros programas em que se apela incessantemente aos telespectadores, para que estes liguem para um número iniciado por 760, sem que haja a devida divulgação dos regulamentos ... há uma mensagem escondida ou omissa a que convém estar atento e que assenta mais ou menos no seguinte conceito:
 
Telefona ... Liga 760 tantos tantos
dá cá 60 cêntimos mais IVA! ... Sem medo ...
É assim que nós e o Estado ... enchemos o bolso
enquanto tu ... ficas a chuchar no dedo!
publicado por raio às 08:34

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007

Coincidências? ... ou Perseguição?

Pura e dura a ... Zezé Camarinha?...
 
Maria Relâmpago e João Trovão assistiam televisão antes de jantarem, quando Cristiano Ronaldo é mais uma vez focado numa notícia. Tal facto leva a que Maria se lembre de um apontamento que foi notícia no início de Setembro e pergunta a João:
- Que me dizes aquela questão dos Jornais ingleses lançaram uma notícia onde mencionaram que este internacional português terá contratado cinco prostitutas inglesas para a sua mansão, afim de alinharem numa orgia?...
A pergunta da Maria esbarra numa outra pergunta de João:
- E tu sabes quem é que não terá gostado nada, mas mesmo nada, dessa notícia?
- Sei lá! ... Quem? ... a irmã do jogador que fica a perceber que poderia ganhar mais dinheiro como prostituta em Inglaterra do que como cantora em Portugal?
- Bem, há quem diga que essa até poderá não estar a seguir a carreira para a qual terá mais vocação ... mas não é a ela que me refiro ...
- Então quem é que não terá gostado nada da notícia?
- Zezé Camarinha!
- Quê? ... O playboy algarvio? ... mas porquê?
À pergunta de Maria, João responde laconicamente:
- Olha então, de uma assentada, Zezé vê ... um caso relacionado com uma inglesa no Algarve, em período de férias, ser mais mediático que todos os casos que ele teve com britânicas ... e agora vê um português chegar à Grã-Bretanha e despachar cinco de uma vez ... se Cristiano continuar com esse ritmo ... as mulheres inglesas já não necessitarão de vir a Portugal ... ficarão à espera de serem convocadas pelo futebolista madeirense ...
 
publicado por raio às 08:50

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 16 de Setembro de 2007

Tertúlia? Ou ...

... Estábulo?
 
Tendo Maria Relâmpago ido ao ginecologista, João Trovão, ao fim do dia, quis inteirar-se de como correu a consulta e pergunta-lhe:
- Então Maria ... Como é que correu a consulta? ...
- Tudo normal! ... lá tive que gramar com a visualização de uns programas corriqueiros de televisão, ouvir todo o tipo de comentários sobre novelas, séries televisivas e personagens de origem diversa enquanto folheava umas revistas do tipo “Maria”, “Ana”, “Tv 7 Dias”, “Tv Guia”, "Tv Mais", “Caras”, “24 Horas”, “Lux”, “Flash”, “VIP” e outras que tais ... até que chegou a minha vez ...
- Bem com essa introdução até parece que não tiveste num consultório médico ... parece mais que estiveste a assistir ao vivo a um programa de televisão!...
Surpreendida, Maria Equaciona:
- Ãh? ... O quê? ... Onde é que queres chegar com essa tua observação?
- A descrição que fizeste ... coincide em parte com o que se pode ver por volta da hora de almoço de Segunda a Sexta-Feira no Programa “Fátima” apresentado por Fátima Lopes na SIC, onde um grupo de quatro ruminantes a que é dado o nome de Tertulianos dão à língua num espaço com o nome de “Tertúlia Cor-de-Rosa”.
- Mas o que é que acontece nessa tal Tertúlia?
- Essa rubrica é marcada pelo regurgitar frequente de determinados temas em que esses ruminantes, se servem do que escrito nos tabloides que lhes são colocados na manjedoura enquanto a apresentadora, qual campino, encaminha a manada.
- Porque classificas desse modo as pessoas que colaboram nessa rubrica?
 Porque é notório que se nuns casos as línguas daqueles ruminantes são usadas para fazerem “botões de rosa” a determinadas estrelas ou vedetas do Jetset nacional, noutros casos aqueles animais com as bocas porcas, marram com fulano e beltrano, só por questões de antipatia pessoal ... chegando ao ponto de colocarem facilmente em causa o bom-nome de pessoas e instituições sem as mínimas preocupações.
- Mas como justificas que eu nunca tenha ouvido dizer que alguém tenha apresentado queixa desse programa? ...
- Só consigo justificar essa situação com o facto da televisão lhes dar o poder de mugirem e desmugirem ... ou então a pouca consideração que merece o seu berrar leva a que ninguém esteja para descer ao nível daquele estábulo só para apresentar queixa contra o teor das berrações proferidas naquela rubrica.
- Então mas achas que isso é motivo para lhes chamares de ruminantes?
- Lógico! ... Quem não quer ser ruminante, não lhe veste a pele!
 
publicado por raio às 08:43

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 14 de Setembro de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

Mestre Viktor e o seu “Astro-Reiki [Reiki & Astrologia]”



Blogger

mestre viktor.jpg

- Nick Name: Mestre Viktor

- Nome: Vitor Valente

- E-mail: projectos3d.vitor@gmail.com

- Idade: 33 anos

- Localização: Albufeira

- Ocupação: Funcionário público



As principais razões que levam Mestre Viktor a participar na blogosfera ditas na primeira pessoa:

 

 


Tenho 3 blogs. Quando estudei estava ligado à informática, e sempre foi um desejo ter um blog e participar nos outros blogs, dando a minha opinião quando acho necessário. O blog também me serve de divulgação do que eu faço como terapeuta de Reiki, bem como profissionalmente na elaboração e concepção de projectos de arquitectura, engenharia, shst e gás.


Mestre Viktor


 

 

Blogue


- Título: Astro-Reiki [Reiki & Astrologia]

- URL: http://mestreviktor.blogs.sapo.pt 

- Data de inicio: Abril de 2007

- Descrição: O Reiki e a Astrologia de mãos dadas. O Terapeuta Mestre Viktor e Astrologia pela Célia. A Mediunidade e a Espiritualidade também têm aqui o seu espaço. Namasté

- Categoria: Medicina Alternativa e Astrologia




Segundo o autor, um dos artigos que melhor espelha a filosofia do seu blogue “Astro-Reiki [Reiki & Astrologia]”, está em http://mestreviktor.blogs.sapo.pt/1654.html e diz-nos o que é o REIKI e os CHAKRAS:

 

 

R E I K I



O REIKI é um sistema de desenvolvimento humano e cura energética, pela imposição das mãos, de incomparável simplicidade e eficácia.



OS CHAKRAS


Á LUZ DA ANTIGA CIÊNCIA DO Tantra, o corpo humano é visto como o instrumento mais perfeito para expansão da consciência. Esta perfeição é concretizada através do desenvolvimento de centros psíquico-energéticos.


Localizados no sistema cérebro-espinhal, os chakras são o estágio no qual se realiza a interacção entre a consciência superior e o desejo.


Os chakras são centros psíquico-energéticos, sempre activos no nosso corpo quer tenhamos ou não consciência da sua existência. A energia de vida move-se através destes centros produzindo diferentes estados psíquicos.


Em termos de forma, os chakras são como redemoinhos de energia – pequenos cones de energia giratória – que funcionam como uma espécie de aparelho de captação e expulsão de energia; os seus vórtices giratórios estão em constante movimento e têm um diâmetro de 5 a 10cm. Estão localizados numa camada de energia que envolve o corpo físico, a aura, e ligam o corpo físico ao energético.


Mestre Viktor


 

 

Sobre a iniciativa “Divulgação de Bloggers e Blogues”, aqui no Blogue “Trovoada Seca” diz:

 

 


Gosto da iniciativa e acho que é de louvar, pois assim sendo é uma forma de poder-mos divulgar o nosso e outros blogs na BlogoEsfera, cada vez mais povoada e participativa.


Mestre Viktor



 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 


publicado por raio às 08:53

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 13 de Setembro de 2007

Poupar nas Compras ...

Quanto custa?
 
A divulgação, no final do passado mês de Agosto, pela Associação de Defesa do Consumidor “DECO” através de diferentes orgãos de comunicação social e do seu site www.deco.proteste.pt na página http://www.deco.proteste.pt/map/src/491981.htm de que se pode poupar 700 Euros em compras desde que se saiba escolher o produto e o local da sua aquisição motivou o seguinte dialogo entre Maria Relâmpago e João Trovão.
 
- Que me dizes aquele estudo da DECO que afirma que se pode poupar um dinheirão em compras? - Pergunta Maria, ao que João responde:
- Não tenho a informação suficiente, mas por aquilo que me disseram, essa Associação funciona como uma empresa em que a sua existência é garantida pelo dinheiro dos seus sócios. Não é portanto de admirar que promova campanhas de marketing agressivo recorrendo às mesmas técnicas publicitárias que as demais empresas.
- Uma coisa é certa, quem não lesse ou não ouvisse notícia toda, ficava com a ideia que essa poupança era por mês.
- E repara, que mesmo assim não leste a notícia toda, pois esta notícia é um género de aperitivo para os consumidores adquirirem a revista DECO PROTESTE de Setembro, numa demonstração que essa entidade coloca em primeiro lugar a garantia da sua subsistência e só em segundo lugar a defesa dos consumidores no seu todo.
- Mas tens dúvidas sobre a veracidade dessa informação ou sobre a fórmula usada na elaboração do estudo?
- Em primeiro lugar, a fórmula usada para se dizer que se pode poupar todo esse dinheiro podia por exemplo servir para dizer que na compra de um veiculo automóvel se pode poupar mais de 150 000 € bastava para tal que se fizesse a comparação entre o preço de um topo de gama e preço de um qualquer utilitário ou de um carro em 2ª mão ... em segundo lugar, esse estudo pretende esquecer que os preços são alterados de um dia para o outro e o que num dia é mais caro num lugar, no dia seguinte, já é mais caro noutro, pelo que para que alguém consiga fazer uma pesquisa actualizada dos preços, se habilita a despender mais dinheiro em transportes do que aquilo que pode ganhar a comprar produtos onde estes estejam mais baratos...
 
***
 
Eis a notícia que a DECO divulgou no seu site em http://www.deco.proteste.pt/map/src/491981.htm
 
Supermercados: poupe 700 Euros nas compras
 
Poupar centenas de Euros nas compras do mês é possível, sem cortar na lista ou percorrer grandes distâncias. A conclusão é da DECO PROTESTE, que visitou 572 estabelecimentos à procura dos preços mais baixos. A cadeia Feira Nova é a vencedora.
 
 
A PRO TESTE comparou mais de 66 mil preços, recolhidos em 113 localidades de norte a sul do País e Ilhas. Para reduzir a factura, o consumidor só tem de procurar, no suplemento de oito páginas da edição de Setembro, a morada do estabelecimento ou a cadeia que, perto da sua casa, tem os preços mais baixos. Segundo aquela revista, cerca de metade dos seus leitores afirma que este estudo anual influencia a escolha do supermercado.
 
Como os consumidores têm hábitos de compra variados, a PRO TESTE formou três cabazes:
 
- cabaz 1, com 100 produtos de características e marcas definidas, para quem privilegia as marcas;
- cabaz 2, que abrange 81 produtos, destina-se a quem escolhe o produto mais barato;
- cabaz 3, a estreia deste ano, composto por 64 produtos de marca própria das superfícies.
 
 
Norte e Centro com preços mais baixos
 
Os supermercados foram classificados por tipo de produto (de mercearia, drogaria ou carne, fruta e legumes, etc.) e por região.
 
Para encher o cabaz 1, o Intermarché das Caldas das Taipas, em Guimarães, e o Intermarché da Covilhã são os mais baratos do País. Segue-se o Intermarché de Mafra e, em terceiro lugar, o Intermarché de Portalegre, revela a DECO PROTESTE.
 
O Norte e Centro do País têm preços mais baixos. Mas, este ano, as poupanças desceram no mapa. Três supermercados de Lisboa, Portalegre e Setúbal conseguiram impor-se entre os oito mais baratos. “Os mais caros encontram-se também na capital: o Polisuper, em São João do Estoril, e o El Corte Inglés, na Avenida António Augusto Aguiar”, conclui a DECO PROTESTE.
 
Para as cidades ou localidades que não foram visitadas, a DECO PROTESTE verificou ainda quais as cadeias de estabelecimentos mais baratas. A melhor opção para o cabaz 1 é a cadeia Feira Nova. O Continente mantém-se no segundo posto, desde o ano passado.
 
Já as cadeias E.Leclerc, Ecomarché, Jumbo, Minipreço e Pão de Açúcar arrecadam a terceira medalha.
 
Para quem escolhe só os produtos mais baratos e não liga a marcas, a Aldi estreou-se da melhor maneira. Junto com a Plus, outra loja de desconto, partilha o primeiro lugar, destronando, desde 2004, as lojas Lidl, que aparecem na terceira posição. O segundo lugar é ocupado pelo Minipreço. Para o novo cabaz, só com produtos de marca própria ou exclusiva, os hipermercados Feira Nova, seguidos pelo Minipreço e Pingo Doce, são as melhores escolhas.
 
Aproveite para espreitar a concorrência
Lisboa, Faro e Setúbal são os distritos onde os preços variam mais. "Na mesma cidade, a poupança pode estar no outro lado da rua", alerta a DECO PROTESTE. Se um consumidor que gasta € 250 por mês no Pingo de Ouro, na Rua Santana à Lapa, mudar para o Pingo Doce, na mesma rua, poupará todos os meses mais de € 41, ou seja, cerca de € 495 por ano.
 
Aquela revista de defesa do consumidor apresenta ainda outro caso, em Setúbal. Com uma despesa mensal de € 250 no Europa, do Seixal, em vez do Continente, na mesma localidade, desperdiça todos os meses quase € 55, ou seja, mais de € 650 por ano.
 
| Pro Teste n.º 283 - Setembro de 2007 - páginas 26 a 38 |
 
27.08.2007
 
 
DECO PROTESTE
 
 
publicado por raio às 08:24

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 12 de Setembro de 2007

A Culpa do casal McCann

... Assassinos ou não ... Culpados São!
 
 
maddie_mccann.jpgEm frente à sua televisão o casal João Trovão e Maria Relâmpago vêem a abertura de um boletim noticioso.
- Chiça! Que este novelo ... que não tem ponta por onde se pega ... nunca mais termina! - Exclama João ao ver que mais uma vez a noticia de abertura é caso do desaparecimento de Madeleine MaCann, acompanhado de reportagens e opiniões inconclusivas ou especulativas .
- Demais? ... Demais não! então ainda não encontraram a menina! - reclama Maria.
Reparo que merece de João a explicação:
- Querida! Eu até nem me importava que os dois minutos iniciais de todos os “Telejornais” mostrassem as fotos de todas as pessoas que estão desaparecidas em Portugal ... e que a PJ divulga no seu site! ... Agora que estejamos há uma carrada de meses a gramar com reportagens recheadas de informação fabricada ora pela Polícia, ora pelos assessores do Casal MacCann, ora pelos órgãos de comunicação social e que só nos serve para confundir ... é demais!...
- Então, mas assim mantém-se a chama acesa e poderemos ambicionar a que se encontre os verdadeiros culpados ...
- Os culpados? Os verdadeiros culpados sempre eu soube quem foram!
- Como?
- Querida, seja Madeleine MacCann encontrada ou não, fique-se a saber ou não, se foi morta ou simplesmente raptada ... é importante que fique claro que os pais de Maddie, Kate e Gerry MacCann, deverão sempre ser considerados culpados, pois não tem qualquer cabimento que um casal estando num país distante do seu, saia para se divertir com os seus amigos, abandonando três crianças, deixando-as deitadas antes das 19 horas num país do sul da Europa, no final da Primavera, quando o Sol ainda vai alto ... e ainda é muito cedo para deitar as crianças ...
- Então também és daqueles que afirma que o casal fugiu para Inglaterra ... para se refugiar ou para preparar a sua defesa?
- Não! ... O Casal MacCann refugiou-se na Inglaterra para preparar um ataque ou seja para pedir uma indemnização chorura ao Estado Português ou à Polícia Portuguesa ... devem achar que à conta do desaparecimento da sua filha ... podem arrecadar mundos e fundos ... fazendo passar a ideia que não têm nenhuma responsabilidade no desaparecimento da filha ...
 
publicado por raio às 08:18

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Terça-feira, 11 de Setembro de 2007

6 Anos depois ... Recordemos ...

O 11 de Setembro de 2001
  
 
Faça-se silêncio! ...
em memória dos menos de três mil inocentes mortos no dia 11 de Setembro de 2001, mas principalmente, em memória das centenas de milhar de vitimas inocentes resultantes das políticas bélicas Norte-Americanas que levaram à invasão do Afeganistão e do Iraque numa autodenominada “Luta Anti-Terrorista” numa hipotética caça aos supostos responsáveis pelo desmoronamento das Torres Gémeas do WTC - World Trade Center de Nova Iorque.
 
publicado por raio às 08:44

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007

Apito Encarnado

... A verdadeira verdade sobre o documento
 
A divulgação, no dia 17-08-2007, pela estação televisiva SIC, de extractos de um documento anónimo com o timbre da Polícia Judiciária em que é posto em causa o bom nome de pessoas e instituições, sem o necessário cruzamento de fontes, nem uma prévia e necessária investigação jornalística sobre o seu teor, numa clara demonstração de que se é coisa que pode dar escândalo, primeiro transmite-se e depois logo se vê se é verdade ou não, levou a que a SIC tivesse recebido um pedido de direito de resposta da jornalista Leonor Pinhão em que esta garante serem falsas as acusações de que é alvo no referido documento.
 
No dia 18-08-2007 podia ler-se na página 214 do teletexto da SIC a seguinte informação:
 
 
Dossiê anónimo “é uma falsificação”
 
Investigador garante que é forjado o timbre da PJ utilizado no documento
 
O documento conhecido por “apito encarnado” é uma falsificação. Numa entrevista à SIC, um dirigente da Associação Sindical do Funcionários de Investigação Criminal garante que é forjado o timbre da Judiciária que encima as páginas do dossiê anónimo.
 
 
***
 
Entretanto, seguindo a mesma linha de conduta dos autores do documento, afirmamos que à nossa redacção chegaram informações confidenciais, de fonte segura, que asseguram como certo estar a ser desenvolvida uma investigação pormenorizada às pastas entregues na PGR - Procuradoria Geral da República e noutros órgãos.
Em todas as pastas, quase em todas as páginas , a Polícia Judiciária encontrou vestígios de muco nasal, algo que numa analise superficial revelou de imediato que por trás da elaboração ou da distribuição do documento estão ranhosos, todavia a crença de que não se trata de uns ranhosos quaisquer terá mesmo levado a que os vestígios de secreção dasemblema_fcp_porto.jpg mucosas nasais encontrados tenham seguido para o laboratório de Birmingham, o mesmo para o qual seguiu o sangue encontrado no Algarve e relativo ao caso Madeleine McCann.
Num contacto com o laboratório inglês, o porta-voz do mesmo adiantou à nossa redacção que tudo indica tratar-se de ranho de alguém que em jovem foi expulso de um internato por algo que não terá sido um comportamento exemplar e que agora é presidente de um clube português, alguém que detesta que façam humor recorrendo à sua figura, mas não concretizou a quem se referia, julgamos que tal se deve ao receio de que lhe possa ser movida uma perseguição pessoal, algo em que esse dirigente parece ser perito.
 
publicado por raio às 08:50

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 8 de Setembro de 2007

Falemos de Música ... Falemos de Amor

... Falemos pois, de Artur Garcia
 
O “Álbum da Canção” - revista mensal de outrora, dedicada aos ídolos da canção, dedicou a sua edição nº 25 de 1 de Março de 1965 a Artur Garcia, daí extraí uma letra que foi a seu tempo interpretada por esse cantor romântico e que nos tempos que correm terá uma validade histórica, atendendo a que foca um Amor duradoiro, algo que actualmente se encontra em vias de extinção, tendo sido claramente ultrapassado pelas paixões fugazes algo do tipo “toca e foge” ou melhor “fo ... fornica e toca a andar”.
 
 
Até ao Cair da Tarde
 
Já nesse tempo,
quando era ainda madrugada
na nossa vida,
mesmo brincando
eu te chamava namorada,
minha querida.
Amanheceu...
E em pleno dia já depois
jurámos ambos, tu e eu
continuar assim os dois.
O sol vai alto
eis-nos chegados
quase a meio da caminhada
e o nosso amor
tem a ternura com que veio de madrugada
que Deus te guarde e me dê vida
igual à tua
pois até ao cair da tarde
o nosso enlevo continua...
 
Música e Letra: Carlos Canelhas
 
 
As 32 páginas dessa revista estavam repletas de dados biográficos e pormenores sobre o então jovem artista. Só o que aí é publicado e que sublinho, foi publicado em 1965, poderia dar origem a um site.
 
Numa breve pesquisa que efectuei não encontrei nenhum site do artista, no entanto encontrei um site com biografias de artistas, o www.macua.org/biografias/index.html, que publicita o seu conteúdo deste modo:
 
BIOGRAFIAS
 
Encontrará aqui biografias, não só de artistas, como dos principais grupos musicais portugueses, ordenados pela primeira letra porque são conhecidos.
 
Para aqueles que têm páginas próprias, ficará também o link para elas
 
 
Assim, na página www.macua.org/biografias/arturgarcia.html podemos ver uma biografia de ArturGarcia (onde lamentavelmente são omitidos os últimos 30 anos) e que aqui transcrevo:
 
 
ARTUR GARCIA
 
 
artur_garcia_e _tonicha.jpg 
Imagem: Artur Garcia e Antónia Tonicha interpretando um dueto na R. T. P.
 
"A minha grande paixão é e sempre foi o teatro. Queria ser actor, mas acabei por ir para as cantigas mais por casualidade do que por escolha".
 
Nasce a 15 de Abril de 1937, na popular freguesia de Alcântara. O facto artístico que o marca precocemente ocorre quando tem oito anos: foi pela primeira vez ao teatro, ver a peça Alto Lá Com o Charuto, no Teatro Variedades. Daí lhe fica a "mania" de ser artista. Já perto dos 20 anos, após um ano como empregado de balcão no "Eduardo Martins" entra no Centro de Preparação dos Artistas da Rádio. Prestou provas e ficou apurado logo à primeira. Aí estagiou durante três anos. No final desse período já era uma voz muito conhecida. Artur Garcia tem uma carreira marcada pelos temas românticos, com letras sentimentais e melodias de imediata aceitação por uma legião de admiradores. Sobretudo admiradoras.
Tem uma história curiosa de segundos lugares em Festivais RTP da Canção: Ficou em segundo no ano de Oração, de Calvário, em segundo ficou no Festival que deu a vitória, a O Vento Mudou (Oiçam...), de Eduardo Nascimento e pelo segundo se ficou no ano que consagra Sol de Inverno, de Simone de Oliveira. Mas ganha duas vezes o Festival da Figueira da Foz, o evento cançonetístico mais importante antes do Festival RTP. Os temas que lhe valeram o título foram Olhos de Veludo e Homem do Leme. Ganhou ainda um prémio de interpretação. Torna-se num campeão de vendas de discos e os melhores compositores da época favorecem-no.
No teatro estreou-se em 1965 no Maria Vitória, na revista Todos ao Mesmo, com Camilo de Oliveira. Fará depois carreira no ABC. Inicia a sua carreira na televisão na opereta Romance na Serra, seguindo-se-lhe O Pátio dos Milagres, com Simone de Oliveira. Em O Kim, baseado numa peça de Alexandre Dumas, onde interpretava o papel de um rapaz de 14 anos, tem a interpretação que mais lhe agradou.
O êxito da sua carreira é interrompido em 1974, quando irrompem outros valores musicais e ideológicos. Torna-se proprietário de uma discoteca, mas voltará aos palcos do teatro e da música, palcos que, ainda hoje, orgulhosamente pisa.
 
 
ARTUR GARCIA
 
Artur Garcia da Silva, que nasceu no bairro Lisboeta de Alcântara, parecia destinado a ser o eterno segundo, o príncipe sem coroa.
Até que, em 1967, é eleito Rei da Rádio, façanha que repetiu no ano seguinte. As vitórias puseram termo a um longo ciclo dominado por António Calvário, designado pela imprensa e pelos respectivos clubes de fãs como crónico rival de Artur Garcia. E vice-versa.
Provado que havia espaço para os dois, apesar das verdadeiras batalhas entre fãs que atingiram o auge com um tumulto de almofadas em pleno Coliseu dos Recreios, aquando da sua primeira vitória como Rei da Rádio, Artur Garcia conquistou um lugar cimeiro na canção ligeira portuguesa dos anos sessenta, sobretudo na segunda metade desta década.
Intérprete de canções como A Cidade ao Sol, O Homem do Leme, Sonhando Contigo, Como o Tempo Passa e Olhos de Veludo, Artur Garcia ganhou o direito de cantar os melhores autores da época.
Protagonista no panorama nacional, até pelo estrelato conquistado no teatro de revista e em espectáculos televisivos, Artur Garcia cantou ao lado de alguns dos mais lendários nomes da cena musical internacional. Entre eles: Júlio Iglésias, Carmen Sevilla, Rafael e Sylvie Vartan.
Afastado dos palcos principais com o 25 de Abril, Artur Garcia passou a ser proprietário de uma loja de discos. Aí teve a possibilidade de acompanhar a evolução da cena musical.
Artur Garcia, um inesquecível para gerações, continua activo nos dias de hoje, actuando especialmente no teatro de revista, a sua primeira paixão de infância.
 
 
Marcos principais da carreira:
 
1951 - Começa a cantar como amador.
1956 Ingressa no Centro de Preparação de Artistas da Rádio.
1964 Participa no l9 Grande Prémio TV (depois Festival RTP da Canção), ganho por António Calvário.
1965 Estreia-se como actor na revista Todos ao Mesmo, no Teatro Maria Vitória. É, também, atracção no Teatro ABC. Conquista o segundo lugar no Grande Prémio TV, com a canção Amor. Venceu Simone de Oliveira com Sol de Inverno.
1967 É eleito Rei da Rádio. Vence o Festival de Aranda del Duero.
Recebe o Prémio da Imprensa em Moçambique.
1968 Vence o primeiro Prémio do Festival da Figueira da Foz, êxito que alcançou por duas vezes com as canções Olhos de Veludo e Homem do Leme. Volta a ser eleito Rei da Rádio.
1969 É eleito Príncipe do Espectáculo.
1977 Realiza uma digressão pelos Estados Unidos e Canadá ao lado de Amália Rodrigues.
 
 
publicado por raio às 08:37

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Setembro de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

Além do Bojador e o seu Além do Bojador
 
 
Blogger
 
- Nick Name: Além do Bojador
- Nome: A. Gonçalves e outros
- E-mail: alembojador@gmail.com
- Localização: Macau, Lisboa, Pequim
 
 
Blogue
 
- Título: Além do Bojador
- URL: http://alembojador.blogspot.com
- Data de inicio: 31 de Dezembro de 2006
- Descrição: Valeu a pena? Tudo vale a pena Se a alma não é pequena. Quem quer passar além do Bojador Tem que passar além da dor. Deus ao mar o perigo e o abismo deu, Mas nele é que espelhou o céu.
- Categoria: Política, cultura, lusofonia
 
Texto que marca a linha editorial e a filosofia do Blogue, segundo Carlos Barbosa de Oliveira:
 
Partilhamos as mesmas raízes, a mesma língua portuguesa, buscamos novos recomeços e sonhamos. Muito. Aportamos - às vezes - a uma terra que fazemos nossa. Até partirmos à demanda de outra e ainda outra.Dizem-nos insatisfeitos mas perseguimos a exaltação do que é belo e confiável. Estamos em quatro continentes; mas abraçamos o mar profundo. Em todos os cantos da Terra encontramos pedaços de nós. E dos outros. Partimos para esta aventura, por mar alto, velas ao vento e à chuva.
 
O facto de divulgar este blog não me impede de censurar os seus autores pelo facto de impedirem comentários, numa clara demonstração de egocentrismo que não deveria ter lugar na blogosfera.
***
 
Lembro todos os bloggers que poderão ver aqui no blogue “Trovoada Seca”, nesta rubrica publicada regularmente à Sexta-feira, ver divulgado o seu perfil e o seu blogue, basta para tal que contactem via e-mail a Direcção de Redacção do Blogue através do contacto publicitado na barra lateral.
 
publicado por raio às 09:00

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 6 de Setembro de 2007

Hipo ... crita ...

... mente
 
João Trovão lia as notícias da actualidade política ... quando leu a expressão “hipocritamente” ... e um turbilhão de pensamentos lhe causou um enorme desassossego, ao ponto de ficar a matutar numa questão:
- Porque será que a expressão “hipocritamente” ... me faz lembrar as palavras proferidas pelos políticos ... particularmente ... quando se encontram em campanha eleitoral? ...
 
publicado por raio às 09:00

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Setembro de 2007

As Campanhas de Intoxicação Informativa sobre o Iraque ...

Continuam ...
 
Maria Relâmpago ligou o televisor, mas logo comentando para João Trovão:
- Deixa cá ver qual é a noticia choque de hoje ...
- Isso é pessimismo ou má língua?
A pergunta de João levou a que Maria explica-se:
- Querido, a necessidade absoluta que as televisões têm de preencher a sua grelha de programação com séries, mini-séries, telenovelas, concursos e futebol, agregada ao facto dos boletins noticiosos passarem grande parte do tempo a escalpelizar determinadas notícias, emitindo pareceres, julgamentos precoces, ideias e pensamentos diversos, leva a que muitas outras noticias de grande importância sejam omitidas ou sejam somente alvo de uma informação dada a correr ou que passa em rodapé.
- Há alguma noticia de que tenhas tido conhecimento, que tenha sido esquecida?
- Olha, por exemplo, uma das noticias que não mereceu tempo de antena para que se debatesse o seu conteúdo foi transmitida no passado dia 17 de Agosto (de 2007) e mencionava que as companheiras dos militares Dinamarqueses que se encontram no Iraque, estão a receber chamadas telefónicas, com ameaças, alegadamente efectuadas por membros da Al-Qaeda ou de forças da guerrilha Iraquiana, a existência dessas chamadas terá mesmo levado ao regresso à Dinamarca de alguns dos militares que estavam a cumprir serviço no Iraque.
- Porque é que achas que ela deveria ser mais debatida?
- É simples, é que fiquei com a ideia que alguém precisou de chamar “burro” a quem ouviu a notícia para conseguir provar que a guerrilha é perigosa. Ou seja, para acreditar que essas chamadas, a terem existido, foram efectuadas pelas forças da oposição interna Iraquiana, é necessário acreditar que os guerrilheiros são mais parvos que os parvos ...
- Porque dizes isso?
- Então se eles tinham a possibilidade de escutar as conversas do militares com as suas famílias e dessa maneira poderem vir a saber pormenores das suas acções futuras no terreno ... iam-se pôr a fazer chamadas para casa dos militares, denunciando dessa forma que estavam a fazer escutas ?... Sabes o que te digo? ... O que isto me faz lembrar é que foi a informação adulterada que serviu de justificação para a invasão do Iraque e como resultado temos que, se com Saddam Hussein morriam inocentes, depois dos Estados Unidos da América terem tomado conta do Iraque têm morrido muitos mais ... e a contra-informação veio para ficar ...
 
 
publicado por raio às 08:47

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 4 de Setembro de 2007

Os Verdadeiros Números da Inflação ...

... São incalculáveis ... mas são sentidos pela maioria dos portugueses no seu dia a dia ...
 
Maria Relâmpago comenta com João Trovão:
- Foi tornado público, através dos meios de Comunicação Social, que o INE - Instituto Nacional de Estatística, apurou os resultados da inflação do passado trimestre ... e ronda os 2,5% ...
O comentário de Maria merece reacção enérgica de João:
- Esse INE - Instituto Nacional de Estatística bem que poderia mudar o nome para Instituto Nacional do Embuste ou do Engano!
- Porquê? Não acreditas nos valores por eles divulgados?
- Logicamente que não!
- Então ... mas eles não apuram os resultados cientificamente?
- Se é cientificamente ou religiosamente ... não sei! Nem me interessa! O que eu sei ... é que mesmo que um produto que custasse 100$00, no ano de 2000 e tivesse sofrido todos os anos um aumento de 5,00%, repito 5,00%, agora no ano de 2007, esse mesmo produto custaria 140$71, pelo que tendo em conta que 1 Euro vale 200, 482 Escudos, corresponderia a €0,70, mas o que facilmente se observa, principalmente nos bens de primeira necessidade, é que o que em 2000 custava 100$00 agora custa €1,00 ... ou mais! ... A que correspondem um aumentos anuais, desde 2000 até 2007, superiores a 10,4% ... Diz-me lá Como é que queres que eu acredite nos resultados divulgados por essa instituição que, ainda por cima, trabalha sob a alçada do Estado ... logo do Governo?...
- Pois ... aí parece que tens razão ... mas ...
- Mas? ... Mas o que é pior ... é que mesmo assim há quem tente impingir a ideia de que a inflação nos últimos anos em Portugal tem variado entre os 2 e os 3% ... e tem sido mesmo esse o valor que tem servido de base para os aumentos salariais, mesmo dos que têm baixos rendimentos e não conseguem adquirir outros bens, senão os de primeira necessidade, aqueles que mais sobem ... não é pois de admirar, que se veja tanta gente a dizer mal do Euro referindo que esse dinheiro não vale nada e que se gasta num instante ... E lamentavelmente tudo isto acontece com base nos índices calculados, inventados ou manipulados pelo INE ...
 
publicado por raio às 08:24

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 3 de Setembro de 2007

O que precisa saber sobre ...

Deixar de Fumar
 
Quem entra nos hipermercados Modelo e Continente tem tido a possibilidade de encontrar, além de receitas, folhetos com informação importante de carácter geral relacionada com aspectos de saúde.
 
Assim, já me foi possível encontrar nessas superfícies comerciais folhetos com os seguintes temas:
- Contracepção de Emergência;
- Cuidados a ter com o Sol;
- Deixar de Fumar.
 
Apesar de não me perturbar minimamente que haja quem fume, desde que o não faça num raio inferior a 10 metros do meu nariz, vou divulgar parte do teor do folheto com o título “O que precisa saber sobre - Deixar de Fumar”
 
(...)
 
As razões para deixar de fumar
 
 
Fumar pode afectar o seu organismo de várias formas.
Estes exemplos são apenas de algumas delas:
 
Sistema reprodutivo
- Impotência (em cerca de 50% dos homens entre os 30 e 40 anos)
- Cancro dos testículos
- Redução da fertilidade
- Aumento do risco de aborto
- Complicações durante a gravidez
 
Cabeça
- Perda de cabelo
- Rugas à volta dos olhos e boca
- Cataratas
- Perda de capacidade olfactiva
- Perda de capacidade auditiva
 
Cérebro
- Redução do aporte de oxigénio ao cérebro
- Dores de cabeça
- Aumento do risco de enfarte
- Alterações de humor
 
Boca e garganta
- Problemas gengivais e perda de dentes
- Mau hálito
- Perda de capacidade gustativa
- Cancro dos lábios, da língua, garganta ou laringe
 
Coração
- Diminuição do lúmen arterial
- Espessamento do sangue
- Ataque cardíaco
- Doença coronária
 
Estômago e pulmões
- Úlcera gástrica
- Doença Pulmonar Crónica (incluindo enfisema e bronquite crónica)
- Pneumonia
- Cancro do estômago e dos pulmões
 
 
O mal que faz às pessoas que o rodeiam:
- Está provado que fumar afecta a saúde dos indivíduos não fumadores, assim como o faz aos fumadores.
Inevitavelmente isto quer dizer que a sua família e amigos são expostos ao fumo do tabaco, que por si só é classificado como cancerígeno.
- Um fumador passivo é o indivíduo não fumador que respira o fumo de um cigarro aceso ou o fumo que é expirado por um fumador.
- As crianças estão particularmente em risco de serem fumadores passivos e aquelas que são expostas ao fumo de cigarro têm o dobro das probabilidades de desenvolverem infecções respiratórias assim como também é mais provável que venham a sofrer de asma.
- Muitas pessoas são afectadas pelo seu fumo e portanto a decisão de deixar de fumar não diz respeito somente a si e à sua saúde, mas de todos os que o rodeiam.
- Crianças cujos pais são fumadores mais facilmente se tornam fumadores eles próprios.
 
(...)
 
 
Se por um lado é a mensagem final do folheto ...
 
 
(...)
 
Na Área Saúde do Continente encontrará ajuda para:
- o sensibilizar e motivar para que deixe de fumar
- compreender melhor a extensão do problema do tabaco
- lhe explicar que deixar de fumar implica sempre benefícios imediatos e significativos para homens e mulheres de todas as idades
- o informar acerca dos meios e produtos disponíveis para ajudar a deixar de fumar
- decidir que tipo de TSN é mais adequada para si
 
 
... torna visível que estes folhetos fazem parte de uma campanha de marketing e publicidade que visa promover a Área de Saúde dos Cadeia de Hipermercados Modelo e Continente, não deixa de ser salutar a fórmula como o faz até porque nos mesmos folhetos se podem encontrar a seguintes indicações:
 
 
A informação contida neste folheto é de carácter geral e não substitui a consulta do seu médico de família se necessitar de cuidados específicos.
 
 
E ainda:
 
 
Quando deve consultar o médico
 
Se for diabético, sofrer de hipertensão arterial, angina ou desordens de origem circulatória, se tem ou teve uma úlcera gástrica ou hiper-tiroidismo, se está grávida ou a amamentar ou se tem menos de 16 anos e pretende deixar de fumar, aconselhe-se com o seu médico de família.
 
 
Numa visita ao site da “Modelo Continente SGPS, SA” em www.modelocontinente.pt , lamentavelmente não encontrei os referidos folhetos disponíveis on-line e/ou de forma a que se possa fazer o seu download, por exemplo em formato *.pdf, apesar de me ter sido possível visualizar a página de apresentação do referido Departamento de Saúde em http://www.modelocontinente.pt/lojas_portugal_AreaSaude_NCS.aspx.
 
 
publicado por raio às 08:40

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 1 de Setembro de 2007

Lady Di

... O que se dizia há ... 20 anos ...
 
Sempre que se comemora um aniversário sobre qualquer evento relacionado com a Princesa Diana somos confrontados com a revisão de histórias e lendas relacionadas com a sua vida e suposta obra ou com o aparecimento de novas revelações, novos depoimentos, sobre este ou aquele aspecto até agora omisso ou desconhecido por parte da opinião pública.
 
Exemplo do que acabo de descrever, foi a quantidade de documentários, entrevistas, artigos, noticias, etc. publicados e editados nas proximidades de ontem, dia 31 de Agosto, aquando das comemorações do 10 aniversário da morte da aclamada Princesa do Povo.
 
Todavia, houve um artigosobre Lady Di que foi esquecido. Para bem do debate de ideias e do refrescamento da memória colectiva transcrevo esse artigo, publicado em Agosto de 1987 no nº2 do “Fala Barato” - o autodenominado “Jornal de Humor num País de Tristes” dirigido, editado e propriedade do controverso e polémico José Vilhena.
 
Um desenho de José Vilhena representando Diana ocupava a maior parte da capa desse número e a envolver essa imagem podia ler-se:
 
“Nuvens Negras sobre a Monarquia Inglesa”
 
“Nuvens Negras”
 
“Lady Di - O peso que o príncipe Carlos sente na cabeça ainda não é o peso da Coroa Britânica”
 
“Mais Nuvens Negras”
 
“Se fosse no tempo de Henrique VIII a cabeça da bela Diana já estaria separada do corpo”
 
 
 
Já no interior do jornal, na página 3, podia-se ler o seguinte artigo:
 
 
Lady Di:
Leviana ou Adúltera?
 
As coisas vão pior que mal na Corte inglesa. Carlos, futuro rei - que anda agora numa de poetas persas e música gregoriana - não acerta o passo pela bela Diana, futura rainha, que gosta é de ler as “Marias” britânicas, ver a “Dinastia”, ouvir os “Whan” e dançar nas discotecas. Com todo o direito, diga-se; é impensável que na livre Inglaterra uma rapariga de vinte e seis anos, casada com um intelectual quarentão, não leve a vida que quer - ou será menos que as outras pelo facto de ser princesa?
 
Quando, há seis anos, casou com Carlos puseram-lhe uma auréola de santidade para inglês ver - inglês bota-de-elástico, leia-se. Mas embora não seja modelo de recato e antiquadas virtudes, nem por isso deixa de ser uma perfeita princesa; achamos, até, que leva bastante a sério o seu papel.
 
Quando era apenas Diana Spencer e trabalhava como educadora infantil, apanhava pifões em público e depois partia copos e dizia palavrões levada pelo mau vinho; ora isso já não acontece. É possível que beba uns copos no quarto, discretamente, pois há manhãs em que o seu “valet de chambre”, o garboso Alan Fisher, se confessa incapaz de tirá-la da cama. E há também o odor característico das ressacas, é facto. «Creio ser essa a razão por que os príncipes dormem em quartos serparados», diz o Alan. Mas quem é que não bebe o seu copito a mais?
 
Acusam-na de usar decotes atrevidos e de exibir as bonitas coxas sentando-se sem compostura, inclusive nos “capots” dos carros - que espíritos mais tacanhos!
 
Criticam-na por tomar banho nua (embora protegida dos jornalistas) e por dançar o “can-can” com a cunhada Sahra no melhor estilo Folies Bergéres - Francamente!
 
Censuram-lhe que vá às discotecas de “jeans” muito justos e que estimule os rapazes com sorrisos coquettes e olhares brilhantes - mas isso é ser jovem! Depois dos quarenta (Como faz a tia Margaret) é que seria indecoroso.
 
Dizem que, em Cannes, exagerou as demonstrações de intimidade com o actor Charle Dance; que vai aos concertos «rock» com o “playboy” David Waterhouse e regressa de madrugada ao Palácio - mas não será ela maior e vacinada? Pior é acusarem-na de se agarrar ao Barry Manilov, o seu cantor favorito, dono de uma repelente cabeleira género Marco paulo - isso, sim, reprovamos, mas por motivos estéticos.
 
Mas o que não lhe perdoam é o afecto que nutre por Filipe Dunne, jovem e bonito banqueiro, mais conhecido pelo “Chico” Canhão, que a recebe na doce intimidade da sua casa solarenga, nos arredores de Londres, enquanto Carlos deambula pelo deserto de Kahalari.
 
Diz a revista espanhola “Semana” (1) que, numa recente e animada “barbecue”, Diana, não só recusou regressar a casa com o marido, como dançou até de madrugada atracada ao Filipe, beijando-o na face e passando-lhe repetidas vezes a mão pelos cabelos - mas será que esses detractores e fofoqueiros não sabem o que é dançar romanticamente?
 
Achamos que a princesa mostrou até grande ponderação ao ficar-se pelos castos beijos e as inocentes festinhas e regressando a casa com o tenente-naval Richard Aylard, seu escudeiro. Se o Filipe é o pecegão que dizem, o natural é que as coisas acabassem e outra maneira. Muito séria é ela!
 
Se estes acontecimentos ocorressem no reinado de Henrique VIII, há muito que a bela Diana teria ficado sem cabeça, é facto. Felizmente, esses tenebrosos tempos já lá vão.
 
(1) SEMANA, 22/7/87. «Sorprendentes rumores en Inglaterra: Es o no infiel lady Di?»
 
 
A ilustrar este artigo era apresentado o mesmo desenho que podia ser visto na capa, mas agora acompanhado da seguinte legenda:
 
 
Más-línguas perseguem Diana * Os homens são a sua perdição, diz-se - na Corte * Isabel II segue a situação, preocupada, mas Carlos parece estar-se nas tintas * Será apenas leviana ou adúltera? * «Chico Canhão» é o amigo ou o amante? * Es o no infiel Lady Di? - titula em capa a revista espanhola «Semana»
 
 
publicado por raio às 08:24

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

AVerNavios e o seu “A Ver Navios”
 
Blogger
 
- Nick Name: AVERNAVIOS
- Nome: José Lopes
- E-mail: jmllopes1@sapo.pt
- Idade: 53
- Localização: Aveiro
- Ocupação: Gerente de Empresa
 
 
As Principais razões que levam Avernavios a participar na blogosfera e a editar um blogue, ditas na primeira pessoa:
 
 
As principais razões que me levam e escrever, são por vezes estados de espírito, necessidade de emitir opinião sobre assunto de importância, comentar situações, etc.
 
AVERNAVIOS
 
 
Blogue
 
- Título: A VER NAVIOS
- URL: http://avernavios.blogs.sapo.pt
- Data de inicio: Julho 2007
- Categoria: Generalista
 
 
Como exemplo do que se pode ler neste blogue generalista que aborda os mais variados temas, transcrevo, o artigo que se encontra disponível em http://avernavios.blogs.sapo.pt/2007/08/24/:
 
SÍNDROMA DO TAXISTA
 
Parafraseando os nascidos na nossa capital, costumo chamar-me de provinciano de gema.
 
Tenho efectivamente muito orgulho em ter nascido e sempre vivido, fora das grandes cidades de Lisboa e Porto, sendo contudo, absolutamente contra o provincianismo "bacoco".
 
Mais se desenvolve este meu sentimento quando, ao longo dos anos, venho lidando com colegas de trabalho originários destas duas cidades.
 
Têm, salvo raras mas excelentes excepções, aquilo a que eu chamo de "Síndroma do Taxista", isto é:
 
Eles entendem que toda a gente obrigatoriamente lhes deve facilitar a vida, mas eles não a facilitam a ninguém.
É fácil verificarmos quando conduzimos nestas cidades que os Srs. taxistas entendem que todos nós temos de lhes facilitar a passagem, naquele trânsito caótico, sendo que, o contrário já não é verdade e já não funciona.
 
Penso que isto acontece porque, nas suas cabeças, eles são os únicos que estão a trabalhar, têm pressa e, todos os outros andam a passear.
 
Ficava tão bem um pouco mais de respeito pelos outros e um real desenvolvimento de princípios como o da solidariedade e da camaradagem.
 
É tão fácil... acreditem!!
 
 
AVERNAVIOS
 
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 30 de Agosto de 2007

Soltem os prisioneiros

... Que os advogados e os restantes agentes da Justiça, querem ter trabalho ...
 
Ao passarem junto a um posto da Polícia, um dos poucos locais onde se podem ver os polícias que não andam no seu árduo trabalho de multar automobilistas, pois já lá vai o tempo em que a polícia tinha por objectivo manter a ordem pública e apanhar ladrões, Maria Relâmpago lembrou-se de um assunto relacionado com Justiça e vira-se para João Trovão e pergunta-lhe:
- Que me dizes, ao facto do Bastonário da Ordem dos Advogados ter felicitado a aprovação da reforma do código penal, particularmente, a questão da redução do tempo máximo de prisão preventiva e o facto da aplicação desse instrumento ver reduzido o âmbito da sua aplicação?
A questão de Maria, mereceu a resposta pronta de João:
- Isso é mais que normal! ... O Bastonário da Ordem dos Advogados foi eleito para defender a sua classe profissional ... e os muitos profissionais para terem trabalho, prcisam que haja crimes e é certo e sabido que para haver crimes é preciso que os criminosos andem à solta ...
 
publicado por raio às 08:37

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 29 de Agosto de 2007

Já Rola a Bola

 ... E já foi apurado o vencedor do primeiro trofeu da época 2007-2008
 
 
Infelizmente, o futebol chama para si todo o protagonismo da actualidade desportiva nacional, mesmo no período do defeso, não quero com isto dizer que tal seja por responsabilidade própria, pois tenho a consciência que tal se deve à passividade e subserviência dos principais meios de comunicação, em particular das televisões, onde o peso dos euros em apoios publicitários se torna bem mais importante que o direito dos telespectadores serem informados sobre os mais diversos aspectos do fenómeno desportivo.
 
Certo é que a época futebolística 2007/08 já começou e já foi apurado o vencedor de uma das quatro provas oficiais a nível nacional - O SCP - Sporting Clube de Portugal
 
Atendendo ao nome do marcador do golo que definiu o vencedor do jogo e logo da Supertaça Cândido de Oliveira, os adeptos do Sporting bem que podem gritar: - Izmailov, Is my love!
 
Relativamente ao jogo o jornal “A Bola” On-line em www.abola.pt, publicou o artigo http://www.abola.pt/nnh/index.asp?op=ver&noticia=126146&tema=1 com o seguinte teor:
 
Futebol
Golaço de Izmailov dá vitória ao Sporting
O Sporting venceu o FC Porto por 1-0 e conquistou, pela sexta vez, a Supertaça Cândido de Oliveira, o primeiro troféu oficial da época, em jogo disputado hoje no Estádio Municipal de Leiria. O russo Izmailov foi o autor do golaço que deu a vitória aos leões.
 
 
ASF
Jesualdo Ferreira não apresentou surpresas no onze inicial. Os reforços ficaram no banco, jogou a equipa que foi campeã nacional, com a particularidade de Pedro Emanuel ter regressado à competição oficial, depois de longa ausência por lesão. Paulo Bento apresentou quatro caras novas, em relação à época passada: Stojkovic (g.r.), Pedro Silva, Izmailov e Derlei. A ausência de Ronny do onze inicial foi a novidade, mas por pouco tempo – entrou aos dez minutos para render Pedro Silva, que saiu lesionado.
 
O Sporting entrou melhor no jogo e criou a primeira situação de perigo aos oito minutos, num cruzamento de Romagnoli ao qual Derlei não deu a melhor sequência (cabeceou por cima). O FC Porto reagiu e aos 17 minutos o perigo rondou a baliza leonina, num livre batido por Quaresma (bola ao poste). O jogo ficou feio, com muitas faltas e entradas à margem da lei. Até ao intervalo, a melhor oportunidade pertenceu ao Sporting, aos 44 m, mas Derlei cabeceou por cima, após canto marcado por Miguel Veloso.
 
Domínios repartidos na primeira parte, o Sporting iniciou a segunda novamente a pressionar. Liedson deu o primeiro aviso logo no primeiro minuto, obrigando Helton a boa defesa. E de novo o Fc Porto a equilibrar e a criar perigo para a baliza de Stojkovic, num cabeceamento de Adriano, ao lado. Miguel Veloso respondeu com um remate rasteiro, também ao lado. O jogo estava agora mais interessante, em jeito de parada e resposta. Quaresma começou a «aparecer» mais com as «trivelas», uma delas a solicitar Lisandro e este a falhar o alvo. A seguir foi a vez de João Moutinho fazer o gosto ao pé, sem êxito.
 
Chegava o momento decisivo das substituições. O primeiro a mexer na equipa (excepção para a substituição de Pedro Silva, por lesão) foi Jesualdo Ferreira, fazendo entrar Kazmierczak para render Marek Cech. No minuto seguinte o Sporting chegava ao golo, num disparo de Izmailov do meio da rua sem hipótese de defesa para Helton. Grande golo!
 
Era preciso arriscar ainda mais para tentar chegar pelo menos ao golo do empate e obrigar ao prolongamento. Jesualdo Ferreira apostou em Mariano Gonzalez e Leandro Lima, que renderam Raul Meireles e Paulo Assunção. Paulo Bento respondeu com as entradas de Yannick e Gladstone, de forma a explorar o contra-ataque rápido. Aos 81 minutos, esteve à vista o golo do FC Porto, quando Kazmierczak rematou à barra. Um susto para os leões, mas até final a equipa leonina soube segurar a vantagem e averbar uma vitória que valeu o primeiro troféu da época.
 
Estádio Municipal de Leiria
 
Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal)
 
FC PORTO – Helton; Bosingwa, Bruno Alves, Pedro Emanuel e Marek Cech (Kazmierczak, 74 m); Raul Meireles (Mariano Gonzalez, 78 m), Paulo Assunção (Leandro Lima, 83 m) e Fucile; Lisandro Lopez, Adriano e Ricardo Quaresma.
 
SPORTING – Stojkovic; Abel, Tonel, Polga e Pedro Silva (Ronny, 10 m); Miguel Veloso; João Moutinho, Romagnoli (Yannick, 86 m) e Izmailov; Derlei (Gladstone, 86 m) e Liedson.
 
Ao intervalo: 0-0
 
Golo: Izmailov (75 m)
 
Resultado final: 0-1
 
Sporting conquista Supertaça Cândido de Oliveira, o primeiro troféu oficial da ápoca.
 
Cartão amarelo a Paulo Assunção, Pedro Emanuel, Abel, Polga, Mariano Gonzalez e Liedson.
11-08-2007 23:04
 
 
A Bola On-line
 
 
publicado por raio às 08:33

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Agosto de 2007

Escudos Anti-mísseis ...

ou anti-misses
 
As posições e as iniciativas que a Rússia tem posto em prática, como resposta às ideias dos Estados Unidos da América para a Europa de Leste, levam a que Maria Relâmpago solicite a opinião de João Trovão:
- Que me dizes aquela ideia, recalcada dos Americanos, em particular de George Bush, de colocar escudos anti-mísseis na Polónia e na República Checa? ... Reavivando os velhos traumas do período da Guerra Fria ...
A pergunta de Maria esbarra na ignorância de João sobre o assunto:
- Anti-quê?
- Mísseis!
- Então, não é que eu pensava que se tratavam de escudos anti-misses e que faziam parte de uma medida encomendada por aquela Associação Pudica do Movimento das “Mães de Bragança” ... com o objectivo de impedir a migração das belas jovens russas para o Ocidente ... para que elas não venham a ocupar os lugares deixados vagos pelas brasileiras, entretanto expulsas da região ...
 
publicado por raio às 08:35

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 27 de Agosto de 2007

Justiça ...

à Portuguesa
 
João Trovão relia uma notícia que foi manchete ... quando um turbilhão de pensamentos lhe causou um enorme desassossego, ao ponto de ficar a matutar numa questão:
Porque será que sempre que algo me faz recordar os processos mediáticos do tipo “Apito Dourado”, “Casa Pia” e outros ... fico com a ideia que nos Tribunais portugueses, quando há muitos interesses em jogo ... os processos arrastam-se de recurso em recurso até à prescrição final?...
 
Como exemplo do tempo que os casos levam para serem resolvidos ou para o não serem, apresento aqui um dos quais parece ainda não ter atingido o seu epilogo e que foi noticiado pelo Jornal de Notícias on-line ( www.jn.sapo.pt ) no seu artigo publicado em http://jn.sapo.pt/2007/07/20/primeiro_plano/hospital_condenado_erro_medico.html
 
Hospital condenado por erro médico
 
O Hospital de S. Marcos (HSM), em Braga, foi condenado pelo Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto a pagar 112 500 euros por um "erro médico" num parto, que levou a graves lesões no bebé, hoje já com 14 anos e incapacitado, parcialmente, a nível motor. Uma vitória, quase dez anos passados sobre a queixa, que, para a mãe do adolescente, nunca compensará os anos de complicações de saúde, incluindo os cinco que passou a tratar o filho por uma paralisia cerebral que acredita nunca ter existido.
Hélder, que reside em Rio Mau, Vila Verde, é hoje um adolescente bem integrado, a frequentar o 9º ano de escolaridade. Nem gosta muito que se aborde a sua história, pois nunca se sentiu "diferente" na escola e receia que a exposição mediática "mude tudo". A mãe, Alexandrina Sousa, explica-lhe que apenas quer mostrar o caso publicamente, "para que nunca mais se repitam exemplos destes".
Tudo se passou em 1993, quando a mãe seguiu para o hospital bracarense com uma carta de recomendação da médica de família que dizia expressamente "que o parto devia ser de cesariana, pois havia antecedentes de um parto com ventosas num primeiro filho", conta. Havia ainda duas ecografias feitas no HSM, que indicavam que o bebé estava de pés para baixo. "As médicas acharam que era um bebé pequeno, de três quilos, e optaram pelo parto natural, mesmo estando ele na posição errada", conta.
 
 
Paralisia cerebral...
 
O que se seguiu foi "um enorme sofrimento". A criança terá ficado "entalada", o que lhe provocou várias lesões, uma delas no ombro. Daí em diante foi um não parar de terapias, já que a criança apresentava também problemas respiratórios frequentes. "Ficou entre a vida e a morte". Depois disso, os médicos do HSM recomendaram que Hélder passasse a frequentar uma instituição de acompanhamento da paralisia cerebral.
Aos poucos, Alexandrina foi constatando que, para lá do braço que nunca conseguiu mexer e de todas as complicações respiratórias, o filho desenvolveu bem a todos os níveis. "Falava, andava bem, era um menino inteligente e feliz. Fui-me afastando dali, pois achei que nada estava lá a fazer". Outros exames confirmariam que o menino não tinha nada a nível cerebral".
Aos 12 anos, Hélder registava uma incapacidade superior a 60%, estatística que o advogado da família considera que vai aumentar com novo exame, aos 16, razão pela qual pediu uma indemnização de 150 mil euros. A queixa cível entrou em 1998 e a decisão que deu razão à família saiu a 13 de Junho. O HSM, que pondera recorrer da decisão, assegura não ter recebido ainda a notificação do Tribunal. Mais o advogado da administração adiantou já discordar do valor das indemnizações.. Denisa Sousa
 
 
Queixas de vária ordem
 
As queixas por negligência médica podem seguir a via dos tribunais, como esta de Braga, da Inspecção-Geral de Saúde (IGS), quando for um serviço público, ou da Ordem dos Médicos (OM). Das mais de 37 mil que chegaram à IGS em 2006, através do "livro amarelo" de reclamações, 54% envolvem médicos e 10% são por assitência negligente. Os hospitais mais visados são o Santa Maria, o S. João e o de Almada. Na OM, cada um dos três conselhos disciplinares regionais apresenta dados díspares. No Sul, da média anual de 250 queixas (estabilizada há dois anos), um terço é por negligência, ainda assim mais do que no Centro, onde também não têm aumentado. No Norte, o aumento é grande (só o último trimestre registou mais do que todo o ano de 2006), mas poucas são por negligência.
 
 
Jornal de Notícias
 
 
publicado por raio às 08:28

link do post | comentar | favorito
Sábado, 25 de Agosto de 2007

A Importância do “Canudo”

... Para os Arquitectos
 
Maria Relâmpago e João Trovão foram da um passeio por uma zona rural. Para grande surpresa de Maria, entre as casas com uma arquitectura tradicional, pintadas de branco ou com cores claras e com coberturas inclinadas, em telha cerâmica à cor natural, encontra uma moradia com cores fortes, grandes áreas envidraçadas e com cobertura plana e não consegue evitar ao desabafo em forma de pergunta:
- Quem terá feito isto aqui? ... algum emigrante de regresso à terra natal?
Pelo conhecimento que tinha da situação, João explica:
- Emigrante pareces-me tu! ... Não vês que se fosse um emigrante, as cores até podiam ser as mesmas, mas teríamos aí uma cobertura escura e mais inclinada do que as casas tradicionais portuguesas ...
- Então quem fez isto assim? ... Completamente fora do contexto?
- Então, não se vê logo que isso é projecto de arquitecto? ... lá com as teorias da arquitectura bioclimática, num estilo animalista ou minimalista ... ou lá como é que eles chamam a esses mamarrachos cúbicos, envidraçados ...
- Mas como é que as Câmaras Municipais permitem estas monstruosidades?
- É assim, se fossem feitos por um desenhador ou por um engenheiro, não permitiam, alegariam que não se enquadrava na traça arquitectónica do sítio ... mas como é feito por um arquitecto, já permitem.
- Então porquê essa dualidade de critérios?
João Trovão respira fundo e responde:
- É fácil! As pessoas que conseguem o famigerado “canudo” em arquitectura, podem até nem saber organizar os espaços de uma cozinha, podem até não saber distribuir da melhor forma as peças sanitárias de uma casa de banho ... e em termos técnicos, podem até ter enormes dificuldades no que concerne na assimilação de princípios básicos de Geometria Descritiva ... mas é garantido que quem o tem, adquiriu certamente os conhecimentos necessários para conseguir argumentar e justificar muito bem as soluções que desenvolve ... por mais aberrantes que sejam os seus projectos ... afinal de contas, eles é que são os arquitectos, eles é que sabem!...
- Achas?... Que se vejam, as casas antigas, efectuadas em pedra, nas zonas rurais não precisaram de ser projectadas por arquitectos para terem a melhor orientação para poderem aproveitar a exposição solar ... 
publicado por raio às 09:00

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 24 de Agosto de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

Pansy e o seu “As Palavras e o Mundo”
 
 
Blogger
 
- Nick Name: Pansy
- Nome: Helenita Barros
- E-mail: pansy8@gmail.com
- Idade: 16 anos
- Localização: Santa Maria, Açores
- Ocupação: Estudante
 
 
As principais razões que levam Pansy a participar na blogosfera e a editar um blogue ditas na primeira pessoa:
 
 
Um dia aprendi a escrever já com os meus 6 anitos tentava elaborar textos com alguma criatividade e, como era próprio da idade, muito utópicos. Os diários fazem parte da vida de qualquer adolescente e eu não fui excepção.
 
A partir de então descobri que as palavras eram um outro mundo, o meu mundo. Aprendi que através delas podia dar voz aos meus pensamentos e eternizar tudo aquilo que eu achasse importante. Com o passar dos tempos, decidi fazer com que a voz dos meus pensamentos chegasse ainda mais longe, chegasse até às pessoas que constituem a minha sociedade. Porquê? Porque o próprio nome, "sociedade", nos diz que não vivemos isolados no mundo e que por isso temos de transmitir e ajudar todos os que nos rodeiam. Já há muito se diz que devemos aprender com os nossos erros, mas não vivemos tempo suficiente para os cometermos a todos. Por isso, também temos de aprender com os erros dos outros e, por isso, os outros têm que dar eu seu testemunho.
 
A ideia de entrar na blogosfera foi exactamente com esse pensamento: fazer dele o meu espelho e tentar fazer com que pensem um pouco, não na minha vida, mas nas vossas vidas!
 
 
Blogue
 
- Título: As palavras e o mundo
- URL: http://palavrasdehelenita.blogspot.com
- Data de inicio: Junho de 2006
- Descrição: Espelho dos meus pensamentos e memórias.
- Categoria: Pessoal
 
 
Segundo Pansy, o texto que publicou e que melhor espelha a filosofia do seu blogue, é o seguinte:
 
 
Hoje decidi tomar um novo ruma na minha vida a nível da escrita. Já a alguns tempos que tinha pensado em criar um blog, para além do meu space, com intuito de exprimir os meus ideais a nível das ocorrências da sociedade, do mundo e, testar a minha capacidade crítica face àquilo com que me hei-de deparar.
Em primeiro lugar, começo então por responder à pergunta "Quem sou eu?". Pois bem, sou simplesmente alguém que é apaixonada pelas palavras, livros, pela sociedade, pelo jornalismo e, pretendo então, desenvolver o meu lado mais subjectivo e dar vida ao que me rodeia.
Ficando por aqui, lanço uma questão que só mais tarde poderá ter resposta plausível: "Terei sucesso no meu futuro profissional? Será o começo de algo que eu própria anseio?".
 
 
Relativamente a esta escolha acrescenta:
 
Optei pelo meu primeiro post, pois a diversidade de temas relacionados com a minha vida e, consequentemente, com o meu blog são muitos, embora estejam bem retratados na minha "apresentação". Contudo deixo-vos uma pequena, mas grande citação de Augusto Cury que é o espelho daquilo que pretendo transmitir no meu blog
 
 
“Uma pessoa inteligente aprende com os seus erros, uma pessoa sábia vai mais além, aprende com os erros dos outros, pois é uma grande observadora.
 
Procurem um grande amor na vida e cultivem-no. Pois, sem amor, a vida torna-se um rio sem nascente, um mar sem ondas, uma história sem aventura! Mas nunca se esqueçam, em primeiro lugar, tenham um caso de amor com vocês próprios.”
 
 
Sobre a iniciativa “Divulgação de Bloggers e Blogues”, aqui no Blogue “Trovoada Seca” diz:
 
 
 
O mundo da blogosfera é enorme. Existem mil e um tipos de blogs e todos eles devem ter o seu devido respeito, pois todos têm o seu interesse, todos têm um conteúdo próprio.
 
Confesso que não sou grande exploradora deste mundo, a que chamamos blogosfera, e que simplesmente me debruço mais sobre os blogs de conhecidos. Contudo, acho que é muito importante a divulgação destes pequenos mundos, pois poderão ser o grande mundo de alguém. Dou os meus parabéns à organização e espero que continuem com "ideias de divulgação de expressão" tão boas como esta.
 
Pansy
 
publicado por raio às 08:03

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 23 de Agosto de 2007

Enganadores e enganadas ...

 enganadoras e enganados ...
 
 
Eis se não quando, João Trovão se vê, sentado num sofá, em frente a um televisor, a ver um programa televisivo. No ecrã, no canto superior direito, uma argola vermelha denuncia a existência de imagens que possam perturbar o telespectador mais sensível, no canto superior esquerdo, o logotipo tricolor da TVI denuncia a tipologia, em termos de vulgaridade, do programa, no canto inferior esquerdo, o logotipo do programa de onde sai uma faixa vermelha, uma faixa de rodapé onde se apresentam inscritas mensagens do tipo “Hoje vai ver o que nunca viu ...”.
Nas imagens que vê, o ecrã aparece dividido em dois, do lado direito, Maria Relâmpago, impávida e serena, fala com o apresentador, do lado esquerdo aparece, ele próprio, João Trovão, junto a uma piscina de uma grande moradia ...
Não há dúvida! João Trovão vê-se a ver o programa “Fiel ou Infiel” apresentado por João Joao_Kleber_TVI_fiel_ou_infiel.jpgKléber e o teste de fidelidade que está a ver é o seu.
O plano muda e todo o ecrã mostra João a aproximar-se de alguém que se encontra a repousar numa das espreguiçadeiras do local.
Esse alguém é o Primeiro-ministro José Sócrates, depois dos circunstanciais cumprimentos, Sócrates fala com João, na necessidade que tem de admitir um acessor de grande qualidade e prestígio e sobretudo de confiança e segundo as informações que dispõe, João Trovão é a pessoa indicada para ocupar o cargo.
Trovão apesar de estranhar a situação, por não ser sócio, perdão, cordeiro, perdão, militante do Partido Socialista, nem sequer simpatizante de Sócrates, mostra-se disponível para negociar o ordenado para ingressar na equipa governativa ... possibilidade que lhe é agora oferecida.
As cenas vão sendo cortadas e entremeadas com imagens em que no ecrã aparece Maria, atenta ao desenrolar do teste, enquanto na sala, entre a assistência, se escuta um burburinho surdo, mas Kléber não consegue arrancar nenhuma palavra, nem da esposa de João, nem da gentalha que em directo assiste ao programa, ninguém quer perder pitada das imagens que lhes são apresentadas.
As condições oferecidas por Sócrates tornam-se irrecusáveis, mas na altura em que João aceita o convite e quando todos esperariam que para conclusão do teste de fidelidade, entrasse uma daquelas meninas sexy’s que trabalham no programa! Isso não acontece ... e é o próprio Primeiro-Ministro que depois de brindarem ao acordo, se levanta, vira as costas para Trovão, despe os calções e começa-se a bambolear sensualmente, ao som da música ambiente entretanto colocada a tocar, até que se coloca de gatas, com o anus virado para João Trovão, continuando abanar as nádegas.
Perante aquela situação, João ficou estupefacto, mas depois de alguns momentos de inércia, próprios de quem é completamente apanhado de surpresa ... levanta-se e ... abandona o local ... deixando para trás, Sócrates a rabear ...
A reacção de João, deixou Maria eufórica e muito, muito feliz ... quando ele entrou na sala, Maria acorreu ao seu encontro ... para o abraçar e felicitar ... Ao mesmo tempo que os espectadores presentes na sala, indignados correram para João com o intuito de o agredirem ... pois ninguém como ele poderia naquele momento ter-se vingado daquilo que Sócrates tem feito à maioria dos portugueses ...
É quando João Trovão se vê, a ele próprio em maus lençóis, que acorda e percebe que tudo não passou de um sonho, melhor, de um grande pesadelo. Entretanto o estrebuchar próprio de quem acorda de um pesadelo, levou a que Maria também acordasse e ensonada pergunta:
- Hum! ... Que foi?
- Nada!... Fui eu que sonhei que tínhamos ido aquele programa que dá às Sextas-feiras à noite e onde aparecem umas meninas que ganham dinheiro por mostrar as suas nádegas e dar lições de moral, que parecem ter sido previamente encenadas, aliás ... só a existência de encenações pode servir de justificação para que essas “meninas” sejam catalogadas, nesse mesmo programa, como artistas ou actrizes. Mas que apesar de tudo parecer ensaiado, só a má qualidade do elenco ou dos argumentistas, consegue justificar o facto do argumento ser igual em todos os programas ...
 
publicado por raio às 09:00

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007

Os Designers Gráficos Portugueses ...

... são criativos? ... ou ... são ...

Ao observar mais uma alteração no símbolo de uma conhecida marca nacional, João Trovão comenta para Maria Relâmpago:
- Já te deste conta que muitos dos Logotipos das marcas portuguesas andam sempre a mudar ou sofrem alterações profundas ... enquanto os das marcas internacionais permanecem intactos ou levam simples retoques?
- Se calhar é porque em Portugal há a preocupação de manter os logotipos na moda ...
- Se for isso ... revela que os designers gráficos ... não são criativos ... são copiadores ... que andam sempre atrás das modas dos outros! ...
- Mas repara, podem fazer alterações aos logotipos por serem forçados a fazê-lo por parte dos conselhos de administração ou por outras entidades responsáveis pelas empresas ... ou pelas marcas ...
- Bem, aí piorariam a questão! ... Pois é sabido que, por exemplo, os empresários têm um mau conceito no que se refere aos logotipos, mas se os Designers e publicitários portugueses forem coniventes com as suas manias ... dão-me razão para que eu diga que os criativos portugueses são uma merda!
A opinião bombástica de João, leva a que Maria equacione:
- Não estás a exagerar?
- Não! Repara, se as marcas ou empresas não mudam o nome, porque mudam o símbolo? Ou o Logotipo? ... Coisa que em Portugal é frequente, mas que contraria o que acontece normalmente em termos internacionais  ...
- Isso pode revelar que quem fez o primeiro logotipo, poderia não ter as habilitações desejáveis ...
- Não! Ao alterarem o trabalho dos seus colegas, estão a descredibilizar o seu trabalho, revelando falta de ética profissional e mandando para o lixo a consistência que quer eles, quer os seus colegas de profissão, pretendem colocar nas suas obras, para além de mostrar que os muitos designers gráficos portugueses vêem na alteração de logotipos uma fonte de rendimento, esquecendo-se que ao fazê-lo estão a fragilizar os argumentos que usam para impingir o logotipo que eles próprios estão a propor.
Um logotipo que perdure, mostra que não é um logotipo feito à mercê das tendências da moda ... se assim fosse dir-se-ia que os logotipos da Nestlé, da Coca-Cola e de muitas outras marcas estrangeiras já estariam fora de moda ... mas não, eles mostram a idade da marca, mostram credibilidade da mesma marca, sem serem uma miscelânea de gatafunhos sem sentido!!!...
 
***
 
Deixo aqui um extracto em que pontuam alguns exemplos a nível mundial que contrariam o que acontece em Portugal.
 
 
 
Curiosidades relacionadas com Logotipos e Símbolos de Marcas Internacionalmente conhecidas
 
 
O simbolo da Mitsubishi foi criado em 1870 por Yataro Uwasaki e permaneceu inalterado até hoje. Trata-se de um jogo de palavras convertido em marca, “mitsu” significa três, e bishi” triângulo: um pictograma abstracto que por sua vez conforma outro triângulo.
 
O Logotipo, que conhecemos, do El Corte Inglés foi criado nos anos 50 por Joaquim Torres.
 
Bibendum, o boneco da Michelin, deu-se a conhecer em 1898.
 
O “cavalinho rampante” encarna a equipa Ferrari desde o seu inicio, em 1947.
 
O logotipo da cerveja Carlsberg foi desenhado em 1897 por Thorvold Bidesboll.
 
Em 1909, os proprietários da Mercedes decidiram eu queriam uma estrela para representar a empresa. E queriam-na com três pontas, para simbolizar a terra, o mar e o ar, pois nessa altura construíam motores para carros, barcos e aviões. Quando em 1926, houve a fusão com a Benz, mantiveram o símbolo.
 
O símbolo da Nike, inspirado na mitologia grega, foi desenhado por Carolyn Davidson em 1971
 
A imagem do Deutsche Bank mantém-se imaculada desde que foi desenhada por Anton Stankowski em 1974.
 
 
Link’s de Sites sobre este assunto
 
AND - Associação Nacional de Designers (Brasileira)
 
DPO - Dicionário Publicitário Online
(Glossário de termos relacionados com o design gráfico)
 
Logo Orange
História de alguns símbolos e logotipos famosos internacionalmente
(em alguns casos pode-se fazer o seu download em formato *.eps)
 
publicado por raio às 08:34

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 21 de Agosto de 2007

Queremos Maternidades ...

Para quê?
 
João Trovão e Maria Relâmpago assistem a um boletim informativo televisivo ... e deparam ... impávidos à notícia que mais um bebé nasceu numa ambulância a caminho do hospital, porque a maternidade que existia na área de residência da mãe foi fechada pelo Ministério da Saúde sob a alçada do Ministro Correia de Campos durante o governo de José Sócrates.
Informação que mereceu o comentário, revoltado, de Maria:
- Olha-me para isto! ... Fecham as maternidades e agora as crianças têm que nascer nas ambulâncias!
Comentário, que mereceu de João, o reparo:
- É bom que não se fale muito alto sobre este assunto ...
- Quê? ... Achas que já existem informadores à escuta das nossas opiniões ... como no “tempo da outra senhora”?
- ... O que eu quero dizer, é que se o Ministro Correio de Campas percebe que nas ambulâncias podem ser efectuados os nascimentos com igual nível de qualidade que nos Hospitais ... ainda arranja maneira de fechar todas as maternidades e substitui-las por ambulâncias ... com a vantagem de poder substituir os enfermeiros por bombeiros voluntários ...
 
publicado por raio às 08:26

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 20 de Agosto de 2007

O que é a Diabetes?

... Informações Úteis e Importantes
 
Sabendo que por trás da diabetes poderão estar outras complicações, normalmente graves ou muito graves e que a própria diabetes poderá originar problemas ainda piores, fiz uma pesquisa sobre o assunto e dessa forma descobri o site da APDP - Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal em www.apdp.pt.
 
Esta associação tem no seu site informações acerca da Diabetes que poderão ser as respostas para muitas das dúvidas que a todos incomodam.
 
Como amostra do que pode ser visto nesse site, deixo aqui a transcrição do artigo disponível em http://www.apdp.pt/diabetes.asp e onde se responde à pergunta “O que é a Diabetes?”.
 
O que é a Diabetes
 
A diabetes é uma doença crónica caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar (glucose) no sangue. À quantidade de glucose no sangue, chama-se glicemia. Ao aumento da glicemia, chama-se: hiperglicemia.
A Diabetes é uma situação muito frequente na nossa sociedade e a sua frequência aumenta muito com a idade, atingindo os 2 sexos. Em Portugal, calcula-se que existam entre 400 a 500 mil pessoas com Diabetes.
 
 
As causas da diabetes
 
A diabetes é uma doença que resulta de uma deficiente capacidade de utilização pelo nosso organismo da nossa principal fonte de energia – a glucose. Muitos dos alimentos que ingerimos são transformados em glucose no nosso aparelho digestivo. Ela resulta da digestão e transformação dos amidos e dos açúcares da nossa alimentação. Depois de absorvida, entra na circulação sanguínea e está disponível para as células a utilizarem.
Para que a glucose possa ser utilizada como fonte de energia, é necessária a insulina.
A hiperglicemia (açúcar elevado no sangue) que existe na Diabetes, deve-se em alguns casos à insuficiente produção, noutros à insuficiente acção da insulina e, frequentemente, à combinação destes dois factores.
Se a glucose não for utilizada, acumula-se no sangue (hiperglicemia) sendo depois, expelida pela urina.
A insulina é produzida nas células ß dos ilhéus de Langerhans do pâncreas. O pâncreas é um órgão que está junto ao estômago e fabrica muitas substâncias, entre elas a insulina. A insulina é fundamental para a vida. A sua falta ou a insuficiência da sua acção leva a alterações muito importantes no aproveitamento dos açúcares, das gorduras e das proteínas que são a base de toda a nossa alimentação e constituem as fontes de energia do nosso organismo.
Existem vários tipos de Diabetes mas, de longe, a mais frequente (90% dos casos) é a chamada Diabetes Tipo 2.
 
 
O que é a diabetes de tipo 2
 
A Diabetes Tipo 2 também conhecida como Diabetes Não-Insulino Dependente, ocorre em indivíduos que herdaram uma tendência para a Diabetes (têm, frequentemente, um familiar próximo com a doença: pais, tios, ou avós) e que, devido a hábitos de vida e de alimentação errados e por vezes ao “stress”, vêm a sofrer de Diabetes quando adultos. Quase sempre têm peso excessivo e em alguns casos são mesmo obesos, sobretudo “têm barriga”. Fazem pouco exercício físico e consomem calorias em doces e/ou gorduras em excesso, para aquilo que o organismo gasta na actividade física. Têm, com frequência, a tensão arterial elevada (hipertensão arterial) e por vezes “gorduras” (colesterol ou triglicéridos) a mais no sangue (hiperlipidemia).
Na diabetes tipo 2 o pâncreas é capaz de produzir insulina. Contudo, a alimentação incorrecta e a vida sedentária, com pouco ou nenhum exercício físico, tornam o organismo resistente à acção da insulina (insulinorresistência), obrigando o pâncreas a trabalhar mais (e mais), até que a insulina que produz deixa de ser suficiente. Nessa altura surge a Diabetes.
O excesso de peso e a obesidade estão intimamente relacionados com a diabetes. A redução do peso contribui, nestas situações, de uma forma muito sensível para o controlo da glicemia. Mesmo uma pequena diminuição do peso tem reflexos benéficos na glicemia.
As pessoas com diabetes tipo 2 têm frequentemente insulinorresistência. O excesso de gordura, sobretudo abdominal, contribui para esta insulinorresistência e, consequentemente, para o aumento da glicemia.
 
 
O que é a diabetes de tipo 1
 
A Diabetes Tipo 1, também conhecida como Diabetes Insulino-Dependente é mais rara (a sua forma juvenil não chega a 10% do total) e atinge na maioria das vezes crianças ou jovens, podendo também aparecer em adultos e até em idosos. Na Diabetes do Tipo 1, as células ß do pâncreas deixam de produzir insulina pois existe uma destruição maciça destas células produtoras de insulina. As causas da diabetes tipo 1 não são, ainda, plenamente conhecidas. Contudo, sabe-se que é o próprio sistema de defesa do organismo (sistema imunitário) da pessoa com Diabetes, que ataca e destrói as suas células b.
Estas pessoas com Diabetes necessitam de terapêutica com insulina para toda a vida porque o pâncreas deixa de a poder fabricar. A causa desta Diabetes do tipo 1 é, pois, a falta de insulina e não está directamente relacionada com hábitos de vida ou de alimentação errados, ao contrário do que acontece na diabetes Tipo 2.
 
 
A diabetes que aparece na gravidez:
Diabetes gestacional
 
Existe, ainda, a Diabetes que ocorre durante a gravidez: a Diabetes Gestacional. Esta forma de diabetes surge em grávidas que não tinham Diabetes antes da gravidez e, habitualmente, desaparece quando esta termina.
Contudo, quase metade destas grávidas com Diabetes virão a ser, mais tarde, pessoas com Diabetes do tipo 2 se não forem tomadas medidas de prevenção.
A Diabetes Gestacional ocorre em cerca de 1 em cada 20 grávidas e, se não for detectada através de análises e a hiperglicemia corrigida com dieta e, por vezes com insulina, a gravidez pode complicar-se para a mãe e para a criança. São vulgares os bebés com mais de 4 Kg à nascença e a necessidade de cesariana na altura do parto. Podem, por exemplo ocorrer abortos espontâneos.
 
 
Outros tipos de diabetes
 
Existem outros tipos de diabetes que não tipo 1 ou 2. Por exemplo a diabetes tipo MODY (Maturity-Onset Diabetes of the Young) que afecta adultos jovens mas também adolescentes e crianças. Apresentam-se com características de diabetes tipo 2 e são causadas por uma mutação genética que leva a uma alteração da tolerância à glucose. São situações muito raras.
 
 
Outras causas de diabetes
 
Há outras causas bastante mais raras de Diabetes como por exemplo, doenças do pâncreas como alguns tumores e a pancreatite provocada pelo álcool.
 
 
Os sintomas
 
Quando a glicemia é muito elevada, podem existir sintomas típicos.
 
 
Sintomas típicos:
 
- Urinar em grande quantidade e mais vezes - POLIÚRIA
- Sede constante e intensa - POLIDÍPSIA
- Fome constante e difícil de saciar - POLIFAGIA
- Sensação de boca seca - XEROSTOMIA
- Fadiga
- Comichão (prurido) no corpo (sobretudo ao nível dos orgãos genitais)
- Visão turva
 
 
Sintomas na criança e no jovem
 
Quase sempre na criança e nos jovens a diabetes é do tipo 1 e aparece de maneira súbita e os sintomas são muito nítidos.
 
 
Sintomas na criança e jovens:
- Urinar muito (por vezes, pode voltar a urinar na cama)
- Ter muita sede
- Emagrecer rapidamente
- Grande fadiga com dores musculares
- «Comer muito sem nada aproveitar»
- Dores de cabeça, náuseas e vómitos
 
 
Quaisquer dos outros sintomas já atrás referidos podem também estar presentes.
Perante estes sintomas, o diagnóstico de Diabetes deve ser rápido, seguido do início do tratamento com insulina pois, se o não fizer, a pessoa com Diabetes entra em Coma Diabético e corre perigo de vida.
 
 
Sintomas do adulto
 
A grande maioria dos adultos com Diabetes após os 35 anos são do tipo 2. No adulto é habitual a Diabetes não dar sintomas no seu início e, por isso, pode passar despercebida durante anos. O sintomas só aparecem quando a glicemia está muito elevada e, habitualmente, de modo mais lento que na criança ou jovem.
Contudo, o açúcar elevado vai provocando os seus estragos mesmo sem se dar por isso. E é essa a razão pela qual, às vezes, já podem existir complicações (nos olhos, por exemplo) quando se descobre a diabetes.
Uma pessoa pode ter uma Diabetes, impropriamente chamada, “ligeira”, a qual só é descoberta ao realizar uma análise de sangue ou ao apresentar alguns dos sintomas pouco marcados já referidos e que levam à suspeita do diagnóstico.
 
 
Quem está em risco de se tornar uma pessoa com Diabetes
 
A Diabetes tem vindo a aumentar assustadoramente. É uma doença em expansão nos países em desenvolvimento que atinge cada vez mais pessoas e cada vez mais em idades mais jovens.
Sabe-se, contudo, que têm mais probabilidade de virem a ser pessoas com Diabetes.
 
 
Factores de Risco
- As pessoas que têm familiares próximos com Diabetes
- Os obesos ou todos os que se deixam engordar, sobretudo na “barriga”
- Quem tem a tensão arterial alta ou níveis elevados no sangue de colesterol
- As mulheres que tiveram diabetes na gravidez ou filhos com peso à nascença igual ou superior a 4Kgs
- Os doentes com doenças do pâncreas ou doenças endócrinas
 
 
Para outras informações sobre insulinas, medicamentos e centros de atendimento em Portugal, contactar a APDP
 
 Logo_APDP.jpg
APDP - Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal
Rua do Salitre 118-120 - 1250-203 Lisboa
telefone: 21 381 61 00
fax: 21 385 93 71
 
publicado por raio às 08:20

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 18 de Agosto de 2007

Discriminação Positiva ... de uns ...

Que impliquem a discriminação negativa dos outros ... Não! Obrigado ...
 
Os problema laborais que afectam os portugueses levam a que Maria Relâmpago e João Trovão falem sobre o assunto e Maria lança a observação:
- Falas tanto na necessidade de criação de emprego, parece que o Governo te ouve e já estão em vigor medidas de apoio ao emprego que se baseiam na discriminação positiva de alguns sectores da população ... como sejam as pessoas com mais de 55 anos, jovens licenciados, estagiários, deficientes ...
- Gostaria de estar de acordo com essas medidas ... mas infelizmente ... elas não estão devidamente estruturadas e acabam por beneficiar uns, só porque prejudicam os outros ....
- Então?
- As medidas decretadas, beneficiam esses trabalhadores na medida em que as empresas onde vierem a laborar ficam isentas de alguns encargos, que serão suportados pelo Estado ... ao contrário do que aconteceria se essas empresas tivessem trabalhadores normais ...
- Não estou a ver onde está o mal.
- O problema é que como na legislação não há nada que obrigue as empresas a manter ao seu serviço o ou um número de trabalhadores normais ... o que está a acontecer é que as empresas estão a meter gente discriminada positivamente e está a despedir ou a não renovar os contractos com os outros ... aqueles pagam os impostos ... e que desta forma se vêem sem emprego ao mesmo tempo que vêem o dinheiro que descontaram a ser esbanjado em medidas demagógicas e cuja artificialidade não terá nenhumas consequências benéficas a médio e longo prazo ... antes pelo contrário!... Assim Não!!!...
 
publicado por raio às 08:07

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Agosto de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

Lua de Sol e o seu “Asas para Voar”
 
 
- Blogger
 
- Nick Name: Lua de Sol
- Nome: Sara
- E-mail: asaspavoar@sapo.pt
- Idade: 32 Anos
- Localização: Lisboa
- Ocupação: Entre a escrita e a pintura...
 
 
As Principais razões que levam Lua de Sol a participar na blogosfera e a editar um blogue, ditas na primeira pessoa:
 
 
A ideia foi criar um espaço em que pudesse dar "asas" aos meus pensamentos mais transcendentais, relatar sentimentos e emoções que a maternidade nos incute, opinar (de tempos a tempos) sobre o estado deste Portugal que tanto gosto mas que está cada vez mais pequenino...
 
Eventualmente, passou-me pela cabeça que talvez alguém lesse o que escreveria e partilhasse ideias... Custa-me a ficar calada! Especialmente no que concerne ás políticas actuais e á injustiça. Por outro lado, como fui jornalista, senti uma enorme vontade de escrever algo mais intimista, mais pessoal, sem censuras!
 
 
 
Blogue
 
- Título: ASAS PARA VOAR
- URL: http://asaspavoar.blogs.sapo.pt/
- Data de inicio: Junho de 2007
- Descrição: Um blog com Razão e Sentimento
- Categoria: Generalista (opiniões políticas, sugestões literárias, crónicas sociais, episódios da maternidade e pensamentos)
 
 
Como exemplo do que se pode ler neste blogue generalista que aborda os mais variados temas, transcrevo, ao acaso um dos seus artigos:
 
- Opiniões & Politiquices
 
"É melhor matarem-nos já..."
 
Confesso que ando, verdadeiramente, chocada com o que se vai passando neste cantinho à beira mar plantado. Dito assim, parece que vivemos no paraíso mas se alguma vez Portugal foi um pedacinho do céu está a tornar-se um lugarzinho do inferno!
 
Bem, até já tenho algum receio de falar, porque a liberdade de expressão parece estar com respiração de extractor...
 
Que dizem ao desejo de cadastrar os funcionários públicos que aderissem à já realizada greve? Que dizem à suspensão de funções por comentários jocosos?
 
Que dizem à destituição de cargos por colocações de cartazes menos brilhantes ou sei lá o quê?
 
Que dizem à liberdade de expressão da imprensa (eu, que já fui jornalista, confesso que concordo com os meus colegas, estamos aqui estamos na era do lápis azul, depois do saco, o lápis!)?
 
Mas, muito muito pior... Indescritível... Que dizem aos professores com leucemia e cancro na garganta que foram obrigados a trabalhar até morrer porque lhes recusaram as reformas?
 
Confesso, a minha alma está parva... Como querem que um senhor que perdeu a fala dê aulas a miúdos?! Que lhes explique a matéria, que lhes retire as dúvidas? Ainda lhe sobravam 20% de saúde segundo as juntas médicas... 
 
Eu sei que a política é a de parar com as reformas antecipadas, mas convenhamos... Aumentar a idade para a reforma - até tendo por base a esperança de vida, que é um dado relativo; já que se, por um lado, duramos mais porque temos "supostamente" mais acesso a meios inovadores de tratamento para mil doenças, por outro lado, morremos cada vez mais precocemente com cancro, avc's e ataques cardíacos - não chega?!
 
Ainda por cima, as listas de espera para operações a doentes com cancro são vergonhosas, em certos sítios do País, como no Algarve, um doente pode necessitar de esperar 7 meses! Vejam lá como a doença deve progredir em mais de meio ano!
 
E mesmo assim não reformaram os professores?! Bem sei que o ensino não anda lá grande coisa, mas a culpa não é única e exclusivamente dos professores! Não merecem um fim de vida tão angustiante! Sabem, o mais provável é que isto seja a paga pelo voto dos portugueses em Salazar naquele programa que pretendia encontrar o maior português de sempre.
 
Ai gostam? Então, tomem lá!
 
O melhor é fugirmos e mudarmos de País, antes que nos matem a todos!
 
Lua de Sol
 
Sobre esta iniciativa de divulgação de blogues e bloggers aqui no Blogue Trovoada Seca, Lua de Sol deixou a seguinte opinião:
 
 
 
Esta é uma iniciativa muito simpática que espero ver continuada, uma vez que nem sempre conseguimos descobrir sozinhos blogs que depois iremos julgar interessantes! Uma iniciativa simpática e solidária para com os outros bloguistas da blogosfera. Só tenho a agradecer o "destaque".
 
Saudações
Lua de Sol
 
 
A mesma blogger é a autora de um blogue sobre Arte e Pintura disponível em http://tintasepinceis.blogs.sapo.pt/
 
publicado por raio às 08:13

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 16 de Agosto de 2007

25 de Abril ...

de 1974 ... o que foi?...
 
Numa discussão em que João Trovão e Maria Relâmpago abordavam a problemática da política actual e comparavam-na com outros períodos da História nacional, até que João lança a pergunta:
- Afinal “25 de Abril de 1974”, foi o quê?
- Foi o dia da revolução dos cravos, o dia em que Portugal fez a transição do fascismo para a democracia!
- E isso traduz-se em ...?
- Tratou-se simplesmente de uma mudança de sexo ou de género ...
- Importas-te de explicar?
E Maria explica:
- Antes dessa data o Estado era um Toiro e depois passou a ser uma Vaca!...
- Hã? ...
- O que eu quero dizer é que ... antes, durante o período Fascista, o Estado marrava com tudo e com todos e os que se queriam dedicar à política mamavam com o pau, porque o Estado era um Toiro... agora, em democracia, porque o Estado é uma Vaca, todos os que se dedicam à política andam à volta das suas tetas a mamar que nem uns vitelos esfomeados ou gulosos ...
 
publicado por raio às 08:05

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 15 de Agosto de 2007

15 de Agosto

... Feriado Nacional
 
Sentados à beira mar, observando a linha do horizonte, escutando o excitante som das ondas ... Maria Relâmpago e João Trovão gozam o Feriado.
- Então ... Mas hoje, dia 15 de Agosto, é Feriado Nacional porquê? - Pergunta de João que obtém resposta pronta de Maria:
- Porque hoje se celebra o dia a Assunção de Nossa Senhora, festividade que comemora a elevação milagrosa da Virgem ao Céu.
- Hã? ... Queres-me tu dizer que antes do russo Yuri Gagarin, em 12 de Abril de 1961, ter viajado no Espaço a bordo da nave Vostok ... já alguns Cristãos o haviam feito? ...
- Se não acreditas, não desdenhes! ... Porque se o Governo descobre que a maioria da população não comemora os dias Santos, enquanto tal ... e ainda se ri das histórias bíblicas ... arranja maneira de eliminar todos os feriados dedicados às festividades cristãs!... E José Sócrates já mostrou que é ho ... pe ... tipo, tipo para isso ...
publicado por raio às 08:24

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 14 de Agosto de 2007

Benditas Guerras!...

... O “Porquê” da sua existência ...
 
Maria Relâmpago e João trovão assistem a mais um daqueles serviços noticiosos preenchido com o conflito que opõe o povo palestino a Israel, com ataques suicidas no Iraque, com atentados no Afeganistão ... até que Maria desabafa:
- Tanta guerra! ... Tanta guerra para quê? ... só cria mais ódios ... mais miséria ...
Observação de Maria que merece o reparo de João:
- Então e se não houvesse guerra? ... já imaginaste os prejuízos que teriam os países produtores de armamento? ... O que é que iriam fazer os traficantes de armas? ... e por exemplo o que é que os Estados Unidos fariam com os seus arruaceiros se não os pudessem enviar nas ditas missões de controlo de Paz para o estrangeiro? ... e o mais importante ... se todos esses palcos de guerra terminassem de um momento para o outro ... o mais normal seria que cativassem o investimento estrangeiro, das grandes empresas internacionais ... já imaginaste os problemas e a miséria que isso poderia causar no resto do mundo ...
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Agosto de 2007

Passatempos Interactivos ...

Na Televisão... Suportados por uma legalidade (muito) discutível mas facilmente justificável ...
 
 
Depois de jantarem João Trovão e Maria Relâmpago vão sentam-se no sofá da sala. Maria liga a televisão e dá de caras com o concurso “A Herança de Verão” e com o aparecimento de Tânia Ribas de Oliveira, com o seu sorriso sensual e o seu jeito sexy ... convidando os telespectadores a telefonar para responderem à “Pergunta de Casa” e se habilitarem dessa forma a ganharem um Computador Portátil, apresentado como sendo topo de gama.
- Chiça! ... agora parece que não há programa televisivo que não anuncie um número para o qual as pessoas devem ligar para concorrer a qualquer coisa! ... - Gritou João do sofá.
- Já estás tu a reclamar, que mal é que isto tem?
- O problema é que antigamente, quando os programas radiofónicos e televisivos faziam concursos para casa, os premiados eram os primeiros a responderem correctamente ao desafio colocado e ainda há quem pense que assim é!
- Então mas as televisões disponibilizam os Regulamentos dos concursos ...
- Sim! No Teletexto ou nos sites ... e achas que os telespectadores que são tentados a responder, conseguem visualizar essa informação ... quando há casos em que para se aceder aos regulamentos é necessário fazer downloads de software informático ...
- Olha! Se todos fizessem como uma colega minha do escritório, já ninguém ligava para esses passatempos e as televisões já tinham desistido de os fazer ... imagina que uma vez depois da questão ter sido colocada no programa televisivo, tentou responder e o telefone para o qual deveria dar a resposta deu sinal de impedido e pensou que alguém se tinha antecipado, mas depois disso no mesmo programa, a pergunta voltou a ser colocada com o argumento que ainda ninguém tinha tentado responder e obviamente passou a não acreditar na honestidade desse tipo de concursos e nunca mais caiu na tentação de responder a perguntas de casa colocados nesses programas.
- Pois é Maria, agora, existem alguns programas em que a pergunta de casa ou o jogo de casa continua a obedecer ao critério de os primeiros a responderem ganham o prémio, mas na maioria dos casos o prémio é dado por sorteio a uma das respostas dadas ou dado à resposta certa numero x, a existência de critérios diferentes que nem sempre são devidamente anunciados ou que nem sempre são percebidos por quem pode ou fica tentado a responder, aliado a uma repetição incessante de uma pergunta normalmente bastante fácil, leva a que sejam dadas milhares de respostas, muitas vezes por crianças e adolescentes e que não percebem que estão a cair numa armadilha que pode sair bem cara para os seus pais, bem além das crianças e dos adolescentes ... ainda há algumas pessoas de idade que não percebem essa armadilha ...
- Aí tens razão! ... se repetem tantas vezes a pergunta nesses programas, também deveriam divulgar os regulamentos ou pelo menos as partes mais importantes destes.
- Sabes o que te digo?! Isto é uma fraude bem montada! ... Por exemplo na “Herança de Verão” a resposta premiada com um valor comercial não superior mil euros, já chegou a ser a 4 mil tal, não é preciso fazer muitas contas para concluir que ao fim de três mil chamadas, a sessenta cêntimos mais IVA cada, os participantes no concurso gastam mil e oitocentos euros ... mais IVA.
- Então, mas o concurso deve ter uma base legal ...
- Sim deve obedecer aos critérios de legalidade dos “negócios da China” ... já que sai fora dos limites do bom senso ... mas também é tem em mente que, o IVA de 1800 euros, à taxa de 21% é 378 euros, ou seja qual é o poder político que é capaz de colocar um entrave a estas situações abusivas e lesivas dos telespectadores, mesmo que cometidas pela Televisão que se diz ser de serviço público, se ganha tanto ou mais que os concorrentes?...
 
 
***
 
Mesmo que não se tenha um filho capaz de levar a zero o saldo do telemóvel ou gastar fortunas no telefone fixo, a responder a perguntas de casa efectuadas nos programas televisivos, seria importante que fizéssemos com que as Televisões deixassem de transmitir Jogos de Casa, deixando assim de ganhar dinheiro à custa dos telespectadores mais distraídos ou menos esclarecidos.
 
Entretanto, como serão poucos os telespectadores que foram pesquisar o regulamento do concurso interactivo do Jogo de Casa da “Herança de Verão” disponível em http://www.rtp.pt/programas/index.php?article=1841&visual=4&area=entretenimento , apresento aqui um extracto do mesmo:
 
 
(...)
 
18. Não é permitida a participação no presente passatempo:
 
a. De qualquer trabalhador ou membro dos órgãos sociais da RTP, da 4 ONE e/ou de sociedades que com aquelas se encontrem em relação de grupo;
 
b. De pessoas que tenham sido premiadas em edições anteriores do passatempo;
 
c. De todos aqueles que se encontrem objectivamente em condições de beneficiarem ilegitimamente de informação privilegiada e não pública, relacionada com o passatempo;
 
d. Por parte de menores de dezasseis anos;
e. Através do terminais telefónicos ou de outros equipamentos que permitam a programação da realização automática de chamadas.
 
19. A violação do disposto no ponto anterior determina a anulação da participação. Em caso de anulação da participação do vencedor, o prémio não será atribuído.
 
(...)
 
 
RTP - Rádio Televisão Portuguesa
 
publicado por raio às 08:05

link do post | comentar | favorito
Domingo, 12 de Agosto de 2007

Political Wrestling

... Circuito Nacional Português
 
Se até agora, dúvidas tinha no que concerne à definição de Wrestling, não tinha qualquer dúvida em enquadrá-lo no grupo de actividades humanas cujo objectivo principal é promover o culto da violência.
Entretanto ao verificar que os Norte-Americanos têm um circuito de Wrestling Evangélico, o “Evangelical Wrestling” ou “The Wrestling Gospel”, uma questão passou a metralhar-me a cabeça ... “afinal o que é o Wrestling?”.
 
Depois de alguma pesquisa, encontrei através do Google o site Wikipédia e assim na página http://translate.google.com/translate?hl=pt-PT&sl=en&u=http://en.wikipedia.org/wiki/Wrestling&sa=X&oi=translate&resnum=2&ct=result&prev=/search%3Fq%3Dwrestling%26hl%3Dpt-PT%26sa%3DG, pude ler a tradução para português da definição de Wrestling.
 
“Wrestling é o ato de acoplamento físico entre dois concorrentes que competem para uma vantagem (...)”
 
 
Ao ler esta introdução ... fez-se luz! ... e concluí de imediato, além de outras coisas, que ... nesse caso, também os duelos políticos a nível nacional são Wrestling! ... portanto, não se estranhe que para publicitar o próximo Congresso Social-Democrata, agendado para Setembro e onde será eleito o Líder partidário, venham a ser visíveis cartazes e poster’s publicitando o evento ... “Men10 vs MenX-v”...
 
 
publicado por raio às 08:57

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Agosto de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

Ygor e o seu “Outras Andanças”
 
Blogger
 
Nick Name: Ygor
Nome: Everaldo Ygor
E-mail: everaldoygor@hotmail.com 
Idade: 39
Localização: São Paulo - Brasil
Ocupação: Sociólogo
 
 
As Principais razões que levam Ygor a participar na blogosfera e a editar um blogue é a possibilidade de falar com o universo reverso da Internet e seus navegantes...
 
Blogue
 
Título: Outras Andanças - Everaldo Ygor
URL: http://outrasandancas.blogspot.com/ 
Data de inicio: Junho 2007
Descrição: poesia, prosa, histórias, viagens, fotos e tantas andanças...
Categoria: Poesia e Prosa.
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007

Apoio à natalidade? ... Ou ...

Um hino à demagogia, à mentira e ... à hipocrisia?
 
Por via de dificuldades económicas próprias da classe média baixa e por insegurança no emprego, o casal Maria Relâmpago e João Trovão não pensam ter filhos nos tempos mais próximos ... no entanto conversam sobre a medida de apoio à natalidade decretada pelo governo de José Sócrates.
- Que dizes aquela medida que permite, a quem desejar ter filhos, ver reforçados os apoios por parte do Estado? - pergunta Maria a João.
- Num país onde uma mulher que o mostre o desejo de engravidar se habilita a não arranjar emprego ou se habilita a ver negada a renovação de um contrato de trabalho ou a ver cancelado o que tem, parece-me uma medida demagógica ...
- Então, mas é uma forma de parar o envelhecimento da população ... que pode vir a ser responsável pelo descalabro da segurança social ...
O argumento de Maria enfurece João:
- Querida! Esse é o argumento mais estúpido e mais vezes repetido ... que eu ouço e que todos ouvimos, mas é de uma falsidade infinita! ... O esvaziamento da Segurança Social faz-se é com estas medidas hipócritas ... como esta! ... se reparamos, muito do dinheiro da Segurança Social tem sido canalizado para o fundo de desemprego ... ou seja no nosso país, enquanto as empresas continuarem a fechar e não houver criação de emprego ... quantos mais portugueses houver, mais desempregados haverá ... e mais rápido será o descalabro da Segurança Social ...
Ainda Maria Relâmpago não tinha digerido estas palavras, já João continua:
- ... Apoios à natalidade num país em que não há criação de emprego, é um apoio à criação de miséria!
- Porque é que dizes isso? ... Então esse dinheiro não é precisamente, para contrariar esse teu argumento?
- Amorzinho! ... o dinheiro que o Estado vai dar ... vai fazer com que as pessoas mais pobres tenham filhos, só para poderem receber esses subsídios! ... Ou seja, a medida só vai fazer com que aumente a taxa de natalidade entre a população mais pobre ... que é quem tem menores possibilidades de dar as melhores condições de vida e uma educação condigna aos seus filhos ... e o dinheiro que o governo vai disponibilizar a essas famílias, não é o suficiente para que criem um filho!...
 
publicado por raio às 08:03

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 8 de Agosto de 2007

Hinduísmo

... O que é?
 
Para quem não queira ter uma visão parcial da Teologia deseje saber mais sobre o Hiduísmo, sugiro que passe no site http://www.gita.ddns.com.br/index/index.php, aí, por exemplo na página http://www.gita.ddns.com.br/hinduismo/hinduismo.php podemos obter a resposta à pergunta:
- O que é o Hinduísmo?
 
 
O que é Hinduísmo?
 
A palavra "hinduísmo", na realidade Sanathana Dharma, ou “religião eterna”, é atribuída aos árabes, e aos povos europeus, pelo fato deles se referirem aos povos que ficavam na margem do rio "Indo" ou "Sindo", e que praticavam um determinado conjunto de doutrinas e rituais religiosos. "Hinduísmo" é um "apelido", ou um nome como alguém designa outro, assim como chamar os norteamericados de "gringos". O Sanatana-dharma, ou Vaidika-Dharma, é nome como é conhecida a religião por entre os indianos que praticam a fé dos Veda, ou mesmo anterior. Por outro lado, e sem nenhuma dúvida, o Sanatana Dharma é a mais antiga das religiões ainda vivida no mundo. Ele é anterior até mesmo ao que chamam de "hinduísmo". Muitos estudiosos académicos notaram que a tradição oral nesta filosofia religiosa de vida existe há mais de 10.000 anos, portanto, ela é da "era das cavernas". Por conseguinte, podemos dizer que o Sanatana-dharma não é uma religião como as que possuem um fundador, mas um agrupamento de muitas religiões, seitas e escolas, que possuem idéias em comum, assim como deidades e tradições diferentes, mas com um único e mesmo Deus, apesar de Seus nomes e formas. Portanto, é mais conveniente falarmos que o Sanatana-dharma se trata de uma filosofia religiosa de vida prática do que uma religião organizada institucionalmente. Não há dúvida, que nenhuma religião, se é que podemos assim chamar o modo religioso de ser do povo da Índia, é tão complexa e rica como a do Hinduísmo.
 

 
Sociedade Internacional Gita do Brasil (Gita-Ashrama Brasil)

 

publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Agosto de 2007

Antevisão de um "Sonhado" e "Ambicionado" ...

Destaque nos Blogs do Sapo
 
Maria Relâmpago e João Trovão fazem um balanço dos diálogos que têm tido aqui no blogue Trovoada Seca e que intervalam com artigos em que são divulgados outros blogues, sites, instituições e assuntos de interesse público, até que Maria se vira para João e pergunta:
- Já imaginaste se alguma vez o Blog que integramos for destacado pelos blogs do Sapo?
- Já! ... Sonho muitas vezes com isso ...
- E como é que achas que vais reagir se isso acontecer?
- Sei lá! Se calhar ... organizo uma conferência de imprensa ... começo a escrever um livro de memórias ... lanço fogo de artifício ... organizo uma festa para onde convido pessoas famosas ... jornalistas ... políticos ... empresários ...
Tanta entusiasmo leva a que Maria equacione:
- Eh! Eh! ... Para quê tanta euforia?
- Querida! A partir do momento em que sejamos destacados ... passamos a integrar o mundo das celebridades, da elite do Jetset Português ... e este blog passa a ser uma espécie de revista cor-de-rosa que relata a nossa vida continuando simultaneamente a ser um blogue interventivo, que faz crítica social, económica e política em consequência da transcrição das nossas opiniões e denuncias de factos ocorridos neste país à beira-mar plantado ... sem nunca esquecer a sua vertente informativa ...
 
publicado por raio às 07:15

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

Dinheiro? ... Há!... Mas ...

Só para os amigos!...
 
 
Maria Relâmpago e João Trovão conversam sobre a actualidade política e económica do país, até que João se vira para Maria e refere uma dúvida que lhe anda a inquietar:
- Eu não percebi bem, foi aquela noticia que foi difundida no final do passado mês e que afirmava que o Estado vai indemnizar e há grande, 18 directores demitidos no tempo de Durão Barroso ...
- Então esses directores foram demitidos só porque não eram da “cor” das pessoas que, na altura, entraram para o governo, têm direito a receber a respectiva indemnização ...
A resposta, não satisfez a curiosidade de João que já está habituado a ver que sempre que são eleitos novos políticos, estes demitem as pessoas que já lá estão e nomeiam outras da sua confiança ou do seu circulo de amizades.
- Bem, nesse caso quem os deveriam indemnizar, deveriam ser os responsáveis pela demissão e não o Estado! É que, segundo nos querem ensinar, o Estado somos todos nós ... e deste modo estamos a ser punidos por um erro que não cometemos ... ou estou errado?
- Querido!... a demissão foi um acto político ... e em Portugal ... tais actos são abrangidos por um “instrumento” que se chama “responsabilidade política”, que é nem mais nem menos, que um mecanismo que permite aos políticos esticarem a mão para receber os dividendos oriundos de uma medida política acertada que tenham adoptado, mas ao mesmo tempo, permite-lhes sair impunes das medidas desastrosas que venham a tomar!
- Que assim seja! ... Mas como andam por aí a dizer o Estado não tem recursos financeiros ... como tal ... o Governo vai fazer tudo por tudo para não pagar esse dinheiro!?... e o Processo vai arrastar-se nos Tribunais como é comum ...
- Não deves ter ouvido bem a notícia! ... os directores que foram demitidos no tempo de Durão Barroso, são da cor política dos actuais governantes!
- Ah! ... Então até já estou a imaginar como decorreu as a negociações ... que dizem ter existido ... com os membros do actual Governo e representantes legais do Estado a virarem-se para os directores a indemnizar e a fazer um tipo de conversa do tipo “Têm a certeza que é só isso que vocês querem receber? ... Vejam lá, bem! Não queremos que vos falte nada!... Afinal os amigos são para estas ocasiões ...” ...
 
 
***
 
A notícia que deu origem a este diálogo foi difundida através de vários orgãos de comunicação social, como mero exemplo, transcrevo o artigo que foi publicado no Site Portugal Diário - http://www.portugaldiario.iol.pt na página http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?id=837595&div_id=291
 
Indemnizações para chefias demitidas por Bagão
[2007/07/28 | 22:40]
 
Governo vai pagar um milhão de euros a 18 directores demitidos no tempo de Durão
 
 
O ministro da Solidariedade Social, Vieira da Silva, garantiu hoje que respeitará a decisão do Supremo Tribunal Administrativo, que condenou o Estado a pagar um milhão de euros de indemnizações a 18 directores demitidos no tempo de Durão Barroso.
 
Falando aos jornalistas à margem do programa da visita de vários membros do Governo ao Algarve, Vieira da Silva enfatizou que se trata «de uma decisão sem recurso e que, portanto, cabe ao Estado cumprir as responsabilidades que o Tribunal lhe atribuiu».
 
De acordo com o semanário Sol, os 18 directores foram nomeados em Fevereiro de 2001, quando António Guterres era primeiro-ministro, para ficarem à frente dos centros distritais do Instituto de Solidariedade e Segurança Social.
 
Depois de demitidos, em 2002, recorreram da decisão para várias instâncias e agora o Supremo Tribunal Administrativo considerou «nulos» os despachos de decisão por «falta de fundamentação».
 
Na altura da decisão de Bagão Félix, Vieira da Silva, então deputado da oposição, classificou as demissões como «saneamentos políticos».
 
Hoje, Vieira da Silva disse que a sua opinião da altura foi dada «como membro da oposição», esclarecendo que agora, enquanto membro do Executivo, tem que «zelar pelos interesses do Estado».
 
No entanto, reiterou que «o Tribunal decidiu, o Estado tem que cumprir» e acrescentou que se trata de uma decisão final, já que não há mais possibilidade de recurso.
 
De acordo com o semanário Sol, desde que a decisão do Supremo foi tomada, os demitidos estão em negociações com o Ministério de Vieira da Silva, para chegar a acordo sobre o pagamento e o valor das indemnizações a que têm direito.
 
 
Portugal Diário
 
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 4 de Agosto de 2007

Começa Hoje ...

a 69ª Volta a Portugal em Bicicleta
 
Ao acordar, Maria Relâmpago olha para o relógio e vê as horas e repara na data e diz para João Trovão:ciclismo.jpg
- Olha, João! Hoje é dia 4 de Agosto de 2007! De hoje até ao próximo dia 15, está nas estradas portuguesas, mais uma edição da Volta a Portugal em Bicicleta, apesar de ser uma prova que faz este ano o 80º aniversário é a volta nº 69 ...
- Bem! Sendo a volta 69 ... não é difícil de imaginar que as adversidades, os chamados “amargos de boca” ... vão ter nesta edição ... um tipo de interpretação que não tiveram em nenhuma das anteriores...
O timbre jucoso da resposta de João, merece de imediato o comentário de Maria:
- Chiça! ... Lá tinha que vir uma graçola ordinária! Própria de uma mente doente, maliciosa e perversas ... SSsss ... Só te faltou dizer que com 80 anos a fazer 69 ... é preciso ter cuidado para que não seja afectada por nenhum caso de ataque cardiaco ...
 
***
 
Relativamente a este tema o site Superciclismo on-line em http://superciclismo.pt apresenta em http://www.superciclismo.pt/content/view/622/226/ esta Volta a Portugal enquanto que na página http://www.superciclismo.pt/content/view/606/229/ nos apresenta o quadro das etapas, que passo a transcrever:
 
 
Quadro de etapas e itinerários detalhados
 
Agosto 2007
Prólogo (CRI)- Sábado 04 - Portimão - Portimão _ 6,8Kms
1ª Etapa - Domingo 05 - Portimão - Beja _ 196,4Kms
2ª Etapa - Segunda-Feira 06 - Vila Viçosa - Castelo Branco _ 169,3Kms
3ª Etapa - Terça-Feira 07 - Idanha-a-Nova - Gouveia _ 176,3Kms
4ª Etapa - Quarta-Feira 08 - Guarda - Santo Tirso _ 222,1 5Kms
5ª Etapa - Quinta-Feira 09 - Felgueiras - Fafe _ 167,7Kms
Descanso - Sexta-Feira 10
6ª Etapa - Sábado 11 - Celorico de Basto - Senhora da Graça _ 143,0Kms
7ª Etapa - Domingo 12 - Lixa - Gondomar _ 168,0Kms
8ª Etapa - Segunda-Feira 13 - Aveiro - São João da Madeira _ 157,1Kms
9ª Etapa - Terça-Feira 14 - Oliveira do Bairro - Torre _ 154,2Kms
10ª Etapa (CRI)- Quarta-Feira 15 - Viseu - Viseu _38,8Kms
 
 
 
Logo_SuperCiclismo.gifSuper Ciclismo Online
 
 
Site da 69ª Volta a Portugal em Bicicleta/EDP - 2007
 
Número Verde: 800 21 10 10
 
publicado por raio às 07:15

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 3 de Agosto de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

Alex, e o seu “M.A.P.F.T.”
 
 
Blogger
 
- Nick Name: Alex
- E-mail: broa_e_vinho@yahoo.com
- Idade: 28 anos
- Localização: Troviscal - Aveiro
- Ocupação: Engº. Produção
 
 
As principais razões que levam Alex a participar na blogosfera é a amizade e camaradagem que se cria em ambientes de boémia e descontracção.
 
 
Blogue que iniciou e em que participa com a colaboração de outros bloggers:
 
- Título: MAPUFT
- URL: http://www.mapuft.blogspot.com
- Data de inicio: Abril de 2007
 
 
Segundo Alex, o textos que melhor espelham a filosofia do blogue que criou e em que colabora foram publicados em Julho e têm os Títulos:, "MAPUFT de volta" e "A mais recente aquisição mapuftiana”.
No entanto opto por reproduzir o artigo que deu inicio ao blogue e que está em http://mapuft.blogspot.com/2007_04_01_archive.html, artigo que na minha opinião melhor exeplifica a linha editorial desse bloge colectivo.
 
 
Está aberta a porta
 
Pessoal, finalmente caralho! As mapuft estão activas, estão abertas as portas da rebaldaria e do pagode, aqui se diz o que se faz, o que se fez, o que se há-de fazer, o que se fez mas não convém dizer, o que se há-de fazer mas não se diz, o que se disse mas não se fez e o que se diz mas não se há-de fazer.
 
... e bib'ó binho!!
 
Alex
 
  
Sobre a iniciativa “Divulgação de Bloggers e Blogues”, aqui no Blogue “Trovoada Seca” diz:
 
 
Acho que é uma excelente iniciativa e agradeço o apoio dado a este tipo de espaços onde todos podem expressar o que lhes vem na real gana sem medo de parecerem demasiado "mainstream" e "normais" para publicarem qualquer coisa no hiperspaço.
  
Força com a iniciativa!
 
Alex
 
publicado por raio às 08:43

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 2 de Agosto de 2007

Deixar de fumar...

Gradualmente
 
Num bar Maria Relâmpago e João Trovão observam a atitude de uma fumadora, uma daquelas que numa mão segura o cigarro enquanto, com a outra, sacode o fumo do tabaco quando o expira e o sopra para longe, nem que seja para cima dos companheiros de mesa ... até que Maria diz:
- Olha! Lá no escritório, um dos meus colegas deixou de fumar gradualmente...
- Ah! Sim? ... E então ... que marca fuma agora?
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 1 de Agosto de 2007

Pensamentos de ...

António Feliciano de Castilho
 
Numa época em que o conceito de “liberdade de expressão” adquire cada vez mais, o mesmo significado que outrora, fica a ideia que já só falta os manuais e os programas escolares fazerem incidir a sua prioridade na reprodução incessante de pensamentos que se enquadrem nos ideais do poder político vigente, tal como acontecia noutros tempos.
 
Deixo aqui os pensamentos de António Feliciano Castilho que foram publicados no Livro da IV Classe, “Leituras”, da autoria de Manuel Subtil, Cruz Filipe, Faria Artur, Gil Mendonça e editado em 1945 pela Livraria Sá da Costa - Lisboa e para ajudar à concretização desse “importante objectivo”, de limpeza ao cérebro de quem teima em querer pensar, assinalo com 5 estrelas as palavras desse autor português que se encontram na linha de pensamento do políticos que nos governam.
 
 
 
***** Na família, o chefe é o Pai; na escola, o chefe é o Mestre; no Estado, o chefe é o Governo.
 
***** No barulho ninguém se entende, é por isso que na Revolução ninguém se respeita.
 
Honra em tudo e por tudo teu Pai e tua Mãe.
 
Não te envaideças do que sabes, mas repara sempre no que fazes.
 
***** Não invejes os que te são superiores, porque estes têm responsabilidades e deveres que tu ignoras.
 
Para chegares ao teu fim não acotoveles ninguém: ai dos que vencem a custa da amargura dos outros.
 
***** A tua Pátria é a mais linda de todas as Pátrias: merece todos os teu sacrifícios.
 
Que afortunado, que invejável, não terá de ser o País, onde, desde os palácios até às choças, todos os homens, todas as mulheres e todas as crianças, (sem excepção) souberem ler, e amarem a leitura, e onde em cada casa se encontrar uma pequena biblioteca, não dourada por fora, mas verdadeiramente de ouro por dentro, para o espírito, para o coração, para a saúde e para a fortuna!
 
Estuda e faz-te homem para poderes ter opinião que outros oiçam.
 
***** Se tu soubesses o que custa mandar, gostarias mais de obedecer toda a vida.
 
***** Mandar não é escravizar: é dirigir. Quanto mais fácil for a obediência, mais suave é o mando.
 
Respeita a velhice: ela é a depositária da experiência.
 
CASTILHO
 
 
Entretanto através do site www.bn.pt da Biblioteca Nacional podemos chegar a um conjunto de links que nos podem ajudar a conhecer a vida e a obra de António Feliciano de Castilho.
  
- Bibliografia
http://purl.pt/95/1/bio_biblio/bibliografia.html
 
- Obras de castilho em formato digital
http://purl.pt/95/1/obras/index.html
 
- Iconografia Castiliana
http://purl.pt/95/1/iconografia/index.html
 
- Itinerário Biográfico de um Escritor Cego
http://purl.pt/95/1/bio_biblio/1800.html
 
Transcrevo os textos on-line deste último Item:
 
 
Itinerário Biográfico de um Escritor Cego
 
[Grandes períodos de uma cronologia castiliana] 1800
 
Nasce a 26 de Janeiro, em Lisboa, numa casa da velha rua da Torre de S. Roque, segundo filho e primeiro varão do médico José Feliciano de Castilho, ao serviço da Corte como inspector de hospitais, e de Domitília Máxima da Silva - matriz familiar de feição tradicionalista, devota e monárquica.
 
 
«ameno passeio na alva da vida» 1801 - 1809
 
Infância repartida por Lisboa e seus arredores, nomeadamente na casa dos Azulejos ao paço do Lumiar, ou no bucólico lugar de A-da-Beja para onde a família se afasta por altura da entrada na capital dos primeiros invasores franceses comandados por Junot.
 
Com 6 anos, inicia a instrução primária na «escola de meninos» de mestre Eusébio; no imediato inverno de 1806-1807, vítima de violento contágio de sarampo, fica irreparavelmente cego.
 
 
«minha débil Musa» 1810 - 1816
 
Entre 1810 e 1815 frequenta, com os irmãos Adriano e Augusto, a Real Escola Literária do Bairro Alto, onde aprofunda os estudos de latim e retórica; e, a partir de 1816, o Mosteiro de Jesus, onde frequenta aulas de filosofia racional e moral.
 
Desta adolescência, sob a admiração arcádica de António Ribeiro dos Santos e de Agostinho de Macedo, datam os primeiros assomos poéticos em que, para além do muito que permaneceu inédito ou foi destruído, glosa a sentida morte da senhora D. Maria I ou a faustíssima exaltação de D. João VI.
 
 
«terra dos nossos anos mais floridos» 1817 - 1826
 
Período universitário passado na região de Coimbra, onde usufrui de benesses régias, conquanto estudante cego. Com ávida participação em récitas públicas (nas quais distribui folhetos) e outeiros estudantis (em particular os da «sociedade dos amigos da primavera» na Lapa dos Esteios à beira do Mondego), não deixa de polemizar em famosas disputas arcádicas entre «bocagianos» (no seio dos quais se incluía) e «filintistas». Entre a abundante produção poética, ditada ao irmão Augusto - com quem estreita, doravante, forte ligação e alguma dependência -, ora canta as auras da liberdade, ora o regresso do rei absoluto, a intimidade solitária ou o amor distante, um receituário primaveril de grupo ou convictos prazeres bucólicos.
 
 
«neste ermo ignaro, frio, mudo...» 1827 - 1834
 
Semelhante a uma ascética reclusão, a estadia em Castanheira do Vouga, em plena serra do Caramulo e perto do Buçaco, durante a residência paroquial do irmão Augusto, decorreu longe e desfasada do mais crítico período liberal, que compreendeu o reinado miguelista e a guerra civil. O jovem poeta aprofunda o bucolismo poético e o platonismo amoroso no interior patético de uma choupana que baptiza «templo das musas», a par de estudos iniciáticos de registo romântico que irão colocá-lo numa charneira entre o neo-classicismo e o ultra-romantismo.
 
 
«o mundo tal qual é» 1835 - 1846
 
Pronto a substituir os outeiros pelos salões, a reactivar a uma imagem pública de notoriedade, a actualizar a participação política de cuja realidade estivera afastado, o convívio mundano torna-o representante activo e consagrado de uma mentalidade e de uma cultura que procuram predomínio, a que não faltou a adesão à maçonaria. Publica tudo o que tinha preparado antes, reúne e actualiza colectâneas, acede à influência das revistas e jornais sobre um novo público, sem esquecer a sua veia ininterrupta de tradutor. Daí a adesão ou nomeação para inúmeras academias, arcádias, conservatórios e gabinetes; mas, também, as primeiras polémicas e dissensões.
 
 
«para as sementeiras ulteriores» 1847 - 1855
 
No prolongamento da fase anterior, a partida para Ponta Delgada, iniciou uma cruzada que só terminará, contudo sem sucesso, no Rio de Janeiro: o famoso método Castilho encontra ambiente na população rural da ilha de S. Miguel, completando a actividade de pedagogo com propostas de associação mutualista e de educação sócio-profissional. Regressado o poeta ao continente, entre polémicas e aguerridas batalhas - por vezes verbalmente violentas -, a sua obra pedagógica procura projectar a sua influência paternalista.
 
 
«diante das apaixonadas e bulhentas harmonias» 1856 - 1875
 
Após a morte de Garrett e o exílio de Herculano para Vale de Lobos, chama a si um magistério intelectual sobre a jovem geração que, partindo da revista de poesia O Trovador, julga radicar o seu ultra-romantismo no autor de Os ciúmes do Bardo e de A Noite do Castelo, e encontra na casa deste, a «sua Tíbur», o centro difusor. Transforma este convívio em uma «sociedade do elogio mútuo» e leva aos limites a promoção de um nacionalismo poético - a que não escapa a própria obra, então ampliada e diversificada, de tradutor. O auge da sua influência é-o também da própria decadência: contestado, envolve-se em duras e sucessivas polémicas com uma outra e novíssima geração, de que a célebre «questão coimbra» representa o princípio do fim, não sem a sagração oficial com título de visconde.
 
Logo_Biblioteca_Nacional.Gif 
Biblioteca Nacional
 
publicado por raio às 09:00

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 31 de Julho de 2007

Conquista de Lisboa

... Embora com algumas variantes ... a história repete-se!...
 
- Então, amanhã, 1 de Agosto, António Costa toma posse como Presidente da Câmara Municipal de Lisboa - desabafo de Maria Relâmpago, a que João Trovão corresponde:
- Humm ... parece que sim ... vamos lá ver o que é que esse tipo vai fazer na capital portuguesa ... mas ... como sempre que olho para ele ... lembro-me daqueles Sargentos gordos, balofos e lateiros do exército, daqueles que têm muita lábia, mas nada fazem além de comer e beber ... tenho muitas dúvidas! ...
- Olha eu ... Ao ver como António Costa conquistou Lisboa lembro-me é da conquista de Lisboa aos Mouros em 1147, por D. Afonso Henriques ... é que à semelhança da lenda que relata essa conquista ... também nesta, para que uns entrassem, tal como aconteceu com Mem Martins ...
também houve quem tivesse ficado entalado ...e bem entalado ...
 
publicado por raio às 08:00

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

A Problemática da Tuberculose ...

em Portugal e no Mundo
 
Mário Nogueira, director da Mãos Unidas P. Damião - Portugal (Associação Portuguesa de Solidariedade Mãos Unidas P. Damião) fez-me chegar informação importante sobre a tuberculose, doença em que Portugal se destaca por ter uma das mais elevadas taxas de incidência da Europa.
 
Aconselhando uma visita ao site deste organismo em www.maos-unidas.pt onde em http://www.maos-unidas.pt/Campanhas/Tuberculose/tuberculose.html é focada a problemática da Tuberculose em Portugal e no Mundo, passo a transcrever alguma da informação que me foi facultada:
 
 
A TUBERCULOSE
Questões e Respostas
 
- Que é a Tuberculose?
A Tuberculose é uma doença infecciosa causada por um micróbio chamado Bacilo de Koch.
 
- Sintomas mais comuns da Tuberculose
Tosse e expectoração persistentes. Expectoração em sangue, falta de força, cansaço, emagrecimento, falta de apetite e suores nocturnos.
 
- Como se transmite a Tuberculose?
Transmite-se através da inalação de partículas do ar que contêm o bacilo e através da tosse e da expectoração de doentes de Tuberculose. Quando o nosso organismo está mais enfraquecido é mais fácil adoecer com Tuberculose, principalmente nos casos de abuso de álcool, de drogas ou se é diabético.
 
- Tratamento
O tratamento de começar o mais rápido possível, daí Ter interesse diagnosticá-la precocemente. Para além do esquema terapêutico existente e que assenta essencialmente em quatro medicamentos, a luta contra a Tuberculose passa pela vacina BCG que existe actualmente, mas eficácia contra a Tuberculose passa pela descoberta de uma vacina que seja eficaz na prevenção da doença.
 
- A eficácia do tratamento
Desde alguns anos, o tratamento pela quimioterapia permite aumentar a eficácia da cura. Curando um doente de Tuberculose pulmonar, evitamos o contágio de seres humanos que lhe são próximos.
 
- Quando a tuberculose se associa a outras doenças
Um estudo em 2002-2005, revelou que houve um crescimento de doentes de Tuberculose infectados pelo vírus da Sida e Toxicodependentes.
 
 
ACTUALIDADE DA TUBERCULOSE: Em Números
 
A Tuberculose no Mundo:
Actualmente, o número de Doentes de Tuberculose é assustador, senão vejamos:
 
- 40 milhões de Tuberculosos em todo o mundo.
- Segundo a OMS são 50 milhões que estão infectados pela Tuberculose.
- 8 milhões de novos casos por ano.
- 3 milhões de Tuberculosos morrem por ano.
- 1.700.000 de seres humanos possuem o bacilo da Tuberculoses e correm o risco de desenvolverem a doença.
- 1 pessoa morre em cada 10 segundos.
- 8.000 morrem por dia.
- Este ano, mais de 1 milhão de mulheres e mais de 100 mil crianças morrerão.
 
 
A Tuberculose em Portugal:
 
- 4552 casos registados em Portugal. Foi nas prisões que o número de casos disparou.
- Em cada dia, 12 portugueses são contagiados pelo bacilo.
- Os nosso casos, 60% são homens entre os 25 e 34 anos, residentes nos distritos de Faro, Porto, Lisboa e Setúbal.
- De acordo com os dados da Direcção Geral de Saúde, a incidência da Tuberculose no âmbito nacional, é actualmente de 4552 casos, o que significa uma taxa de 31% por 100.000 habitantes.
- Segundo a mesma fonte, o distrito que representa maior incidência é o Porto com 60% por 100.000 habitantes, seguido de Lisboa e Setúbal.
- Em termos absolutos, o distrito de Lisboa é o que tem mais casos de Tuberculose infectados - 1176.
- Só na margem sul, no distrito de Setúbal, os concelhos de Almada, Seixal, Sesimbra, registaram, em relação ao ano anterior um preocupante aumento de 48% da taxa de incidência.
 
 
MÃOS UNIDAS P. DAMIÃO – PORTUGAL
 
Associação Portuguesa de Solidariedade Mãos Unidas P. Damião
 
Rua Gomes Freire, 211 – A/B
1150-178 LISBOA
 
Telefone: 21 351 57 20
Fax: 21 351 57 27
 
 
publicado por raio às 08:10

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 29 de Julho de 2007

As 7 Maravilhas da Natureza ...

... Sete Maravilhas Naturais do Mundo ...
 
Numa conversa banal, Maria Relâmpago diz para João Trovão:
- Sabes? Bernard Weber, o organizador da eleição das “Novas 7 Maravilhas do Mundo” está a organizar a eleição das “7 Maravilhas da Natureza”?
- Em Portugal, as eleições normalmente são rentáveis para os participantes ... Mas está visto que essas eleições de que falas, são rentáveis ... para os organizadores ...
- Quem quiser já pode fazer as nomeações no site do evento em www.natural7wonders.com ... e os vencedores serão divulgados no dia 08.08.08 ...
Informação de Maria que esbarra na conclusão de João:
- Com tanto Oito não percebo porque é que não é a eleição das Oito Maravilhas Naturais do Mundo ... Mas o que te digo é que essa espécie de concurso já está no papo!... Portugal vai conseguir monopolizar os sete lugares! ...
- Como?
- De certeza que no dia 8 de Agosto de 2008 ... com os dedos de Maria João Pires, com os pés de Cristiano Ronaldo, com as mamas de Ana Malhoa, com a Garganta de José Mourinho, com as nádegas de Merche Romero, com o cabelo de Paulo Bento e com as pernas de Luciana Abreu ... com estas maravilhas da natureza ... Portugal vai arrebatar os sete lugares do Pódio!...
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 27 de Julho de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

Ogatogaga e o seu “Tiraram-me o Gato”
 
 
Blogger
 
- Nick Name: ogatogaga
- Nome: Catarina Cabral
- E-mail: Catarina_cabral@sapo.pt
- Idade: 34 anos
- Localização: Lisboa
- Ocupação: Jurista
  
A principal razão que leva Ogatogaga a participar na blogosfera e a editar um blogue resume-se na necessidade absoluta de escrever.
  
Blogue
 
 
- Título: Tiraram-me o Gato
- URL: http://www.ogatogaga.blogs.sapo.pt
- Data de inicio: 5º feira, 15 de Fevereiro de 2007
- Descrição: Pessoal e transmissível, este Blog é público. Mas é sobretudo, um local onde a falta de senso do estruturado, o egocentrismo desconcertado e uma certa arte em saber falar de qualquer coisa existem. Isto é exorcismo de trazer por casa.
- Categoria: Pessoal
 
 
Segundo Ogatogaga, o texto que publicou e que melhor espelha a filosofia do seu blogue, é o seguinte:
 
Resposta 1: Era preciso ter muita lata para dar um título a este post no preciso momento em que o começo a escrever. E não sei exactamente do que vou falar. Assim, nas primeiras impressões próprias consciencializadas, não tenho assunto. Acho que é a primeira vez que isto me acontece assim, de uma forma tão definida.
  
 
É claro que outros momentos houve em que comecei a escrever e acabei a dizer coisas que, no inicio, não foram imaginadas. Porém, sempre tinha algo para começar. Alguma coisinha parvinha, pelo menos. Hoje não. Hoje nada. E ESCREVO. Estou a escrever. Enquanto o faço, concentro-me na busca do assunto. Um assunto qualquer. Mas, até agora, nada.
 
 Parei. 3 segundos. Lembrei-me . É o seguinte:
 
 Resposta 2:
 
  
Se há algo que me dá grande gozo neste blog é o descuidado com que posso escrever. Tudo sai ao ritmo dos pensamentos. Quase. Eu não consigo escrever tão depressa quanto penso. No entanto, esforço-me. Esta liberdade de escrever o que quero e como quero é inestimável. Os assuntos não têm de o ser propriamente. Os planos não existem. A estrutura vai-se montando. Não me preocupo nada com o aprofundamento dos casos. Não quero fazer esforço. Isto para mim é como jogar um King. Recuso-me a decorar cartas. Perco e ganho de acordo com a sorte, intuição e raciocínio. Mais nada. Não me importo de perder ao King. E por aqui (no blog) ninguém me paga nada. Realmente é uma pena que não se pague ou receba por actividades apenas relaxantes. É uma pena de um certo ponto de vista, evidentemente. É que, de outro modo de ver, se estas coisas dessem direito a recebimentos e compensações, o certo é que perdiam a essência ou o seu sentido útil. Não provocar pressões. 
 
 
 
Sobre a iniciativa “Divulgação de Bloggers e Blogues”, aqui no Blogue “Trovoada Seca” diz:
 
 
Esta iniciativa é das coisas mais interessantes que me aconteceu nos últimos tempos. Não posso fazer sugestões de melhoras para um processo que agora está a começar.
Não posso saber o que se pode melhorar, se não sei o que está a acontecer.
Mas espero saber. em breve.
 
Muito obrigada
  Catarina Cabral
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 26 de Julho de 2007

Pelas Estradas de Portugal - Capitulo III

... Constatações e Conclusões que se tiram ao observar ...
o panorama Rodoviário Nacional
 
Eis mais um extracto dos diálogos de João Trovão e Maria Relâmpago ao viajarem de carro pelo nosso país, ora observando, ora tirando conclusões acerca do caos em que teima em permanecer o panorama rodoviário nacional.
 
...
- Olha João! ... Agora que passámos ali num cruzamento perigoso, imediatamente a seguir a uma curva sem visibilidade ... lembrei-me daquele programa da RTP 1 ... o ... aquele que estreou no dia 20 de Julho!...
- Quê?! ... o “Só Acontece Aos Outros”! ... Mas não me apercebi que lá tenham falado deste local?
- Não é isso! ... lembrei-me do programa, porque nele foi referido, incessantemente, que são nos meses de Julho e Agosto em que são atingidos os mais altos índices de sinistralidade automóvel ... no nosso país ...
- Não entendo! Onde queres chegar ...
- Não entendes tu! Nem entende muito “boa gente” ... mesmo aqueles que se dizem responsáveis ... mas que nunca são responsabilizados pelos seus actos ! ... Mas será assim tão difícil perceber que é nos meses de Julho e Agosto que mais pessoas vão conduzir para locais que não frequentam normalmente e que desconhecem parcialmente ou no seu todo ... e portanto é mais fácil virem a cair nestas armadilhas ... resultantes de uma rede viária mal traçada, mal iluminada, mal planeada, mal sinalizada ... bem, nem se pode dizer que é uma rede viária ... é mais uma teia viária ... em que qualquer condutor, mesmo que conduza com muita precaução ... pode ser apanhado ...
 
publicado por raio às 08:05

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 25 de Julho de 2007

Medicamentos Genéricos “Versus” Medicamentos de Referência/Marca

... Esclarecimentos (Muito) Importantes!...
 
A quem pergunta:
- Quem fiscaliza a qualidade dos medicamentos que estão no mercado português?
- Será seguro optar pelo medicamento genérico?
- A quem se deve comunicar um comportamento estranho de um medicamento?
 
O INFARMED responde e esclarece:
 
Todos os medicamentos colocados no nosso mercado são autorizados pelo INFARMED, após demonstração pelas empresas por eles responsáveis, de que têm qualidade, não comprometem a saúde dos doentes e são eficazes para a doença a tratar.
 
Relativamente à segurança dos medicamentos há que ter em conta que os mesmos podem apresentar alguns riscos. Na avaliação do medicamento, as empresas e as autoridades de saúde têm de analisar estes riscos tendo em conta a sua frequência e gravidade. Devem as empresas desenvolver mecanismos para evitar ou minimizar todos estes riscos. Contudo, não sendo possível eliminá-los ou reduzi-los, é nestas situações efectuada uma avaliação para determinar se a mais valia do medicamento em termos de saúde pública é superior aos riscos que ele apresenta. Nestas situações, é obrigatório que quer no Folheto Informativo que acompanha o medicamento, quer no Resumo das Características do Medicamento que se dirige aos profissionais de saúde, estejam referidos todos os riscos potenciais, para que o médico possa avaliar a adequabilidade do medicamento que prescreve à situação do doente.
 
Após ter sido concedida uma Autorização para Introdução do Mercado (AIM) a um medicamento, tendo este demonstrado qualidade, segurança e eficácia é necessário que exista uma monitorização, por parte dos profissionais de saúde, das reacções adversas, particularmente as graves. No caso de existir um aumento da frequência das reacções adversas serão tomadas as devidas providências por parte das autoridades competentes.
 
Os medicamentos genéricos têm de ser similares ao medicamento de referência, ou seja, têm a mesma composição qualitativa e quantitativa de substâncias activas e a mesma forma farmacêutica. Para além destes requisitos, têm de demonstrar que se comportam da mesma maneira no organismo que o medicamento de referência/marca.
 
Os efeitos indesejáveis associados à toma de qualquer medicamento, encontram-se descritos no folheto informativo que acompanha o respectivo medicamento. Caso tenha alguma reacção inesperada ou adversa deverá entrar em contacto com o seu médico ou farmacêutico para que este profissional o aconselhe da melhor maneira e ao mesmo tempo notifique este Instituto. Sempre que ocorram reacções adversas graves o medicamento é retirado do mercado.
 
Centro de Informação do Medicamento e dos Produtos de Saúde (CIMI) do INFARMED
 
 
Saliento a importância desta informação na medida em que se fica a saber que se porventura ao tomar-se um medicamento genérico este reagir de forma diferente à do medicamento de referência, deveremos canalizar essa informação para o médico ou para o farmacêutico para que estes a façam chegar ao INFARMED, para mais esclarecimentos sobre esta matéria poderão contactar directamente esta entidade.
 
INFARMED
Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P.
Parque de Saúde de Lisboa
Av. Brasil, 53 - 1749-004 LISBOA
Tel. 21 798 7373 / Fax. 21 798 7107
Linha do Medicamento - 800222444
 
 
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 24 de Julho de 2007

Aborto ...

na Madeira ... 
Alberto João Jardim.jpgJoão Trovão e Maria Relâmpago falam sobre a actualidade nacional ... quando Maria se vira para João e lhe pergunta:
- Que dizes aquela ideia de Alberto João Jardim não permitir a aplicação da Lei sobe a IVG na Madeira?
- Uma coisa normal!
- Normal?
- Sim! Normal ... dessa maneira, o Presidente do Governo Regional ... só está a impedir a existência de concorrência!...
- Quê? ... Ele tem clinicas onde se faz a Interrupção Voluntária da Gravidez de modo clandestino ou ilegal? ... Ou estás a querer dizer que ele ganha alguma coisa com o facto de o aborto continuar a ser proibido nessa região?
Equações de Maria que merecem a conclusão de João:
- Apesar de se poder pensar isso ... Eu não quis dizer nem uma coisa nem outra! ... O que eu quero dizer é que estando as mulheres impedidas de abortar nessa ilha ... ele continuará a ser o único aborto do Arquipélago! ... e até poderá mesmo passar a ser conhecido por Alborto ... João Jardim! ...
 
publicado por raio às 08:05

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 23 de Julho de 2007

Lepra

Panorama da doença de Hansen em Portugal
 
Tenho a consciência de que não estamos isolados do resto do mundo, pelo que qualquer doença que exista, deverá ser combatida em todos os países e o facto de ela não afectar os que nos são próximos não é motivo para fiquemos descansados, de braços cruzados.
 
Por mero acaso tive acesso a uma revista de uma Associação que se diz ter por missão apoiar os leprosos em Portugal e no Mundo. A visualização dos artigos publicados e que apontam para problemas graves em alguns países e para onde a referida Associação diz encaminhar dinheiro obtido nas campanhas de angariação de fundos, suscitaram-me as seguintes perguntas:
 
- Quantos são os afectados pela lepra em Portugal? Quais as suas principais dificuldades? Que apoios lhes são prestados?
- Ainda existem leprosarias a funcionar? Quantas? Têm Carências? Quais?
- A Lepra em Portugal está controlada? Haverá necessidade de nos mantermos alerta para um possível surto da doença? Como?
 
Atendendo a que na Internet os números disponíveis e que apontam para um total de cerca de um milhar e meio de leprosos, estão em artigos desactualizados e têm por fonte a mesma Associação que publica a citada revista, encaminhei um e-mail para um dos seus núcleos, solicitando informação sobre o Panorama da Lepra em Portugal, pois pareceu-me ser esta a instituição que melhor poderia estar por dentro da monitorização da doença, até porque possui vários núcleos espalhados pelo país, mas não obtive qualquer resposta. Todavia uma outra entidade a quem eu solicitei a mesma informação, fez o favor de enviar a seguinte resposta:
 
 
(...)
 
De acordo com o e-mail de V. Excia., informo que neste momento (já alguns anos), não há dados sobre a Lepra, pois não há casos que justifiquem, até a Direcção Geral da Saúde para a Lepra foi extinta.
 
(...)
 
 
Esta informação em conjunto com a ausência de resposta da Associação, que parece ter o monopólio da Lepra em Portugal, suscitaram-me um turbilhão de pensamentos, contudo, não quero acreditar que os números divulgados referentes ao número de afectados possam estar inflacionados com o propósito de alarmar a população no sentido de fazerem com que esta seja mais benemérita nas campanhas de angariação de fundos.
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Domingo, 22 de Julho de 2007

Caldeirada de Peixe

... uma rica peixeirada com molho e picante
 
 
Sentados numa esplanada, com o mar como paisagem e uma refeição à base de peixe na mesa, Maria Relâmpago e João Trovão conversam, até que este começa:
- Acho que o carapau que está neste prato ... é aquele ... que quando sentiu o cheiro a bacalhau se armou em Pargo e mandou com a Sarda para cima da Baleia. A Maruca e a Chaputa viram e foram fazer queixa ao Camarão ... este ao aperceber-se que o Berbigão lhe podia estar a fugir das mãos ... foi ver o que se estava a passar. Bem! ... Gerou-se uma tal peixeirada, com o Polvo a ver que aquilo ainda ia dar Raia. E assim foi, pois tudo só acabou quando o Carapau levou com uma Sapateira na Santola ...
 
publicado por raio às 08:00

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 20 de Julho de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

Olinda Gil e o seu “Insomnia”
 
 
Blogger
 
- Nome: Olinda Gil
- Idade: 25
- Localização: Aljustrel (Beja)
- Ocupação: Desempregada
 
- As Principais razões que levam Olinda Gil a participar na blogosfera e a editar um blogue, escritas na primeira pessoa:
 
 
Comecei nos blogs em 2004.
 
O que me leva a escrever é sem dúvida o gostar de escrever.
 
Escrever num blog é conseguir mostrar aos outros um pouco daquilo que se escreve.
 
Olinda Gil
 
 
Blogue
 
- Título: Insomnia
- URL: http://insomnia.blogs.sapo.pt
- Inicio: Janeiro de 2006
- Descrição: Ditos doidos provocados por insónias, pesadelos e ataques de sonambulismo.
- Categoria: Generalista
 
Neste blog, Olinda Gil expressa a sua opinião sobre os mais diversos temas.
Segundo a minha opinião, um dos artigos que, de um modo indirecto, espelha a filosofia deste Blogue está em http://insomnia.blogs.sapo.pt/26118.html
 
 
Um blog feminino?
É o meu blog um blog feminino?
 
É, por força da natureza. Se eu sou mulher, o meu blog é inevitavelmente feminino.
 
Mas... será que o meu blog tem alguma coisa a ver com esses blog ditos "femininos"? Desses que abordam temas da "feminilidade", talvez porque as autoras leram muitos livros da trupe Teolinda & Companhia, ou então dos outros, Margarida & Companhia...
 
Nesses termos talvez não seja. Vejamos porquê:
 
1 - O meu blog não fala de sexo, e muito menos do meu sexo. Se tenho muito, se tenho pouco, se não tenho, se foi bom, se foi mau, se me maltrataram, se me foram indiferentes, se me idolatraram. Só me interessa a mim não é?
 
2 - Não falo de filhos. Para já porque não tenho. Depois porque ainda não estou em idade de eles me fazerem falta. E mesmo que os tivesse, não me ia por a contar quando lhe nasceram os dentes, quando começaram a andar e quando disseram as primeiras palavras.
 
3 - Não conto a discriminação que me fazem por ser mulher. Nunca me aconteceu!
 
4 - Não falo de como é difícil ser mulher. Talvez pela minha idade... Não sou adolescente, não tenho de conciliar família e emprego, não estou na menopausa, não sou solteirona, nem sou idosa. Não tenho problemas que não se resolvam com tampões e pilulas.
 
 Olinda Gil
 
publicado por raio às 08:00

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 19 de Julho de 2007

Violência Sexual

... Informações Úteis ...
 
Numa época em que a violência sexual, nas suas mais diversas variantes, está na ordem do dia e saltou para a comunicação social será de visitar o Portal da Juventude onde em http://juventude.gov.pt/Portal/OutrosTemas/SaudeSexualidadeJuvenil/, é abordado o tema da sexualidade juvenil e em http://juventude.gov.pt/Portal/OutrosTemas/SaudeSexualidadeJuvenil/ProblemasSexualidade/A+violência+sexual.htm,
pode-se obter informação sobre os contornos da violência sexual.
 
 
A violência sexual
 
É considerada violência sexual as situações de abuso, violação e assédio sexual. É a passagem ao acto quando o outro não o deseja, é uma agressão focalizada na sexualidade da pessoa, mas que a atinge todo o seu ser, é crime punido pela lei.
Alguns artigos do código penal relativos a crimes de índole sexual: art. 163º, art. 164º, art. 171º, art. 172º, art. 173º, art. 174º art. 175º e art. 176º, ainda há mais artigos na Legislação portuguesa, só que devido a poder ser muito exaustivo, deixamos apenas alguns exemplos.
As marcas físicas e psicológicas da violência sexual são frequentemente muito grandes e não falamos apenas de ferimentos, infecções sexualmente transmitidas ou gravidezes não desejadas. Não podemos esquecer que o uso da coacção psicológica, da “chantagem” enquanto uso do poder, é também muito frequente, sendo em muitos casos uma forma que o agressor usa para confundir e criar situações de grande ansiedade e angústia na vítima.
 
 
Como se define abuso sexual
 
Chama-se abuso sexual quando o comportamento de alguém do sexo masculino ou feminino face a um menor, engloba a prática de um acto sexual com penetração, (cópula, coito anal ou coito oral).
Consideram-se ainda como situações de abuso, as práticas de carácter exibicionista perante o outro, obscenidade escrita ou oral, obrigatoriedade de assistir a espectáculos pornográficos, o uso de objectos pornográficos, ou ainda se o menor é usado para fins fotográficos ou filmes de índole pornográfica, (Art. 172º e 173º, Código Penal).
 
 
Como se define violação
 
A violação é outra forma de violência e abuso sexual, que a maior parte das leis define como agressão sexual com penetração sem consentimento mútuo. O importante é que se trata de um acto de violência física ou psíquica que condiciona a liberdade do outro, obrigando-o a aceitar comportamentos sexuais que não deseja. De uma forma geral existem um maior número de casos de violação praticados por pessoas do sexo masculino, face ao sexo feminino e ao mesmo género.
 
 
Como se define assédio
 
O assédio sexual é um conceito que se poderá definir como uma forma de pressão sobre outra pessoa, com o fim de lhe impor relações sexuais ou outras práticas que esta não deseje e que portanto, de algum modo a violentem.
 
 
As situações de violência sexual são muitas vezes difíceis de denunciar ou sinalizar
 
Porque o medo da vítima induz ao silêncio e ao segredo, protegendo desta forma o agressor. A violência sexual é imposta, não corresponde portanto às necessidades de quem é abusado, violado ou assediado, seja qual for a sua idade, sexo, estado civil, profissão ou laço de parentesco. Frequentemente um dos motivos que leva a vítima a guardar silêncio sobre o acto que sofreu, é o facto de socialmente ser também vitimizada quando o denuncia, ou seja, ser duplamente vítima.
O silêncio não ajuda a esquecer, às vezes até aumenta a raiva e o sentimento de injustiça. A vítima é consequentemente tornada doente a nível psicológico, senão é ajudada através de uma terapia adequada.
 
 
O que fazer nestas situações? Quem contactar?
 
É importante que as vítimas falem sobre o que lhes aconteceu, com pessoas competentes e disponíveis.
- Sexualidade em Linha – Telefone: 808 222 003
- Associação Portuguesa de Apoio à Vítima – Telefone: 218 884 732
- Linha de Informação às Mulheres Vítimas de Violência – Telefone: 800 202 148
- Os Gabinetes de Apoio à Sexualidade Juvenil nas Delegações Regionais do IPJ
- www.juventude.gov.pt (Saúde e Sexualidade Juvenil)
Também podes contactar a PSP, GNR ou Polícia Judiciária, Institutos/Gabinetes Médico-Legais, o Médico-de-família.
Quando telefonares, lembra-te que do outro lado há sempre uma voz amiga, alguém que te ouve, respeita e te pode ajudar!!!
Não te esqueças que todos estes serviços são anónimos, gratuitos e confidenciais.
 
 
Quais as formas de violência sexual?
 
A violência sexual envolve todos os comportamentos sexuais, tornando-se progressivamente mais intrusivo ou invasivo. Inclui:
- Contactos físicos;
- Exploração sexual;
- Prostituição infantil
- Pedofilia
- Pornografia
- Comportamentos sem contacto físico como o exibicionismo, o ver e produzir material pornográfico, entre outros.
O que podes fazer: reclamar justiça para recuperar a tua própria dignidade e também por solidariedade a todas as raparigas e rapazes envolvidos nestas situações evitando assim que estas agressões se reproduzam... ter a certeza que a razão está do lado de quem é violentado .... e que mesmo passado muito tempo é sempre tempo de contar! No caso das raparigas ou mulheres estas podem recorrer à contracepção de emergência (até 72 horas depois). E não esqueças que aquela tua colega ou o teu amigo não mereciam mesmo o que lhes aconteceu!
Hoje em muitos serviços há profissionais que sabem como agir nestas situações.
 
 
Para além do tema abordado, o Portal da Juventude disponibiliza muitas informações úteis para jovens e não só.
 
 
 
Portal da Juventude
Linha da Juventude: 707 20 30 30
 
publicado por raio às 08:00

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 18 de Julho de 2007

Políticas Ambientalistas ...

ou Medidas Demagogicamente Disfarçadas?
 
Os problemas originados pela poluição levam a que Maria Relâmpago e João Trovão conversem sobre o tema, quando João Trovão se lembrou de algo que ouviu:
- Ouvi dizer, que num telejornal foi anunciado que o governo tenciona criar legislação no sentido de obrigar os supermercados a fazerem com que os seus clientes paguem os sacos de plástico das compras.
- Quer dizer uma pessoa sai de um Supermercado com um saco que faz publicidade a essa superfície comercial e ainda é obrigada a pagar? ... Que eu saiba só alguns parolos que vestem roupa de marca é que não se importam de pagar para fazer publicidade à marca da roupa que vestem ...
João refere a justificação que é dada para a implementação de tal medida:
- Parece que dizem que é uma medida ambiental ... para que não se deitem tantos sacos de plástico para o lixo ... num claro desperdício de matérias primas e de recursos do planeta ...
Esta justificação faz com que Maria levante uma questão:
- Hum! Então ... Significará isso que nas próximas eleições os Partidos Políticos já não vão conspurcar o país com sacos, bandeiras, cartazes, panfletos ... ??...
publicado por raio às 08:00

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 17 de Julho de 2007

Islam ou Islão ...

Corão ou Alcorão
 
Para quem não tenha uma visão fundamentalista da teologia e deseje saber mais sobre a religião Muçulmana sugiro que passe no site "Islam em linha" em http://islamemlinha.com/, aí na página http://islamemlinha.com/biblioteca/alcorao.pdf tem-se acesso ao Alcorão Sagrado em Acrobat Reader (*.pdf) numa tradução de Samir Alhayek. No entanto, no mesmo site, podemos aceder aos diferentes versículos que compõem o Livro Sagrado do Islão em http://islamemlinha.com/corao/index.htm.
 
Através do mesmo site podemos, ainda, aceder à Revista Virtual Islam em Linha em http://www.islamemlinha.com/revista/ onde se pode ler por exemplo a seguinte notícia:
 
Imprensa Americana Esconde Tortura em Crianças no Iraque
25 de janeiro de 2007
Por William Rivers Pitt
 
A maior história da guerra no Iraque não é sobre a não existência de armas de destruição em massa, ou sobre oficiais da CIA perseguidos por agentes da Casa Branca, ou mesmo sobre os mais de 900 soldados americanos mortos no conflito. Essas histórias foram publicadas de alguma maneira e com o tempo foram deliberadamente apagadas e esquecidas da mídia americana. A história mais candente do conflito não foi coberta por qualquer mídia americana, embora tenha sido noticiada pela imprensa internacional, sendo manchete por semanas seguidas desde então.
 
 
 
Islam em linha_logo.gifIslam em linha
 
 
publicado por raio às 08:00

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Julho de 2007

O tipo de Jogador que faz falta ...

... ao Glorioso ...
 
João Trovão lia as últimas noticias de desporto no seu diário desportivo quando foi abruptamente interrompido por Maria Relâmpago:
- Ah! ... a propósito de desporto ... sabes? Hoje os homens lá do escritório fartaram-se de falar do Benfica ...
- Sim? E então?...
- Parece que chegaram à conclusão de que o que faz falta ao Benfica é um ou dois jogadores explosivos ...
A resposta de Maria mereceu um rápido comentário de João Trovão:
- Sabes o que te digo? ... esses teus colegas não percebem nada de bola, são uns autentico analfabetos futebolísticos! ... Jogadores explosivos é o que não falta no Clube da Luz! ... Aliás é esse o grave problema da Águia! ... A maioria dos Jogadores do Benfica são explosivos! ... tão explosivos, mas mesmo, tão explosivos ...  que ainda antes de terminarem os exercícios de aquecimento ... já estão todos rebentados!...
 
publicado por raio às 08:00

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 15 de Julho de 2007

Há muito, muito tempo ...

... numa pequena aldeia ...
 
Sentados numa esplanada, com o mar como paisagem, Maria Relâmpago e João Trovão conversam, até que este começa:
- Agora, vou-te falar de uma pequena aldeia cravada entre a terra e o mar.
Há muito, muito tempo, nessa aldeia, as pessoas estavam divididas em quatro grupos: os cidadãos comuns, os políticos, os artistas e os empresários.
Cada um tinha um animal, de acordo com o seu estatuto, nomeadamente, cada cidadão comum tinha um burro, cada político tinha um cão, cada artista um macaco e cada empresário um porco.
- Então e qual eram as funções desses animais? - Pergunta Maria Relâmpago, curiosa.
- Oh! Então não se está mesmo a ver ... Enquanto os burros dos cidadãos comuns trabalhavam até caírem para o lado, os macacos dos artistas passavam o tempo a divertir-se, os cães dos políticos não paravam de ladrar, sem nada fazerem e os porcos dos empresários engordavam até não poderem mais ...
 
 
publicado por raio às 09:23

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 13 de Julho de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

LFM e o seu “desculpe qualquer coisinha”
 
 
Blogger
 
- Nick Name: LFM
- Nome: Luis M
- E-mail: desculpeqqc@netcabo.pt
- Idade: 39
- Localização: Lisboa
- Ocupação: Delegado Comercial
 
- As Principais razões que  levam LFM a participar na blogosfera e a editar um blogue, escritas na primeira pessoa:
 
 
Considero-me uma pessoa bastante comunicativa e sinto necessidade de divulgar a minha opinião.
 
Por vezes sinto uma enorme necessidade de 'gritar', de chamar nomes a quem os merece, de 'acordar' os adormecidos ou dormentes.
 
Tal como um oftalmologista louco, que começar a colocar lentes nos olhos de quem não vê.
 
Mas acima de tudo, mantenho a calma e intercalo as minhas reacções de cólera, com momentos de humor ou simples preguiça (que é o outro pecado de que padeço, além da gula).
 
LFM
 
 
Blogue
 
- Título: desculpe qualquer coisinha
- URL: http://desculpeqqc.blogspot.com/
- Data de inicio: 11/01/2006
 
 
Segundo LFM, o artigo que melhor espelha a filosofia deste seu Blogue está em http://desculpeqqc.blogspot.com/2006/02/liberdade-de-expresso.html#links
 
Liberdade de expressão
 
 
"Je ne suis pas d'accord avec un mot de ce que vous dites, mais je me battrai jusqu'à la mort pour votre droit de le dire."
 
Não estou de acordo com uma palavra do que diz, mas bater-me-ei até à morte pelo vosso direito a dizê-lo.
 
# posted by LFM @ 8:51:00 PM - 19 Fevereiro 2006
 
 
Sobre a iniciativa “Divulgação de Bloggers e Blogues”, aqui no Blogue “Trovoada Seca” diz:
 
 
 
Já houve várias iniciativas deste género, mas dou-vos os meus parabéns pelo texto formal que solicita à participação.
 LFM
 
publicado por raio às 09:00

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 12 de Julho de 2007

A Bunda Larga

... É o Futuro!...
 
Bunda Larga.jpg
O significativo aumento no número de utilizadores da Internet ...
[e o sedentarismo que lhe está associado]
... leva a que se possa dizer  ...
Cada vez há mais utilizadores da Internet com Bunda Larga” …
ou
… “a bunda larga é o futuro”!...
 
publicado por raio às 08:53

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 11 de Julho de 2007

Sondagem

Cinco milhões passeiam nos centros comerciais
 
Segundo os resultados de 2006 do estudo Consumidor da Marktest, mais de cinco milhões de residentes no Continente dizem frequentar centros comerciais nos seus tempos livres.
Marktest.com, 3 de Julho de 2007
 
 
No artigo publicado em http://www.marktest.com/wap/a/n/id~e2f.aspx a Marktest faz saber:
Em 2006, o Consumidor (http://www.marktest.com/wap/a/p/id~9b.aspx) contabiliza 5 332 mil indivíduos que dizem ir a centros comerciais nos seus tempos livres, um número que representa 64.2% do universo composto pelos residentes no Continente com 15 e mais anos.
 
Este hábito é mais ou menos comum a todos os grupos demográficos, sendo no entanto ao nível da idade e da ocupação que se encontram maiores diferenças de comportamento.
 
Os jovens dos 15 aos 17 anos e os estudantes são os que mais dizem ter o hábito de frequentar centros comerciais nos seus tempos livres, 83.9% e 76.3%, respectivamente.
 
Entre os 18 e os 44 anos também se registam valores superiores à média, sendo os mais idosos os menos adeptos desta prática
 
As mulheres têm uma taxa superior à dos homens: 65.9% e 62.2%, respectivamente.
 
Entre as regiões, observam-se diferenças pouco significativas, sendo contudo na Grande Lisboa que a probabilidade de encontrarmos frequentadores de centros comerciais é maior: 69.6%. O Grande Porto, com 66.1%, e o Litoral Centro, com 65.8%, também apresentam um valor acima da média do Continente.
 
Entre as ocupações são observadas maiores diferenças, com os estudantes a destacar-se: 76.3% deles dizem frequentar estes centros nos tempos livres. Contrariamente, os reformados e as domésticas distanciam-se da média, com 54.8% e 58.0%, respectivamente. Os quadros médios e superiores e os técnicos especializados e pequenos proprietários também evidenciam um valor abaixo da média do Continente: 61.6% e 63.4%, respectivamente.
 
 
 
Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Consumidor da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.
03 Julho 2007
 
 
A Marktest.com autoriza a reprodução desta notícia nos meios de comunicação social desde que indicada a fonte: Marktest.com e outras fontes por ela citadas.
 
 
Consumidor
 
Marktest
 
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Julho de 2007

Trabalho Clandestino ... Versus ...

Imigração Ilegal
 
João Trovão fala com Maria Relâmpago sobre a recente cimeira da União Europeia com Brasil.
Falam da existência de indivíduos de origem brasileira que apesar de descontarem para a Segurança Social, apesar de apresentarem a declaração do IRS e de estarem inscritos no Serviço Nacional de Saúde, não conseguem o visto de trabalho em Portugal por problemas burocráticos originados por uma legislação deficiente. Até que Maria lembra-se das declarações do Primeiro-Ministro português e lança-as para o dialogo:
- Bem, José Sócrates disse na presença do Presidente Brasileiro, Lula da Silva que não abre um novo período de legalização extraordinário, pois dessa forma estaria a fomentar a imigração ilegal e o auxilio à imigração é crime.
Observação que merece resposta rápida de João Trovão:
- Pois é! Mas esse tipo, que se diz Engenheiro, está a confundir pessoas que entram na União Europeia sem documentos e sem identificação através de Espanha, com pessoas que tendo vindo do Brasil trazem toda a documentação, à excepção do visto de trabalho ... até porque nem todos são futebolistas nem artistas e para mais, esquece-se que o trabalho clandestino também é crime! E se essas pessoas estão em Portugal a trabalhar e até se querem legalizar, se o governo não o permitir está a auxiliar o trabalho clandestino ... e a beneficiar patrões sem escrúpulos que exploram trabalhadores imigrantes ilegais pois sabem que se estes forem fazer queixa das más condições a que são sujeitos, habilitam-se a ser punidos e a serem enviados para o país de origem ...
 
publicado por raio às 08:39

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 9 de Julho de 2007

Divulgação de Bloggers e Blogues

... Orgânica e Programa da Iniciativa
 
 
Como ninguém gosta de se sentir a falar para o boneco, todos os que possuem um blogue procuram descobrir a melhor forma de o divulgar, a formula que lhes permitirá obter uma boa perfomance em termos de visitas.
 
Estou certo que tão ou mais importante do que encontrar os portais certos onde se possam fazer os registos dos blogues, enviar extractos dos seus artigos via e-mail ou esperar ter a sorte de ser destaque num site, num jornal ou num programa radiofónico ou televisivo de grande audiência de forma a que os blogues aumentem o seu número de visitas, o método mais eficaz para que isso aconteça passa pela interacção entre bloggers, o que implica por exemplo fazer comentários, adicionar link’s, participar nas correntes bloguísticas, “adicionar como amigo” entre blogues do Portal Sapo, etc. etc..
 
É imbuído desse espirito de interacção entre blogues, que pretendo dar inicio, aqui no Blogue “Trovoada Seca” a um conjunto de artigos em que procederei à divulgação de blogues, do artigo que melhor espelha a sua linha editorial e quem é o seu autor, aliás, um pouco à semelhança da linha editorial que tenho vindo a seguir e que me tem levado a divulgar artigos de sites que me parecem interessantes.
 
Assim, agradeço que os interessados nesta iniciativa respondam à seguinte “espécie de inquérito” e a envie para o contacto do blogue. (A resposta a todos os itens é facultativa, pelo que no caso de não pretender tornar público algum ou alguns deles, agradeço que não envie dados falsos).
 
 
Blogger
 
- Nick Name:
- Nome:
- E-mail:
- Idade:
- Localização:
- Ocupação:
(Anexar Foto)
 
 
Blogue
 
- Título:
- URL: http://
- Data de inicio:
- Descrição:
(Anexar Imagem/Logotipo)
 
 
Curiosidades
 
- As Principais razões que o levam a participar na blogosfera e a editar um blogue;
- A transcrição do Texto publicado que melhor espelha a filosofia do seu blogue, se esse artigo tiver imagens agradeço que as envie.
 
Observações
 
- Pode neste item, por exemplo, dar a sua opinião sobre esta iniciativa e dar sugestões no sentido de a melhorar.
 
 
publicado por raio às 09:07

link do post | comentar | favorito
Sábado, 7 de Julho de 2007

Proponhamos o Jetset Nacional para ...

Património Mundial da Humanidade
 
Naquele dia, Maria Relâmpago chegou a casa com uma revista “cor-de-rosa” na mão e com uma ideia revolucionária na cabeça:
- João! João!!...
- O que é que foi agora? ... Trazes aí mais uma notícia escandalosa?...
- Amor, revista “cor-de-rosa” sem escândalo, não é revista ... mas não é sobre isso que te quero falar! ... é uma ideia que me ocorreu ... e é assim ... se entrou na UNESCO uma proposta para classificar o “Loch Ness” como Património Mundial da Humanidade ... porque é que não fazemos igual pedido para o Jetset Nacional!...?
João Trovão olha para Maria, franze o sobrolho e lá balbucia:
- Como? ... Porquê...? ... Explica lá isso ...
Maria, explica-se:
- Querido! As semelhanças são evidentes, pois, se na Escócia o “Loch Ness” é um lago em cujas águas turvas reina o lendário monstro Nessie, em Portugal o Jetset é um charco em que no seu lodo reina a célebre Lili Caneças ...
João Trovão escuta os argumentos da esposa e conclui:
- Hummm! ... Sempre que me lembro de Lili Caneças ... penso que ela vive a vida, tal como se esta fosse um jogo de cartas ... jogou Paus no sítio certo, Copas na altura exacta e Espadas no momento indicado ... e foi assim que ficou com os trunfos todos ... os Ouros ... na mão ... mas, agora que vens com essa conversa ... fiquei com uma dúvida ... será que Lili e Nessie não são duas identidades do mesmo ser?! ... Sendo essa a explicação que faltava encontrar ... e que justifica a dificuldade de encontrar o Nessie na Escócia ...
 
***
 
Na busca de informação sobre a vida e obra dessa famosa e célebre personagem do jetset português, colidi com diversos sites em que são apresentados extractos da sua biografia e/ou citações das suas frases mais mediáticas, mas o artigo que me reteve, foi um artigo publicado na Revista Máxima que se encontra disponível on-line em www.maxima.pt/0403/destaque/a02-00-00.shtml. Nesse artigo é feita uma extraordinária análise sociológica da interligação entre a Fama e a Obra em Portugal e no mundo e menciona-se o exemplo de Lili Caneças.
Passo a transcrever um extracto do mesmo.
 
 
FAMA e OBRA
 
(...)
 
Hoje, a fama é a própria obra e não a consequência de qualquer feito artístico, político, intelectual ou científico.
 
(...)
Nos dias que correm, fama não significa notoriedade. Para Teresa Costa Neves, especialista em comunicação e marketing, doutorada pela Universidade de Yale em Teoria da Comunicação, "Lili Caneças é assim o exemplo típico desta nova desregulamentação ética". O país real - as classes economicamente mais baixas, os cidadãos analfabetos, os iletrados, os que vivem do consumo das revistas cor-de-rosa - pensa que Lili é actriz ou pivot televisivo. "Sabe o que isto significa? Justamente a necessidade que as pessoas têm de encontrar reconhecimento para a sua fama, que é tanto mais difícil no seu caso quanto sabemos que esta senhora nada faz senão ir a festas."
 
 
Estes fenómenos são paradoxais do ponto de vista da análise sociológica, segundo Teresa Costa Neves.
 
"Em geral, o país real nãose importa de colar a ideia que tem de si próprio à representação social de Lili Caneças, por exemplo. A classe média, isto é, o grupo das pessoas que dispõe de habilitações académicas de nível superior ou ocupa os lugares cimeiros das estruturas sociais e económicas, recusa liminarmente esta colagem, transferindo a recusa para o facto de a Lili Caneças representar a construção imaginária da fama sem obra."
Carlos Castro, jornalista, especialista no universo social da fama, tem uma outra leitura destes fenómenos. Primeiro, afirma, a "Lili é das figuras mais fulgurantes porque tem um estilo próprio. Possui raça, uma imagem bonita, sabe falar, tem conhecimento de tudo e é uma simpatia para toda a gente. Não há festa que se faça sem que o seu nome não apareça no topo da lista. Tornou-se um verdadeiro ícone do social. A Lili é um caso único, uma vez que na altura - há 30 anos - ela estava em todo o lado, era casada com um homem rico e dava-se ao luxo de viajar por todo o mundo".
 
(...)
 
 
Fama e obra
Por Ana Paula Lemos
Ilustrações de José Moreira
 
 
máxima - A revista feminina que lhe diz muito mais
 
publicado por raio às 12:54

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Julho de 2007

Upa! Upa!...

Cuidado c’o Cão!!!...
 
Já João Trovão está deitado e disposto para dormir, quando Maria Trovão se vai deitar e enquanto se despe, arruma a roupa e prepara o vestuário que vai usar no dia seguinte, aproveita para contar mais uma fofoca:
- Lembras-te de eu ter falado numa colega que andou a fazer um peditório para conseguir pagar a prestação da máquina de lavar?
João entreabre os olhos e lança um suspiro em jeito de pergunta:
- HumMm?
- Então não te lembras? ... até te disse que quem lhe emprestou o dinheiro ... provavelmente já não o vai ver?
- HuMm!... HuMm!
- Pois bem, essa colega, hoje apareceu com um carrão novinho em folha ... bem!.... gostava que visses ... a surpresa foi tanta, que toda a gente quando a viu chegar, gritou em coro ... Upa!... Upa! ... Cuidado com o cão!!...
João despertou definitivamente e retorquiu:
- Sabes o que é que isso me faz lembrar?
- Quê? A quantidade de caloteiros que anda por aí?
- Também! ... Mas principalmente ... faz-me lembrar o surpreendente que é ver nos Socrates.jpgestudos de opinião, nas sondagens, nas estatísticas e semelhantes que vão sendo publicados, os altos níveis de popularidade do Primeiro-Ministro, José Sócrates, mesmo depois de ter colocado as finanças das famílias portuguesas à beira da ruptura, depois dos níveis de desemprego terem atingido números nunca dantes atingidos, depois dos impostos terem subido, quando ele tinha prometido que não o faria ... depois das confusões em que se tem metido ... a surpresa é tanta, mas tanta ... que à semelhança do que aconteceu lá no teu escritório ... a população portuguesa bem poderia gritar em coro ... Upa!... Upa! ...Cuidado com o Cão!!...
 
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 5 de Julho de 2007

É Preciso Não Esquecer!

... a doença do esquecimento
 
Com o aumento médio da esperança de vida, várias são as doenças cuja taxa de incidência tem evoluido para niveis alarmantes e nunca atingidos, entre elas está a doença de Alzheimer.
 
Para me inteirar dos diversos aspectos relativos a esta doença acedi ao site da APFADA - Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Doentes de Alzheimer, disponível em http://www.alzheimerportugal.org, aí pode-se encontrar informação diversificada sobre a Associação e sobre a doença, destaco o quadro onde são dadas respostas a um conjunto de dúvidas mais frequentes:
 
 
Doença de Alzheimer
 
- O que é a doença de Alzheimer?
 
- Qual a causa da doença de Alzheimer? 
 
- Quais os sintomas? -
 
- Como é feito o diagnóstico?
 
- Como é feito o tratamento?
 
- O que pode ajudar?
 
- Como a doença afecta os familiares?
 
- Informação
 
- Estudos
 
- Eu tenho Demência
 
 
Pela sua importância e utilidade, passo a reproduzir o texto que está no link “Eu Tenho Demência”
 
 
Eu tenho Demência
 
Se lhe foi diagnosticada doença de Alzheimer, demência vascular ou outro tipo de demência (ou a alguém que lhe seja próximo) então esta área do site, é para si.
 
Se, nos últimos tempos, tem tido problemas de memória, tem vindo a notar dificuldades em executar algumas tarefas diárias, visite, por favor, o seu médico de família. Podem haver outras razões, que não, propriamente, a demência, para os seus problemas e o médico, melhor que ninguém, o pode verificar.
 
Quando a alguém é diagnosticada a doença de Alzheimer, demência vascular ou qualquer outro tipo de demência, a situação pode constituir um verdadeiro choque, mesmo sabendo que algo já não estava a correr muito bem.
 
As mudanças causadas pela doença irão afectar, gradualmente, a sua vida. No entanto, é importante saber que não é o único nessa situação.
 
Seja positivo e concentre-se naquilo que consegue fazer e não naquilo que se tenha tornado demasiado difícil de realizar. Se, por qualquer motivo, ficar frustrado, culpe a Doença em vez de se culpar a si próprio.
 
Há muitas pessoas e entidades que o podem ajudar:
 
- Família e amigos
- Médicos
- Assistentes Sociais
- Psicólogos
- Terapeutas
- Voluntários
- Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Doentes de Alzheimer
 
 
A importância de um diagnóstico precoce
 
A vida depois do diagnóstico
 
Fonte:
Alzheimer’s Disease International
 
 
 APFADA
Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Doentes de Alzheimer
 
 
A divulgação desta instituição não me impede de estranhar o preçário das consultas de psiquiatria divulgadas no mesmo site em http://www.alzheimerportugal.org/clientSite/defaultArticleViewOne.asp?articleID=1116&categoryID=178&meID=178
 
publicado por raio às 08:40

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 4 de Julho de 2007

Afinal “Olivença é Portuguesa!”

... É uma Causa ... Histórica ... ou ... Histérica?
 
 
Falavam João Trovão e Maria Relâmpago sobre associações, instituições e afins ... umas que se dizem “sem fins lucrativos”, outras que se dizem de solidariedade ou de apoio social ou outro, outras que fazem os seus sócios pagar cotas de valor astronómicos ou prestam serviços muito bem pagos, que por um lado defendem a solidariedade e que insistem em solicitar a ajuda voluntária da comunidade, referindo que não têm fundos ... mas na prática o que se vê é os seus dirigentes a mostrar de dia para dia, mais e mais, sinais exteriores de riqueza ... outras em que não se percebe muito bem o que defendem e quais são as suas reais causas e objectivos ... quando Maria Relâmpago se lembrou de referir:
- Olha!... É como aquela coisa dos amigos de Olivença!...
- Ah! O GAO ... o Grupo dos Amigos de Olivença?
- Sim esses! ... Dizem-se amigos de Olivença, mas cá para mim eliminaram “live” do nome da terra e o que eles são é “amigos da onça”!
- Porque é que dizes isso? ... Então eles só pretendem que Olivença volte a ficar sob administração portuguesa ... segundo os argumentos que apresentam dizem que é uma causa histórica ...
Maria Relâmpago rebate o pensamento de João Trovão e conclui:
- Histórica? ... Com o burburinho que essa gente faz, mais parece uma causa histérica! ... E ...estará esse auto-denominado grupo dos amigos de Olivença ... ao que parece, constituído por “intelectuais” ou pseudo-intelectuais, preocupados com o bem-estar dos habitantes dessa cidade? ... e estarão esses interessados em ficar sob alçada de um país que certamente não lhes garantirá acesso ao ensino, à saúde e à segurança? E que lhes garantiria, ordenados menores e impostos maiores? ... Deixemos mas é os oliventinos em paz e lamentemos isso sim, o facto de todo o país não estar sob domínio espanhol, isto obviamente, em termos políticos ... porque em termos económicos esse domínio já se faz sentir ...
 
 
publicado por raio às 08:09

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Julho de 2007

Chás de Ervas ...

... e outras Mezinhas
 
Mal uma pessoa diz que está com uma indisposição, que está doente ou que se sente doente, o mais certo é ouvir alguém dizer que sabe de um chá ou de uma mezinha à base de plantas capaz de resolver o problema.
 
As grandes superfícies comerciais já não dispensam uma secção de chás. Esse saber milenar, transmitido de pais para filhos, chegam mesmo a ser temas de artigos na comunicação social onde os seus efeitos benéficos são sublinhados ao pormenor com apresentação, inclusivamene de provas cientificamente elaboradas.
 
Num pequeno livro editado em 1989 pelas Selecções do Reader’s Digest com o título “Segredos Culinários das Ervas Aromáticas” com texto de Kenneth A. Beckett e Tom Stobart e ilustrações de Elsie Wrigley pode ler-se na sua nota introdutória:
 
 
(...)
Há testemunho de que as ervas já eram utilizadas na Grécia Antiga, onde eram conhecidas pelas propriedades aromáticas e constituíam a base do tratamento de numerosas doenças. Hipócrates, célebre médico grego, descreveu algumas centenas de medicamentos à base dessas plantas, cuja utilização se manteve ao longo de muitos séculos. (...)
(...)
As propriedades medicinais das ervas eram, porém, as mais enaltecidas. Em 1597, Jonh Gerard, herbanário e boticário, publicou um volumosos tratado, que pesava 5 Kg e continha 1000 páginas, com a descrição ilustrada em xilogravura de cerca de 3000 plantas. As mezinhas à base de ervas continuaram a ser objecto de estudo dos físico até ao século XVIII, e ainda hoje, para a preparação de grande parte das drogas, recorre-se às fontes da Natureza. A morfina é obtida da papoila; a digitalina, estimulante cardíaco, da dedaleira; a colquina, usada no tratamento de certas formas de reumatismo, é obtida do cólquico (Colchicum).
(...)
 
 
 
Não quero que a publicação deste artigo seja visto como um atestado de incompetência à medicina dita convencional e uma promoção das medicinas ditas alternativas, até porque creio que para o bem do doente, os profissionais de uma e outra deveriam conhecer as qualidades e defeitos de ambas.
 
Recorrendo à Internet na busca de artigos que focassem a temática da medicina tradicional, encontrei muitos sites onde soluções verdadeiramente milagreiras são apontadas.
 
Um dos sites que apresenta informação sobre o tema é o “Folclore de Portugal” - Portal do Folclore Português, que possui no espaço dedicado à Medicina Popular em http://www.folclore-online.com/medicina/menu.html aí pode ler-se no artigo “Doenças e Ervas Medicinais” disponível em http://www.folclore-online.com/medicina/doencas_ervas/doen_ervas.html e do qual transcrevo um extracto.
 
 
Doenças e ervas medicinais
 
"Todas as plantas têm princípios activos, capazes de interferir a nível biológico se ingeridos pelo organismo humano. Destiladas, a maioria das plantas produz essências, álcool e gases combustíveis. Associadas a estas substâncias estão outras que, pela sua concentração, dão propriedades específicas às plantas, como é, por exemplo, o caso das papoilas que produzem o ópio.
 
Existem vários trabalhos dedicados à flora transmontana; como exemplo, em 1984, Berta Nunes, Ana Paula Oliveira e Margarida Cunha Ferreira publicaram um opúsculo intitulado Plantas Medicinais de Barroso, que está longe de abarcar a totalidade da flora medicinal. Trata-se de um começo, mas sabemos que de muitas plantas nem se suspeita sequer o poder medicinal, porque não foram testadas nem pelo povo nem pela ciência, que se esqueceu, por exemplo, que as poutegas são boas para acudir à fome de Maio.
 
Não é nosso propósito reproduzir aqui tal trabalho. Relataremos, isso sim, algumas das moléstias identificadas pela medicina popular e indicaremos o prognóstico e tratamento.
 
Anemia (identifica-se por uma espécie de fraqueza física) - aliviam-na os bolos de milho untados com azeite. Também um litro de vinho com gemas de ovo e açúcar.
 
(...)
Asma (identifica-se por uma tosse intensa, rouca e frequente) - alivia-se fumando figueiras-de-inferno.
 
Bexigas (existem várias afecções da bexiga) - as melhores terapias que se conhecem é evitar as bebidas alcoólicas e beber abundantemente a água pura de Barroso. Também as ervas como a salsa, o morangueiro, as barbas de milho, a carqueja ou qualquer chá de folha de lenhosas parece acalmar os males da bexiga.
 
 
Bichas - esfregar as fontes da cabeça com alho, tomar diversos chás (absinto, hortelã, etc.) e fazer uma dieta apropriada à base de azeite e alimentos cozidos.
 
Bronquite (inflamação dos brônquios) - como para a asma, fumar figueiras-de-inferno ou então defumar-se com eucalipto ou loureiro. Alguns chás (como o de eucalipto) são aconselháveis.
 
Calvície - se se trata da queda do cabelo numa zona específica (peladas), ferver folhas de nogueira e lavar a cabeça com a água. Também se diz que o tabaco macerado pelo menos oito dias tem um resultado idêntico.
 
(...)
Catarro (tosse e dores nas vias respiratórias) - ferver vinho com açúcar ou com mel e bebê-lo. Sopa de frango e legumes onde se cozeu muita cebola.
 
Constipação e rouquidão - sopa de frango e muita cebola. Vinho quente com açúcar ou mel.
 
Coqueluche - xarope de folhas de figueira-de-inferno, de flor-de-sargaço, pinhas-bravas ou agriões.
 
Diabetes (insuficiência de insulina) - dar açúcar aquando das crises. Tomar onze dias chá feito de dois ramos de alecrim, raiz de salsa, cominhos, raiz de madessilva, cinco pontas de pinheiro e cinco folhas de salva fervido cinco minutos em meio litro de água e adoçado com uma colher de açúcar.
 
Diarreia - comer farelo. A aguardente com açúcar também é utilizada, assim como o trigo seco, o centeio, chá de marmeleiro e a água de pevides da cabaça.
 
Dores de dentes - para a dor de dentes o melhor remédio é o óleo de cravo-da-índia (ou o cravo esmagado). O álcool (aguardente) e o fumo de cigarro também são recomendados. Contudo, o remédio mais eficaz é lavar a raiz do dente que dói na pia da água benta da igreja.
 
(...)
Febre - banhos de água fria. Esfregar o doente com urtigas.
 
(...)
Fígado - evitar as bebidas alcoólicas e beber apenas água pura de Barroso, O chá de marroios e da erva de S. Silvestre também é aconselhável.
 
(...)
Gota — a gota manifesta-se geralmente pelo inchar dos pés e uma dor aguda impedindo a marcha. Também podem existir dores nas outras articulações. Cura-se com uma dieta sem gorduras e sem bebidas alcoólicas. Por outro lado, pôr a zona atingida (geralmente os pés) em água salgada ou ferver folhas de nogueira e meter os pés nessa água à temperatura mais elevada que se puder aguentar. Dormir com os pés mais altos que o corpo.
 
(...)
Gripe — sopa de frango com muita cebola. Tomar também uma bebida alcoólica quente com açúcar ou mel. O mel, o alecrim, o vinho e a banha de porco fervidos também parecem ser um bom remédio.
 
(...)
Infecções — esfregar com uma bebida alcoólica. A raiz de urtiga, as folhas de nogueira, as malvas e a erva-de-sete-sangrias também atalham as infecções.
 
(...)
Intestinos — água pura de Barroso, aguardente, nozes e pão. O farelo e a farinha parecem ser eficazes na regulação dos intestinos, assim como os legumes. Os chás de arruda, salva, caroço de marmelo ou artemísia também são indicados.
 
(...)
Órgãos genitais femininos — trata-se sobretudo dos corrimentos, que param lavando com água de malvas.
 
Pedras nos rins — água pura de Barroso. Banhos de cozimento de chapotos de flor branca.
 
Peito apertado (dores fortes aquando da inspiração) — chá de duas folhas de eucalipto, hortelã-pimenta, raiz de alho, casca de cedro, raiz de carqueja e grão de erva-doce. Ferver cinco minutos em meio litro de água, adoçar com duas colheres de açúcar e tomar sete dias.
 
(...)
Rins — água pura de Barroso. Chá de erva de S. Roberto.
 
(...)
Sarna (é devida a um ácaro que cava galerias na pele para aí depositar os ovos; manifesta-se por erupções e coceira) — esfrega-se a pele abundantemente com uma bebida alcoólica. A água onde se ferveu flor de carqueja também resulta, assim como banha de cobra.
 
Tensão (alta e baixa) — substâncias contidas no pão de centeio regulam a tensão. O chá de oliveira parece também ser um regulador natural.
 
(...)
Tosse — chá de folhas de castanheiro ou de laranjeira. Também se costumam defumar as pessoas com estas duas plantas. Um remédio eficaz é ameaçar alguém de se lhe tirar a tosse (Gralhas).
 
(...)
Tuberculose (identifica-se por uma tosse rouca e fraqueza geral) - cura-se à base de murta, mel, açúcar e ovos. O que é preciso é fabricar uma bebida bem quente que alimente o como e ao mesmo tempo arrebente com os micróbios."
 
 
(Fonte: Medicina Popular - Ensaio de Antropologia Médica, de António Fontes e João Gomes Sanches, Âncora Editora, Colecção "Raízes", Março de 1999 - p.62 a 64) 
 
 
 
No mesmo site podemos aceder ao artigo “A “Saúde” das Ervas” publicado em http://folclore-online.com/medicina/saude_ervas.html
 
 
  
A "saúde" das ervas
 
"Durante milhares de anos, o homem guiado pelo mesmo instinto que hoje leva outros animais a se purgarem com certas ervas escolhidas, ele seleccionava na natureza os vegetais para a cura dos seus males. E, ao organizar-se em comunidades começa a transmitir às gerações futuros o “fruto do saber” — os celtas, nossos remotos antepassados, conheciam perfeitamente as propriedades das Fontes termais e são imitados pelos legionários romanos; os chineses e os egípcios ensinaram as propriedades do ópio, da romã, do ruibarbo; os gregos e os romanos definiram a utilização das sementes de rícino, da beladona ou da misteriosa mandrágora; os gauleses trouxeram o conhecimento do visco-branco da verbena, da centaurea, da milfurada, do meimendro e da salva.
 
Entre fitoterapeutas, clérigos e alquimistas foi-se então desenvolvendo o estudo das plantas medicinais e, passados assim os séculos chegamos agora ao que se convencionou chamar a época moderna — com o fim do reino dos “remédios naturais”.
 
Contudo, novas correntes científicas e de forma de vida, uma espécie de regresso às origens e à natureza, configura-se entre a actual classe médica, botânica, farmacêutica ou ambientalista que prima pela valorização do melhor de cada sistema medicinal, tendo em atenção os perigos de qualquer um dos métodos. Que assim seja. "
 
 
 
 com o Artigo com o Título “Síntese de Usos Medicinais” ...
 
   
 
Síntese de usos medicinais
 
Alecrim - Auxiliar da memória; para estados depressivos; estimula a circulação sanguínea; ajuda a fazer a digestão das gorduras (folhas); problemas de fígado.
 
Agrião - Para a tosse e bronquite; contra as anemias por carência de ferro.
 
Arando (ou uva-do-monte) - Para o colesterol e triglicéridos.
 
Alfazema - Alivia as dores de cabeça e acalma os nervos (flor); anti-séptico contra o acne (flor); tranquilizante.
 
Arruda - Lavagem do estômago; fortalecimento da visão; para lavar os olhos cansados (folha); antídoto contra certas mordidelas de cobras.
 
Borragem - Em dietas sem sal (folha); para o catarro e gripes; tranquilizante; depurativa e refrescante.  
 
Erva-cidreira - Alivia o catarro provocado pela bronquite crónica; as constipações febris e as dores de cabeça (folha).
 
Erva de São Roberto - Para doenças do estômago.
 
Carqueja - Facilita a digestão e estimula a secreção da bílis; acção antibiótica; infecção da bexiga; pedra nos rins; para a arteriosclerose: hipertensão arterial; sinusite, bronquite, anginas e tosse.
 
Funcho - Estimulante do apetite; auxiliar da digestão; desinflamar as pálpebras e melhorar a visão; suavizar o hálito (sementes).
Nota: não usar em doses excessivas
 
Hipericão - Para atenuar os sintomas da menopausa; queimaduras menores do sol (óleo); para libertar a tensão.
 
Hortelãs - Prevenções de constipações e gripes; inflamações da garganta; tranquilizante; ajuda a digestão; para as lombrigas
 
Louro - Para enjoos e irritações nervosas, para abortar; para bronquites; ajuda a fazer a digestão e estimula o apetite (folha).
Nota: todos os loureiros, excepto o loureiro­vulgar, são venenosos
 
Malva - Actua como laxante não agressivo; combate muitos problemas inflamatórios; usada para emagrecimentos.
 
Morangueiro-bravo - Para os nervos e contra a diarreia (folha) .
Em decocção, é um adstringente suave (fruto).
Nota:podem provocar reacções alérgicas
 
Néveda - "dor de barriga das mulheres”; dores “tortas” após o parto; dores do reumatismo.
 
Oregãos - Combatem a tosse, as dores de cabeça nervosas e a irritabilidade (extremidade florida).
 
Pilriteiro - Estimula a circulação.
 
Poejo - Eliminar vermes intestinais; facilita a digestão; tranquilizante para distúrbios menstruais.
Nota: é tóxica quando usada em grande quantidade.
 
Sabugueiro - Prevenção de gripes (flores); frieiras, mãos e pés frios (pomada de folhas de sabugueiro); desconforto das ressacas (flores).
 
Salva - Ajuda a digestão, a combater a diarreia (folha); gargarejos para as anginas.
Nota:não deve ser tomado em grandes doses por períodos muito longos
 
Salsa - Prevenção de perturbações renais; dores de torceduras; mau hálito; picadas de insectos.
 
Segurelha - Auxiliar da digestão.
 
Tanchagem - Para tratamento de furúnculos; problemas respiratórios (tosse, bronquite e catarros)
 
Tomilhos - Tónico digestivo; combate os incómodos das “ressacas”; constipações ou gargantas inflamadas (folha); ferimentos ligeiros; queda de cabelo.
 
Urtiga - Sangramento do nariz; purificação do organismo; anti-raquítica e anti-anémica.
 
Zimbro - Para tratamentos de eczemas, dermatoses, psoríase e outras doenças da pele; parasiticida externo (óleo de caule).
 
 
(Fonte: Etnobotânica - Plantas Bravias, Comestíveis, Condimentares e Medicinais, de José Alves Ribeiro, António Manuel Monteiro e Maria de Lurdes Fonseca da Silva, João Azevedo Editor, 2000)  
 
 
 
 ... e com o artigo com o título “Índice Terapêutico” disponível em http://folclore-online.com/medicina/saude_ervas3.html
 
 
Índice terapêutico
 
Aftas: malva, saálvia
Aleitamento: hortelã
Amigdalite: malva, sálvia, tanchagem
Anemias: agrião
Apetite: alecrim
Arteriosclerose: carqueja
Asma: agrião, carqueja, sálvia, alfazema
Azia: carqueja
Bronquite: agrião, alecrim, tanchagem
Cálculos biliares: hortelã
Cálculos renais: carqueja
Calmante: erva-cidreira, hortelã
Ciática: arruda
Cicatrizante: alecrim
Circulação: alecrim
Cólicas menstruais: alecrim, arruda, poejo, sálvia
Depressão: alecrim, alfazema
Depurativo: carqueja, tanchagem
Diabetes: agrião, alecrim, carqueja, malva
Diarreia: sálvia, carqueja
Digestivo: agrião, alecrim, alfazema, arruda, carqueja, erva-cidreira, hortelã, poejo
Diurético: malva
Emagrecimento: malva
Enxaqueca: alfazema, arruda, hortelã, erva-cidreira
Expectorante: agrião, malva, sálvia
Faringite: sálvia, arruda
Feridas: sálvia, arruda
Fígado: carqueja, erva-cidreira, malva
Flatulência: hortelã, poejo, sálvia, alfazema, arruda, erva-cidreira
Furúnculo: malva, tanchagem
Frieiras: sabugueiro
Garganta: malva, sálvia
Gengivite: malva, sálvia
Gota: arruda, alfazema, carqueja
Hemorróidas: arruda, tanchagem
Hepatite: agrião, alecrim, carqueja
Icterícia: hortelã, poejo
Laxante: carqueja
Menstruação (ausência): agrião, alecrim, arruda, erva-cidreira, poejo, sálvia
Micoses: arruda
Náuseas: arruda
Obesidade: carqueja, malva
Piolhos: arruda, poejo
Pressão alta: alecrim, carqueja
Prisão de ventre: erva-cidreira, hortelã, malva, mancoliais, tanchagem
Queda de cabelo: alecrim, alfazema
Queimaduras: tanchagem
Regulador das menstruações: poejo
Reumatismo: alfazema, carqueja, poejo, sálvia
Sistema nervoso: erva-cidreira
Tosse: agrjões, alfazema, malva, oregãos, poejo, sálvia, tanchagem
Ulceras: alecrim, sálvia
Varizes: pilriteiro, tanchagem
Vias urinárias: carqueja
Vómitos: arruda, erva-cidreira, hortelã 
 
 
(Fonte: Etnobotânica - Plantas Bravias, Comestíveis, Condimentares e Medicinais, de José Alves Ribeiro, António Manuel Monteiro e Maria de Lurdes Fonseca da Silva, João Azevedo Editor, 2000)  
 
 
 
 
 
Folclore de Portugal
Portal do Folclore Português
 
 
 
 
Todas as soluções terapêuticas que se encontram descritas neste artigo, bem assim como todas as que se encontram disponíveis na web, por exemplo em http://www.opatrimonio.org/pne/patrimonio.htm, em http://www.3fitness.com/2nutricao/segredoschas.htm, em http://www.instituto-camoes.pt/clp/folhaemflor.htm e outras, deverão ser cruzadas com outras fontes por exemplo livros da especialidade e ervanárias.
 
 
 
 
 
 
 
publicado por raio às 08:14

link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
Segunda-feira, 2 de Julho de 2007

Proprietários punidos por não cultivar as suas terras? ...

Só pode ser coisa de ...
quem nem sequer coloca água nas flores que tem na varanda!
 
 
Maria Relâmpago e João Trovão vão ao hipermercado comprar fruta e legumes quando Maria se lembra de algo que ouviu:
- Um dia destes ouvi que o actual governo quer instituir uma coima para quem não tem as suas terras cultivadas ...
- Quê? Um Imposto disfarçado de multa? ... Uma forma de se arranjar mais uns trocos para o mealheiro de Sócrates ... Ou será ... uma ideia de um qualquer idiota que nem sequer sabe cuidar das plantas que tem na varanda ou no jardim?
- Acho que o Ministro que apresentou essa medida ... disse que é para combater as zonas rurais!...
- Belo!... Quer dizer ... num país onde já se puniram produtores por estes excederem as quotas de produção no âmbito da PAC - Política Agrícola Comum ... num país onde já se subsidiaram produtores para estes não produzirem, precisamente para que as quotas não fossem ultrapassadas ... num país em que a vontade política levou a que se houvesse um incremento, artificial do sector terciário e um abandono do sector primário e secundário, em nome da modernização ... e que é o mesmo país que promove o abandono das zonas rurais aos fechar unidades de saúde e escolas ... tem agora os responsáveis pelo facto de tudo isso ter acontecido a dizer que pretende punir quem fugir de onde não há qualidade de vida ...
Enquanto vão vendo os preços e a origem dos produtos agrícolas expostos naquela superfície comercial, Maria, interpela João:
- Então mas achas bem que os campos fiquem abandonados e cheios de mato?
- Claro que não acho!... Mas sei que cultivar as terras de um modo rentável, não está ao dispor de qualquer um ... há produtos cujo custo de produção é superior aquele que têm os produtos de origem estrangeira que nós vemos aqui nestas prateleiras ... e como tal, não têm escoamento e os produtores optam por deixá-los apodrecer nos terrenos.
- Essa explicação despertou-me para uma realidade!... se as pequenas propriedades são aquelas onde os custos de produção são mais elevados ... será esta uma medida uma espécie de “Reforma Agrária” invertida? ... uma forma de os grandes empresários agrícolas tomarem conta das propriedades dos proprietários?...
 
publicado por raio às 09:35

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 30 de Junho de 2007

Utensílios Políticos

... Que urge Inventar
 
 
sanita_politica.gifJoão Trovão sai da casa de banho, onde foi fazer as necessidades e aproveitou para dar mais uma vista de olhos pelo semanário deixado estrategicamente sobre o bidé para essas ocasiões. O facto de ter lido assuntos políticos, deixou-o despertado para a sua realidade, daí, a começar a desenvolver um pequeno raciocínio sobre o tema foi um ápice. Mas começa por perguntar a Maria Relâmpago:
- Querida! ... já alguma vez imaginaste o que seria se na não houvesse piaçaba e autoclismo, nem nenhum utensílio que os substituísse?
- Bem, seria porcaria por todo lado...
- Exactamente! ... ou seja porcaria colocada de novo não eliminaria a porcaria que já lá estava! ... portanto se as pessoas não usassem o piaçaba e o autoclismo, o que aconteceria ... era que a sanita ficaria a jorrar por fora e toda a casa de banho ficar atulhada em fezes ...
- Mas onde queres chegar com essa conversa? ... que já não me está a cheirar nada bem!
- É assim!... Se imaginarmos que Portugal é uma Casa de Banho ... e que a Democracia é a Sanita ... percebemos porque é que o país está como está ...
- Então porquê?
- É porque continuamos a acreditar que o facto de colocarmos políticos, de merda, novos na Democracia ... estes conseguem eliminar os políticos, de merda, velhos ... e ainda não percebemos que para eliminar os velhos teríamos que dispor de um autoclismo e de um piaçaba político ...
 
publicado por raio às 08:20

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 29 de Junho de 2007

São Pedro

... O Terceiro dos Santos Populares
 
Na busca de um site onde conste a vida e obra de São Pedro encontrei a página http://www.geocities.com/Athens/Delphi/7090/padroeiro.htm, página onde a Paróquia de São Pedro fornece a biografia do seu padroeiro e que passo a transcrever:
 
Nosso Padroeiro
VIDA DE SÃO PEDRO
 
Pedro, cujo nome era Simão, era natural de Betsaida, povoação na Galiléia, às margens do lago de Genesaré, também conhecido como mar de Tiberíades. Era filho de Jonas e pescador de profissão. Tinha, juntamente com seu irmão André e com Tiago e João, filho de Zebedeu, uma pequena frota de barcos pesqueiros.
 
Como as pescas eram temporárias e os pescadores do mar da Galiléia tinha tempo livre durante a baixa estação, presume-se que foi durante um desses períodos que André, indo ao encontro de João batista no rio Jordão, encontrou Jesus. "vi o messias", disse André ao irmão. E Simão, que tinha um temperamento vivo e ardente e era muito religioso, não sossegou enquanto André não o levou até Jesus.
 
Simão era de temperamento autoritário, impulsivo, sempre entusiasmado embora às vezes desanimasse com facilidade. Mas era também franco, bondoso e extremamente generoso. E Jesus, que era um exímio "conhecedor" de homens, após olhar longamente para ele diz: "a partir de hoje você vai se chamar Pedro". Mudar o nome para outro mais significativo era frequentemente mudar de orientação e de modo de viver. E foi assim que Simão, o pescador da Galiléia, deixou para trás toda uma história de vida e iniciou outra vida e uma nova história: agora não mais como Simão, mas como Pedro, o pescador de homens.
 
É verdade que Pedro publicamente renegou a Jesus por três vezes. Mas é verdade também que por várias vezes publicamente professou sua fé. "aonde iremos, senhor, se só tu tens palavras de vida eterna?" "tu é o cristo, o filho do deus vivo". "senhor, tu sabes que te amo".
 
Pedro era a pessoa chave no grupo dos doze e em várias ocasiões Jesus o distinguiu com um favor especial. É quase certo que esteve presente nas bodas de Caná. Foi testemunha da gloriosa transfiguração do senhor, no monte Tabor; e foi ele que, em companhia de João foi encarregado de preparar o cenáculo, para a celebração da páscoa ou a última ceia.
 
Quando Jesus foi preso, apenas Pedro, em companhia de João, teve a coragem de segui-lo. Reconhecido, porém, como um dos discípulos, negou que conhecesse tal homem. Mas nem essa tríplice negação, chorada amargamente por ele, nem a dor e o arrependimento, traduzidos num copioso pranto, diminuíram sua confiança e seu amor ardente pelo mestre. Também o mestre não diminuiu sua ternura pelo discípulo que lhe era tão caro. Ao contrário, demonstrou-a claramente nas perguntas que lhe dirigiu junto ao mar de Tiberíades poucos dias antes de sua ascensão: "Pedro, tu me amas?". E após a resposta afirmativa, com estas palavras "apascenta meus cordeiros", Jesus o confirmou no primado da igreja e lhe entregou todo o rebanho.
 
Depois de muitas labutas e sofrimentos, depois de entregar e empregar a vida em fazer o mundo conhecer e amar a Jesus cristo, depois de contribuir para estabelecer a igreja em todo o universo, Pedro viu finalmente chegar o seu fim na terra. Corria o ano de 64 e ele se encontrava encarcerado. Tiraram-no do cárcere e o levaram para ser crucificado mas ele conseguiu que os carrascos o pregassem na cruz de cabeça para baixo porque não se achava digno de ser tratado como seu divino mestre.
 
A festa de são Pedro, juntamente com a de são Paulo, foi colocada no dia 29 de junho provavelmente para ocupar o lugar de uma antiga celebração pagã que comemorava nesse dia a festa dos mitos Rómulo e Remo, considerados os pais da cidade de Roma.
 
 
Paróquia de S. Pedro
 
 
A Paróquia de São Pedro pertence à Arquidiocese de São Salvador da Bahia, Brasil, instituição religiosa católica.
 
 
publicado por raio às 03:02

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 28 de Junho de 2007

Mapa do Céu

... Free, On-line e sem Downloads manhosos ...
 
Mesmo que não seja frequente, é provável que um dia nos deparemos a olhar o céu e a perguntar: “- Que estrela é aquela?”
Ou: “- Onde é que está a constelação ... (x) ou (y)?”
 
Se em vários sites se podem ver os mapas astronómicos, do hemisfério norte e do hemisfério sul, raros são os casos em que o mesmo é actualizável, criando o problema de no mesmo não serem mencionados os planetas do sistema solar, que para o cidadão comum e à vista desarmada, se confundem com estrelas.
 
Tendo eu visto uma estrela que aparecia com um brilho mais forte e que a determinada hora ficava tapada pela Lua, fiz uma pesquisa para perceber de que estrela se tratava.
 
Não foi fácil, pois não consegui descobrir nenhum site que explicasse os fenómenos astronómicos do dia-a-dia a um leigo em matéria de astronomia e que a única coisa que saiba nesse âmbito, é identificar as fases da Lua e a constelação Ursa Maior.
 
Pesquisando na Página de Links de Astronomia “Astronomia na Web” em http://www.sentadoapua.com.br encontrei um link para um aplicativo on-line que permite visualizar o céu e que está em http://www.fourmilab.ch/cgi-bin/Yourtel.
 
Magnífico! Aí podemos definir a hora e o local (através de cidades pré-definidas no site ou de coordenadas que introduzamos) para visualizar o céu e assim podemos ver onde estão os planetas do sistema solar, saber onde estão as constelações, etc. etc. ...
 
O único problema é que o site se apresenta escrito em inglês e temos que saber o significado dos símbolos que aparecem no referido mapa, principalmente:
 
sol.gifSol
 
Mercúrio.gifMercúrio
 
vénus.gifVénus
 
terra.gifTerra
 
Marte.gifMarte
 
Júpiter.gifJúpiter
 
Saturno.gifSaturno
 
Úrano.gifUrano
 
Neptuno.gifNeptuno
 
Plutão.gifPlutão
 
Asteroide.gifAsteróide
 
Cometa.gifCometa
 
 
publicado por raio às 10:30

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 27 de Junho de 2007

Baixo Índice de Natalidade

O Pseudo-Problema Nacional
 
Maria Relâmpago e João Trovão, passeiam quando avistam um grupo de grávidas.
E Maria faz o reparo:
- Olha ali! Até ... já parece uma concentração de grávidas ... como aquela que ocorreu para alertar para o problema dos baixos índices de natalidade.
- Os baixos índices de natalidade são um problema?
- Então! Se continuarmos assim daqui a uns anos, há pouca gente activa para garantir as reformas dos mais velhos!
- Querida!... Desde quando é que o facto de haver gente nova ... garante que pertencerão à população activa e contribuinte?... pelo que se tem visto, os mais novos , ou porque têm formação a mais ... ou porque têm formação a menos ... ou estão em áreas que são subsidiadas ou estão no desemprego, mas quase sempre estão a usufruir do dinheiro que foi descontado pelos trabalhadores mais velhos com o objectivo de garantir as suas reformas e que vê esses fundos serem delapidados ...
- Então achas que os poucos nascimentos não é um problema?
- Pode ser um problema, sim! ... Mas é uma consequência e não uma causa ... Como é querem que haja mais nascimentos ... num país em que as mulheres se habilitam a ser punidas nos empregos quando dizem que estão grávidas ... num país em que os possíveis pais tendo dificuldades económicas sabem que não podem dar a melhor qualidade de vida a um filho, se o desejarem ter ... Sabes o que te digo! ... haja menos dinheiro para quem não trabalha ou não quer trabalhar, haja menos subsidio-dependentes, haja criação de empregos, haja segurança no trabalho e veremos que a segurança social não entra em colapso e consequentemente haverá mais nascimentos.
- Então e se forem criados postos de trabalho a mais? E não houver portugueses para preencher todos os lugares?
- Que todos os problemas sejam esses! ... Se agora há portugueses que não querem trabalhar e os lugares das empresas são ocupados com imigrantes ... se todos trabalharem e mesmo assim houver lugares vagos ... permite-se que venham mais imigrantes ... sempre é mais gente a reforçar os cofres da Segurança Social ...
 
publicado por raio às 10:02

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 26 de Junho de 2007

Vai de Férias?

... Conselhos Úteis
 
Quando se fala de GNR, são tantos os que associam a sigla à banda “Grupo Novo Rock” como os que se lembram da força policial.
 
Estou certo que o facto de na Internet o sítio do grupo musical estar claramente em vantagem, não se deve à menor importância dos assuntos focados no site Guarda Nacional Republicana.
 
Efectivamente quem acede a este último em http://www.gnr.pt pode por exemplo obter informações úteis no item Posto Virtual em http://www.gnr.pt/default2.asp, pois daí podemos seguir por um de três caminhos, nomeadamente:
 
- Formulários
- Conselhos Policiais
- Conselhos de Trafego
 
 
Na alínea “Conselhos Policiais” surgem-nos os seguintes pontos: 
 
- Segurança para a Comunidade 
 1- Recepção de Cartas Suspeitas ou Encomendas Suspeitas
 2- Idosos em Segurança
 
- Segurança na sua Casa 
 3- Em Casa
 4- Para moradores em Apartamentos
 5- Quando Vai de Férias
  
- Segurança fora de Casa 
 6- Durante as Férias no Estrangeiro
 7-Na Rua
 
 
Atendendo a que aquele que é considerado o período de Férias típico, se aproxima, passo a transcrever os conselhos expostos no ponto 5 - Quando vai de Férias
 
Quando Vai de Férias:
 
 
- Se for possível peça a um vizinho ou a um amigo de confiança que recolha o seu correio;
 
- Se tiver um segundo carro e o não levar de Férias, peça a alguém que o mude de lugar de vez em quando durante a sua ausência;
 
- Durante a sua ausência, deixe as Joias e outros objectos de valor num lugar seguro e de preferência fora de casa;
 
- Se tiver instalado em casa um sistema de alarme verifique se está devidamente ligado antes de sair;
 
- Evite fazer publicidade da sua viagem de Férias;
 
- Deixe alguém da sua confiança o endereço do local onde vai passar as Férias no caso de ser necessário contactá-lo;
 
- Informe as Forças de Segurança da sua área de residência, da sua ausência, fornecendo-lhes o seu contacto de Férias ou indicando o contacto de uma pessoa da sua confiança;
 
- Não carregue o Carro que vai utilizar para ir de Férias na noite anterior, faça-o na manhã seguinte;
 
- Antes de partir, verifique que todas as portas e janelas estão bem fechadas e que leva consigo todas as chaves necessárias.
 
 
GNR - Guarda Nacional Republicana
 
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 25 de Junho de 2007

Ota ...

Portela mais um ... ou ... Campo de Tiro de Alcochete? ... ou ...
 
Maria Relâmpago e João Trovão falam sobre os aspectos relativos às teorias que continuam a surgir todos os dias sobre a localização do Aeroporto que segundo se diz virá substituir ou complementar o Aeroporto da Portela em Lisboa.
Diz Maria:
- Está visto que a polémica sobre a controversa localização do Novo Aeroporto ... “Jamais” se EsgOTA!...
- Humm! ... compreende-se ... enquanto houver estudos, haverá dinheiro a circular ... e onde há dinheiro a circular, há sempre quem ganhe umas boas comissões ... são os meandros complicados das negociatas ... nos labirintos da política nacional ...
- E achas que quem está a estudar a possibilidade do Aeroporto ir para Alcochete ...consegue fazer o estudo em tempo útil?
- Claro que consegue! ... Quem está a fazer esse estudo ... já fez o estudo da Ota! ... agora só precisa trocar OTA por CTA ... e ‘tá feito ...
- Por CTA?
- Sim! ... CTA! ... Campo de Tiro de Alcochete!
... E Maria continua:
- E achas que a solução Alcochete é a melhor?
- Não sei ... mas sabes?! ... quem já deve estar a pensar nessa possibilidade é aquele ministro com cara de rapazinho rebelde dos anos 60 ... aquele que promove o Algarve ... alterando o nome da região para uma coisa à inglesa ... Allgarve...
- Ah! ... O Ministro da Economia e Inovação!...
- Sim esse! ... O Manuel Pinho ... já o imagino, acompanhado do Secretário de Estado do Turismo, o Bernardo Trindade e do Primeiro-Ministro José Sócrates a congeminarem a forma de colocar um cartaz gigante que dê as boas-vindas a Alcochete ... trocando o nome da terra ... por um que se seja legível em inglês ...
Intrigada, Maria pergunta:
- Então como ficaria escrito ... seria Allcochete?.
- Não! ... Isso ainda é muito português! ... certamente, que para esses criativos ... os passageiros dos aviões que aterrassem nesse Aeroporto ... deveriam deparar-se ... com a seguinte mensagem ... “Welcome to All Cool Shit” ...
 
publicado por raio às 08:55

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 24 de Junho de 2007

São João ...

Baptista
 
São_João_Baptista.jpgOs Cristãos celebram no dia 24 de Junho o nascimento de S. João, no entanto os festejos que popularmente se efectuam em sua honra atingem o seu auge na noite do dia 23 para o dia 24 de Junho, noite essa que é particularmente vivida em alguns lugares, como é o caso da cidade do Porto em Portugal.
 
Sendo São João Baptista uma das figuras de maior importância para a Igreja, é através desta que nos chega a maioria ou totalidade dos aspectos relacionados com a sua biografia.
 
Deixo-vos assim, com um extracto de um artigo publicado no site http://www.ecclesia.com.br/ onde se foca o assunto em http://www.ecclesia.com.br/sinaxe/joao_batista.htm
 
24 de Junho
«Natividade do Grande Profeta e Glorioso Precursor São João Batista»
 
(...)
 
No dia 24 de junho, os cristãos do Oriente e do Ocidente celebram o nascimento de São João Batista. Também coincide, nas duas tradições, a data em que se celebra o seu martírio em 29 de agosto. No Oriente bizantino, porém, as comemorações do grande Profeta e Precursor são sem dúvida mais numerosas.
 
Com relação ao nascimento, os calendários bizantinos assinalam, no dia 23 de Setembro, a data da concepção do "glorioso Profeta, Precursor João, o que batizou Jesus no Jordão". Antigamente também os martirológios latinos registravam essa comemoração em 24 de setembro; porém a partir do século XV foi abolida .
Na tradição oriental é comum iconografar São João Batista na forma de um Anjo. Com efeito "era mais que um homem", como diz o evangelho, e a palavra "mensageiro" em grego aggeloV coincide com nossa tradução". Sendo um dos santos mais venerados no Oriente bizantino, é compreensível que muitas sejam as formas de representá-lo em ícones: encontramo-lo representado sozinho, ou em episódios da sua vida, especialmente o da sua decapitação.
João é filho de Zacarias que, por causa de sua pouca fé, tornou-se mudo, e de Isabel, aquela que era estéril. O nascimento de João Batista anuncia a chegada dos tempos messiânicos, nos quais a esterilidade se tornará fecundidade e o mutismo, exuberância profética.
O evangelho lhe dá o cognome de."Batista", porque ele anuncia um novo rito de ablução (Mt 3,13-17), na qual o batizado não imerge sozinho na água, como nos ritos e nos batismos judaicos, mas recebe a água das mãos de um ministro. João pretendia mostrar assim que o homem não se pode purificar sozinho, mas que toda santidade vem de Deus.
João Batista é também lembrado como um homem de grande mortificação. Talvez tenha ele sido iniciado esta disciplina nas comunidades religiosas do deserto. Mas a tradição lembra, sobretudo seu caráter profético. Ele é profeta por um duplo titulo. Antes de tudo é profeta no sentido em que essa palavra era entendida no Antigo Testamento; aliás, João é o maior dos profetas de Israel, porque pôde apontar o objeto de suas profecias (Mt 11,7-15; Jo 1,19­28). Para realçar essa pertença de João à grande descendência dos profetas do Antigo Testamento, Lucas nos narra seu nascimento, permitindo ver através dele o perfil das grandes vocações dos antigos profetas.
Mas o profeta não é apenas o anunciador do futuro messiânico; é essencialmente o portador da palavra de Deus e a testemunha da presença dessa Palavra criadora no mundo novo.
Ele aponta para os futuros discípulos de Cristo a quem esses deveriam seguir. Mostra o Cordeiro e orienta que o sigam.
 
 
Fonte
O Ano Litúrgico Bizantino
Madre Maria Donadeo - Ed. Ave-Maria
 
 
publicado por raio às 00:01

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

@Autores

@pesquisar

 

@Queres colaborar neste blogue?

@ Yes!... Quero colaborar neste blogue!!

@Cont@cto

A área de Comentários deste Blogue está aberta para permitir o direito de resposta às entidades visadas e para que todos possam dar a sua opinião sobre os temas abordados e artigos aqui publicados, todavia:
 
@ Se encontrou algum erro nos artigos publicados;
 
@ Se tem algum artigo que gostasse de ver publicado neste blogue;
 
@ Se tem ideias ou tópicos relativos a algum tema que aqui queira ver desenvolvido;
 
@ Se desejar deixar uma critica ou uma sugestão ou se simplesmente desejar entrar em contacto com o autor do Blogue Trovoada Seca;
 
Pode enviar a sua mensagem para o e-mail: trovoada.seca@gmail.com
 
(Todas as mensagens com publicidade duvidosa ou a noticiar que eu ganhei uma lotaria internacional serão imediatamente reportadas como SPAM)

@posts recentes

@ Formações de Reiki e Karu...

@ Sábado às 15:30h

@ O LIVRO...

@ Lançado o Livro "Partilha...

@ Cursos em dezembro...

@ Karuna...

@ Diagnóstico...

@ Actividades de Outubro [d...

@ ...

@ Cultura ...

@ Inês apela à solidariedad...

@ Maio de Norte a Sul...

@ Agenda de Maio em Resumo

@ ...em MAIO...

@ KARUNA, um desenvolviment...

@ Local Oficial do Projecto

@ Este mês: Reiki & Karuna

@ Actividades no FUNCHAL

@ O Reiki explicado em Víde...

@ Últimas actividades de Fe...

@ em Fevereiro

@ Curso de Iniciação ao Rei...

@ Afinal qual é a maior sem...

@ Resultados Eleitorais

@ Reiki uma História...

@ Novidades...

@ Actividades de Setembro

@ Sacanas Sem Lei

@ Reiki: Exemplo de uma ses...

@ Curso Nível III

@ WorkShop de Reiki

@ Actividades para Junho

@ "URGENTE - MENINO RAPTADO...

@ Actividades da Primeira Q...

@ Europeias

@ Para ti o que é mais impo...

@ A Grande Relação …

@ Encontro/Convívio Reikian...

@ Última Hora - Importante ...

@ Actividades de Maio

@ Vendo Carro – Óptimo Preç...

@ Curso de Iniciação ou Nív...

@ Beira Interior

@ O Verdadeiro Significado ...

@ Iniciação ou Nível I

@ Iniciação ou Nível I

@ Cursos de Iniciação em Fe...

@ Subsidiar o Arrendamento ...

@ PROCURA-SE [Adolescente D...

@ Reiki... no Baixo Alentej...

@Blogs

@ A
AFSP Notícias
Alma Roubada
Amizades e Flores
A Padeira de Aljubarrota
Arco-Íris da Vida
Arte e Magia no PSP
Asas Para Voar
As Minhas Imagens
As Palavras e o Mundo
A Sul
Astro-Reiki [Reiki & Astrologia]
A Ver Navios


@ B
Blogadinha dos Virtuais
Blog da Rosamar
Blog Oficial do Blogs Sapo
Blog da Rosamaria
Blog do Rums
Blog Oval

@ C
Cansei
Cantinho da Rosa
Carlinha Pink
Carne Azeda
Casa do Consultor
Cinda Moledo
Clouberry
Colcha de Retalhos
Columbófilia
Cópia Perfeita
Coração Solidário
Critica na Rede
Crónicas de Uma Mãe Atrapalhada
Cuidem de Nossos Animais

Curtas Metragens


@ D
DaPlanície
Dark Angel
Desculpe Qualquer Coisinha
Docas nas Asas do Desejo
Do Miradouro

@ E
Educação em Portugal | Metas e Medidas
Eimar Suely
Elástico da Cueca
Emolicious
Escavar em Ruínas
Estórias da Minha Terra
Estou Estupefacta
Estrela do Céu
Eu & Eu Neusa Beatriz
Extras by Kika

@ F
Fascínio, Arte e Beleza nos Automóveis e na Mulher
Ferreirinha
Florbytes
Fora de Jogo
Fotografia de João Palmela

@ G
Genny
Geração Rasca
Gifs da Kaká

@ H
How you Doing?

@ I
Ideologia e Biologia
Insomnia

@ J
Jesus Minha Rocha
@ K
Kruzes Kanhoto

@ L
Loirinha
Lol Tuga
Lua Blog
Lugar ao Som
Luz do Desejo

@ M
MAPUFT
Maripossa
Memórias Secretas
Mitos, Modas, Clichés
Moranguitoooos
Mundo Animal
Mundo Animal
My Litle Space

@ N
@ O
O Cantinho da Estrela
O Cantinho da TiBéu
O Cantinho dos Miudos
O Incrível Diário da Carochinha
Olha_por_Mim
O Muro das Lamentações
O Outro Lado
Opinião em Duplo
Oportunity
Os Bigodes do Gato
O Sino da Aldeia
O Sítio da Bola de Cristal

@ P
Paixões e Encantos
Paz Original
Penso, Logo Existo ...
Poesia de Augusto P. Gil

@ R
Reflexões de Um Louco
Rir até Cair
Rita Moranguita
Rosamar's Space

@ S
Salvo-Conduto
Sandrita Dinis
Saobanza
Seduções
(Sem Nome)
SigaCafe
Simbioses
Sisters&Friends
Sofia Sama
Sorriso Alegre
Só Tenho Coisas que me Ralem

@ T
Tintas e Pincéis
Tiraram-me o Gato
Tou Aqui 42
Túlipa Branca

@ U
Última Flor do Lácio
Uma Vida ...

@ V
Vaga Aberta
Vampira Encantada
Velhinho Prega Secas
Verde Água
Vila Forte
Virginiana
Vitor Valente

@ W
Women Blog

@tags

@ sexo(47)

@ trovoada seca(46)

@ portugal(45)

@ reiki(42)

@ divulgação(39)

@ albufeira(37)

@ política(33)

@ sociedade(32)

@ saúde(30)

@ amor(29)

@ homem(29)

@ mulher(29)

@ eu(26)

@ vida(26)

@ algarve(23)

@ actualidade(22)

@ blogs(22)

@ ensino(20)

@ políticos(20)

@ bloggers(19)

@ destaque(19)

@ divulgação de blogues(18)

@ divulgador(18)

@ índice de blogues(18)

@ registo de blogue(18)

@ top(18)

@ karuna(17)

@ nível 1(17)

@ formação(16)

@ curso de reiki(15)

@ justiça(15)

@ mestre(14)

@ beja(13)

@ bem-estar(13)

@ futebol(13)

@ meditação(13)

@ pensamento(13)

@ lisboa(12)

@ curso(11)

@ amigos(10)

@ blog(10)

@ iniciação(10)

@ japão(10)

@ universo(10)

@ 2008(9)

@ energia(9)

@ estradas(9)

@ governo(9)

@ terapeuta(9)

@ 2009(8)

@ aprendizagem(8)

@ conselhos úteis(8)

@ eleições(8)

@ trânsito(8)

@ advogados(7)

@ alentejo(7)

@ blogue(7)

@ faro(7)

@ fevereiro(7)

@ religião(7)

@ vídeo(7)

@ atletas(6)

@ brasil(6)

@ crianças(6)

@ desporto(6)

@ noticias(6)

@ notícias(6)

@ portimão(6)

@ porto(6)

@ professores(6)

@ psd(6)

@ sapo(6)

@ silves(6)

@ tibete(6)

@ (5)

@ actividades(5)

@ ajuda(5)

@ almansil(5)

@ apr(5)

@ assaltos(5)

@ benfica(5)

@ blogues(5)

@ boliqueime(5)

@ compaixão(5)

@ curso de karuna(5)

@ hospitais(5)

@ informação(5)

@ iniciação ao karuna(5)

@ josé sócrates(5)

@ madeira(5)

@ nível 2(5)

@ noticia(5)

@ obras na via(5)

@ odemira(5)

@ partilha(5)

@ pequim 2008(5)

@ prisões(5)

@ reiki em albufeira(5)

@ televisão(5)

@ alunos(4)

@ todas as tags

@Sites

@ Astronomia
Astronomia na Web
Mapa do Céu

@ Agricultura e Pescas
MADRP - Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas

@ Bebés
Guia do Bebé

@ Bebidas
APCV - Associação Portuguesa dos Produtores de Cerveja

@ Bicicletas
69ª Volta a Portugal em Bicicleta/EDP -2007
SuperCiclismo Online

@ Biografias
Biografias
“O Leme” - Biografias

@ Bombeiros e Protecção Civil
ANPC - Autoridade Nacional de Protecção Civil

@ Câmeras On-line
Porto do Funchal - Webcam

@ Casas Pré-Fabricadas
FabPrefab - Portal da construção pré-fabricada
IberMódulo - Aluguer de Módulos e Equipamentos, Lda.

@ Cinema
Citi - Cinema
Expresso - Cartaz de Cinema
PT Gate - Cinema
Público - Cartaz de Cinema

@ Comunicação Social
A Bola On-line
Agência Lusa
Agência Lusa - Brasil
BBC News
Correio da Manhã
Destak
Diário Digital
DN - Diário de Notícias
Islam em Linha - Revista Virtual
JN - Jornal de Notícias
Máxima - Revista Feminina
Portugal Diário
Público
Semanário Sol
Zero Hora - Diário Brasileiro

RTP - RádioTelevisão Portuguesa
SIC
TVI


@ Consumidores
DECO - Associação de Defesa do Consumidor
Portal dos Consumidores - Instituto do Consumidor

@ Crianças
IAC - Instituto de Apoio à Criança
POL - Psicopedagogia On-Line - Educação e Saúde Mental

@ Defesa dos Direitos dos Animais
ANIMAL - Associação Nortenha de Intervenção no Mundo Animal

@ Design
AND - Associação Nacional de Designers
DPO - Dicionário Publicitário Online
Logo Design History - Logoorange (História de Símbolos e Logotipos)

@ Desporto Olímpico
Comité Olímpico de Portugal
Quadro de Medalhas
Jogos Olímpicos - Pequim 2008 (Site Oficial)

@ Diversos
Adiaspora.com
NetDisaster.com
Associação Cívica Vidas Alternativas

@ Ensino
ME - Ministério da Educação de Portugal

Universidade Bucks New University
UFC - Universidade Federal do Ceará

@ Estatísticas e Sondagens
INE - Instituto Nacional de Estatística
Marktest

@ Eventos
Agenda Lx

@ Federações, Confederações e Colectividades
CDP - Confederação do Desporto de Portugal
FPC - Federação Portuguesa de Columbofilia
FPDD - Federação Portuguesa de Desporto para Deficientes

@ Heráldica
Home Page do Físico

@ Impostos
Direcção-Geral dos Impostos
Declarações Electrónicas

@ Instituições Internacionais
CE - Comissão Europeia
CPLP - Comunidade dos Países e Lígua Portuguesa
UE - União Europeia

@ Justiça
MJ - Ministério da Justiça de Portugal

@ Juventude
Portal da Juventude

@ Literatura
Projecto Vercial - Base de Dados sobre Literatura Portuguesa

@ Magia
Associação Portuguesa de Ilusionismo

@ Mapas
Mapa de Portugal

@ Matemática
Matemática Divertida

@ Meteorologia
Instituto de Meteorologia
MeteoPT - Fórum de Meteorologia

@ Municípios
Câmara Municipal de Belmonte
Câmara Municipal de Lisboa

@ Música
Cifras.Com.Br

@ Pintura
WebArt

@ Política

Portal da Presidência da República Federativa do Brasil

Portal da Presidência da República Portuguesa

Portal do Governo Brasileiro

Secretaria de Imprensa - Presidência da República Federativa do Brasil

BE - Bloco de Esquerda
CDS-PP - Partido Popular
CNE - Comissão Nacional de Eleições
PCP - Partido Comunista Português
PCTP-MRPP - Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses
PEV - Partido Ecologista "Os Verdes"
PNR - Partido Nacional Renovador
Portal do Governo
PPD-PSD - Partido Social Democrata
PS - Partido Socialista

@ Religião
Agência Ecclesia - Agência de Notícias da Igreja Católica em Portugal
Budismo! Do Brasil Internet
Clério’s Home Page - Clério José Borges de Sant’Anna
Ecclesia-Brasil
Islam em Linha
Orações
Padre Marcelo Rossi - Site Oficial
Paróquia de São Pedro
Portal da Família
Sociedade Internacional Gita do Brasil (Gita-Ashrama Brasil)
SDPF - Secretariado Diocesano Pastoral Familiar - Diocese de Coimbra
UCP – Universidade Católica Portuguesa

@ Saúde
AMI - Assistência Médica Internacional
APCC - Associação Portuguesa do Cancro Cutâneo
APDP - Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal
APFADA - Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Doentes de Alzheimer
Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva - Prof. Fernando Pádua
INFARMED - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P.
IPOPFG, EPE - Instituto Português de Oncologia de Francisco Gentil
Liga Portuguesa Contra o Cancro
Portal da Saúde - Ministério da Saúde

@ Segurança
GNR - Guarda Nacional Republicana
MAI - Ministério da Administração Interna
PJ - Polícia Judiciária
PSP - Polícia de Segurança Pública

@ Seguros
APS - Academia Portuguesa de Seguros
APS - Associação Portuguesa de Seguros
ISP - Instituto de Seguros de Portugal

@ Sindicatos
CGTP - Intersindical Nacional

@ Solidariedade
Associação Portuguesa de Solidariedade Mãos Unidas P. Damião
CNIS - Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade

@ Superfícies Comerciais
Modelo Continente SGPS, SA

@ Telefones
Páginas Amarelas
Páginas Brancas

@ Tradições
Folclore

@ Trânsito
EP - Estradas de Portugal, E.P.E.
Fastaccess - O Portal do Automobilista
SR - Segurança Rodoviária

@Concurso

@ Eleição de Miss Lightning...

@as minhas fotos

@arquivos

@ Janeiro 2014

@ Fevereiro 2012

@ Janeiro 2012

@ Dezembro 2011

@ Novembro 2011

@ Outubro 2011

@ Agosto 2011

@ Outubro 2010

@ Agosto 2010

@ Julho 2010

@ Junho 2010

@ Maio 2010

@ Abril 2010

@ Março 2010

@ Fevereiro 2010

@ Dezembro 2009

@ Outubro 2009

@ Setembro 2009

@ Agosto 2009

@ Julho 2009

@ Junho 2009

@ Maio 2009

@ Abril 2009

@ Março 2009

@ Fevereiro 2009

@ Janeiro 2009

@ Dezembro 2008

@ Novembro 2008

@ Outubro 2008

@ Setembro 2008

@ Agosto 2008

@ Julho 2008

@ Junho 2008

@ Janeiro 2008

@ Dezembro 2007

@ Novembro 2007

@ Outubro 2007

@ Setembro 2007

@ Agosto 2007

@ Julho 2007

@ Junho 2007

@ Maio 2007

@ Abril 2007

@ Março 2007

@Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31
blogs SAPO

@subscrever feeds