Terça-feira, 26 de Junho de 2007

Vai de Férias?

... Conselhos Úteis
 
Quando se fala de GNR, são tantos os que associam a sigla à banda “Grupo Novo Rock” como os que se lembram da força policial.
 
Estou certo que o facto de na Internet o sítio do grupo musical estar claramente em vantagem, não se deve à menor importância dos assuntos focados no site Guarda Nacional Republicana.
 
Efectivamente quem acede a este último em http://www.gnr.pt pode por exemplo obter informações úteis no item Posto Virtual em http://www.gnr.pt/default2.asp, pois daí podemos seguir por um de três caminhos, nomeadamente:
 
- Formulários
- Conselhos Policiais
- Conselhos de Trafego
 
 
Na alínea “Conselhos Policiais” surgem-nos os seguintes pontos: 
 
- Segurança para a Comunidade 
 1- Recepção de Cartas Suspeitas ou Encomendas Suspeitas
 2- Idosos em Segurança
 
- Segurança na sua Casa 
 3- Em Casa
 4- Para moradores em Apartamentos
 5- Quando Vai de Férias
  
- Segurança fora de Casa 
 6- Durante as Férias no Estrangeiro
 7-Na Rua
 
 
Atendendo a que aquele que é considerado o período de Férias típico, se aproxima, passo a transcrever os conselhos expostos no ponto 5 - Quando vai de Férias
 
Quando Vai de Férias:
 
 
- Se for possível peça a um vizinho ou a um amigo de confiança que recolha o seu correio;
 
- Se tiver um segundo carro e o não levar de Férias, peça a alguém que o mude de lugar de vez em quando durante a sua ausência;
 
- Durante a sua ausência, deixe as Joias e outros objectos de valor num lugar seguro e de preferência fora de casa;
 
- Se tiver instalado em casa um sistema de alarme verifique se está devidamente ligado antes de sair;
 
- Evite fazer publicidade da sua viagem de Férias;
 
- Deixe alguém da sua confiança o endereço do local onde vai passar as Férias no caso de ser necessário contactá-lo;
 
- Informe as Forças de Segurança da sua área de residência, da sua ausência, fornecendo-lhes o seu contacto de Férias ou indicando o contacto de uma pessoa da sua confiança;
 
- Não carregue o Carro que vai utilizar para ir de Férias na noite anterior, faça-o na manhã seguinte;
 
- Antes de partir, verifique que todas as portas e janelas estão bem fechadas e que leva consigo todas as chaves necessárias.
 
 
GNR - Guarda Nacional Republicana
 
 
publicado por raio às 08:30

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Maio de 2007

Tremor de Terra, Sismo ... Terramoto ...

Que fazer? ... Quando tal acontece ...
 
A ANPC - Autoridade Nacional de Protecção Civil é um organismo que se encontra sob a tutela do MAI - Ministério da Administração Interna e cujas competências e âmbito de actuação se encontram resumidos no site do referido Ministério em www.mai.pt .
 
Para acedermos ao site desta entidade podemos usar o http://www2.snbpc.pt (sigla do Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil) ou o www.proteccaocivil.pt, em qualquer dos casos somos redireccionados para este último. Aí somos de imediato alertados para que no caso de emergência devermos ligar 112 e em caso de incêndio deveremos ligar 117 ou 112. Depois somos confrotados com um conjunto de temas que deverão ser do conhecimento público e amplamente divulgados, entre eles está por exemplo “Medidas de Autoprotecção”.
 
Desse modo a Autoridade Nacional de Protecção Civil, comunica-nos o que deveremos fazer para nos protegermos em situações tão diversas, tais como sejam Sismos, Cheias, Secas, Incêndios Florestais, P. Intensas, Trovoadas, Ondas de Calor, Vagas de Frio, Nevões, Ciclones, Tornados, A. Geomorfológicos e Seg. de Barragens.
 
Entendendo que todas as informações disponibilizadas no site são da máxima importância e nunca será demais lê-las e relê-las, reproduzo aqui o texto relativo às medidas de auto-protecção em caso de sismo:
 
 
Medidas de Autoprotecção
 
A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) aconselha as medidas de autoprotecção para minimizar os efeitos dos sismos:
 
 
ANTES
 
- Informe-se sobre as causas e efeitos possíveis de um sismo na sua zona. Fale sobre o assunto de uma forma tranquila e serena com os seus familiares e amigos.
 
- Informe-se se a sua residência e local de trabalho se localizam numa zona sísmica de risco. Se viver junto ao litoral informe-se sobre a que altitude se situa relativamente ao nível do mar, pode ser importante em caso de ocorrência de tsunami.
 
- Elabore um plano de emergência para a sua família. Certifique-se que todos os seus familiares sabem o que fazer no caso de ocorrer um sismo. Combine previamente um local de reunião no caso dos membros da família se separarem durante o sismo.
 
- Prepare a sua casa por forma a facilitar os movimentos em caso se sismo, libertando os corredores e passagens, arrumando móveis e brinquedos, etc..
 
- Tenha à mão uma lanterna eléctrica, um rádio portátil e pilhas de reserva para ambos, bem como um extintor (verifique o prazo de validade) e um estojo de primeiros socorros.
 
- Localizar os locais mais seguros distribuindo os seus familiares por eles. Localizar os locais mais perigosos.
 
- Fixe as estantes, as botijas de gás, os vasos e floreiras às paredes da sua casa.
 
- Coloque os objectos pesados ou de grande volume no chão ou nas estantes mais baixas.
 
- Ensine a todos os familiares como desligar e electricidade e cortar a água e gás.
 
- Armazene água em recipientes de plástico fechados e alimentos enlatados para 2 ou 3 dias. Renove-os de tempos a tempos. Tenha à mão medicamentos correntes mais necessários.
 
- Mantenha a sua vacinação e de toda a sua família em dia, nomeadamente a vacina do tétano. Consulte o seu centro de saúde para obter mais informações.
 
- Tenha à mão em local acessível números de telefone de serviços de emergência.
 
- Tenha à mão agasalhos e sapatos resistentes.
 
 
Locais mais seguros
 
- Vão de portas interiores, de preferência em paredes-mestras.
 
- Cantos das salas.
 
- Debaixo de mesas, camas e outras superfícies estáveis.
 
- Longe das janelas, espelhos e chaminés.
 
- Fora do alcance de objectos, candeeiros e móveis que possam cair.
 
 
Locais mais perigosos
 
- Saídas.
 
- Junto a janelas, espelhos e chaminés.
 
- Junto a objectos, candeeiros e móveis que possam cair.
 
- No meio das salas.
 
- Elevadores.
 
 
 
DURANTE
 
EVITE O PÂNICO. MANTENHA A SERENIDADE E ACALME AS OUTRAS PESSOAS
 
 
SE ESTÁ DENTRO DE CASA OU DENTRO DE UM EDIFÍCIO:
 
- Se estiver num dos andares superiores de um edifício não se precipite para as escadas. Abrigue-se no vão de uma porta interior, nos cantos das salas ou debaixo de uma mesa ou cama. Nunca utilize elevadores.
 
- Mantenha-se afastado de janelas, espelhos e chaminés. Tenha cuidado com a queda de candeeiros, móveis ou outros objectos.
 
- Se estiver no rés-do-chão de um edifício e a sua rua for suficientemente larga (por exemplo mais larga que a altura dos edifícios), saia de casa calmamente e caminhe para um local aberto, sempre pelo meio da rua.
 
- Vá contando alto e devagar até 50.
 
 
SE ESTÁ NA RUA:
 
- Dirija-se para um local aberto, com calma e serenidade. Não corra nem ande a vaguear pelas ruas.
 
- Enquanto durar o sismo não vá para casa.
 
- Mantenha-se afastado dos edifícios, sobretudo dos velhos, altos ou isolados, dos postes de electricidade e outros objectos que lhe possam cair em cima.
 
- Afaste-se de taludes e muros que possam desabar.
 
- Vá contando alto e devagar até 50.
 
 
SE ESTÁ NUM LOCAL COM GRANDE CONCENTRAÇÃO DE PESSOAS:
(Escola, sala de espectáculos, edifício de escritórios, fábrica, loja, etc.)
 
- Não se precipite para as saídas. As escadas e portas são pontos que facilmente se enchem de escombros e podem ficar obstruídos por pessoas tentando deixar o edifício.
 
- Nas fábricas mantenha-se afastado das máquinas, que podem tombar ou deslizar.
 
- Fique dentro do edifício até o sismo cessar. Saia depois com calma tendo em atenção as paredes, chaminés, fios eléctricos, candeeiros e outros objectos que possam cair.
 
 
SE ESTÁ A CONDUZIR:
 
- Pare a viatura longe de edifícios, muros, taludes, postos e cabos de alta tensão e permaneça dentro dela.
 
 
 
DEPOIS
 
NOS PRIMEIROS MINUTOS APÓS O SISMO:
 
- Mantenha a CALMA e conte com a ocorrência de possíveis réplicas.
 
- Não se precipite para as escadas ou saídas. Nunca utilize elevadores.
 
- Não fume, nem acenda fósforos ou isqueiros. Pode haver fugas de gás ou curto-circuitos. Utilize lanternas a pilhas.
 
- Corte a água, o gás e a electricidade.
 
- Calce sapatos e proteja a cabeça e a cara com um casaco, uma manta, um capacete ou um objecto resistente e prepare agasalhos se o tempo o aconselhar.
 
- Verifique se há feridos e preste os primeiros socorros se souber. Se houver feridos graves, não os remova, a menos que corram perigo.
 
- Verifique se há incêndios. Tente apagá-los. Se não conseguir alerte os bombeiros.
 
- Ligue o rádio e cumpra as recomendações que forem difundidas.
 
- Limpe urgentemente os produtos inflamáveis que tenham sido derramados (álcool, tintas, etc.).
 
- Se puder, solte os animais domésticos. Eles trataram de si próprios.
 
 
SE ESTÁ JUNTO AO LITORAL:
 
- Se vive junto ao litoral e sentir um sismo é possível que nos 20 a 30 minutos seguintes ocorra um tsunami.
 
- Em caso de suspeita ou aviso de tsunami desloque-se de imediato para uma zona alta, pelo menos 30 metros acima do nível do mar, e afastada da costa.
 
- Afaste-se das praias e das margens dos rios. Nunca vá para uma praia observar um tsunami aproximar-se. Se conseguir ver a onda significa que está demasiado perto para poder escapar.
 
- Se estiver numa embarcação dirija-se para alto mar. Um tsunami só é destrutivo junto à costa onde a profundidade das águas é pequena. Uma zona onde a profundidade do mar é superior a 150 metros pode considerar-se segura.
 
- À primeira onda podem suceder-se outras igualmente destrutivas. Mantenha-se num local seguro até que as autoridades indiquem que já não existe perigo.
 
- Regresse a casa só quando as autoridades o aconselharem.
 
 
NAS HORAS SEGUINTES:
 
- Mantenha a calma e cumpra as instruções que a rádio difundir. Esteja preparado para outros abalos (réplicas) que costumam suceder-se ao sismo principal.
 
- Se encontrar feridos graves, chame as equipas de socorro para promover a sua evacuação.
 
- Se houver pessoas soterradas, informe as equipas de salvamento. Entretanto, se sem perigo, for capaz de as começar a libertar, tente fazê-lo retirando os escombros um a um. Não se precipite, não agrave a situação dos feridos ou a sua própria.
 
- Evite passar por onde haja fios eléctricos soltos e tocar em objectos metálicos em contacto com eles.
 
- Não beba água de recipientes abertos sem antes a ter examinado e filtrado por coador, filtro ou simples pano lavado.
 
- Coma alguma coisa. Sentir-se-á melhor e mais capaz de ajudar os outros.
 
- Acalme as crianças e os idosos. São os que mais sofrem com o medo.
 
- Não utilize o telefone excepto em caso de extrema urgência (feridos graves, fugas de gás, incêndios, etc.).
 
- Não propague boatos ou notícias não confirmadas.
 
- Se a sua casa se encontrar muito danificada terá de a abandonar. Reúna os recipientes com água, alimentos e medicamentos vulgares e especiais (cardíacos, diabéticos, etc.).
 
- Não reocupe edifícios com grandes estragos, nem se aproxime de estruturas danificadas.
 
- Corresponda aos apelos que forem divulgados e, se possível, colabore com as equipas de socorro.
 
- Não circule pelas ruas para observar o que aconteceu. Liberte-as para as viaturas de socorro.
 
 
O CIDADÃO É O PRIMEIRO AGENTE DE PROTECÇÃO CIVIL
 
 
anpc.gif
ANPC - Autoridade Nacional de Protecção Civil
publicado por raio às 08:55

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Maio de 2007

Polícia!... Polícia!...

Onde Pára a Polícia?
 
Quando em qualquer conversa o tema é “A Polícia” ou “As Polícias”, facilmente são desenvolvidas teses controversas relativamente à postura dos profissionais que as servem.
 
Neste artigo não vou fazer eco, nem das opiniões criticas, fundadas ou não, relativamente às atitudes dos agentes policiais, nem das desculpas, legítimas ou não, que estes apresentam quando se sentem melindrados com alguma opinião menos abonatória.
 
Numa busca para perceber onde pára a Polícia, verifiquei que esta está em Net em www.psp.pt, aí podemos encontrar além do lema “Existimos para o servir” e da indicação de que em caso de emergência deveremos usar o número telefone 112, os seguintes itens:
- Mensagem;
- Quem Somos;
- Onde Estamos;
- Legislação;
- PSP no Mundo;
- Recrutamento;
- PSP Aconselha.
 
O último destes itens merece particular destaque, atendendo a que foca assuntos que deverão ser do conhecimento geral, nomeadamente:
- Mães e Pais;
- Mulheres;
- Vítimas do Crime;
- Habitação;
- Automóvel;
- Trânsito;
- Proprietário de Arma.
 
Num país em que a recuperação de um veiculo roubado conta com muitas contrariedades, uma delas é a falta de um site oficial em que conste as matriculas e características de veículos roubados ou abandonados e para que se evite que se cumpra o velho ditado popular “depois de casa roubada, trancas na porta” será de ter em conta os conselhos que a Polícia de Segurança Pública dá no seu Site e que eu transcrevo seguidamente:
 
 
 
QUE FAZER SE, APESAR DE TODAS AS PRECAUÇÕES, FOR VÍTIMA DE UM FURTO?
 
- Participe imediatamente à autoridade policial com jurisdição nessa área.
 
- Faça uma participação detalhada com indicações precisas no que se refere ao veículo e às suas características, nomeadamente se existem marcas especiais que possam facilitar a sua recuperação.
- Dê uma descrição tão exacta quanto possível dos objectos de valor que se encontravam no interior do veículo.
 
 
A POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA POSSUI UM SERVIÇO DE COMUNICAÇÕES RÁPIDO E EFICIENTE QUE PERMITE UM ALERTA IMEDIATO A TODOS OS SEUS COMANDOS E UNIDADES DESTACADAS ASSIM COMO ÀS RESTANTES FORÇAS DE SEGURANÇA. QUANTO MAIS OPORTUNA E RÁPIDA FOR A SUA ACÇÃO DE ALERTA ÀS AUTORIDADES, MAIORES SÃO AS POSSIBILIDADES DE ÊXITO NO COMBATE À DELINQUÊNCIA .
 
 
A POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA ACONSELHA AINDA, PARA FACILITAR A RECUPERAÇÃO DO SEU CARRO, OS SEGUINTES PROCEDIMENTOS:
 
- Introduza um cartão de visita pessoal no interior das portas. Se o carro for recuperado, este cartão ajudará à identificação.
 
- Marque o carro em vários sítios difíceis de ver, seja no motor, na carroçaria, nas jantes ou nos vidros.
 
- Nunca deixe o livrete ou o registo de propriedade no interior da sua viatura. Isso facilita muito venda do carro e a viciação desses documentos.
 
- Registe numa ficha os números de fabrico dos extras (rádio, leitor de cassetes, etc.) que incorporar no seu veículo e guarde-a em local seguro.
 
 
COMO SE PROTEGER QUANDO CIRCULA COM O SEU CARRO.
 
- Quando se dirigir para a sua viatura, tenha as chaves disponíveis para abrir rapidamente a porta e tenha em atenção a possível existência de elementos suspeitos junto ao carro.
 
- Quando circular, mantenha as portas trancadas e os vidros total ou parcialmente subidos. Se alguém quiser forçar a entrada, toque a buzina e/ou acenda as luzes repetidamente.
 
- Durante a noite procure utilizar vias de comunicação bem iluminadas e com maior movimento, ainda que para isso tenha que percorrer uma distância maior.
 
- Se se aperceber que o seu carro está a ser seguido, mantenha-se sereno e dirija-se a qualquer instalação policial ou quartel de bombeiros. Se tal não for possível, procure locais de grande afluência de público e de circulação de veículos.
 
- À noite, quando chegar a casa, não estacione sem se certificar que não há elementos suspeitos nas proximidades.
 
 
PSP.GIF
PSP - Polícia de Segurança Pública
www.psp.pt
Direcção Nacional - E-mail: gcrpub@psp.pt
 
publicado por raio às 09:05

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Maio de 2007

O Coração ... e o Estômago ...

... Conselhos Úteis ...
 
Regularmente o Dr. Fernando Pádua através dos meios de comunicação social tenta alertar-nos para os perigos que corremos ao optarmos por hábitos que ignoram os cuidados com a saúde, particularmente os que ignoram a prevenção de doenças do foro cardiovascular.
 
Ao procurar a sua página na Internet, constatei que a organização coordenada pelo Prof. Fernando Pádua não se chama “Instituto Português de Cardiologia”, como eu pensava, mas sim, Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva.
 
O site desta entidade divulga um conjunto de informações que vão desde informação relativa à sua constituição e à sua actividade, até sugestões e conselhos diversos, estatísticas e outras, entre as quais a rubrica “Culinária”.
 
Numa clara demonstração de como o estômago pode ser amigo do coração, nessa rubrica são apresentadas receitas saudáveis de:
 
- Sopa de Coentros;
- Gaspacho à Alentejana;
- Sopa de Alho;
- Sopa de Peixe do Rio;
- Sopa de Massa de Peixe;
- Caldeira de Almada;
- Caldeirada à Pescador à Moda de Sesimbra;
- Ensopado de Enguias à Moda de Santiago do Cacém,
- Feijoada de Búzios;
- Bacalhau Guisado com Grão;
- Pargo Assado à Moda dos Camarros;
- Carne de Porco à Alentejana;
- Lombo de Porco com Amêndoas;
- Ensopado de Borrego;
- Coelho com Feijão Roxo à Moda de Palmela.
 
Para uma melhor divulgação do Site e da referida Rubrica apresento a transcrição da mesma, enquanto aguardo que aí sejam anexados conselhos relativos a bebidas e sobremesas que deverão acompanhar as referidos pratos. 
 
 
RECEITAS
 
INTRODUÇÃO
 
 
O “prazer” de comer é algo a que os Portugueses dificilmente resistem.
 
Desde há muito que a “boa” cozinha tradicional impera levando a que com frequência nos deliciemos com a nossa doçaria, os nossos queijos, fumados, carne, peixe, sopas, fruta e … vinhos.
 
O Distrito de Setúbal, é tradicionalmente conhecido como uma das regiões privilegiadas da gastronomia portuguesa.
 
A riqueza piscícola do Atlântico, que banha toda a costa do Distrito, e dos estuários dos rios Tejo e Sado, tem constituído “matéria prima” para a imaginação culinária das gentes de Setúbal.
 
Aqui podemos encontrar as sopas de peixe, as caldeiras, o simples mas saboroso peixe grelhado no carvão (de que a sardinha e o carapau e o salmonete são reis), a requintada ostra e restantes bivalves do Sado, os búzios, as buzinas, o chôco, enfim um sem número de pratos que deliciam todos os que têm a oportunidade de os provar.
 
O Alentejo tem nesta zona grande influência, quer porque a parte sul (Concelhos de Alcácer do Sal, Santiago do cacém, Sines e Grândola) pertence ao Alto Alentejo, quer ainda fruto dos movimentos migratórios internos. Daí surge por exemplo, a carne de porco à alentejana, as migas, ensopados de borrego.
 
De realçar ainda os queijos de Azeitão, a fruta variada e saborosa como laranja de Setúbal, a maçã riscadinha de Palmela. Na doçaria vai a nossa atenção para tortas e esses de Azeitão, o doce de laranja, as pinhoadas de Alcácer do Sal.
 
Os vinhos de mesa e aperitivos (moscatel de Setúbal) são também exemplos da nossa tradição gastronómica.
 
Embora de uma riqueza de sabores e nutrientes, em que o predomínio do peixe leva a que o padrão alimentar mediterrânico se possa considerar como um dos mais saudáveis da Europa, (em oposição por exemplo ao padrão alimentar do norte europeu), esta riqueza é muitas vezes aliada a erros, como por exemplo excesso de sal, açúcar e gorduras e ainda o abuso de bebidas alcoólicas, o que tem tido a sua contribuição para o aparecimento de determinadas doenças (cardiovasculares, cancro, diabetes).
 
Este quadro, e também, a consciência de que o enraizamento de determinados hábitos alimentares aliados a um preconceito que leva a que a alimentação saudável seja conotada como “sem sabor” e “cara”, levou a que os técnicos de saúde envolvidos no Programa CINDI em Setúbal se tenham preocupado com o tema e em “corrigi-lo”.
 
Fomentou-se então uma recolha de algumas receitas tradicionais nos Concelhos do Distrito, tentando reformulá-las, sem grandes alterações na sua composição de modo a que se tornem mais saudáveis e permitindo assim que fiquem associados os prazeres da boa mesa à promoção da saúde e prevenção da doença.
 
 
Elsa Feliciano - Nutricionista
Isabel Machado -   Socióloga
Leonor Campos - Técnica Superior de Serviço Social
 
 
 
SOPA DE COENTROS
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
½ Kg de batata
2 cebolas grandes
½ colher de sopa de sal
2 colheres de sopa de azeite
4 ovos
água q.b.
1 ramo grande de coentros
 
 
Confecção
 
Cozem-se os coentros com as cebolas, juntamente com sal. Depois de cozido reduz-se a puré e vai novamente ao lume. Junta-se os coentros e os ovos , mexendo muito bem de modo a que os ovos fiquem às “farripas”. Finalmente adiciona-se o azeite e apaga-se o lume.
 
 
GASPACHO À ALENTEJANA
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
3 dentes de alhos
½ colher de sopa de sal
2 colheres de sopa de azeite
4 colheres de sopa de vinagre
½ pepino
2 tomates bem maduros
1 pepino verde
1,5 l de água fria
200 g de pão duro
oregãos q.b.
 
 
Confecção
 
Esmagam-se muito bem os dentes de alho num almofariz juntamente com o sal até se obter uma papa, que se coloca no fundo de uma terrina.
 
Rega-se com o azeite, o vinagre e junta-se os oregãos.
 
Pela-se o tomate e reduz-se a puré, que se adiciona ao preparado anterior. Em seguida corta-se em quadradinhos pequeninos, o pepino e o outro tomate, e o pimento em tiras fininhas. Introduzem-se na terrina, juntando-se de seguida a água fria.
 
Na altura de servir, junta-se o pão cortado em cubos pequenos e serve-se bem fresco.
 
 
SOPA DE ALHO
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
4 dentes de alho
2 colheres de sopa de azeite
½ colher de sopa de sal
1 colher de sopa de vinagre
2 postas de bacalhau bem demolhado, assado e desfiado
3 ovos
coentros a gosto
200 g de fatias de pão alentejano, duro
água q.b.
 
 
Confecção
 
Colocam-se os dentes de alho, previamente picados, o vinagre, o sal, o bacalhau e os coentros num tacho, que se leva ao lume com a água. Depois de levantar fervura junta-se o azeite e acalfa-se os ovos.
 
Junta-se de seguida o pão em fatias pequenas.
 
 
SOPA DE PEIXE DO RIO
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
200 g de taínhas
200 g de enguias
200 g de robalos
200 g de linguado
1 cebola grande
1 ramo de coentros
1 ramo de hortelã
3 dentes de alho
4 tomates maduros
1 folha de louro
½ colher de sopa de sal
2 pimentos
2 colheres de sopa de azeite
200 g de pão duro
 
 
Confecção
 
Num tacho deita-se a cebola, os coentros, os alhos, a hortelã (tudo bem picadinho). Junta-se o tomate, o louro, os pimentos (cortados às tirinhas) e o azeite.
 
Deixa-se cozer, mas sem refogar (ver conselhos para uma culinária saudável). Arranja-se e parte-se às postas o peixe, que se põe num tacho e cobre-se com água suficiente para cozer durante 20 minutos.
 
No caldo da cozedura deita-se o pão cortado às fatias, servindo-se à parte, o peixe.
 
  
SOPA DE MASSA DE PEIXE
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
2 tomates grandes
1 ramo de salsa
3 dentes de alho
2 colheres de sopa de azeite
1 folha de louro
800 g de peixe
80 g de massa de cotovelinhos
1 ramo de hortelã
½ colher de sopa de sal
 
 
Confecção
 
Faz-se um refogado saudável (ver conselhos para uma culinária sadável) com tomate, o azeite, a salsa, o alho e o louro.
 
Junta-se um pouco de água e vai ao lume. Quando começar a ferver adiciona-se o peixe que coze nesse caldo.
 
Retira-se o peixe quando cozido, acrescenta-se água e coze-se a massa.
 
Serve-se junto com o peixe e a hortelã.
 
 
 
 
CALDEIRADA DE ALMADA
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
1 Kg de peixe (cação, safio, raia, robalinho, ameijoa, fígados de tamboril)
2 dl de caldo de peixe
0,5 Kg de cebola
0,5 Kg de tomate
2 pimentos
800 g de batata
4 dentes de alho
1 ramo de salsa
2 folhas de louro
2 colheres de sopa de azeite
½ colher de sopa de sal
1 cálice de brandy
 
 
Confecção
 
Lavam-se os peixes, e de alguns pedaços retiram-se as espinhas com as quais se prepara um caldo.
 
No fundo de um tacho colocam-se as ameijoas e em camadas alternadas, as cebolas às rodelas, os tomates partidos, as batatas às rodelas, os alhos, os pimentos, e o peixe. Coloca-se o camarão no cimo. Rega-se com o azeite, tempera-se com sal, pimenta, salsa e louro e com os 2 dl de caldo de peixe, e deixa-se cozer em lume brando.
 
Colocam-se os fígados de tamboril no cimo das caldeiras e quando estiverem cozidos retiram-se e desfazem-se, junta-se-lhes brandy, um pouco de caldo de peixe e rega-se a caldeira com esse preparado.
 
Deixa-se ferver mais um pouco, serve-se bem quente com fatias de pão torrado.
 
 
 
 
CALDEIRADA À PESCADOR À MODA DE SESIMBRA
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
800 g de peixe (safio, pata rôxa, tamboril, raia, lulas)
800 g de batata
3 cebolas médias
1 Kg de tomate maduro
meio pimento
2 colheres de sopa de azeite
1 folha de louro
2 dentes de alho
pimenta, salsa q.b.
½ colher de sopa de sal
1 dl de água ou vinho branco
 
 
Confecção
 
Num tacho grande coloca-se no fundo a cebola às rodelas, seguido de uma camada de peixe, uma camada de batata às rodelas, noutra camada o peixe e po fim o resto das batatas.
 
Tempera-se com o azeite, a pimenta, o alho, o louro, o sal e a água ou o vinho branco, e deixa-se cozer em lume brando.
 
Serve-se polvilhado de salsa.
 
 
 
 
ENSOPADO DE ENGUIAS À MODA DE SANTIAGO DO CACÉM
(4 pessoas)
 
Ingredientes 
 
800 g de enguias
250 de ameijoas com casca
800 g de batata
3 dentes de alho
1 cebola grande
1 folha de louro
1 ramo de salsa
2 colheres de sopa de azeite
piri-piri q.b.
3,3 dl de cerveja
 
 
Confecção
 
Coloque as ameijoas no fundo de um tacho, por cima as batatas às rodelas, depois as enguias partidas em pedaços, e por cima a cebola às rodelas, o alho picado, a salsa e o louro.
 
Junta-se a cerveja e vai a cozer em lume brando.
 
 
 
 
FEIJOADA DE BÚZIOS
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
2 Kg de búzios com casca
0,5 l de feijão branco
½ colher de sopa de sal
pimenta branca q.b.
1 folha de louro
2 dl de vinho branco
polpa de tomate q.b.
1 cebola grande
2 colheres de sopa de azeite
1 cenoura cozida
1 ramo de salsa
 
 
Confecção
 
Lavar os búzios e cozê-los com casca.
 
Faz-se um refogado saudável (ver conselhos para uma culinária saudável), com a cebola e o azeite, junta-se então os búzios bem cozidos e partidos aos bocadinhos, o vinho branco, o louro, o tomate, o sal e a pimenta.
 
Deixa-se apurar durante 15 minutos.
 
À parte coze-se o feijão. Quando estiver cozido deita-se um pouco de caldo de feijão do preparado dos búzios e junta-se o feijão escorrido.
 
Deixa-se apurar durante mais de 15 minutos, juntando-se em seguida a cenoura cortada em fatias finas.
 
Serve com salsa picada.
 
 
 
 
BACALHAU GUISADO COM GRÃO
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
800 g de bacalhau (depois de bem demolhado)
0,5 l de grão
0,5 Kg de tomate pelado
1 pimento
1 cebola grande
2 dentes de alho
1 folha de louro
1 ramo de salsa
2 colheres de sopa de azeite
½ colher de sopa de sal
piri-piri q.b.
 
 
Confecção
 
Depois de demolhado coze-se o grão em água e sal. Corta-se o bacalhau em pedaços e coloca-se num tacho com o pimento cortado às tirinhas, os tomates sem pele, a salsa, o louro, o alho, a cebola, o piri-piri o azeite e um pouco de água e tapa-se o tacho para cozer o bacalhau.
 
Quando estiver quase cozido deita-se o grão envolve-se tudo muito bem.
 
 
 
PARGO ASSADO À MODA DOS CAMARROS
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
1 Pargo com cerca de 1 Kg
4 cebolas grandes
2 colheres de sopa de azeite
2 ramos de salsa
1 folha de louro
1 colher de chá de farinha
1 colher de café (cheia) de colorau
0,5 dl de vinho branco
Água q.b.
½ colher de sopa de sal
600 g de batatas
 
 
Confecção
 
Cubra o fundo de um tabuleiro com 2 cebolas cortadas às rodelas e o azeite. Em cima, põe-se o pargo ao qual se dá uns cortes horizontais no lombo de ambos os lados.
 
Corta-se outra cebola às rodelas, os ramos de salsa e a folha do louro.
 
Numa tigela faça uma mistura com a farinha, o colorau, o vinho branco e a água que julgue necessária. Mexa bem e deite no tabuleiro. Por último o sal e as batatas cortadas aos quartos à volta do peixe.
 
Coloca-se no forno para assar e vai-se regando com o próprio molho.
 
 
CARNE DE PORCO À ALENTEJANA
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
600 g de carne de porco magra
500 g de ameijoas
4 dentes de alho
1 folha de louro
½ colher de sopa de sal
2 dl de vinho branco
Pimentão amassado (q.b)
Pimenta q.b.
Colorau q.b.
1 ramo de coentros
1 colher de sopa de banha
 
 
Confecção
 
Corte a carne aos bocadinhos e tempere-a com sal, alho esmagado, louro, pimenta, o colorau, pimentão amassado e o vinho.
 
Deixe marinar (no frigorífico) até ao dia seguinte.
 
Coloque num tacho a carne, a marinada e a banha, e deixe cozinhar em lume brando.
 
Quando a carne estiver pronta juntam-se as ameijoas para abrirem.
 
Quando estiver pronto coloca-se numa travessa e polvilha-se com os coentros.
 
 
Nota:
Dado o alto teor em gordura deste prato aconselha-se o acompanhamento com batatas cozidas, puré de batata ou arroz branco e não com batatas fritas.
 
 
LOMBO DE PORCO COM AMÊNDOAS
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
600 g de lombo de porco
100 g de alperces secos
100 g de amêndoas
2 colheres de sopa de azeite
1 folha de louro
2 dentes de alho
1 colher de chá de mostarda
½ colher de sopa de sal
sumo de laranja q.b.
2 dl de leite magro
1 colher de chá de farinha Maizena
 
 
Confecção
 
Deixe o lombo de porco em sumo de laranja de um dia para o outro (no frigorífico), e os alperces a macerar no vinho branco também de um dia para o outro.
 
Num tabuleiro coloca-se o azeite, os alhos e o louro.
 
Com uma faca, fazem-se algumas aberturas no lombo e colocam-se os alperces escorridos. Depois de recheado fecham-se as aberturas com palitos e põe-se no tabuleiro regando com o vinho branco que sobrou das frutas.
 
Por cima espalha-se a mostarda e tempera-se com sal. Coloca-se no forno e vai-se regando com o sumo de laranja
 
Parta as amêndoas às tiras e coloque-as no tabuleiro.
 
Num tachinho engrosse o leite com a farinha e regue com ele o lombo quando este estiver quase pronto.
 
Corte a carne às fatias e acompanhe com legumes cozidos e puré de batata.
 
  
ENSOPADO DE BORREGO
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
1 Kg de borrego
4 cebolas médias
2 dentes de alho
1 ramo de salsa
1 folha de louro
½ pimento verde
2 dl vinho tinto
½ colher de sopa de sal
 
 
Confecção
 
Faz-se um refogado saudável (ver conselhos para uma culinária saudável) com as cebolas e os alhos bem picados, o vinho, a salsa e o pimento cortados em pedaços pequenos. Acrescenta-se a carne e o sal e deixa-se estufar lentamente juntando um pouco de água sempre que necessário.
 
Corta-se umas fatias de pão alentejano (torrado), e serve-se polvilhando a carne com a salsa picada.
 
 
COELHO COM FEIJÃO ROXO À MODA DE PALMELA
(4 pessoas)
 
Ingredientes
 
1 coelho do mato
0,5 l de feijão roxo
2 dl de vinho tinto
1 cebola grande
1 ramo de salsa
½ colher de sopa de sal
2 colheres de sopa de azeite
4 dentes de alho
1 folha de louro
 
 
Confecção
 
Na véspera põe-se o feijão de molho e tempera-se o coelho partido aos bocados com o sal, os alhos, o vinho e o louro (guarda-se no frigorífico).
 
No dia seguinte coze-se o feijão em água e sal. faz-se um refogado saudável (ver conselhos para uma culinária saudável) com a cebola e a salsa. Deita-se o coelho e a marinada, e deixa-se estufar em lume brando. Quando estiver praticamente pronto junta-se o feijão e deixa-se apurar mais um pouco também em lume brando.
 
   
Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva - Prof. Fernando Pádua
 
publicado por raio às 13:04

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 7 de Maio de 2007

Sexualidade ...

Infantil
 
Ao procurar informação sobre a sexualidade infantil encontrei no site brasileiro “Guia do Bebé” em http://guiadobebe.uol.com.br um texto desenvolvido sobre o tema na página http://guiadobebe.uol.com.br/bb2a3/sexualidade_infantil.htm .
 
Inicialmente pensei fazer somente uma menção ao referido texto e apresentar um resumo do artigo, mas a sua intensidade, qualidade homogénea e a excelência dos assuntos abordados, fizeram-me optar pela sua reprodução na totalidade.
 
 
Sexualidade Infantil
 
Procurarei colocar para vocês alguns pontos importantes sobre sexualidade infantil, baseando-me em minha prática clínica no consultório e com grupos de mães, onde sempre aparecem dificuldades nesta área, seja através de pais aflitos com seus filhos ou mesmo de adultos que trazem algumas questões de ordem sexual que se originaram na infância e adolescência.
 
Já faz quase um século que Freud descreveu a sexualidade infantil, escandalizando a sociedade daquela época. Desde então, muito se estudou e falou sobre este assunto e, mais recentemente, com a inclusão da educação sexual nas escolas, os pais estão se dando conta de que as antigas fórmulas de "se livrar" do problema já não funcionam mais.
 
As crianças sofrem cada vez mais a influência da TV, de amigos, de parentes, de babás e empregadas, muitas vezes recebendo noções erradas e prejudiciais. Se nós, os pais, conseguirmos manter um canal aberto com nossos filhos, poderemos discutir e intervir no que não nos parecer correcto.
 
Frequentemente temos dúvidas sobre o que responder e até onde responder às perguntas de nossos filhos. Queremos que nossos filhos sejam mais bem preparados do que fomos, e que vivam sua sexualidade de forma mais consciente, mas não sabemos como fazê-lo. É importante, primeiro, que nos remetamos às nossas próprias dúvidas a este respeito quando éramos crianças e a como teríamos gostado que tivesse sido nossa orientação. Desta forma fica mais fácil entender a curiosidade de nossos filhos.
 
A sexualidade é uma coisa natural nos seres humanos, é uma função como tantas outras. Frequentemente estimulamos a evolução de nossos filhos em vários aspectos (comer sozinhos, andar, ler...), mas com a sexualidade somos cuidadosos e até mesmo preconceituosos. A criança fica com a sensação de que faltam pedaços em seu corpo - elogiamos olhos, perninhas, cabelos e outros, mas não falamos em seus órgãos sexuais.
 
Educação sexual é um processo de vida inteira: teremos tempo de melhorar o que não conseguirmos explicar da forma como gostaríamos. Não é fácil para pais que não foram educados desta forma em sua infância, mas o importante é tentar melhorar a educação que possam oferecer a seus filhos. É bom saber que, assumindo ou não a tarefa de orientá-los, conversando ou não, estaremos dando educação sexual. Dependendo da atitude dos pais, as crianças aprendem se sexo é bonito ou feio, certo ou errado, conversável ou não.
 
Há até bem pouco tempo, dizia-se às crianças que elas teriam vindo trazidas pela cegonha, ou que haviam sido compradas no hospital, ou ainda que teriam brotado de uma flor, etc. Hoje, sabemos que não há necessidade de mentir às crianças, mesmo porque elas são muito mais espertas, recebem informações de várias fontes, e, portanto, estas "mentirinhas bobas" só servirão para nos desacreditar ante os nossos filhos. Não pode ser considerado feio falar de algo que é natural. O melhor a fazer é falar a verdade, introduzindo neste momento palavras científicas ( pénis, vagina) para que possamos mostrar a seriedade do assunto, evitando assim gozações, malícia, palavras de duplo sentido.
 
Inicialmente, as dúvidas das crianças dizem respeito às diferenças anatómicas entre os sexos e ao nascimento propriamente dito. Elas fazem suas próprias teorias sexuais, hipóteses acerca de como os bebés vão parar nas barrigas de suas mães. Aos poucos, estas teorias vão sendo questionadas e surgem então as dúvidas a respeito de como são produzidos, enfim, os bebés.
 
As respostas devem ser simples e claras, não havendo necessidade de responder além do que lhe for perguntado. Dar respostas insuficientes faz com que a criança pergunte mais e mais ou, ainda, que vá procurar as respostas em outras fontes nem sempre confiáveis; por outro lado, dar respostas extensas demais, do tipo "aula completa", também não é indicado, é preciso buscar respostas de acordo com o que a criança for solicitando. É importante ficar claro o que exactamente ela gostaria de saber, para que a medida da resposta seja suficiente. A própria criança dará os sinais do momento mais adequado de saber cada coisa.
 
Alguns de vocês podem estar se perguntando: "Será que tanta informação não acabará por estimular na direcção errada?", ou então pensar: "Eu não recebi educação sexual alguma e estou muito bem". Contrariando preconceitos, pesquisas mostram que crianças esclarecidas tendem a ser mais responsáveis e a adiar o início de sua vida sexual (até porque sua curiosidade foi devidamente saciada) até que amadureçam, possam fazer uso de anticoncepcionais e escolher o parceiro certo.
 
As outras vantagens de conversar com os filhos sobre sexo desde as primeiras dúvidas são: aumentar a intimidade e a afectividade entre si; abrir caminhos para que se possa conversar sobre tudo; informar correctamente, reduzindo as fantasias e a ansiedade delas decorrente; e, por fim, prevenir futura gravidez indesejável e contaminações por doenças sexualmente transmissíveis, como a sífilis e a AIDS, entre outras.
 
Muito importante será nossa atitude ao responder às perguntas: o tom de voz, a segurança nas informações, o fato de estarmos ou não à vontade, tudo isto é captado pela criança também sob a forma de informação.
 
Há ainda a frequente dúvida sobre quem deve falar com a criança. O ideal será sempre que o casal possa fazer isto junto, pois oferecerão visões diferentes e enriquecedoras, mas dependerá da identificação que a criança tiver com os pais ou com um deles em especial naquela fase da vida, ou, ainda, do temperamento de cada um. Pode ser mais fácil para um dos dois tocar neste assunto, evitando o "jogo do empurra". Ajudará muito o casal discutir claramente entre si antes de conversar com a criança.
 
É possível que vocês se perguntem: "Que palavras usar?". Não é necessário ser especialista, mas acessível. À criança de menos de cinco anos, é preciso ser mais claro e preciso, já as maiores podem compreender uma informação mais elaborada. Não é preciso ser especialista para dar uma informação suficientemente boa. O facto é que estaremos no caminho certo se nossos filhos pensarem: "Vou perguntar a mamãe e papai que eles sempre me respondem". Se por acaso não puderem responder no momento, esclareçam qual é a dúvida e digam que responderão assim que puderem. Não finjam que "esqueceram" de responder. Se sentirem vergonha, digam. Pais humanos permitem uma maior identificação e autoconfiança.
 
O abuso sexual é um assunto que geralmente gera desconforto, mas é fundamental que seja abordado nos dias de hoje, em que vemos os mais assustadores casos de perversão. O abuso geralmente é cometido por adulto pervertido ou criança mais velha que tenha sido abusada sexualmente. Para proteger nossos filhos, é preciso transmitir a eles a noção de que sexo não é feito entre criança e adulto ou criança mais velha, mas entre adulto e adulto, e que o amor melhora tudo porque torna mais completo. Segundo pesquisas, há alguns sinais mais claros de que houve abuso sexual com uma criança, que são a hiperexcitação, os pedidos à mãe para que brinque com seu órgão genital ou ao irmão ou coleguinha que coloque a boca em seu pénis / vagina , apatia generalizada, somados a sinais de medo. No caso de perceber que a criança apresenta medo, é preciso garantir-lhe protecção e não castigo. É preciso incluir sempre o amor ao passar estas informações às crianças. Às vezes ficamos tímidos em demonstrar intimidade em casa, diante de nossos filhos, e acabamos sem perceber por desvincular a noção de amor da de sexo, o que, em tempos de revistas, programas e outros apelos sexuais cada vez mais em evidência e à mão, acaba por contribuir para a banalização do sexo. Aos poucos, vai se tornando possível esclarecer que pode haver vida sexual sem gerar filhos.
 
Dormir na cama dos pais é absolutamente contra-indicado; é necessário firmeza neste sentido. A cama dos pais pode ser o lugar perfeito para gostosas brincadeiras antes de dormir, ou ainda quando a família acorda pela manhã, mas não é recomendável que o filho tome o lugar de um dos pais ausente à cama, pois erotiza a criança de forma inadequada: elas fazem fantasias que não são benéficas ao desenvolvimento emocional. É preciso também dar a noção de privacidade aos filhos. Se a criança alegar medo, é preferível que um dos pais vá até a cama dela e a tranquilize, voltando à sua cama em seguida.
 
Sobre a nudez dos pais na frente da criança, o importante é buscar proceder da maneira mais espontânea possível, permitindo à criança a percepção das diferenças entre os sexos. É preciso usar o bom senso e a honestidade. A curiosidade diminuirá com o tempo, a partir dos seis ou sete anos a criança começará a ter pudor. O fundamental é ficar claro que a naturalidade permite uma visão saudável da sexualidade.
 
O desenvolvimento da sexualidade humana começa com o contacto físico, quando os bebés são segurados e acariciados. Os órgãos do sentido tem íntima relação com o centro sexual do cérebro e por isto a sucção ou o contacto da pele provocam excitação nas crianças. Isto é necessário e natural que aconteça; não se deve privar o bebé de contactos corporais, o que não prejudicará nem tampouco estimulará inadequadamente a criança. A auto-exploração ou masturbação é outra experiência fundamental para a sexualidade saudável. A criança cedo aprende a brincar e a tirar prazer de seu próprio corpo, e isto faz parte de seu desenvolvimento tanto quanto engatinhar, andar ou falar. A experiência da auto-exploração só trará prejuízos se for punida ou se a criança sentir-se culpada por esta actividade natural. Cabe aos pais ignorar ou manifestar compreender o prazer que ela tira daquela experiência. Esta é apenas mais uma fase, e como tal tende a dar lugar a outras. Se a criança fizer isto na sua frente ou na de outras pessoas e você ache inadequado, diga que entende ser gostoso, mas que aquele não é o local certo, ensinando-lhe a noção de privacidade. É preciso ficar atento se a criança se masturba em público ou excessivamente. Ela pode estar se utilizando deste recurso para chamar a atenção dos pais para algum problema, que pode não ter nenhuma conotação sexual. Caso não consigam compreender sozinhos, peçam a ajuda de um profissional.
 
Aquela antiga história de separar meninos e meninas em grupos diferentes no que se refere à sexualidade, estereotipando os papéis, também traz sérias implicações. Como se não bastasse o faco de negar o igual direito ao prazer no futuro sexual, é preciso saber que meninas passivas, educadas para a submissão, se tornam presas fáceis de abusadores sexuais; por sua vez, os meninos precisam ter espaço para demonstrar suas emoções, o que os prepara para ser pais afectivos.
 
Os jogos sexuais infantis têm para a criança um sentido diferente daquele dado pelo adulto, e jamais deve acontecer com crianças de idades diferentes, para que não haja coerção.
 
O aprendizado de palavrões é um facto comum entre as crianças a partir de quatro ou cinco anos. Em geral, repetem o que percebem ser proibido, embora não tenham a mínima ideia de seu significado. Em geral, esclarecer seu significado ajuda a criança a deixá-lo de lado e, mais uma vez, a aproxima de seus pais com quem poderão sempre contar para esclarecer suas dúvidas. Ensinar a criança que não é preciso imitar comportamentos inadequados desde pequena é extremamente importante, até para que futuramente ela não se sinta tentada, por coerção de grupos, a mostrar comportamentos que não sejam de sua livre e espontânea vontade, como fazer uso de cigarros, drogas e outros.
 
Os meios de comunicação, que nos bombardeiam com programas de baixa qualidade, músicas erotizantes e danças de igual quilate, são hoje um grande impasse na educação de nossos filhos. Como evitar que a criança seja vítima desta superexposição inadequada do sexo e que assim se sexualize precocemente? O mais importante, actualmente, é que os pais tenham claro o tipo de orientação que desejam para seus filhos, e que lhes ofereçam outras opções de entretenimento. Buscar programas interessantes que estejam de acordo com a sua faixa etária, comprar discos infantis e roupas que estejam de acordo com sua idade são medidas que, se não evitam de todo, uma vez que a criança vive entre outras, ajudam a formar uma educação sexual mais adequada, garantindo-lhes no mínimo maior protecção. É preciso ainda que os pais fiquem atentos às mensagens contraditórias: estimular excessivamente as crianças no sentido do amadurecimento precoce, "queimando etapas", pode ser perigoso, pois elas podem perder o interesse por brincadeiras infantis, passando a imitar comportamentos adequados a "mocinhas e rapazinhos", o que inclui invariavelmente seus aspectos sexuais.
 
Ao final desta exposição, talvez vocês percebam que poderiam ter feito melhor pela educação sexual de seus filhos, ou evitado algumas bobagens. Não devemos nos culpar por isto. Não nascemos sabendo e somos frutos da educação que tivemos. Assim como nossos pais, certamente fazemos o melhor que somos capazes, e será muito bom que possamos ter a oportunidade de repensar algumas situações e atitudes.
 
 
Fernanda Roche
Psicóloga clínica - CRP 05/17857
 
Bibliografia:
Heglen, Sten. Pedro e Carolina - Imago editora
Suplicy, Marta. Papai, mamãe e eu -FTD
Maldonado, Maria Teresa. Comunicação entre pais e filhos - Vozes editora.
Pikunas, J. Desenvolvimento humano - Mc Graw Hill
Winnicott, D.W. A criança e seu mundo - Zahar editores
 

 

Guia do Bebé
 
publicado por raio às 08:58

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Abril de 2007

Conselhos Úteis ... Destinados às Crianças

... Que os Adultos devem saber transmitir-lhes!...
 
Englobado nos sites de visita obrigatória para os cibernautas deverá constar o site da Polícia Judiciária, pois neste incontornável sitio podemos ver retractados assuntos de orgânica interna da respectiva policia bem como assuntos de interesse geral e merecedores de maior e de melhor divulgação.
 
Entre os temas abordados, destaco: - Comunicados; fotografias de pessoas desaparecidas; solicitação de ajuda para a identificação de cadáveres; divulgação de obras de arte furtadas; estatísticas sobre a criminalidade e conselhos úteis.
 
Inserido na área dos conselhos úteis, em http://www.policiajudiciaria.pt/htm/conselhos/criancas.htm estão um conjunto de advertências que quem tem crianças a seu cargo não deve esquecer e deve aprender a transmitir-lhes, nomeadamente:
 
 
Crianças
 
 
Não andes sozinho ou com os teus amigos por ruas desertas ou descampados, mesmo que seja mais perto.
 
 
Não tragas contigo muito dinheiro ou objectos valiosos (relógios, fios de ouro).
 
 
Recusa-te sempre a entrar em automóveis de desconhecidos, sob que pretexto for.
 
 
Não aceites guloseimas, rebuçados, pastilhas elásticas, tabaco, etc., que te ofereçam pessoas que não conheces. Afasta-te de desconhecidos.
 
 
Se te encontrares em dificuldades, telefona ao 112 e se puderes dirige-te à esquadra mais próxima. Se fores agarrado grita o mais alto que puderes e tenta fugir.
 
 
Comunica aos teus pais, à Polícia ou aos professores, qualquer perigo ou anomalia de que tenhas conhecimento ou de que tenhas sido vítima.
 
 
Se te encontrares só em casa não abras a porta a ninguém, a não ser que seja de absoluta confiança.
 
 
Evita a companhia de grupos de jovens (colegas ou não) que possam levar-te a cometer delitos (droga, actos de vandalismo, etc.).
 
 
Tem cuidado com os objectos estranhos que encontrares abandonados pois podem ser perigosos (bombas, granadas, etc.).
 
 
Se te perderes dos teus pais não te distancies do lugar; será mais fácil a tua localização. Não vás com ninguém e fala com o segurança ou um polícia. Procura decorar a tua morada e telefone.
 
 
Não forneças dados da tua família ou da tua casa a pessoas desconhecidas.
 
 
Evita provar drogas por curiosidade ou porque os teus amigos ou colegas o façam. Essa primeira vez pode conduzir-te à tua total destruição.
 
 
Se estiveres em casa sozinho, nunca digas a desconhecidos que não está mais ninguém em casa.
 
 
Não mexas em fósforos nem noutros materiais que possam provocar incêndios.
 
 
Diz sempre aos teus pais ou a quem estiver contigo para onde e com quem vais brincar.
 
 
Não brinques com armas de fogo, mesmo que penses que estão descarregadas.
 
 
Para além destes, no mesmo site podem ver-se outros conselhos destinados às crianças, designadamente, o modo de navegarem na internet de forma segura e como deverão agir no caso de serem vitimas de abuso sexual.
 
 
Logo_Policia_Judiciaria.jpg
Polícia Judiciária
 
 
publicado por raio às 15:44

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 30 de Março de 2007

Saúde Oral da Infância

... Conselhos Úteis
 
Como a Saúde Oral das crianças raramente tem sido em conta, na medida certa, por pais, e educadores, divulgo neste espaço um artigo que pode ser lido em http://www.min-saude.pt/portal/conteudos/enciclopedia+da+saude/infancia/Saude+oral+na+infancia.htm no Portal da Saúde - Sítio da Internet gerido pelo Ministério da Saúde e que apresenta as respostas para muitas das dúvidas que frequentemente se colocam sobre este tema.

 

 
Saúde Oral da Infância
 
Uma boca saudável na idade adulta depende dos cuidados que forem mantidos desde o berço.

Como cuidar dos dentes dos meus filhos?
 
Uma boa saúde oral começa no início da vida das suas crianças. Antes do nascimento do primeiro dente, alguns factores podem afectar a sua aparência e a sua saúde de forma permanente. Existem alguns medicamentos que, se forem administrados às grávidas, às mães que amamentam ou às crianças, no período em que se estão a formar os dentes, podem causar a descoloração ou alterações na formação dos dentes. Por esta razão, siga sempre as recomendações do médico. Não tome medicamentos, que não sejam indicados pelo médico.
As crianças precisam de cuidados orais especiais que todos os pais devem saber.
 

 
O que são as cáries de biberão e como posso evitá-las?
 
São provocadas pela exposição frequente e demorada dos dentes a soluções (líquidas ou cremosas) que contêm açúcares ou seus derivados. Nestes incluem-se o leite, as papas e sumos de fruta.
Assim, o hábito da criança andar durante muito tempo com a tetina do biberão na boca permite um contacto directo desses agentes sobre as superfícies dentárias,
Os líquidos açucarados permitem a adesão das bactérias às superfícies dentárias, depositam-se à volta dos dentes e aí permanecem durante longos períodos enquanto o bebé dorme, conduzindo à formação de cáries dentárias que têm o seu início nos dentes anteriores superiores e inferiores (incisivos e caninos). Não deve deixar que o seu bebé adormeça com o biberão de sumo ou de leite na boca.
A higiene oral começa logo após a erupção do primeiro dente do bebé. Deve ser executada pelo menos duas vezes por dia, sendo uma delas, obrigatoriamente, antes de deitar.
 

 
Qual a importância dos dentes temporários (de leite)?
 
Os dentes de temporários ou decíduos, habitualmente designados por dentes de leite, têm tanta importância para o correcto desenvolvimento do bebé como qualquer outro órgão ou sistema.
A principal função será permitir à criança a correcta mastigação dos alimentos. Mas outras funções estão-lhe associadas, nomeadamente o estímulo para o correcto crescimento da face e a manutenção do espaço necessário para o nascimento dos dentes definitivos ou permanentes.
 
 
O que fazer quando os dentes de leite começarem a erupcionar?
 
Os dentes começam a erupcionar por volta dos 6 meses e devem terminar o seu crescimento por volta dos 30 meses. Isto faz com que muitas crianças fiquem com as gengivas muito sensíveis, o que as torna irritadas. Pode ajudar, esfregando as gengivas com o dedo, uma dedeira especial para esse efeito ou um anel de borracha refrigerado. Também existem géis e produtos farmacêuticos para aliviar o desconforto provocado pela erupção dos dentes do bebé.
Se a sua criança tiver febre quando os dentes estiverem a erupcionar, pode ser um processo natural de reacção do organismo. Contudo, se a febre persistir, será melhor contactar o seu médico para ajudar a prevenir qualquer outro problema, pois é um período particularmente sensível na interacção do corpo do seu bebé com o meio ambiente.
 

 
Como cuidar dos dentes temporários?
 
Passar os bons hábitos de higiene oral para as suas crianças é uma das lições de saúde mais importantes que lhes pode ensinar. Isto significa ajudá-las a escovar os dentes duas vezes por dia, limitar os lanches entre as refeições (especialmente os que contêm alimentos e/ou bebidas açucaradas como bolachas, pão achocolatado, refrigerantes) e visitar o profissional de saúde regularmente.
O médico também irá controlar o crescimento e o desenvolvimento dentário do seu filho, dando-lhe conselhos sobre o desenvolvimento dentário e respectivas condicionantes, nomeadamente a importância do flúor, como ajudar a manter uma boa higiene oral, como lidar com os hábitos orais da sua criança (por exemplo, o uso da chucha), nutrição e dieta.
Deve evitar que a sua criança ingira bebidas gaseificadas, pois estas provocam a erosão dos dentes. Se mesmo assim decidir que ela pode ingerir bebidas gaseificadas, use então “palhinhas” para evitar o contacto directo da bebida com as faces dentárias.
Faça a sua criança ver que uma visita ao profissional de saúde oral é uma experiência positiva. Explique que ajuda a manter uma boa saúde. Ao incentivar uma atitude positiva, aumenta as hipóteses da sua criança visitar regularmente o profissional de saúde oral ao longo da vida e reduz a necessidade de tratamentos mais invasivos e potencialmente geradores de medo e ansiedade.
Quanto mais cedo se iniciar o hábito diário de higiene oral, melhores perspectivas há de evitar as doenças orais, por isso, crie junto da sua criança o hábito de higiene oral desde a erupção do primeiro dente.
 
 
Qual é a melhor forma de escovar os dentes de leite?
 
Deve efectuar ou vigiar a escovagem das suas crianças, seguindo os passos seguintes:
-A limpeza dos dentes deve iniciar-se logo após a erupção do primeiro dente do bebé. No início, quando há poucos dentes erupcionados, pode utilizar-se uma gaze, dedeira específica para o efeito ou escova de dentes.
- A escova de dentes deve ser macia e ter um tamanho adequado à boca do bebé. Deve utilizar-se uma pequeníssima quantidade de dentífrico fluoretado (1.000-1.500 ppm de fluoretos), semelhante ao tamanho da unha do dedo mindinho do bebé.
- Tenha atenção para ensinar a sua criança a não engolir a pasta.
- Direccione os filamentos da escova de encontro às faces dentárias e execute suaves movimentos de rotação. Repita isto em todas as faces dentárias.
- No final pode escovar a língua da criança. Coloque a escova sobre a língua e escove suavemente de trás para a frente (desde a base para a ponta).
 
 
Chuchar no dedo é um problema?
 
O reflexo de chuchar no dedo é frequente nos bebés. Contudo, o hábito de chuchar nos dedos pode causar problemas no crescimento dos maxilares e no posicionamento dos dentes.
 
Deve prestar particular atenção a este hábito, de modo a eliminá-lo ou evitando que ele se estabeleça. É preferível o uso de chupetas. Contudo, se o seu uso for prolongado também pode causar importantes problemas orais.
 
logo_ministério_da_saúde_trovoada_seca.gif
Portal da Saúde
Ministério da Saúde

 

 

 

 

 

publicado por raio às 18:42

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Março de 2007

Luta Anti-Fraudes ...

Conselhos Úteis ...
 
O Instituto do Consumidor apresenta no seu site “O Portal dos Consumidores” em www.consumidor.pt esclarecimentos que importam reter e divulgar sobre a forma de como nos podemos defender de alguns tipos de fraudes e burlas mais comuns.
 
Nesse Site é possível ler-se:
 

 O Instituto do Consumidor associa-se, durante o mês de Março de 2007, à campanha de prevenção da fraude, iniciativa que é coordenada pelos membros da Rede Internacional de Controlo e Protecção dos Consumidores (ICPEN). Para reconhecer, relatar e impedir esquemas enganosos, fraudes e burlas, consulte a informação que a seguir disponibilizamos.

 ...
e mostram imagens de uma campanha que se quereria mais difundida
...
 
FRAUDE
RECONHECER
RELATAR
IMPEDIR
 
A fraude por telefone, internet e correio electrónico é um problema internacional muito sério.
Envolve o seu dinheiro, a sua identidade e até o respeito por si próprio. Proteja-se aprendendo a reconhecer a fraude.
Familiarize-se com as indicações e as informações que apresentamos em seguida.
 
Nunca divulgue indiscriminadamente informações de carácter pessoal.
Se lhe telefonarem em nome de uma empresa de marketing ou de sondagens (ou de outro organismo), exija saber:
 
> a identidade da empresa e do operador com quem está a falar, tendo atenção à forma como estas informações lhe são apresentadas e desligue logo se lhe parecer que as informações são obscuras, vagas, ou pouco perceptíveis;
 
> informações escritas detalhadas e passíveis de verificação sobre a proposta que lhe foi feita;
 
> o tempo de reflexão a que tem direito - os burlões exigem normalmente uma resposta imediata e dizem que a oferta caducará ou que outra pessoa beneficiará se você não agir imediatamente;
 
> o número de telefone através do qual poderá contactar o interlocutor. Mas atenção! Os burlões profissionais dar-lhe-ão voluntariamente um número de telefone para o aliciar a uma compra não desejada ou simplesmente à compra de um produto que nunca receberá;
 
> e ainda, não utilize no dia a dia os documentos pessoais que não necessita:
- facturas de transações;
- formulários de pedidos de crédito e seguros, cheques, extractos financeiros e declarações fiscais, entre outros.
 
Está a receber chamadas duvidosas?
A informação certa pode ajudá-lo a evitar a FRAUDE.
 
Nunca faculte informações pessoais ao telefone, até que o seu interlocutor prove tratar-se de uma empresa legítima.
Se não agir com cautela, poderá perder o seu dinheiro e a sua identidade.
e ainda  referem em pormenor a forma de nos podermos defender das burlas mais usuais...
Esquemas de trabalho em casa com promessa de obtenção de rendimentos
 
Quem é que ao folhear a página do jornal ou ao navegar na internet à procura de emprego não se deparou com anúncios do género “Gostaria de ganhar mais de 750 € colando etiquetas autocolantes em envelopes?" ou “+ 1.200 € semanais! Trabalhe em casa. A dobrar e enviar circulares.” ?
Este tipo de mensagens é bastante frequente e sugere a quem as lê tratar-se de uma oferta de emprego com a promessa de obtenção de rendimento.
No entanto, não passa, na generalidade dos casos, de um método enganoso para obter dinheiro daqueles que respondem ao anúncio com a perspectiva de poderem vir a trabalhar em casa.
De acordo com o esquema tradicional, quando o destinatário responde ao anúncio, é-lhe remetido um formulário ou cupão de inscrição que deve ser preenchido com os seus dados pessoais e devolvido ao anunciante acompanhado de uma determinada quantia em dinheiro para efeitos de encomenda do material que lhe permita realizar o trabalho.
Casos há em que o destinatário apesar de pagar a quantia para efeitos de encomenda do material não recebe qualquer resposta do anunciante.
Nos casos em que o destinatário recebe o material, este resume-se a um conjunto de fotocópias com a descrição de um esquema denominado “Programa/Método” que, na maioria dos casos, não passa de uma explicação de como terá de proceder para veicular anúncios idênticos ao anúncio inicial.
Conclusão, a única e eventual forma de ganhar dinheiro não é através da realização do trabalho anunciado mas através da adopção da mesma prática de que foi alvo, veiculando o mesmo tipo de anúncio e esperando que outros respondam ao mesmo e remetam, a título de encomenda do material, quantias em dinheiro.
O Instituto do Consumidor recomenda aos potenciais destinatários que não efectuem quaisquer pagamentos sem antes terem obtido informações claras relativas ao anunciante, designadamente, sobre os seguintes aspectos:
- Identificação e morada física do anunciante;
- Função a desempenhar;
- Custos associados ao desenvolvimento do trabalho (ex. envio de material e equipamento);
- Remuneração aplicável e condições de pagamento.
 
 
Promoção de prémios de “lotarias” internacionais
 
Já lhe aconteceu receber uma carta a informá-lo de que está habilitado a ganhar uma lotaria, bastando, para o efeito, que preencha um formulário e proceda ao pagamento de uma quantia determinada?
Esta comunicação pode revelar-se um esquema enganoso e, em regra, assumir os seguintes contornos: o agente, que utiliza uma caixa postal como morada, remete uma comunicação escrita ao destinatário informando-o de que mediante o envio de uma quantia ficará automaticamente habilitado a participar num sorteio durante um determinado período de tempo. Para o efeito, deverá devolver o formulário
devidamente preenchido com os seus dados pessoais.
Após a devolução do formulário com os respectivos dados pessoais, incluindo o número de cartão de crédito, o destinatário fica a aguardar pela realização do anunciado sorteio.
No entanto, na generalidade dos casos, não existe qualquer sorteio e quando o destinatário percebe que se trata de um esquema fraudulento é tarde demais, pois já perdeu o seu dinheiro.
O Instituto do Consumidor alerta:
- quando receber uma comunicação escrita informando-o de que ganhou um prémio ou que se poderá habilitar para participar numa lotaria mediante o envio de uma quantia em dinheiro, não responda sem antes se assegurar da credibilidade da comunicação;
- neste contexto, não forneça os seus dados pessoais, designadamente, elementos identificativos da sua conta bancária e cartões de pagamento de que é titular.
 
 
 
Phishing: Uma Fraude na Internet
 
Trata-se de um dos mais recentes esquemas informáticos com prática recorrente e relacionada com o uso do correio electrónico (e-mail).
O utilizador recebe uma mensagem (e-mail fraudulento), supostamente enviada por uma empresa ou instituição bancária, remetendo-o, através de um link, para outra página da Web.
Aqui o consumidor é levado a divulgar informação pessoal considerada confidencial.
Trata-se pois de uma forma de obtenção indevida da identidade dos utilizadores do correio electrónico utilizando mensagens enganosas, concebidas por forma a conduzir os seus destinatários a sites fraudulentos, enganando-os com mensagens do tipo “ ... necessita de actualizar ou validar a informação da sua conta”. Nalguns casos, juntam ameaças com consequências extremamente indesejáveis para o caso de não haver resposta, conseguindo assim levar os incautos a disponibilizar as informações que os burlões necessitam e, assim, obter por exemplo, informação financeira privada como números de cartões de crédito, nomes e palavras passe de acesso a contas bancárias.
Recomendações importantes:
- nunca forneça dados confidenciais ou pessoais como resposta a mensagens de correio electrónico;
- se tiver dúvidas sobre a razão pela qual a empresa lhe está a pedir informação pessoal, telefone-lhe ou consulte o respectivo site na Internet;
- digite (escreva) o endereço do site ao qual quer aceder, sem o copiar da mensagem fraudulenta que recebeu nem utilizando os links que a acompanham;
- não faça downloads de software desconhecido directamente a partir de e-mails que não reconhece. Porá em risco a sua informação pessoal;
- alguns e-mails de "phishing" contêm software que podem causar danos no seu computador ou monitorizar as suas actividades na Internet sem o seu conhecimento.
 
 
Telefonemas com promessa de prémio
 
Quem é que ainda não foi contactado através de um telefonema que geralmente começa com a frase: Alô, Estou a falar com o dono da casa?... e no final alguém lhe diz que ganhou um prémio !
Se ainda não lhe sucedeu, pelo menos conhece alguém a quem foi dito ao telefone, por uma voz simpática, que tinha sido um dos felizes contemplados e que o prémio estava à sua espera, em determinado local, bastando para o efeito deslocar-se ao mesmo para o levantar.
Este tipo de abordagem é bastante frequente e leva, na maioria dos casos, os destinatários aos locais indicados a fim de levantarem o referido prémio. No entanto, chegados a esse local os consumidores são, geralmente, confrontados com uma apresentação de produtos ou serviços que vão desde as utilidades para o lar até aos pacotes de férias, tendo a atribuição do prémio funcionado como um “isco” para os atrair.
Local de onde, muitas vezes, acaba por sair sem qualquer prémio, com um bem ou serviço de que não necessita e um contrato de crédito ao consumo para pagamento do mesmo, cuja prestação representa um encargo que, muitas vezes, não pode suportar.
Assim, o Instituto do Consumidor alerta os potenciais destinatários para que não assinem quaisquer documentos sem antes reflectirem sobre a necessidade de aquisição do bem ou serviço proposto;
O Instituto do Consumidor informa que o conteúdo do contrato deve indicar:
-A identificação completa da empresa;
-As características do bem ou serviço;
-O preço e condições de pagamento;
-O regime de garantia e assistência pós-venda;
- A informação sobre o direito de resolução.
 
 
instituto_do_consumidor_trovoada_seca.gifINSTITUTO DO CONSUMIDOR
Ministério da Economia e da Inovação
Instituto do Consumidor
Praça Duque de Saldanha, 31 – 1º 2º 3º e 5º - 1069 – 013 Lisboa
Telefone: 21 356 46 00 - Fax: 21 356 47 19
 
 Divulguemos pois estas informações ...
publicado por raio às 13:57

link do post | comentar | favorito
|

@Autores

@pesquisar

 

@Taxa de Câmbio

CONVERSOR DE MOEDAS

instale no seu site [ gratuitamente ]

@Queres colaborar neste blogue?

@ Yes!... Quero colaborar neste blogue!!

@Selo do Blogue

@Cont@cto

A área de Comentários deste Blogue está aberta para permitir o direito de resposta às entidades visadas e para que todos possam dar a sua opinião sobre os temas abordados e artigos aqui publicados, todavia:
 
@ Se encontrou algum erro nos artigos publicados;
 
@ Se tem algum artigo que gostasse de ver publicado neste blogue;
 
@ Se tem ideias ou tópicos relativos a algum tema que aqui queira ver desenvolvido;
 
@ Se desejar deixar uma critica ou uma sugestão ou se simplesmente desejar entrar em contacto com o autor do Blogue Trovoada Seca;
 
Pode enviar a sua mensagem para o e-mail: trovoada.seca@gmail.com
 
(Todas as mensagens com publicidade duvidosa ou a noticiar que eu ganhei uma lotaria internacional serão imediatamente reportadas como SPAM)

@posts recentes

@ Vai de Férias?

@ Tremor de Terra, Sismo .....

@ Polícia!... Polícia!...

@ O Coração ... e o Estômag...

@ Sexualidade ...

@ Conselhos Úteis ... Desti...

@ Saúde Oral da Infância

@ Luta Anti-Fraudes ...

@Blogs

@ A
AFSP Notícias
Alma Roubada
Amizades e Flores
A Padeira de Aljubarrota
Arco-Íris da Vida
Arte e Magia no PSP
Asas Para Voar
As Minhas Imagens
As Palavras e o Mundo
A Sul
Astro-Reiki [Reiki & Astrologia]
A Ver Navios


@ B
Blogadinha dos Virtuais
Blog da Rosamar
Blog Oficial do Blogs Sapo
Blog da Rosamaria
Blog do Rums
Blog Oval

@ C
Cansei
Cantinho da Rosa
Carlinha Pink
Carne Azeda
Casa do Consultor
Cinda Moledo
Clouberry
Colcha de Retalhos
Columbófilia
Cópia Perfeita
Coração Solidário
Critica na Rede
Crónicas de Uma Mãe Atrapalhada
Cuidem de Nossos Animais

Curtas Metragens


@ D
DaPlanície
Dark Angel
Desculpe Qualquer Coisinha
Docas nas Asas do Desejo
Do Miradouro

@ E
Educação em Portugal | Metas e Medidas
Eimar Suely
Elástico da Cueca
Emolicious
Escavar em Ruínas
Estórias da Minha Terra
Estou Estupefacta
Estrela do Céu
Eu & Eu Neusa Beatriz
Extras by Kika

@ F
Fascínio, Arte e Beleza nos Automóveis e na Mulher
Ferreirinha
Florbytes
Fora de Jogo
Fotografia de João Palmela

@ G
Genny
Geração Rasca
Gifs da Kaká

@ H
How you Doing?

@ I
Ideologia e Biologia
Insomnia

@ J
Jesus Minha Rocha
@ K
Kruzes Kanhoto

@ L
Loirinha
Lol Tuga
Lua Blog
Lugar ao Som
Luz do Desejo

@ M
MAPUFT
Maripossa
Memórias Secretas
Mitos, Modas, Clichés
Moranguitoooos
Mundo Animal
Mundo Animal
My Litle Space

@ N
@ O
O Cantinho da Estrela
O Cantinho da TiBéu
O Cantinho dos Miudos
O Incrível Diário da Carochinha
Olha_por_Mim
O Muro das Lamentações
O Outro Lado
Opinião em Duplo
Oportunity
Os Bigodes do Gato
O Sino da Aldeia
O Sítio da Bola de Cristal

@ P
Paixões e Encantos
Paz Original
Penso, Logo Existo ...
Poesia de Augusto P. Gil

@ R
Reflexões de Um Louco
Rir até Cair
Rita Moranguita
Rosamar's Space

@ S
Salvo-Conduto
Sandrita Dinis
Saobanza
Seduções
(Sem Nome)
SigaCafe
Simbioses
Sisters&Friends
Sofia Sama
Sorriso Alegre
Só Tenho Coisas que me Ralem

@ T
Tintas e Pincéis
Tiraram-me o Gato
Tou Aqui 42
Túlipa Branca

@ U
Última Flor do Lácio
Uma Vida ...

@ V
Vaga Aberta
Vampira Encantada
Velhinho Prega Secas
Verde Água
Vila Forte
Virginiana
Vitor Valente

@ W
Women Blog

@tags

@ sexo(47)

@ trovoada seca(46)

@ portugal(45)

@ reiki(42)

@ divulgação(39)

@ albufeira(37)

@ política(33)

@ sociedade(32)

@ saúde(30)

@ amor(29)

@ homem(29)

@ mulher(29)

@ eu(26)

@ vida(26)

@ algarve(23)

@ actualidade(22)

@ blogs(22)

@ ensino(20)

@ políticos(20)

@ bloggers(19)

@ destaque(19)

@ divulgação de blogues(18)

@ divulgador(18)

@ índice de blogues(18)

@ registo de blogue(18)

@ top(18)

@ karuna(17)

@ nível 1(17)

@ formação(16)

@ curso de reiki(15)

@ justiça(15)

@ mestre(14)

@ beja(13)

@ bem-estar(13)

@ futebol(13)

@ meditação(13)

@ pensamento(13)

@ lisboa(12)

@ curso(11)

@ amigos(10)

@ blog(10)

@ iniciação(10)

@ japão(10)

@ universo(10)

@ 2008(9)

@ energia(9)

@ estradas(9)

@ governo(9)

@ terapeuta(9)

@ 2009(8)

@ aprendizagem(8)

@ conselhos úteis(8)

@ eleições(8)

@ trânsito(8)

@ advogados(7)

@ alentejo(7)

@ blogue(7)

@ faro(7)

@ fevereiro(7)

@ religião(7)

@ vídeo(7)

@ atletas(6)

@ brasil(6)

@ crianças(6)

@ desporto(6)

@ notícias(6)

@ noticias(6)

@ portimão(6)

@ porto(6)

@ professores(6)

@ psd(6)

@ sapo(6)

@ silves(6)

@ tibete(6)

@ (5)

@ actividades(5)

@ ajuda(5)

@ almansil(5)

@ apr(5)

@ assaltos(5)

@ benfica(5)

@ blogues(5)

@ boliqueime(5)

@ compaixão(5)

@ curso de karuna(5)

@ hospitais(5)

@ informação(5)

@ iniciação ao karuna(5)

@ josé sócrates(5)

@ madeira(5)

@ nível 2(5)

@ noticia(5)

@ obras na via(5)

@ odemira(5)

@ partilha(5)

@ pequim 2008(5)

@ prisões(5)

@ reiki em albufeira(5)

@ televisão(5)

@ alunos(4)

@ todas as tags

@Sites

@ Astronomia
Astronomia na Web
Mapa do Céu

@ Agricultura e Pescas
MADRP - Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas

@ Bebés
Guia do Bebé

@ Bebidas
APCV - Associação Portuguesa dos Produtores de Cerveja

@ Bicicletas
69ª Volta a Portugal em Bicicleta/EDP -2007
SuperCiclismo Online

@ Biografias
Biografias
“O Leme” - Biografias

@ Bombeiros e Protecção Civil
ANPC - Autoridade Nacional de Protecção Civil

@ Câmeras On-line
Porto do Funchal - Webcam

@ Casas Pré-Fabricadas
FabPrefab - Portal da construção pré-fabricada
IberMódulo - Aluguer de Módulos e Equipamentos, Lda.

@ Cinema
Citi - Cinema
Expresso - Cartaz de Cinema
PT Gate - Cinema
Público - Cartaz de Cinema

@ Comunicação Social
A Bola On-line
Agência Lusa
Agência Lusa - Brasil
BBC News
Correio da Manhã
Destak
Diário Digital
DN - Diário de Notícias
Islam em Linha - Revista Virtual
JN - Jornal de Notícias
Máxima - Revista Feminina
Portugal Diário
Público
Semanário Sol
Zero Hora - Diário Brasileiro

RTP - RádioTelevisão Portuguesa
SIC
TVI


@ Consumidores
DECO - Associação de Defesa do Consumidor
Portal dos Consumidores - Instituto do Consumidor

@ Crianças
IAC - Instituto de Apoio à Criança
POL - Psicopedagogia On-Line - Educação e Saúde Mental

@ Defesa dos Direitos dos Animais
ANIMAL - Associação Nortenha de Intervenção no Mundo Animal

@ Design
AND - Associação Nacional de Designers
DPO - Dicionário Publicitário Online
Logo Design History - Logoorange (História de Símbolos e Logotipos)

@ Desporto Olímpico
Comité Olímpico de Portugal
Quadro de Medalhas
Jogos Olímpicos - Pequim 2008 (Site Oficial)

@ Diversos
Adiaspora.com
NetDisaster.com
Associação Cívica Vidas Alternativas

@ Ensino
ME - Ministério da Educação de Portugal

Universidade Bucks New University
UFC - Universidade Federal do Ceará

@ Estatísticas e Sondagens
INE - Instituto Nacional de Estatística
Marktest

@ Eventos
Agenda Lx

@ Federações, Confederações e Colectividades
CDP - Confederação do Desporto de Portugal
FPC - Federação Portuguesa de Columbofilia
FPDD - Federação Portuguesa de Desporto para Deficientes

@ Heráldica
Home Page do Físico

@ Impostos
Direcção-Geral dos Impostos
Declarações Electrónicas

@ Instituições Internacionais
CE - Comissão Europeia
CPLP - Comunidade dos Países e Lígua Portuguesa
UE - União Europeia

@ Justiça
MJ - Ministério da Justiça de Portugal

@ Juventude
Portal da Juventude

@ Literatura
Projecto Vercial - Base de Dados sobre Literatura Portuguesa

@ Magia
Associação Portuguesa de Ilusionismo

@ Mapas
Mapa de Portugal

@ Matemática
Matemática Divertida

@ Meteorologia
Instituto de Meteorologia
MeteoPT - Fórum de Meteorologia

@ Municípios
Câmara Municipal de Belmonte
Câmara Municipal de Lisboa

@ Música
Cifras.Com.Br

@ Pintura
WebArt

@ Política

Portal da Presidência da República Federativa do Brasil

Portal da Presidência da República Portuguesa

Portal do Governo Brasileiro

Secretaria de Imprensa - Presidência da República Federativa do Brasil

BE - Bloco de Esquerda
CDS-PP - Partido Popular
CNE - Comissão Nacional de Eleições
PCP - Partido Comunista Português
PCTP-MRPP - Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses
PEV - Partido Ecologista "Os Verdes"
PNR - Partido Nacional Renovador
Portal do Governo
PPD-PSD - Partido Social Democrata
PS - Partido Socialista

@ Religião
Agência Ecclesia - Agência de Notícias da Igreja Católica em Portugal
Budismo! Do Brasil Internet
Clério’s Home Page - Clério José Borges de Sant’Anna
Ecclesia-Brasil
Islam em Linha
Orações
Padre Marcelo Rossi - Site Oficial
Paróquia de São Pedro
Portal da Família
Sociedade Internacional Gita do Brasil (Gita-Ashrama Brasil)
SDPF - Secretariado Diocesano Pastoral Familiar - Diocese de Coimbra
UCP – Universidade Católica Portuguesa

@ Saúde
AMI - Assistência Médica Internacional
APCC - Associação Portuguesa do Cancro Cutâneo
APDP - Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal
APFADA - Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Doentes de Alzheimer
Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva - Prof. Fernando Pádua
INFARMED - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P.
IPOPFG, EPE - Instituto Português de Oncologia de Francisco Gentil
Liga Portuguesa Contra o Cancro
Portal da Saúde - Ministério da Saúde

@ Segurança
GNR - Guarda Nacional Republicana
MAI - Ministério da Administração Interna
PJ - Polícia Judiciária
PSP - Polícia de Segurança Pública

@ Seguros
APS - Academia Portuguesa de Seguros
APS - Associação Portuguesa de Seguros
ISP - Instituto de Seguros de Portugal

@ Sindicatos
CGTP - Intersindical Nacional

@ Solidariedade
Associação Portuguesa de Solidariedade Mãos Unidas P. Damião
CNIS - Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade

@ Superfícies Comerciais
Modelo Continente SGPS, SA

@ Telefones
Páginas Amarelas
Páginas Brancas

@ Tradições
Folclore

@ Trânsito
EP - Estradas de Portugal, E.P.E.
Fastaccess - O Portal do Automobilista
SR - Segurança Rodoviária

@Concurso

@ Eleição de Miss Lightning...

@as minhas fotos

@arquivos

@ Janeiro 2014

@ Fevereiro 2012

@ Janeiro 2012

@ Dezembro 2011

@ Novembro 2011

@ Outubro 2011

@ Agosto 2011

@ Outubro 2010

@ Agosto 2010

@ Julho 2010

@ Junho 2010

@ Maio 2010

@ Abril 2010

@ Março 2010

@ Fevereiro 2010

@ Dezembro 2009

@ Outubro 2009

@ Setembro 2009

@ Agosto 2009

@ Julho 2009

@ Junho 2009

@ Maio 2009

@ Abril 2009

@ Março 2009

@ Fevereiro 2009

@ Janeiro 2009

@ Dezembro 2008

@ Novembro 2008

@ Outubro 2008

@ Setembro 2008

@ Agosto 2008

@ Julho 2008

@ Junho 2008

@ Janeiro 2008

@ Dezembro 2007

@ Novembro 2007

@ Outubro 2007

@ Setembro 2007

@ Agosto 2007

@ Julho 2007

@ Junho 2007

@ Maio 2007

@ Abril 2007

@ Março 2007

@Contador


@Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31
blogs SAPO

@subscrever feeds

@Blogosfera

Estou no Blog.com.pt

Classifique o nosso site
no mundoPT.com



link.blog-Teorias
PT Bloggers a directoria de blogs Portugueses
BlogBlogs.Com.Br
Votez pour mon site !
Search For Blogs, Submit Blogs, The Ultimate Blog Directory
Blog Flux Pinger - reliable ping service.





Personal Blogs - Blog Top Sites

Top Tuga

Sports Blogs
Create blog

BloGalaxia



blogaqui?


puBlog: textads portugueses